IBGE aponta crescimento de 1,2% do setor de serviços em setembro

(Foto: Ilustração)

O setor de serviços cresceu 1,2% no mês de setembro, frente a agosto, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado hoje (12). Com o resultado, o setor acumula alta de 0,6% em 2019 e 0,7% no período de 12 meses encerrado em setembro.

O terceiro trimestre teve alta de 0,6% na comparação com o mesmo período de 2018, um desempenho mais dinâmico que o do segundo trimestre, que teve apenas 0,1% de variação positiva.

O IBGE constatou aumento em quatro de cinco grupos de atividades pesquisados. O único que teve queda foi o dos serviços de informação e comunicação, com retração de 1% na comparação com agosto.

LEIA MAIS

Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

(Foto: Ilustração)

No Brasil, em 2018, foram geradas 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, um aumento de pouco menos de 1% em relação ao ano anterior. Desse montante, 92% (72,7 milhões) foram coletados – uma alta de 1,66% em comparação a 2017, o que mostra que a coleta aumentou num ritmo um pouco maior que a geração. Apesar disso, 6,3 milhões de toneladas de resíduos ficaram sem ser recolhidos nas cidades.

Os dados fazem parte do Panorama dos Resíduos Sólidos, da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), lançado hoje (8). Comparando com os países da América Latina, o Brasil é o campeão de geração de lixo, representando 40% do total gerado na região (541 mil toneladas/dia, segundo a ONU Meio Ambiente).

“Os números mostrados no panorama colocam o Brasil numa posição muito abaixo de outros países que estão no mesmo nível de renda do Brasil. O nosso déficit é muito grande e nós precisamos realmente de medidas urgentes para não só recuperar esse déficit, como avançar em direção a melhores práticas de gestão de resíduos sólidos”, disse o presidente da entidade, Carlos Silva Filho.

LEIA MAIS

Produção de veículos cresce 16,6% em outubro, divulga Anfavea

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

A produção de veículos cresceu 16,6% em outubro, com a fabricação de 288,5 mil unidades. Segundo o balanço divulgado hoje (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o número representa uma elevação de 9,6% em comparação a outubro de 2018. Nos primeiros dez meses do ano, foram produzidos 2,55 milhões de veículos, um aumento de 3,6% em relação aos 2,46 milhões fabricados de janeiro a outubro do ano passado.

As vendas tiveram alta de 7,9 % em outubro na comparação com setembro deste ano, mas retração de 0,5% na comparação com o mesmo mês de 2018, quando foram comercializados 254,7 mil veículos. Em outubro deste ano, foram vendidos 253,4 mil carros. No acumulado dos dez meses do ano, os emplacamentos de novas unidades totalizaram 2,28 milhões, uma alta de 8,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS

Casos de morte por dengue aumentam 5 vezes em relação ao ano passado

(Foto: AFP Photo)

Até 12 de outubro deste ano, foram registradas 689 mortes em decorrência da dengue em todo o país, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, número quase 5,4 vezes maior que as 128 mortes registradas no mesmo período de 2018.

Ao todo, foram registrados 1.489.457 milhões casos notificados de dengue em 2019, até o 12 outubro, número cerca de 690% maior do que os 215.585 casos de 2018. A dengue atinge até o momento 708,8 em cada 100 mil habitantes. A região com a maior taxa de incidência é a Centro-Oeste, com 1.235,8 para cada grupo de 100 mil habitantes, apesar de ter um número menor de casos.

Os estados de Minas Gerais (482.739), onde houve 154 mortes confirmadas, e São Paulo (442.014), com 247 mortes confirmadas, concentram 62% dos casos prováveis. No Sudeste, a taxa de incidência é 1.151,8 para cada grupo de 100 mil habitantes.

No período, o ano de 2019 é o terceiro com a maior notificação de casos de dengue no Brasil desde o início da série histórica, em 1998, ficando atrás somente de 2015 (1,68 milhão) e 2016 (1,5 milhão).

Entre as possíveis causas para o avanço da dengue está a volta de um sorotipo da doença que há anos não circulava no Brasil, conforme destacou ontem (1) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Tivemos a reentrada do sorotipo 2, há dois anos, e no ano passado isso fez um estrago muito grande no estado de São Paulo, na região de Bauru. Depois a dengue reentrou por Goiás, Tocantins – foi um número muito grande de casos, porque o sorotipo 2 havia muitos anos não circulava no Brasil, então agora ele volta com força total”, disse o ministro.

Outros fatores que contribuem para o retorno da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypt concentram-se no aumento das chuvas em algumas regiões e também uma menor prevenção.

Com informações da Agência Brasil

Com mais de 106% de cobertura vacinal Petrolina supera meta da campanha contra sarampo

(Foto: Alexandre Justino)

Petrolina superou a meta da campanha nacional contra o sarampo para a vacinação de rotina, ou seja, crianças de 12 e 15 meses, com o registro de 106,84% de imunização dessa faixa etária. A informação é de uma balanço parcial divulgado pela Secretária de Saúde.

Para crianças de 6 meses a menores de 1 ano, as equipes estão fazendo o levantamento que será divulgado em breve. “Estamos finalizando esses números, mas já estamos muito felizes com os nossos resultados parciais. Vale ressaltar que, mesmo com o fim da campanha para esse público, a vacinação continua nas unidades de saúde”, frisou a secretária interina de Saúde, Larisse Silva.

A segunda etapa da campanha de vacinação está prevista para começar em 18 de novembro com foco na população adulta. “Desta vez, adultos de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia terão a oportunidade de se vacinar até 30 de novembro”, destaca.

LEIA MAIS

Confiança da indústria cai em outubro e atinge menor valor em um ano

(Foto: Agência Brasil)

O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu um ponto na passagem de setembro para outubro. Com o recuo, o indicador caiu para 94,6 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o menor valor desde em outubro de 2018 (94,2 pontos).

LEIA MAIS

Número de casos de sarampo aumenta para 65 em Pernambuco

(Foto: Ilustração)

Aumentou para 65 o número de casos de sarampo confirmados em Pernambuco. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), 942 suspeitas foram notificadas. Do total, 332 foram descartadas, e as outras estão em investigação.

Os municípios com casos confirmados são: Recife (05); Jaboatão dos Guararapes (01); Bezerros (01); Caruaru (06); Frei Miguelinho (01); Santa Cruz do Capibaribe (11); Taquaritinga do Norte (23); Toritama (07); Vertentes (10).

LEIA MAIS

Pequenos negócios geraram 75% dos empregos formais em setembro, aponta pesquisa do Sebrae

(Foto: Internet)

No mês de setembro, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 75% das novas vagas de trabalho registradas. Segundo levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), negócios de pequeno porte geraram 119 mil dos mais de 157 mil postos de trabalhos com carteira assinada registrados no mês anterior.

Realizado com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, o levantamento apontou que, no acumulado do ano, os pequenos negócios geraram mais de 670 mil vagas com carteira assinada, resultado 10% acima do igual período do ano passado. O número superou em 20% o saldo de agosto e em 23% o do mesmo mês de 2018. Para meses de setembro, o total representa o melhor resultado desde 2013.

As médias e grandes empresas (MGE) geraram 37,7 mil empregos, e a administração pública contribuiu com 492 postos de trabalho em setembro. No total, 157.213 vagas foram geradas no país no mês passado, de acordo com o Caged.

LEIA MAIS

Desigualdade entre ricos e pobres bate recorde no Brasil, aponta IBGE

(Foto: Internet)

A diferença entre os rendimentos médio mensal obtido pelo 1% mais rico e pelos 50% mais pobres no ano de 2018 é recorde na série da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua, iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que teve última análise divulgada nesta quarta-feira (16).

O rendimento da parcela de 1% mais rica da população atingiu, no último ano, o equivalente a 33,8 vezes o obtido pelos 50% mais pobres. No topo, o rendimento médio foi de R$ 27.744; na metade mais pobre, de R$ 820.

A faixa de 1% dos brasileiros mais ricos teve aumento real de 8,4% no rendimento médio mensal em 2018. No mesmo período, os 5% mais pobres tiveram queda nos rendimentos de 3,2%. Enquanto a média mensal dos mais ricos ficou em R$ 27 mil 744, os mais pobres ganharam R$ 153.

LEIA MAIS

Aumenta o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco

(Foto: Internet)

Segundo boletim epidemiológico divulgado na manhã desta terça-feira (15), o estado de Pernambuco confirma 56 casos de sarampo. Ao todo, neste ano, já foram notificados 867 casos suspeitos da doença, com 292 descartados.  Até o dia 9 de outubro, o estado tinha 37 casos confirmados por exames.

A maior parte dos casos (92,9%) ocorreu na 4ª Regional de Saúde (Geres), que compreende cidades do Agreste, e os demais (7,1%) na 1ª Geres (Recife e Jaboatão dos Guararapes). Os municípios com confirmações são: Taquaritinga do Norte (19), Vertentes (9), Santa Cruz do Capibaribe (9), Toritama (7), Caruaru (6), Recife (3), Jaboatão dos Guararapes (1), Bezerros (1) e Frei Miguelinho (1).

LEIA MAIS

Acidentes de trânsito com menores geram 9,8 mil indenizações este ano

(Foto: Agência Brasil)

Entre janeiro e setembro deste ano, acidentes de trânsito geraram indenizações para 9.865 crianças e adolescentes de até 17 anos. O levantamento é de uma seguradora, responsável pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), benefício a que todos os brasileiros têm direito quando se acidentam em território nacional.

Segundo a pesquisa, que contabiliza apenas quem pediu a indenização, foram 36 crianças e adolescentes acidentados por dia este ano. Entre os casos, 70% são indenizações por invalidez, pagas quando há sequelas permanentes nas vítimas. Das 9.865 indenizações nesta faixa etária, 1.461 foram por morte no trânsito.

LEIA MAIS

Chega a 37 número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco

(Foto: Internet)

Subiu para 37 o número de casos de sarampo confirmados em Pernambuco em 2019, de acordo com boletim divulgado nesta quarta-feira (9) pela Secretaria de Saúde do Estado (SES). Até o dia 02 de outubro Pernambuco havia registrado 23 casos, com uma morte.

O órgão afirmou, ainda, que o aumento do número de casos é referente a ocorrências antigas. “Tratam-se de pessoas que adoeceram entre os meses de julho e agosto. Todas as medidas para tratar os pacientes e fazer a investigação e bloqueio de novos casos são implementadas logo após a notificação”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

LEIA MAIS

Produção industrial cresce 2,1% em Pernambuco, diz IBGE

(Foto: Internet)

A produção industrial de Pernambuco cresceu 2,1% na passagem de julho para agosto deste ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Pesquisa Industrial Mensal Regional mostrou que houve crescimento em 11 dos 15 locais pesquisados pelo órgão. O levantamento apontou ainda que os maiores avanços ocorreram no Amazonas (7,8%) e no Pará (6,8%).

LEIA MAIS

Número de endividados e inadimplentes cresce em setembro, aponta CNC

(Foto: Internet)

O número de famílias com dívidas em atraso aumentou em setembro, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O percentual de pessoas com dívidas no país, em atraso ou não, ficou em 65,1%, acima dos 64,8% do mês de agosto e dos 60,7% de setembro do ano passado.

Já os inadimplentes, ou seja, aqueles que têm dívidas ou contas em atraso, somaram 24,5% em setembro, taxa superior aos 24,3% de agosto e aos 23,8% de setembro de 2018. As famílias que declararam não ter condições de pagar suas dívidas chegaram a 9,6%, acima dos 9,5% de agosto, mas abaixo dos 9,9% de setembro de 2018.

LEIA MAIS

Pernambuco confirma mais um caso de sarampo; número sobe para 23

Até o último dia 27 de setembro, Pernambuco notificou 731 suspeitas de sarampo, com 242 casos descartados e 23 confirmações, incluindo o caso mais recente: uma menina de 11 meses moradora de Taquaritinga do Norte, no Agreste do Estado. Os outros 466 casos estão em investigação. As confirmações ocorreram entre julho e a primeira quinzena de agosto. Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira (2) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Os municípios de Pernambuco com casos confirmados de sarampo são: Recife (3); Caruaru (6); Taquaritinga do Norte (9); Frei Miguelinho (1); Santa Cruz do Capibaribe (1); Vertentes (1); Bezerros (1); Toritama (1).

Vacinação

Desde janeiro, Pernambuco já vacinou mais de 443 mil pessoas com a tríplice viral, que, além do sarampo, ainda protege contra a caxumba e a rubéola. “Precisamos concentrar nossos esforços em diversas frentes para evitar a ocorrência de novos casos da doença. Estamos conscientizando a população sobre a vacinação, orientando os profissionais de saúde a notificarem os casos e atuando com os municípios para iniciar, em tempo oportuno, a investigação e as ações de bloqueios relacionadas aos casos suspeitos. Todas essas atividades visam prestar a devida assistência ao paciente e reduzir drasticamente o risco de adoecimento da nossa população”, pontua o secretário Estadual de Saúde, André Longo.

123