Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Mais de 12 milhões de consumidores sofreram alguma fraude financeira nos últimos 12 meses, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil

(Foto: Ilustração)

Sejam consumidores, empresas ou governos, as fraudes financeiras representam um risco para a segurança de diversos setores da economia. E com o avanço tecnológico, as oportunidades e os métodos para fraudar também vêm se tornando cada vez mais sofisticados, causando danos financeiros em um número cada vez maior de pessoas.

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 46% dos internautas brasileiros foram vítimas de algum tipo de golpe financeiro nos 12 meses anteriores ao estudo, o que equivale a um universo aproximado de 12,1 milhões de pessoas.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, é importante que o consumidor tome cuidados básicos para evitar transtornos com as fraudes e desconfie de facilidades ofertadas. “O comércio eletrônico tem crescido consistentemente no Brasil, em grande medida, devido a uma combinação entre diversidade, preços competitivos, comodidade e segurança nos mais diversos segmentos de consumo. Entretanto, muitas pessoas não tomam os cuidados necessários nas transações on-line o que contribui para que sejam enganadas. São comuns, por exemplo, ofertas com valor muito abaixo da média praticada no mercado, o que já mostra um indício de que pode ser se tratar de tentativa de golpe”, alerta o Costa.

Mais de 3 milhões de pessoas buscam emprego há dois anos ou mais, diz IBGE

(Foto: Ilustração)

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no segundo trimestre de 2019, o Brasil tinha 3,347 milhões de pessoas em busca de emprego há dois anos ou mais. No trimestre anterior, esse contingente era de 3,319 milhões de desempregados em busca de uma vaga nesse mesmo espaço de tempo.

Em relação ao segundo trimestre de 2018, aumentou em 6,2% o contingente de desempregados há pelo menos dois anos. Outros 1,807 milhão de trabalhadores procuram emprego há mais de um ano, mas menos de dois anos.

A maioria dos desempregados no quarto trimestre, 5,823 milhões, estava em busca de uma vaga havia pelo menos um mês, mas menos de um ano. Na faixa dos que tentavam encontrar um trabalho havia menos de um mês, estavam 1, 789 milhão de pessoas.

Dados do IBGE apontam crescimento de abate de bovinos, suínos e frangos

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O resultado do segundo trimestre de 2019 para a pecuária mostra que o abate de bovinos no país aumentou 4,1%, o de suínos 5,1% e o de frangos 3,6%, na comparação com o mesmo período de 2018. Os dados foram divulgados hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao primeiro trimestre de 2019, o abate de bovinos cresceu 2,4%, o de suínos subiu 0,7% e o de frangos caiu 1,5%.

No período analisado, foram abatidas 8,08 milhões de cabeças de bovinos, com uma produção total de 2,01 milhões de toneladas de carcaças, uma alta de 3,6% em relação ao primeiro trimestre e de 5,5% em comparação com o segundo trimestre de 2018.

LEIA MAIS

Pesquisa indica que 87% das pessoas acham conta de luz cara no Brasil

(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Um levantamento feito pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) em parceria com o Ibope, mostrou que 79% dos entrevistados gostaria de ter um mercado livre para escolher a sua fornecedora de energia. O percentual é 10% maior do que o obtido na avaliação de 2018. Segundo a Pesquisa de Opinião Pública 2019 sobre o que o brasileiro pensa e quer do setor elétrico, lançada hoje (12) na capital paulista, 68% dos entrevistados trocariam hoje a sua fornecedora de energia.

LEIA MAIS

Levantamento Nacional alerta para consumo de álcool no Brasil

(Foto: Ilustração)

O índice de consumo de álcool no Brasil é mais alarmante do que o do uso de substâncias ilícitas, segundo o 3º Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A pesquisa revelou que mais da metade da população brasileira de 12 a 65 anos declarou ter consumido bebida alcoólica alguma vez na vida.

LEIA MAIS

105 milhões de brasileiros devem ir às compras para o Dia dos Pais

(Foto: ASCOM)

A lenta recuperação do atual cenário econômico no país não parece ter desanimado os filhos brasileiros. De acordo com levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) nas 27 capitais brasileiras, 67% dos consumidores pretendem ir às compras por conta do Dia dos Pais. A taxa representa um aumento de seis pontos percentuais em relação a 2018. Na prática, isso significa que aproximadamente 105 milhões de pessoas devem comprar presentes para entregar a seus entes queridos no segundo domingo de agosto.

Para a alegria do varejo, o valor que os entrevistados pretendem gastar com os “mimos” também subiu: em média, pretende-se gastar R$ 189,98, R$ 41 a mais do que em 2018 – gerando no comércio um movimento de cerca de R$ 20 bilhões. Os dados indicam uma maior popularização daquela que é considerada por muitos, por não injetar no mercado cifras tão expressivas quanto o Dia das Mães, o Dia dos Namorados e o Natal, o “patinho feio” das datas comemorativas.

LEIA MAIS

Casos de Hepatite B aumentaram 27% em Pernambuco, entre 2015 e 2018

(Foto: Miva Filho)

O Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids/HV) lançou o novo boletim epidemiológico. O documento é produzido anualmente e traz uma análise detalhada sobre o comportamento das hepatites em Pernambuco.

O boletim revela dados sobre os três tipos de hepatites virais em circulação no Estado. Os casos de hepatite B apresentaram um aumento de 27% entre 2015 e 2018. A principal forma de contágio é pela relação sexual sem preservativos, pelo sangue, compartilhamento de objetos perfurocortantes ou passada da mão para o filho durante a gravidez (congênita).

Vem sendo notado, em todo o Brasil, um aumento de casos das infecções sexualmente transmissíveis, como HIV, gonorreia e a própria hepatite B. Isso ratifica a importância do uso do preservativo em todas as relações sexuais”, afirma o diretor geral de Controle de Doenças Transmissíveis da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), George Dimech.

Já as ocorrências da hepatite A, entre 2015 e 2018, tiveram redução de 72%, devido principalmente pela vacinação de crianças, implantada no Brasil desde 2014. A transmissão da doença é feco-oral, por alimentos ou água contaminada, ou sexual.

LEIA MAIS

Três em cada dez brasileiros ainda usam crediário, aponta pesquisa da CNDL e SPC Brasil

(Foto: Ilustração)

Embora venha perdendo força com a popularização de outras modalidades de crédito, especialmente nos grandes centros urbanos, o crediário ou o cartão de loja continua presente na vida dos brasileiros. De acordo com levantamento realizado nas 27 capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), três em cada dez brasileiros (30%) fizeram uso de crediário (carnê, boleto a prazo ou cartão para compras exclusivas em uma loja) nos últimos 12 meses – sendo que 26% recorreram a essa modalidade todos os meses. Outros 31% a cada dois ou três meses e 31%, três vezes ou menos no ano.

A falta de condições para realizar o pagamento à vista em dinheiro foi o principal motivo que levou os entrevistados a recorrer ao crediário nesse período (35%), principalmente entre as pessoas de renda mais baixa (40%). Outros 25% viram vantagem na pouca burocracia exigida pelos estabelecimentos comerciais – número que aumentou em 12 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

LEIA MAIS

UPAE/IMIP de Petrolina comemora seis anos nesta segunda-feira e apresenta balanço dos serviços prestados

(Foto: Reprodução/ IMIP)

A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) comemora seis anos nesta segunda-feira (29). Diante da data comemorativa, a Unidade apresenta seus números, que refletem os esforços diários de 301 funcionários, além dos colaboradores e prestadores de serviço.

Somente na urgência e emergência (UPA 24h), durante estes seis anos de funcionamento, foram somados aproximadamente 560 mil atendimentos médicos, 38 mil atendimentos odontológicos, 31 mil passagens pelo serviço social e mais de 3 milhões de procedimentos realizados.

Já no serviço de especialidades foram contabilizadas 319 mil consultas médicas, 65 mil consultas com a equipe multiprofissional, 76 mil sessões de fisioterapia, quase 36 mil cirurgias e 824 mil exames de imagem, diagnósticos e laboratoriais.

LEIA MAIS

Juazeiro ocupa mais uma vez o 1° lugar na geração de emprego entre as cidades do interior do Nordeste

Áreas da indústria de transformação, da agropecuária e de serviços são destaques na geração de emprego, em Juazeiro (Foto: Ascom/PMJ)

Mesmo diante de uma situação alarmante de elevado índice de desemprego que assola todo o Brasil, o município de Juazeiro (BA) continua sendo destaque na geração de emprego. De acordo com os números do Ministério do Trabalho/Caged, no acumulado de janeiro a junho de 2019, Juazeiro teve saldo positivo de 2.553 empregos com carteira assinada gerados no município.

“Dificuldades são superadas com planejamento e muito trabalho. Somente nos últimos 2 anos e meio já são 177 obras realizadas e mais de cem em execução, além de grandes investimentos em educação e na qualificação profissional das pessoas para formar mão de obra especializada. É por isso que todo ano podemos comemorar o fato de Juazeiro ser uma das cidades que mais geram emprego em todo o Brasil”, destacou o prefeito Paulo Bomfim.

LEIA MAIS

Com mais de 48 mil vagas formais, geração de emprego tem melhor junho desde 2014

(Foto: Internet)

O Brasil gerou 48.436 empregos formais em junho, o melhor resultado registrado para o mês desde 2014. Divulgados nesta quinta-feira (25), os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) representam uma alta de 0,13% em relação ao estoque do mês anterior.

No consolidado semestre, os números de junho são os melhores desde 2015. Foram 408.500 novas vagas formais nos primeiros seis meses de 2019, resultado superior ao mesmo período do ano passado, quando foram gerados 392.461 empregos.

No acumulado dos últimos 12 meses, em período encerrado em junho de 2019, o saldo entre admissões e desligamentos ficou positivo em 524.931 novos postos formais, que representa melhoria em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram gerados 280.093 novos empregos.

LEIA MAIS

Estudo revela que 80% de diabéticos podem ter doenças cardiovasculares

(Foto: Ilustração)

Um estudo realizado pelo EndoDebate em parceria com a Revista Saúde, mostrou que 80% das pessoas com diabetes tipo 2 apresentam indícios de comprometimento cardiovascular. Mais da metade (52%) indicam pelo menos dois destes sintomas: tontura, dores no peito e nas pernas, falta de ar e palpitações.

Intitulado “Quando o Diabetes Toca o Coração”, o estudo foi lançado em junho pelo laboratório Novo Nordisk e divulgado nesta semana. A pesquisa entrevistou 1.439 pessoas com e sem diabetes tipo 2, com idade entre 47 e 55 anos.

LEIA MAIS

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

(Foto: Internet)

O volume de consumidores com contas sem pagar cresceu 0,9% no primeiro semestre de 2019, na comparação com o final do ano passado. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) é a segunda menor variação nos atrasos, desde 2012, quando a inadimplência havia crescido 5,8% no primeiro semestre.

Quando analisado só o mês de junho, o volume de consumidores com contas sem pagar, e registrados em listas de inadimplentes, teve alta de 1,7% ante o mesmo mês de 2018.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a inadimplência apresentar crescimento mais modesta é fator positivo, que acompanha a lenta recuperação da economia. Mas o número de pessoas com atraso nas contas e dificuldade de voltar ao mercado de crédito ainda é muito elevado. Até abril deste ano, eram 62,6 milhões de pessoas nessa situação, o que representa quase 41% da população adulta.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco registra redução recorde nos indicadores de homicídios no Estado

Governador Paulo Câmara participou da Reunião do Pacto Pela Vida (Foto: Hélia Scheppa/SEI)

O governador Paulo Câmara esteve à frente da reunião do Comitê Gestor do Pacto Pela Vida (PPV), na manhã desta quinta-feira (11), para um balanço do primeiro semestre de 2019, que registrou uma redução recorde no número de homicídios em Pernambuco, tornando este o semestre menos violento desde 2014. O Estado computou 1.757 homicídios, nesses primeiros seis meses, contra 2.284, no mesmo período do ano passado, o que representa 527 a menos, uma diminuição de 23% no comparativo com o primeiro semestre de 2018. O chefe do Executivo Estadual atribuiu a queda histórica ao caminho trilhado através das repactuações do Programa e aos investimentos.

“Estamos formando 500 novos policiais, criamos novas estruturas, como batalhões especializados da Polícia Militar em Caruaru e em Petrolina, instalamos 9 delegacias de Combate ao Tráfico de Drogas e batalhões na Região Metropolitana. Ou seja, fizemos uma série de ações que envolvem todas as áreas. A integração com o Poder Judiciário dentro do PPV ajuda a agilizar as prisões. E não estamos atuando apenas na repressão. Também lançamos um programa de prevenção. Estamos com 500 bairros mapeados para atuar nas comunidades mais vulneráveis e levar cidadania e qualificação. Isso ajuda a ter cada vez mais segurança e paz em Pernambuco, e é um compromisso nosso”, destacou Paulo Câmara.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, explicou a distinção entre o feminicídio e o homicídio contra mulheres. “O feminicídio teve uma redução de mais de 60% agora em junho, quando comparado com o mesmo período de 2018. É uma redução bastante expressiva. Da mesma forma, caiu o número de homicídios de mulher, cuja a motivação não é necessariamente o fato de a vítima ser mulher. As mulheres são mortas também por outros motivos, como por exemplo o envolvimento com tráfico de drogas e latrocínio. Esses casos não entram na conta do feminicídio. Mas a gente observa que há redução nas duas situações, tanto do feminicídio quanto do homicídio de mulheres”, detalhou.

LEIA MAIS

Celpe identifica mais de 65 mil ligações irregulares no primeiro semestre

(Foto: Divulgação)

A intensificação das ações de combate ao furto de energia promovidas pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) tem apresentado resultados recordes. Durante o primeiro semestre de 2019, a concessionária realizou cerca de 107 mil inspeções em Pernambuco, identificando 65.706 ligações irregulares. A energia recuperada nessas ações seria capaz de abastecer, por exemplo, a cidade do Cabo de Santo Agostinho durante três meses consecutivos.

Nos primeiros seis meses do ano, a Celpe realizou quase 20 mil inspeções a mais que o mesmo período em 2018, quando 88.182 inspeções foram executadas. Como consequência da intensificação das ações e da modernização do setor de inteligência, a quantidade de ligações clandestinas identificadas foi 73% maior em relação ao primeiro semestre do ano passado.

A Celpe atua de forma preventiva no combate às ligações irregulares e conta com uma equipe de inteligência que trabalha ativamente para identificar e retirar essas ligações. A concessionária reforça, ainda, que a ligação clandestina é crime com pena prevista no Código Penal Brasileiro e ressalta que a população pode realizar denúncias de forma anônima através dos canais de atendimento da empresa.

123