Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Celulares irregulares de Pernambuco começam a ser bloqueados pela Anatel

A Anatel afirma que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares. (Foto: Internet)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu início, neste domingo (24), o bloqueio de telefones celulares sem certificação. Todos os aparelhos que não têm o selo de certificação da agência, que garante a compatibilidade com as redes de telefonia no Brasil, deixarão de funcionar. Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares de Pernambuco e outros estados.

O bloqueio nesses estados é a última fase do cronograma do “Projeto Celular Legal”, iniciado em setembro. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares. Até o momento, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o país.

O selo da Anatel é colado atrás da bateria do aparelho ou no manual do telefone. Segundo a agência, “o celular sem certificação não passou pelos testes necessários” e “pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio”.

Além da segurança dos usuários, a Anatel assinala que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

Homem é preso com grande quantidade de cédulas falsas em Cabrobó

Na tarde dessa terça-feira (18), por volta das 12h, policiais militares, durante a operação “Saturação”, avistaram um indivíduo em atitude suspeita em Cabrobó (PE). Após realizar revista pessoal, os policiais encontraram R$ 100 em notas falsas.

Em ato contínuo, os policiais revistaram o interior do veículo do suspeito e encontraram três envelopes bancários com R$ 1390,00 em cédulas falsas. O acusado foi preso e encaminhado à Polícia Federal de Salgueiro para adoção das medidas cabíveis.

Dona de bar é lesada com notas falsas de R$ 100,00

Os pequenos comerciantes têm que ficar atentos para não serem enganados como a dona de um bar do bairro São Gonçalo, que foi lesada ao receber duas notas falsas de R$ 100,00 (cem reais). “Me acho tão esperta, como fui pegar notas falsas?”, questionou.

Além desta senhora, muitos comerciantes do bairro também já foram enganados com notas falsas, entre eles donos de espetinhos e lanchonetes, portanto, é preciso muita atenção na hora de receber dinheiro, sobretudo, nos horários de maior movimentação.

“A gente vende R$ 20,00 (vinte reais) e acha tão bom, só que depois é que vai ver que recebeu uma nota falsa, isso é doloroso para um pai de família”, comentou o dono de uma banca de espetinho.

Petrolina: Jovens são presos com cerca de R$ 5 mil em notas falsas e drogas

Nessa segunda-feira (6), por volta das 12h, a Polícia Militar, após receber uma denúncia, se deslocou até o bairro Mandacaru, Zona Rural de Petrolina (PE), a fim de verificar um possível ponto de venda de drogas.

Ao chegar no local indiciado, Jeferson Rodrigues dos Santos, de 19 anos, e o menor de idade C.S.S empreenderam fuga, pulando muros das residências do bairro. Contudo, foram detidos logo em seguida.

Questionados pelos policiais sobre a fuga, os jovens afirmaram que tomaram a atitude por ter uma grande quantidade de dinheiro falso e entorpecente na casa onde estavam.

Após buscas, a equipe policial encontro R$ 4.700,00 em espécie – 47 notas de R$ 100 -, 74g de maconha e cinco pedras de uma substância semelhante a cocaína.

Os envolvidos, junto com o material apreendido, foram encaminhado e entregues na Policial Federal em Juazeiro (BA) para serem tomadas as medidas cabíveis.

A Prefeitura de Petrolina desmente boato sobre abertura de concurso público

(Foto: Ilustração)

Nesta quarta-feira (01), começou a circular através das redes sociais o anúncio de um suposto concurso público, para cargos na Prefeitura de Petrolina, através de nota a prefeitura informou que não existe nenhum edital aberto para o município.

Veja a nota na íntegra:

“A Prefeitura de Petrolina esclarece que não existe edital de concurso público aberto no município. Qualquer divulgação realizada, principalmente em redes sociais nesta semana, não corresponde com a verdade.

As publicações oficiais da Prefeitura podem ser conferidas no site: www.petrolina.pe.gov.br no Diário Oficial do município. A administração municipal não tem nenhuma previsão de realização de concurso.

Conforme o material não reconhecido pela Prefeitura, publicado em um site de empregos e concursos e compartilhado nas redes sociais, as jornadas de trabalho seriam de 40h, 150h e 160h semanais, com remunerações R$ 980,00 a R$ 5.762,28 de acordo com o cargo. O material falso informa ainda o número de vagas e o período de inscrição.

A Prefeitura reforça que todos os editais, inscrições e convocações de aprovados têm informações concentradas no site da Prefeitura.

 Dica

Existem formas de burlar esse tipo de boato, sendo a principal delas a checagem antes de compartilhamento da informação, para evitar que a notícia falsa se espalhe.

A rede social é uma boa forma de passar informação, mas é sempre importante saber que nem tudo publicado nela é verdade. Vale sempre saber se algo é real antes de compartilhar”.