Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Petrobras reduz preço da gasolina em 1,38% nas refinarias

O preço do diesel foi mantido em R$ 1,8545, o mesmo valor desde 1º de janeiro.

A Petrobras anunciou nessa terça-feira (08) uma redução de 1,38% no preço da gasolina vendida em suas refinarias. O litro do combustível passará a ser comercializado a R$ 1,4337 a partir desta quarta-feira (09), dois centavos a menos do que o preço praticado ontem (R$ 1,4537).

Essa é a terceira queda consecutiva do preço do combustível, que começou o ano sendo vendido a R$ 1,5087 por litro. Desde o dia 1º, a gasolina acumula queda de 4,97% no preço nas refinarias da estatal.

Petrobras reduz pelo 2º dia seguido preço da gasolina nas refinarias

Pelo segundo dia seguido, a Petrobras reduz o preço da gasolina vendida nas refinarias. Nesta sexta-feira (4), a empresa está negociando o litro do combustível a R$ 1,4537. Ontem (3) a estatal já havia reduzido o preço de R$ 1,5087 para R$ 1,4675.

De acordo com a Petrobras, a política de preços da empresa para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras “tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo”.

LEIA MAIS

Preço da gasolina nas refinarias tem queda e passa a ser vendido a R$ 1,46

(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

O ano começou com queda no preço da gasolina nas refinarias do país. O litro passou de R$ 1,5087 para R$ 1,4675 nessa quinta-feira (3). Essa foi a primeira redução no ano, a última aconteceu ainda em 28 de dezembro passado, quando houve queda de aproximadamente R$ 0,55 centavos.

De acordo com a Petrobras, a política de preços da empresa para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras “tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo”.

Segundo a estatal, essa “paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”.

Com informações da Agência Brasil

Apesar da redução do preço da gasolina nas refinarias, consumidores de Petrolina reclamam do valor cobrado nos postos

(Foto: Arquivo)

O mês de outubro foi marcado por quedas no preço da gasolina tipo A nas refinarias. Mas os consumidores de Petrolina não estão sentindo essa redução nos postos de combustíveis da cidade. O leitor Luis Henrique abasteceu seu veículo em um estabelecimento na Avenida São Francisco, no bairro Areia Branca e criticou o valor cobrado no litro.

Segundo Luis, o posto já teria recebido o combustível com valor novo, entretanto não repassou o reajuste ao consumidor final. “Não houve nenhum mudança no valor da gasolina, perguntei pra o frentista se eles receberam algum novo caminho de combustíveis já com o novo valor e ele me informou que sim”, afirmou à nossa produção.

Citando os direitos do consumidor, Luis fez um desabafo: “não é possível ver redução nas bombas dos postos de combustíveis de Petrolina. O diretor do consumidor tem que ser respeitado”, finaliza. Na cidade, o preço médio da gasolina é de R$ 5,04.

Gasolina tem nova redução, preço do diesel se mantém estável nas refinarias

(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

A partir dessa sexta-feira (26) a Petrobras estará comercializando a gasolina tipo A sem tributo nas refinarias no valor de R$ 1,9855. Essa é a quarta redução no preço do combustível em menos de uma semana.

Entretanto, o diesel se manterá estável a R$ 2,3606 informou a estatal em seu site oficial. Em setembro a Petrobras mudou sua política de reajuste e criou um mecanismo de proteção complementar chamado de hedge.

Apesar da redução nas refinarias, ainda não foi possível ver uma queda no valor da gasolina nas bombas dos potos de Petrolina. O preço médio do combustível é de R$ 5,05, mas há locais cobrando R$ 5,30.

Petrobras anuncia corte no preço médio da gasolina para esta terça-feira (23)

(Foto: Guilherme Testa)

A Petrobras anunciou na manhã dessa segunda-feira (22) o corte de 2% no preço médio do litro da gasolina A, que está sem tributo nas refinarias.

Dessa forma, a partir de amanhã (23), o preço do combustível será de R$ 2,0639. A Petrobras também anunciou que o diesel não terá alteração, mantido em R$ 2,3606.

Esse é o segundo corte no preço médio anunciado pela estatal. Na semana passada o valor foi reajustado para os dois combustíveis, diesel e gasolina.

Preço do litro da gasolina nas refinarias terá redução a partir deste sábado

(Foto: Reprodução/Internet)

O litro da gasolina A terá uma redução de 2% no preço médio neste sábado (20), informou a Petrobras. O corte no valor foi possível já que o produto que terá tributação nas refinarias e será comercializado a R$ 2,1060 neste final de semana.

Conforme apuração da revista Exame, o preço médio do diesel também será reduzido, chegando a R$ 2,3606 conforme tabela divulgada no site da Petrobras.

No entanto, não foi informada de que forma a redução será sentida no bolso do consumidor final nos postos de combustível. Em Petrolina há estabelecimentos com preços acima de R$ 5,30 no litro da gasolina comum e R$ 3,89 para o diesel.

Aumento no preço da gasolina provoca indignação nos motoristas

Posto Dona Rosa, no bairro Tabuleiro, em Juazeiro (BA). (Foto: Blog Waldiney Passos)

Motoristas do Vale do São Francisco estão indignados com o aumento no preço da gasolina, nas cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE).  Segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), na cidade baiana, antes do reajuste, a gasolina estava custando R$ 4,60, em média. Agora já tem posto cobrando mais de R$ 5,00.

Em Petrolina, a situação não é diferente, segundo a ANP a gasolina custava em média R$ 4,67. Após o reajuste, o litro da gasolina passou a custar em média R$ 4,89. E tem posto cobrando R$ 5,15 pelo litro da gasolina.

O reajuste começou a ser repassado para os motoristas no último sábado (01), após os preços de referência do diesel serem atualizados no país pela ANP, na noite de quinta-feira (30/08) . Segundo os donos dos postos, o aumento no preço dos combustíveis não tem nenhuma ligação com a informação de uma possível paralisação dos caminhoneiros que circulou nos últimos dias.

Gasolina vendida nas refinarias está mais cara a partir desta quinta

Preço vai aumentar a partir desta quinta. (Foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias aumenta nesta quinta-feira (30) de R$ 2,0829 para R$ 2,1079. Já o preço do diesel permanece estável em R$ 2,0316. O aumento obedece à política de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras e que “tem como base o preço de paridade, formado pelas cotações internacionais”.

De acordo com a empresa, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. A Petrobras informa ainda que a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras diferem dos produtos no posto de combustíveis.

LEIA MAIS

Preço da gasolina tem alta após seis semanas em queda

(Foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) divulgou um relatório sobre o preço do combustível no país. De acordo com o órgão, a gasolina nas bombas teve alta após seis semanas consecutivas de queda.

O preço da gasolina subiu 0,13% na semana, custando R$ 4,50 por litro em média. Já o diesel nas bombas teve redução de 0,23% na semana. Desde a greve dos caminhoneiros o valor do diesel foi congelado.

Por outro lado, Petrobras baixou o preço da gasolina nas refinarias em R$ 0,04. A decisão segue a política da empresa, onde são levados em conta o câmbio e o preço do barril de petróleo.

Já o preço do botijão de gás de cozinha ficou praticamente estável, com redução de 0,01% na semana, para a média de R$ 68,68. No ano, há alta acumulada de 1,9%.

Petrobras anuncia novo reajuste da gasolina nas refinarias

(Foto: Arquivo)

A partir de quinta-feira (11) o litro da gasolina nas refinarias ficará mais caro. Isso porque a Petrobras anunciou hoje (11) mais uma reajuste no preço. Amanhã o combustível passará de R$ 2,0369 para R$ 2,0527. Esse valor representa alta de 0,78%.

O diesel não sofreu alteração e continua sendo comercializado por R$ 2,0316, valor que vem sendo mantido desde o dia 1º de junho, após a greve dos caminhoneiros em maio.

No último final de semana já foi contabilizado um outro reajuste na gasolina, que passou a valer no sábado (7). A Petrobras não informou se o novo valor será repassado ao consumidor final.

Alta no preço da gasolina nas refinarias já está em vigor

(Foto: Ilustração)

O reajuste no preço da gasolina em julho já está valendo a partir desse sábado (7). O novo valor foi anunciado pela Petrobras na sexta-feira e será de 1,07% nas refinarias da estatal.

Dessa forma o combustível está custando R$ 2,0249 por litro. No mês a gasolina acumula alta de 3,92%, totalizando oito centavos nas refinarias.

Apesar de não mencionar o consumidor final, espera-se que o reajuste seja sentido no bolso do brasileiro.

Petrobras anuncia aumento de 1,3% no preço da gasolina nas refinarias

(Foto: Arquivo)

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (27), segundo a Agência Brasil, um aumento de 1,3% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir desta quinta-feira (28), o preço do litro do combustível aumentará R$ 0,02, passando de R$ 1,8783 para R$ 1,9027.

Apesar do reajuste, a gasolina acumula queda de R$ 0,06, ou seja, de 3,27% em junho.

Segundo ANP, preço da gasolina tem queda nos postos de combustíveis

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) anunciou nessa terça-feira (26) que o preço médio da gasolina nos postos de combustíveis do país teve redução pela terceira semana consecutiva. Hoje comercializado a R$ 4,538 (preço médio), a gasolina teve redução de 0,74%.

Segundo a ANP, a última alta foi registrada em 2 de junho. O diesel também apresentou redução, custando R$ 3,397 por litro, contabilizando queda de 1,08%. O mesmo aconteceu com o diesel S10, que soma queda de 10,82% e passou a custar R$ 3,477 na semana passada .

Por outro lado o gás de cozinha (gás liquefeito de petróleo) apresentou um aumento de 0,09% custando R$ 68,91 o botijão de 13 kg.

Petrobras anuncia redução de 1,1% no preço da gasolina nas refinarias

(Foto: Arquivo)

A Petrobras anunciou hoje (21) redução de 1,1% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir desta sexta-feira (22), o litro do combustível será vendido pela estatal por R$ 1,8634, 2 centavos a menos do que o R$ 1,8841 cobrado hoje.

Desde o dia 9 de junho, quando foi anunciado o último aumento no preço, a Petrobras tem mantido ou feito reduções no valor do combustível. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos.

123