Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Promessas de campanha, Paulo Câmara apresenta propostas para ajustar contas do estado

(Foto: Internet)

Governador reeleito em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) enviou duas mensagens à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) com propostas de campanha no pleito de 2018. Câmara busca ajustar as contas do estado e aposta na redução da alíquota dos impostos.

Uma delas é o Pacto pelo Emprego, cuja principal meta é reduzir o imposto sobre o diesel de 18% para 16%, tornando-se o mais baixo do Norte e Nordeste, o que consequentemente colocaria Pernambuco na frente dos outros estados na geração de emprego.

Além dessa proposta há a Nota Fiscal Solidária, elaborada para contemplar as classes menos favorecidas, concedendo benefício de até R$ 150 para 1,1 milhão de beneficiários do Bolsa Família que fizerem compras de produtos da cesta básica em estabelecimentos os quais gerem a nota fiscal, combatendo a sonegação.

Os projetos têm caráter de urgência e devem tramitar com prioridade sob as outras na Alepe. O Governo de Pernambuco prevê injeção de R$ 172 milhões na economia do estado dentro de um ano (entre março de 2019 e março de 2020).

“Estamos cumprindo o compromisso firmado com a parcela mais necessitada da população e que deve ser vista com um olhar diferenciado na elaboração das políticas tributárias. Também atendemos a uma reivindicação dos caminhoneiros, permitindo uma maior concorrência no modal rodoviário, tão importante para Pernambuco, que terá o diesel mais barato do Norte/Nordeste”, afirmou Paulo Câmara.

Com informações do Diário de Pernambuco

Paulo Câmara tira férias e presidente da Alepe assume comando de Pernambuco

(Foto: Aluisio Moreira/SEI)

Reeleito, o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) tirou férias e passou o comando da chefia estadual ao presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Eriberto Medeiros (PP). Eriberto assume o Estado porque o vice-governador Rau Henry (MDB) também está de folga.

A transferência de cargos aconteceu na sexta-feira (9), em meio a rumores de uma possível saída do PP da base governista. Câmara pretende reorganizar sua equipe para acomodar novos aliados, como o PT e PC do B, tirando vagas dos antigos parceiros.

“O contexto de 2018 é muito diferente do de 2014, quando Eduardo da Fonte (deputado federal e presidente do PP-PE) e o deputado estadual Cleiton Collins foram os parlamentares mais votados. Neste ano, o estadual e o federal com os melhores desempenhos foram do PSB (Gleide Ângelo e João Campos, respectivamente)”, comentou uma fonte ligada ao Governo do Estado ao Jornal do Commercio.

Com informações do JC Online

Ocupação dos Trukás continua, reuniões de negociação estão marcadas para essa manhã

Trukás vieram de Cabrobó cobrar demandas (Foto: Blog Waldiney Passos)

O grupo de 150 índios Trukás permanece no prédio da Gerência Regional de Educação (GRE) de Petrolina, aguardando um posicionamento do Governo de Pernambuco a respeito do pagamento em atraso do transporte escolar indígena.

A manifestação teve início na quarta-feira (7) de forma pacífica. Ontem o Blog mostrou a situação e conversou com as lideranças do movimento. A principal reivindicação é o pagamento das parcelas em atraso e que, segundo os índios, a Secretaria Estadual de Educação afirmou não ter verba para acertas as contas.

LEIA TAMBÉM:

Índios Trukás ocupam GRE e denunciam débito do Governo do Estado referente ao transporte escolar

Nossa equipe entrou em contato com a GRE de Petrolina e fomos informados que reuniões estão agendadas para essa sexta-feira (9), na tentativa de negociar a pauta dos Trukás. Além de Petrolina, há ocupações de indígenas nos prédios da GRE de Arcoverde, Salgueiro e Floresta.

Desde ontem o Blog tenta contato com a Secretaria Estadual de Educação, mas até o momento não tivemos retorno sobre os nossos questionamentos. Reiteramos que o espaço permanece aberto ao Governo do Estado para tais esclarecimentos.

Índios Trukás ocupam GRE e denunciam débito do Governo do Estado referente ao transporte escolar

O prédio da Gerência Regional de Educação (GRE) Petrolina amanheceu ocupado na manhã dessa quinta-feira (8) por 150 índios da tribo Truká. O grupo organizou a manifestação para cobrar do Governo de Pernambuco o pagamento de débitos referentes ao transporte escolar indígena.

De acordo com Pretinha Truká, liderança indígena que conversou com a nossa equipe, a ocupação também está acontecendo em outras três GRES do Estado: Arcoverde, Floresta e Salgueiro, com a mesma pauta de Petrolina.

“O ponto prioritário dessa ocupação é a questão do pagamento da oitava parcela dos transporte escolar indígena. Nós fizemos uma pactuação com o governo do Estado há uns anos onde o Governo ia dividir as parcelas em 10 anuais, isso eles não têm cumprido e isso gera um prejuízo enorme”, explicou.

LEIA MAIS

Projeto propõe extinguir delegacia de combate à corrupção, delegados de Pernambuco criticam iniciativa

(Foto: Divulgação)

Um Projeto de Lei apresentado pelo Governo de Pernambuco vista extinguir as delegacia especializadas de Combate à Pirataria e a de Combate aos Crimes contra a Administração (Decasp) para criar um Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e vem dividindo opiniões.

O PLO nº 2066/2018 foi encaminhado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) na semana passada, mas na concepção da Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe), a medida significa um retrocesso. Entretanto, enquanto os delegados criticam a medida por ser “extremamente danosa ao combate à corrupção”, o chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, explica que o projeto vai ampliar a competência das delegacias.

“Elas não só vão apurar e repelir crimes contra a corrupção, mas também outras infrações contra a administração pública, como o peculato. Vão atuar em qualquer crime de organização criminosa”, afirma. A extinção das duas delegacias significará a realocação dos policiais para os novos departamentos e fará com que o governo inaugure novas unidades em Pernambuco, alega Amaral.

Deputado federal mais votado de Pernambuco, João Campos deve assumir secretaria no governo de Paulo Câmara

João Campos (PSB) foi o deputado federal mais votado na história de Pernambuco, mas apesar do apoio nas urnas o filho de Eduardo Campos deverá assumir uma secretaria no Governo de Paulo Câmara (PSB), reeleito para mais quatro anos a frente do Estado.

A decisão será tomada pelo governador após o segundo turno e caso assuma uma pasta, esse será o retorno de João ao trabalho com Câmara. No começo do atual mandato do socialista, João foi chefe de gabinete e caminharam lado a lado na eleição de outubro.

Segundo o Jornal do Commercio, Paulo Câmara também deve chamar um deputado estadual e com isso abriria o caminho para que Milton Coelho (PSB) e Sivaldo Albino (PSB) assumissem suas vagas na Câmara Federal e Estadual, respectivamente.

Já o PT, principal aliado do PSB em Pernambuco ficará com uma vaga no alto escalão do governo. A pasta mais cotada é a de Desenvolvimento Econômico ou de Planejamento, hoje nas mãos do PP e MDB.

Proupe oferece 1.340 bolsas em Pernambuco, inscrições começam nesse mês

(Foto: Internet)

Interessados em buscar uma bolsa de estudos no Programa Universidade Para Todos em Pernambuco (Proupe) podem se inscrever do dia 22 de outubro a 5 de novembro no processo seletivo do Governo de Pernambuco, que nesse ano oferece 1.340 vagas.

Como requisito, o aluno deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota igual ou maior a R$ 350,00. As bolsas variam entre R$ 135 a R$ 245 em autarquias municipais. Nesse ano, 60% das vagas são destinadas a cursos de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática e Computação.

As bolsas são ofertadas em 13 autarquias espalhadas no Estado. “Desde Goiana até Petrolina, de norte a sul, inclusive nas divisas do Estado com Piauí, Alagoas e Bahia”, revela Antônio Habib, presidente das autarquias municipais de Pernambuco.

711 aprovados em concurso da polícia devem ser convocados até o final do ano, afirma secretário da SDS

(Foto: Reprodução/Governo de PE)

Durante a apresentação dos dados sobre a redução de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), o secretário de Defesa Social do Estado, Antônio de Pádua afirma que existe a previsão de convocação de novos delegados e policiais científicos para trabalhar em Pernambuco.

Segundo Pádua, 711 concursados devem ser chamados ainda em 2018: “Até o fim do ano estamos concluindo concursos para contratação de soldados e oficiais que começam a se formar em janeiro”. 140 delegados, 511 agentes e entre 60 e 100 policiais científicos devem ser convocados.

O secretário também anunciou que novas delegacias serão inauguradas e que a SDS identificou uma necessidade de interiorizar o combate à corrupção em Pernambuco. “Em novembro vamos inaugurar o batalhão de Itapissuma e o Complexo de Polícia Científica de Palmares, que inclui um novo IML para dar mais velocidade e qualidade na apuração dos homicídios na Zona da Mata Sul”, disse Pádua.

Apesar de boa votação, Andréa Lóssio fica de fora da Alepe

(Foto: Ascom)

Ex-primeira dama de Petrolina e candidata a deputada estadual, Andréa Lóssio (Rede) não conseguiu entrar na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Ela teve 23.954 votos, porém a Rede Sustentabilidade não fez coligações e o número de votos não foi suficiente para garantir uma cadeira pelos próximos quatro anos.

A esposa do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lóssio (Rede) ficou apenas na 243 colocação a nível estadual, mesmo superando o número de votos de Fabrizio Ferraz (PHS), dono da última vaga que teve 17.729 votos na coligação PHS-PSL-PRTB-PHS-PV.

Em Petrolina, Andréa foi a sexta mais votada com 9.478 votos ficando atrás de nomes como Lucinha Mota (PSOL), Gabriel Menezes (PSL) e Lucas Ramos (PSB), esse último o único dos citados na matéria a conseguir uma vaga na Alepe.

LEIA MAIS

Ibope divulga últimas pesquisas para governador e senador em Pernambuco

Câmara pode confirmar vitória ainda amanhã (Foto: Reprodução/Internet)

Paulo Câmara se encaminha para confirmar sua vitória ao Governo de Pernambuco ainda no primeiro turno, é o que prevê a nova pesquisa do Ibope, divulgada na noite desse sábado (6), véspera da eleição. O atual governador chegou a 51% das intenções de votos válidos, quando não são considerados brancos ou nulos e indecisos.

Levando em conta a margem de erro, Câmara chega a 53%, enquanto Armando Monteiro Neto (PTB) soma 37%. Ex-prefeito de Petrolina Julio Lossio (Rede) ficou com 4%. Dani Portela (PSOL) e o ex-deputado federal Maurício Rands (Pros) têm 3%. Ana Patricia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU), 1%.

2º turno

Em um eventual segundo turno, Paulo Câmara aparece com 44% das intenções de voto e Armando Monteiro com 38%. O percentual dos que disseram que vão votar branco ou nulos é de 14%, enquanto os que não sabem ou preferiram não opinar são 3%. Foram entrevistados 2.002 eleitores entre os dias 4 e 6 de outubro, em pesquisa encomendada pelo Jornal do Commercio e TV Globo.

LEIA MAIS

Paulo Câmara minimiza apoio de Marília Arraes à Dani Portela

(Foto: Reprodução/Internet)

Durante um evento de campanha na manhã desse sábado (6), véspera de eleição, Paulo Câmara (PSB) minimizou o apoio de Marília Arraes (PT) à Dani Portela, candidata do PSOL ao Palácio do Campo das Princesas. Segundo o atual governador e candidato líder na intenção de votos, não importa a decisão de Marília.

“Estou trabalhando para domingo. Isso aí para mim não faz importância. Importante é o povo de Pernambuco entender nossa mensagem. Estamos andando bem. A mensagem do que vamos fazer nos próximos quatro anos está chegando em todos os cantos de Pernambuco. Estamos confiantes, determinados para termos uma bonita vitória”, disse Câmara.

Rifada pelo PT

Marília Arraes teve seu nome rifado pelo PT Nacional de ser candidata ao Governo de Pernambuco, mesmo quando liderava as pesquisas de intenção de voto. Ontem (5) ela declarou apoio à Dani Portela (PSOL), ratificando o apoio da petista de não subir ao palaque de Câmara.

“Como eu já tinha deixado claro desde o começo desde que o PT Nacional tomou a decisão de impedir aqui no Estado, mesmo depois que o PT decidiu ter uma candidatura própria e quando houve essa intervenção se sabia que eu e boa parte do PT não seguiríamos essa orientação do voto para o governo. Aí precisávamos ter um candidato ou uma candidata, então tomei essa decisão”, disse a petista.

Com candidatura aprovada pelo TRE, Lóssio cumpre agenda em Petrolina

Desde ontem ex-prefeito intensificou agenda na cidade (Foto: Ascom)

Depois de ter obtido vitória jurídica pela permanência de sua candidatura, Julio Lóssio desembarcou em Petrolina na manhã de quinta-feira (4) e vem intensificando sua agenda de campanha na cidade onde foi prefeito por dois anos seguidos.

LEIA TAMBÉM:

Em decisão unânime, TRE mantém candidatura de Julio Lóssio

Na manhã dessa sexta-feira (5) Lóssio visitou o Nova Petrolina, onde fez caminhada. Ainda hoje ele tem outro ato político na Areia Branca, conforme informou sua coordenação de campanha. O pleiteante ao Governo de Pernambuco tem 3% das intenções de voto, segundo a pesquisa do Datafolha publicada ontem.

Os outros candidatos ao Governo de Pernambuco não informaram suas agendas de campanha para hoje. Ana Patrícia Alves (PCO) desistiu da disputa, depois de o partido ser notificado por descumprir a legislação eleitoral.

Exclusivo: Julio Lóssio comenta parecer favorável do MP sobre candidatura ao Governo de Pernambuco

Aliança com político pró-Bolsonaro foi motivo de expulsão da Rede (Foto: Raquel Elblaus)

Nessa quinta-feira (4) o Blog publicou uma matéria sobre o parecer do Ministério Público Eleitoral de Pernambuco sobre a permanência da candidatura do ex-prefeito de Petrolina e pleiteante a governador, Julio Lóssio (Rede). Ontem (3) o procurador regional eleitoral Francisco Machado Teixeira entendeu que é improcedente o pedido do partido.

LEIA TAMBÉM:

Parecer do Ministério Público Eleitoral é favorável à candidatura de Lóssio

Procurado por nossa produção, Lóssio afirmou que seus advogados já estão cientes do parecer e comentou a decisão. “Todos sabem que foi uma grande armação [sua expulsão e pedido de cancelamento da candidatura], mas eu já estou acostumado com isso na minha vida política, vocês que me acompanham em Petrolina sabem disso” disse com exclusividade ao Blog.

LEIA MAIS

17 mil policiais trabalharão nas eleições de Pernambuco, esse ano não haverá Lei Seca

(Foto: Reprodução/Governo de PE)

Uma coletiva de imprensa realizada na capital Recife definiu como será o esquema de segurança em Pernambuco neste final de semana de eleição. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), 17 mil policiais trabalharão no pleito de domingo (7).

15 mil são policiais militares e 1800 civis. Haverá também apoio dos bombeiros militares, go grupo tático aéreo, corregedores e da Polícia Científica. O Governo do Estado investiu R$ 9,5 milhões para montar o esquema de segurança, que não contará com apoio das tropas federais.

A SDS também informou que não haverá Lei Seca, ou seja, se um eleitor chegar a sua zona eleitoral embriagado deverá ser orientado a voltar sóbrio. No trânsito, entretanto, a fiscalização segue normalmente.

Em caso de roubo, perda ou extravio de documentos a SDS orienta ao cidadão registrar Boletim de Ocorrência em uma delegacia ou via internet. O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a SDS para saber mais informações a respeito do esquema de segurança em Petrolina, porém, a Assessoria de Comunicação não retornou ao nosso pedido.

Ibope: Câmara cresce para 39% e Armando se mantém com 27% em nova pesquisa

(Foto: Reprodução/Internet)

Atual governador e pleiteante à reeleição, Paulo Câmara segue liderando as intenções de voto ao Governo de Pernambuco. O candidato do PSB chegou a 39% na pesquisa do Ibope, divulgada na noite de terça-feira (2), crescendo quatro pontos percentuais.

Candidato da oposição, Armando Monteiro Neto (PTB) se manteve com os mesmos 27% obtidos na última pesquisa do Ibope.  Julio Lossio (Rede) manteve 3%, mesmo percentual de Maurício Rands (Pros). Dani Portela (PSOL) cresceu para 2%.

Ana Patrícia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU) permaneceram com 1% das intenções de voto. Brancos e nulos caíram de 23% para 15%. Os que não sabem ou não responderam oscilaram de 7% para 8%.

LEIA MAIS
123