Servidores do Detran prometem paralisação nesta sexta em Pernambuco

Detran

Os funcionários do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) devem paralisar as atividades a partir desta sexta-feira (4) até o dia 11. Os servidores pedem reajuste salarial e aumento no vale alimentação.

A paralisação das atividades deve afetar todos os serviços do órgão como exames de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), vistorias de veículos e transferência de documentos.

De acordo com o diretor financeiro do sindicato Anthony Cavalcanti, uma pauta sobre as reivindicações foi enviada para o Governo de Pernambuco, que não se pronunciou sobre os reajustes. “Enviamos um texto pedindo uma resposta sobre as reivindicações e não foi marcada nenhuma reunião para discutir sobre a situação dos servidores”, afirma Anthony.

O Sindetran-PE pede reposição salarial de 32,85 % e reajuste no vale alimentação no valor de R$ 96, passando dos atuais R$ 154 para R$ 250 mensais.

Sintepe realiza assembleia geral nesta quarta-feira e ameaça Paulo Câmara com greve

professores-sintepe

A partir das 9h da manhã desta quarta-feira (17), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) promove, no Teatro da Boa Vista, no Centro do Recife, uma assembleia geral para discutir a campanha salarial 2016.

Em pauta a campanha salarial 2016, o calendário de mobilizações e preparação à Greve Nacional. O evento sindical este ano trata do cumprimento da Lei do Piso, coloca-se contra a terceirização e contra o que cha,a de ações privatizantes na Educação Pública em Pernambuco.

“Em outubro, o Governo do Estado deu início ao portal Escola Conectada, projeto realizado por meio de uma parceria com os Institutos Natura, Sonho Grande e Co-responsabilidade pela Educação (ICE). Segundo o Governo do Estado, a ação visa desenvolver um estudo sobre os custos e o desempenho das unidades de ensino integral do Estado. Essa aproximação de institutos de caráter privado preocupa os defensores da Educação Pública de qualidade que são contra as Escolas Charters, escolas públicas com gestão privada, inclusive com a transferência de recursos financeiros do Estado”, diz o sindicato.

O Sintepe informou que encaminhou, no dia 12 de janeiro, um ofício para o Governo do Estado através da Secretaria de Administração e de Educação reivindicando o reajuste salarial de 11,36% estabelecido pelo MEC e por dentro do Plano de Cargos e Carreira.

“O Governo Estadual não apresentou propostas sobre o reajuste salarial até o momento”.

Com informações do Blog do Jamildo

Polícia Militar pode substituir agentes penitenciários neste domingo

PM Ordem Unida

A Justiça decretou que a Polícia Militar de Pernambuco irá substituir os Agentes Penitenciários nos presídios do Estado, caso a categoria decida realizar a paralisação dos serviços neste domingo (14).

O despacho foi enviado à Procuradoria Geral do Estado pelo relator Eurico de Barros Correia Filho nesta sexta-feira (12), a fim de assegurar a vsisitação dos familiares dos dententos e funções essenciais à manuntenção das unidades no período de 24h.

Em assembleia geral extraordinária realizada no último dia 4, os agentes penitenciários decidiram realizar uma paralisação de 24h de advertência neste domingo. A categoria reivindica melhores condições de trabalho.

Na ocasião, o Sindicato dos Agentes e Servidores no Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp-PE), discutiram sobre mobilizações de pautas estruturais.

Professores da rede municipal de Feira de Santana iniciam greve por tempo indeterminado

greve feira de santana

Os professores da rede municipal decidiram na manhã desta quinta-feira (11), durante assembleia, paralisação por tempo indeterminado. As aulas estavam previstas para serem iniciadas hoje. Eles cobram do governo municipal o pagamento da reserva de um terço da carga horária. De acordo com a diretora da APLB-Feira, Marlede Oliveira, a decisão da paralisação foi unânime.

“A reserva de um terço da carga horária é para o professor preparar as aulas, se planejar. Estou estarrecida com algumas declarações da secretária de Educação, dizendo que a reserva é folga. A escola tem obrigação dessa reserva. Isso é lei. A categoria entende que a lei é para ser cumprida”, afirmou.

Segundo Marlede, a categoria aguardou uma resposta do governo municipal, mas não obteve. Ele informou que na próxima segunda-feira (15) os professores vão para a Câmara de Vereadores para expressar a insatisfação com o não cumprimento da lei.

Agentes penitenciários de Pernambuco podem aderir greve a partir de domingo

filas agentes penitenciarios 1

Os agentes penitenciários de Pernambuco devem cruzar os braços neste fim de semana. A partir da manhã do próximo domingo, quando normalmente ocorrem as visitas familiares, os 1,5 mil servidores lotados na Secretaria de Ressocialização (Seres), que atuam no sistema prisional do estado, vão iniciar um movimento de advertência. A intenção é protestar contra a falta de condições de trabalho. Os agentes pretendem fazer visitas nas 21 unidades prisionais do estado.

Na próxima segunda-feira, a categoria pretende fazer uma passeata, que sairá da sede da Seres, na Boa Vista, com destino ao Palácio do Campo das Princesas. E quinta-feira, dia 18, o Sindicato dos Agentes Penitenciário de Pernambuco (Sindasp) programa nova assembleia geral, onde deverá ser decidido se a categoria fará paralisação definitiva.
Os agentes também repudiam as declarações do secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, que na semana passada, admitiu se comunicar com detentos usando o celular. “A lei proíbe que qualquer preso tenha contato com celular dentro da cadeira, mas o secretário desrespeita as regras e mantém comunicação com os detentos, cometendo crime”, lamentou João Carvalho, presidente do Sindasp. Ainda segundo ele, a manifestação também solicita a saída do secretário do comando da secretaria de justiça do Estado.

Com informações do Diario de Pernambuco

Policiais civis decidem suspender a greve até o dia 15 deste mês

 c79a69de6c044d2d6d394cd792cf23ea

A greve da polícia civil, prevista para ser iniciada no sábado (6), está suspensa. A categoria realizou uma assembleia, na tarde desta quinta, e decidiu dar um “voto de confiança” ao governo e aguardar que ele cumpra o compromisso de enviar, até esta data, Projeto de Lei para reformulação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) da classe à Assembleia Legislativa. Conforme o sindicato da categoria, o fato de a greve ter sido considerada ilegal, pela Justiça, não influenciou na decisão.

“Nossa preocupação foi com a população. Houve uma reação de medo por fazermos greve no Carnaval, então resolvemos monitorar a ação do governo até o dia 15, quando ele se compromete a enviar o projeto”, afirma o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Áureo Cisneiros.

Atendendo a pedido go Governo do Estado, o desembargador Ricardo Paes Barreto determinou, na tarde desta quinta, o fim da paralisação, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, em caso de descumprimento. “Toda greve é considerada ilegal neste Estado, isso não nos intimida. E se o governo não cumprir o prometido vamos paralisar as atividades no dia 16”, diz Áureo.

O PL prevê alteração das faixas de progressão salarial de 1,5% para 2%,  Em 2015, foi assinado acordo entre as partes onde o Estado se comprometia a encaminhar a matéria à Assembleia Legislativa de Pernambuco no início da legislatura. “Houve descumprimento do acordo, o governo é que agiu ilegalmente. Esperamos que esse novo compromisso também não seja descumprido”, afirma Áureo.

Com informações do NE10

TJPE decreta ilegalidade da greve dos policiais civis de Pernambuco

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou a ilegalidade da greve dos policiais civis de Pernambuco. A paralisação, por tempo indeterminado, foi votada na assembleia da categoria, realizada na terça-feira passada, e prevista para ter início no sábado de carnaval. A decisão, assinada pelo desembargador Ricardo Paes Barreto, determina que o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) não realize a mobilização, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 100 mil.

“Verifico que a permanência por tempo indeterminado da paralisação anunciada certamente conduzirá ao caos social, dada a natureza e a essencialidade da atividade policial, sobretudo nos grandes centros urbanos, causando sérios riscos e incalculáveis prejuízos à sociedade”, ponderou Paes Barreto.

De acordo com a assessoria de comunicação do TJPE, o Sinpol ainda não foi notificado da decisão. Na quarta-feira passada, o sindicato entegou a notificação da greve à Secretaria de Administração do Estado (Sade), mesmo dia em que o governo do estado ingressou com uma ação no Tribunal de Justiça para tentar impedir o movimento grevista.

Esta tarde, a categoria pretende sair da sede do sindicato, no bairro em Santo Amaro, em direção ao Palácio do Campo das Princesas. De acordo com o Sinpol, governo do estado não cumpriu o acordo firmado com a categoria em dezembro do ano passado, porque não encaminhou à Assembleia Legislativa o projeto de lei para reformulação do Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos da Polícia Civil. “Até agora o governo não nos chamou para uma negociação. Por enquanto, a passeata de amanhã está mantida e a greve deve ser decretada”, enfatizou Áureo Cisneiros.

Ontem, o governador Paulo Câmara rebateu o argumento de que o acordo não teria sido cumprido. “Nós comunicamos, desde o início da semana, que o Projeto de Lei que altera o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da categoria vai ser enviado à Assembleia após o carnaval. Nós conversamos com eles e mostramos isso. Não há quebra de compromisso. Isso é uma ação que nós entendemos como política”, declarou o governador.

Com informações de Diário de Pernambuco

Funcionários do Detran-PE podem entrar em greve a partir de março

Dentran Pe

Os servidores públicos do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) poderão deflagrar greve no início de março. A confirmação veio do presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Sindetran-PE), Alexandre Bulhões, nesta quarta-feira, após o órgão enviar um ofício ao governo do estado e à Secretaria de Administração (SAD) solicitando uma reunião para debater a pauta de reivindicações da campanha salarial 2016.

No dia 27 de janeiro, de acordo com Alexandre Bulhões, representantes da categoria, através do Sindetran-PE e da Associação dos Servidores do Detran (ASD-PE), se reuniram em assembleia para discutir metas da campanha salarial 2016, cujo encontro teve a participação do diretor-presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro. O dirigente do órgão, conforme Bulhões relatou, explicou que estaria no encontro como um interlocutor do governo do estado, não tendo, diante da hierarquia, poder de decisão.

“Após a greve de 19 dias realizada no ano passado ficaram acordados alguns pontos, mas outros até o momento não foram cumpridos. Um deles diz respeito ao plano de saúde dos servidores, que até o momento não foi licitado e está sendo implantado de forma emergencial. Isso gera muita insegurança à categoria. Na assembleia de janeiro passado, a direção do Detran garantiu que ia cumprir a pauta de 2015, mas que não tinha como decidir sobre a campanha deste ano. Enviamos um ofício ao governo e à SAD e até o momento não obtivemos resposta. Não descartamos uma paralisação no início de março, mas se ela ocorrer será decidida em assembleia e após escutarmos o governo”, explicou Bulhões.

De acordo com o sindicalista, há perdas salariais e uma defasagem de 32,8%, além da inflação no período, entre os anos de 2008 e 2015, comprovada através de um estudo. “Os servidores também querem um aumento no valor do vale-alimentação, mais conhecido como ‘vale-coxinha’, que hoje é de R$ 154 mensais (R$ 7 por dia, em média) e o benefício da insalubridade para os vistoriadores de veículos. Neste último ponto, o governo aceitou a concessão, mas não cumpriu, e até agora não realizou o estudo técnico de viabilidade econômica do benefício, como prometeu”, destacou Bulhões. Atualmente, segundo a ASD-PE, os salários médios pagos pelo Detran-PE são de R$ 1.612 (assistente/nível fundamental), R$ 2.680 (agente/nível médio) e R$ 3.890 (analista/nível superior), fora as gratificações.

Outra questão que vem incomodando a categoria, segundo o dirigente do sindicato, é o plano de cargos e carreiras. Alexandre Bulhões informou que a lei estadual nº 216/2012 garante o regime de progressão do plano, mas até agora o governo do estado não implementou a medida, alegando incompatibilidade financeira perante a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Resposta 

A reportagem procurou a direção do Detran-PE para se posicionar sobre o assunto. O diretor-presidente do órgão, Charles Ribeiro, não pode repercutir o tema em virtude de uma viagem da “Caravana Detran” a algumas cidades do interior do estado neste período que antecede o carnaval, segundo a assessoria de comunicação. Mas a diretora de gestão do órgão, Ana Paula Jardim, falou em nome do órgão. Ao contrário do sindicato e da associação, ela informou que o Detran-PE não recebeu nenhum ofício.

Fonte: Diario de Pernambuco

Aeronautas devem manter 80% das atividades na paralisação desta quarta

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que 80% dos trabalhadores do setor aéreo mantenham suas atividades nesta quarta (3) e durante o período de carnaval. Em caso de descumprimento da ordem, a multa diária será de R$ 100 mil.

A decisão liminar é do ministro Mauricio Godinho Delgado, em ação ajuizada pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) contra 12 entidades sindicais das categorias dos aeronautas e aeroviários, que anunciaram a paralisação parcial das atividades amanhã. Segundo o ministro, as atividades desempenhadas pelos aeronautas e aeroviários envolvem serviços essenciais, devendo, portanto, ser garantida, durante a greve, a sua prestação.

Os aeronautas e aeroviários decidiram fazer uma paralisação entre as 6h e as 8h desta quarta-feira em 12 aeroportos do país. As categorias rejeitaram a proposta das empresas aéreas, que previa reajuste parcelado e não retroativo à data-base, que foi no dia 1º de dezembro. Os trabalhadores reivindicam a aplicação do reajuste de 11% nos salários e benefícios retroativo à  data-base, que fará a recomposição das perdas inflacionárias nos salários.

No pedido de liminar, o Snea, que representa as empresas TAM, Gol, Avianca e Azul, argumenta que mesmo uma paralisação de duas horas causa enorme transtorno ao transporte aéreo e aos usuários, uma vez que implica um efeito cascata, com o atraso e cancelamento de diversos voos em toda a malha aérea.

A paralisação está prevista para os aeroportos de Guarulhos e Congonhas, em São Paulo; Viracopos, em Campinas; Brasília; Santos Dumont e Galeão, no Rio de Janeiro; Porto Alegre; Recife; Fortaleza; Florianópolis; Curitiba e Salvador. A adesão deverá ser de aeroviários (agentes de check-in, auxiliares de serviços gerais, mecânicos de aeronaves, agentes de bagagem, operadores de equipamentos) e aeronautas (pilotos, copilotos, comissários de voo, mecânicos e engenheiros de voo).

O Snea recomenda aos passageiros com viagens marcadas para amanhã contatar diretamente a companhia contratada para checar o status do voo. Passageiros com partidas marcadas para o horário da paralisação, se preferirem, podem alterar os planos de viagem para outro horário ou uma nova data, sendo que cada companhia irá informar sobre as condições de remarcação dos bilhetes. Clientes que mantiverem os planos de viagem devem fazer o check-in antecipadamente e dar preferência aos canais eletrônico: sites das companhias, aplicativos mobile e totens de autoatendimento nos aeroportos.

Polícia Civil de Pernambuco decreta greve

ac47a4929b449597508b6fabd3f1fa01

A Polícia Civil de Pernambuco decretou greve, após assembleia realizada nesta terça-feira (2). De acordo com o Sindicato da Polícia Civil (Sinpol), a partir de 0h do sábado (6), todas as unidades da organização vão parar. Os servidores protestam contra o descumprimento do acordo firmado com o governo do Estado, que previa a reformulação do Plano de Cargos e Carreiras.

Segundo o presidente do sindicato, Áureo Cisneiros, a negociação foi feita em dezembro do ano passado. O governo do Estado deveria enviar, no dia 1º deste mês, um projeto de lei que alteraria o Plano de Cargos e Carreiras com aumento das faixas de progressão salarial de 1,5% para 2% . Para isso, seriam criados dois grupos de trabalho.

“A questão financeira, segundo o acordo, começaria a vigorar em abril deste ano. O governo fez o acordo e não cumpriu”, afirmou.

Com informações do Jornal do Commercio.

Pilotos e comissários de voo farão greve a partir de quarta-feira

aviao azul

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) informou nesta sexta-feira, 29, em nota, que pilotos e comissários de voo farão greve a partir do dia 3 de fevereiro. A paralisação será realizada das 6h às 8h da manhã nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos, Santos Dumont, Galeão, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza. A medida foi decidida em assembleia realizada hoje em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Campinas.

Os trabalhadores do setor reivindicam reajuste salarial de 11% retroativo à data-base de 1º de dezembro de 2015. A última proposta das empresas aéreas, negada pela assembleia, oferecia reajustes parcelados (3% em fevereiro de 2016, 2% em junho e 6% em novembro), sem serem retroativos.

“Também foi deliberado que a paralisação poderá ser suspensa pela categoria caso as empresas decidam oferecer, com prazo de até 12 horas antes do início do movimento (18h do dia 2 de fevereiro), os 11% reivindicados, desde que retroativos a 1 de dezembro de 2015”, ressaltou a SNA, no comunicado.

Funcionários da Sintra entram em greve por tempo indeterminado em Petrolina

imagem301

Com os salários atrasados desde o mês de dezembro de 2015 e sem receber também o vale-refeição, os funcionários da empresa Sintra, responsável pela varrição da cidade de Petrolina-PE, decidiram em assembleia realizada no último sábado, 23, paralisar as atividades.

A informação foi dada na manhã desta segunda-feira, 25, a Rádio Jornal, pelo representante do Sindicato dos Trabalhadores na Limpeza Pública, João Soares. Segundo ele, a paralisação é por tempo indeterminado. “A prefeitura vem prometendo pagar, três datas que foram marcadas e nenhuma foi cumprida, então o pessoal vai ficar parado até que a prefeitura resolva liberar os salários deles, pois a empresa alega não receber da prefeitura e não tem como pagar seus funcionários”, ressaltou.

João Soares informou ainda que além da limpeza pública os funcionários que trabalham na operação tapa buracos no município também devem cruzar os braços nos próximos dias devido a falta de pagamento. “Não é somente o pessoal da limpeza, a outra empresa que presta serviço a prefeitura, os trabalhadores do tapa buracos das ruas, também vão paralisar porque não receberam ainda”, disse.

Por fim João Soares salientou que apesar de entender que a empresa contratada tinha que ter uma garantia de capital de giro para pagar seus funcionários em caso de atraso, a prefeitura como contratante também não pode se eximir da responsabilidade. “A prefeitura diz que não paga porque tem que virar o sistema, agora com a chuva disse que não pode pagar porque caiu o teto da sala do financeiro, na sexta-feira já foi a chuva que atrapalhou, então são desculpas que o trabalhador não quer saber. A prefeitura como contratante poderia exigir da empresa alguma responsabilidade”, finalizou.

Polícia Civil da Bahia paralisa atividades por 3 dias

Greve Civil BA

Nesta quarta-feira, os Policiais Civis da Bahia (PC) estão com suas atividades de investigação paralisadas, o movimento paradista segue até  o dia 22 de janeiro. De acordo com o iBahia, os policiais estiveram reunidos na manhã de hoje e entregaram as armas e a carteira funcional como forma de protesto.

A volta ao trabalho da categoria está marcada para o sábado (23). A categoria está reivindicando a reestruturação salarial com igualdade entre os cargos da Polícia Civil baseada na atividade de investigação criminal; promoções; reconhecimento do laudo de papiloscopia pelo perito técnico conforme Lei Orgânica da Polícia Civil; reforma e construção de unidades policiais para atendimento à sociedade e a categoria; nomeação, posse e designação dos concursados de 1997, 2013 e 2014; valor da escala extra de Carnaval; entre outras.

De acordo com informações o posto avançado da PC localizado no circuito do carnaval de Juazeiro (BA) estará funcionando normalmente para atender as demandas da festa momesca, junto ao demais órgãos da Segurança Pública.

Polícia Civil faz paralização de advertência na Bahia

Os policiais civis deflagraram uma greve de advertência na manhã desta quarta-feira (16) na Bahia, o movimento deve durar até amanhã 18. Na pauta de reivindicação, eles pedem melhores condições de trabalho e aumento de salário.

Quem precisar dos serviços de investigação da PC baiana deve procurar os delegados titulares das Delegacias Territoriais Especializadas ou prestar queixas através da Delegacia Digital pelo site: http://www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br/,

De acordo com a Coordenadoria da 17º Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) em Juazeiro (BA) apenas 30% dos serviços estão disponíveis a população.

Médicos do INSS em greve há cem dias

inss

Há 100 dias com suas atividades paralisadas, médicos peritos do INSS cobram a efetivação em lei da carga horária de 30 horas, o fim da terceirização da perícia médica e reposição das perdas salariais de 27% divididos em dois anos. Dados do próprio instituto apontam que cerca de 1 milhão de perícias deixaram de ser realizadas desde o início da paralisação.

O presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos, Francisco Eduardo Cardoso, garantiu que 30% dos médicos peritos de cada gerência estão trabalhando. A dificuldade, segundo ele, é que muitos profissionais estão sendo mantidos nos cargos que exerciam antes do início da greve e que não envolvem a realização de perícia. “O INSS precisa colocá-los para atender à perícia e isso não está acontecendo”.

Por meio de nota, o INSS informou que, “ reconhece todas as dificuldades impostas à população pela não regularização do atendimento da perícia médica e espera que as negociações entre o Ministério do Planejamento e os servidores da carreira de perito médico previdenciário sejam concluídas com brevidade para a pronta retomada dos serviços”, informa o órgão na nota.

O comunicado destacou ainda que, para todo benefício concedido, o que vale é a data de entrada do requerimento. Isso significa que, se um segurado tinha uma perícia marcada para novembro, por exemplo, mas será atendido apenas em janeiro, se o benefício for aprovado, passa a valer, para efeitos financeiros, a data de entrada do requerimento e não a data em que ele foi concedido.

A proposta oferecida pelo governo à categoria consiste no reajuste geral dado ao funcionalismo público e a criação de um comitê de reestruturação da carreira, mas não trata da efetivação da jornada de 30 horas e do fim da discussão da terceirização das perícias. O pacote será votado hoje (14) pela manhã durante assembleias realizadas em diversos estados.

11121314