Vereadores pedem reforço na segurança da Ponta da Serra e no Residencial Vivendas

Vereador pede implantação de base da Guarda na zona rural (Foto: Guarda Civil Municipal)

Mais segurança. Esse foi o apelo dos vereadores Rodrigo Araújo (PSC) e Gilberto Melo (PR) na sessão de terça-feira (12), em Petrolina. Rodrigo pediu, através da Indicação n° 1382/2019 a implantação de uma base da Guarda Civil Municipal e rondas ostensivas da Polícia Militar no Povoado de Ponta da Serra.

“Peço a instalação de uma base da Guarda Municipal com Rondas Constantes, como também a presença do 5º BPM no Povoado de Ponta da Serra. A comunidade vem sofrendo com diversos assaltos, desova de corpos e a gente solicita tanto do prefeito como da Polícia Militar para que diminua a criminalidade“, justificou o edil.

Gilberto Melo reivindicou mais policiamento no Residencial Vivendas, que vive uma onda crescente de furtos e atos de vandalismo. “Solicito ao Major Marcondes que possa colocar um trailer ali no Vivendas, para trazer mais segurança. Os vândalos estão roubando as casas, pichando as residências e os moradores estão todos assustados. É um local grande, com várias residências e esses vagabundos estão tirando a segurança“, disse.

Os pedidos foram aprovados por 17×0 e seguirão para análise da Prefeitura de Petrolina e do Governo de Pernambuco.

Romu prende dupla com 16 cartões do Bolsa Família no bairro Jardim Petrópolis, em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Dois homens foram presos na noite de ontem (17), pela Guarda Civil de Petrolina no bairro Jardim Petrópolis com 16 cartões do Bolsa Família. De acordo com a Ronda Ostensiva Municipal (Romu), eles estavam em atitudes suspeitas e chamaram a atenção dos agentes.

Um deles correu para dentro de uma residência, onde a Romu encontrou os cartões, mais 10 cartões bancários, R$ 3 mil em espécie, seis pedras de crack, 10 gramas de maconha e uma caderneta com as senhas dos cartões.

Maick Magalhães, de 21 anos e Jaciel Silva, de 35 foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil onde foi registrada a ocorrência.

Praça 21 de Setembro virou espaço para consumo de drogas, denuncia leitor

Ponto turístico virou dor de cabeça no Centro de Petrolina (Foto: Reprodução/Google Maps)

A Praça 21 de Setembro, localizada no Centro de Petrolina é um dos principais pontos turísticos da cidade. Local de festas como o tradicional carnaval, o espaço tem dado muita dor de cabeça aos moradores e comerciantes da região. Um leitor que preferiu não se identificar relatou ao Blog que a Praça tem sido utilizada por usuários de drogas, em plena luz do dia.

“A Praça da 21 está virando um antro de perdição com uso explícito de drogas e prostituição em pleno dia“, afirmou o leitor. O fato tem deixado a comunidade preocupada, já que, de acordo com o denunciante, não há policiamento. “Ali residem famílias estão assustadas”, continuou.

Outro lado

Nossa Produção entrou em contato com a Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE) e com a Prefeitura de Petrolina, para saber quais ações a PM e a Guarda Civil Municipal têm adotado para aumentar a segurança na Praça 21 de Setembro. Até o momento nenhum dos órgãos se pronunciou e deixamos o espaço aberto aos esclarecimentos.

Candidatos denunciam suposta ilegalidade praticada por banca examinadora do concurso da Guarda Civil de Petrolina

Candidatos procuraram Ministério Público para denunciar banca (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um grupo de pelo menos 20 pessoas se reuniu e acionou o Ministério Público de Pernambuco para denunciar irregularidades no concurso público da Guarda Civil Municipal de Petrolina. Eles afirmam que o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), banca examinadora do certame teria praticado atos ilegais para prejudicar os candidatos eliminados no Teste de Aptidão Física (TAF).

De acordo com o Glauber Alencar, um dos candidatos, o Idib cerceou o direito dos pleiteantes. “Como consta no Edital está bem claro: o inapto candidato que não atingiu a marca mínima em uma ou mais provas da prova de avaliação física, dá a segunda e última oportunidade e após o TAF vieram e revogaram, sem dar essa oportunidade”, disse

Falta de isonomia

Ele esteve acompanhado de alguns colegas na Câmara de Vereadores, na sessão de ontem (3), para cobrar uma resposta da banca. Outra queixa foi a falta de isonomia na prova: alguns candidatos fizeram o teste pela manhã e outros no sol da tarde, sendo desfavorecidos pelas condições climáticas.

LEIA MAIS

Petrolina: homem descumpre medida protetiva e invade residência de ex-companheira

A Guarda Civil Municipal de Petrolina (GCM) deteve na noite do último domingo (7) um homem que descumpriu uma medida protetiva.

Segundo a Guarda, o suspeito é ex-companheiro da vítima e invadiu a residência da vítima, no bairro José e Maria.

Quando os agentes da GCM chegaram ao endereço mencionado pela denunciante o ex-companheiro dela já não se encontrava no imóvel. Ele foi detido em uma praça e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de plantão para tomada das medidas cabíveis.

Polícia Civil detalha operação que prendeu cinco pessoas durante concurso em Petrolina

Delegados Gregório Ribeiro (centro) e Isabella Cabral (dir.) deram detalhes das investigações (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Polícia Civil apresentou hoje (1°) detalhes da Operação Test Failed – que ontem prendeu cinco pessoas por tentativa de fraude no concurso da Guarda Civil de Petrolina. De acordo com o delegado Gregório Ribeiro, um dos responsáveis pela investigação, os trabalhos tiveram início em maio, quando a prova deveria ter sido aplicado pela primeira vez.

Nesses 60 dias os trabalhos seguiram, aguardando o momento para deter os envolvidos em flagrante. “Os candidatos estariam contratando um cabeça para transcrever o gabarito, esse cabeça era o professor Dionísio. Cada candidato pagaria R$ 10 mil reais quando saísse a lista e eles estivessem aprovados”, explicou Ribeiro.

LEIA TAMBÉM:

“Não há nenhuma razão que nos leve hoje a optar pelo cancelamento da prova”, afirma secretário de Segurança Pública de Petrolina

Fotos da prova da Guarda Municipal nas redes sociais e prisões põem em xeque lisura do certame

Cinco pessoas são presas após fraude no concurso da Guarda Municipal de Petrolina

Dionísio Felipe dos Santos Júnior foi detido em sua residência, no bairro Jatobá 2 com um gabarito respondido por ele após receber fotos da prova, enviada pelos candidatos. Ele estava acompanhado de Joilton Feitosa, um policial militar que também foi preso. A dupla repassaria as respostas aos candidatos que contrataram o serviço.

LEIA MAIS

Concurso da Guarda Municipal de Petrolina acontece nesse domingo

(Foto: Guarda Civil Municipal)

A tarde desse domingo (30) será de decisão aos concurseiros que se prepararam durante meses para a prova da Guarda Civil Municipal de Petrolina. Os portões dos locais de prova vão abrir às 14h e fechar pontualmente às 15h, conforme prevê o edital.

Mais de 15 mil candidatos se inscreveram para o certame. Eles disputam 80 vagas, sendo 38 para ampla concorrência, duas para pessoas com deficiência e 40 de cadastro reserva. Os aprovados atuarão em regime de escala, com carga horária de 180h mensais e remuneração inicial de R$ 3.261,48.

É importante levar o comprovante de inscrição, documento original de identificação pessoal com foto e caneta esferográfica de material transparente, com tinta azul ou preta.

Pai é preso pela Guarda Civil de Petrolina após ameaçar matar filho

A Guarda Civil de Petrolina foi acionada para atender uma ocorrência de violência durante o sábado (18), no bairro São Gonçalo. Um homem quebrou vários objetos e móveis e chegou a ameaçar sua mãe, que precisou se trancar em um quarto da residência para não ser agredida.

Quando a equipe da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) chegou ao endereço o homem já não se encontrava mais. A mãe relatou que ele fugiu com o filho alegando que mataria o garoto e se mataria em seguida.

Os agentes da Guarda conseguiram deter o rapaz em fuga, tentando embarcar em um ônibus. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foram tomadas as medidas legais cabíveis.

Liminar determina reabertura do concurso da Guarda Civil de Petrolina

(Foto: Ascom)

Previsto para acontecer neste domingo (5), o concurso público da Guarda Civil Municipal de Petrolina terá seu cronograma modificado. Uma decisão liminar proferida pelo Juiz de Direito em Exercício Cumulativo, Sidney Alves Daniel, no dia 23 de abril, determinou a correção de um item do edital, designando vagas a deficientes.

O juiz acatou um pedido apresentado por dois candidatos, um deles deficiente. Na ação movida pelos pleiteantes do cargo de Guarda Municipal havia críticas aos “vícios” do edital, que, além de não designar cota a candidatos deficientes – conforme prevê a lei, exigia exame de natação e não filmagem dos testes físicos, cerceando o candidato de defesa.

Decisão

Entretanto, na decisão do Juiz fica determinado a inclusão de até “20% (vinte por cento) das vagas oferecidas no certame, para pessoas com deficiência, as quais, na forma da lei, comprovem tal condição, que desejem concorrer ao cargo de Guarda Municipal de Petrolina. Isso no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (mil reais), limitada a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) e responsabilidade do gestor”.

LEIA MAIS

Homem furta mais de R$ 3 mil em roupas, mas é detido pela Guarda Civil de Petrolina

(Foto: Ilustração)

Um homem foi detido por volta das 15h do sábado (6) em Petrolina, após furtar uma loja de departamentos localizada na Avenida Honorato Viana.

De acordo com a Guarda Civil Municipal, o suspeito foi detido próximo à loja, por um agente da própria guarda que estava em horário de almoço.

Com o suspeito foram encontrados 23 calças jeans, duas calças legging, um top, um short, uma sandália e um kit sutiã, totalizando R$ 3.522,37 em mercadorias furtadas.

O preso foi encaminhado pela ROMU até a 213ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi registrada a ocorrência. A Guarda Civil não informou a identidade do suspeito.

Menor é apreendido com drogas no José e Maria, em Petrolina

(Foto: Internet/Ilustração)

Dois jovens foram apreendidos pela Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) de Petrolina na noite de sexta-feira (4), no bairro José e Maria. Eles estavam acompanhados de mais dois adolescentes, próximo ao Pátio da Feira do bairro.

Ao serem abordados um dos menores, de apenas 14 anos tentou se desfazer de um pacote com 12 pedras de crack. Ele foi detido e encaminhado até sua residência no bairro Santa Luzia, onde sua tia autorizou a revista na casa. No local a ROMU encontrou mais uma trouxa, dessa vez com maconha.

O outro menor que foi apreendido na ação, residente no bairro São Joaquim foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil por desacato aos agentes da Guarda Civil Municipal.