Palestra discute consumo de álcool e drogas na gestação

(Foto: Ascom)

Na manhã dessa quarta-feira (11) o Grupo de Apoio às Mães de Prematuros do Hospital Dom Malan/IMIP promoveu uma palestra sobre o consumo de álcool e drogas na amamentação. Realizada na Casa de Apoio, a discussão trouxe informações e orientações às mães.

O GAMP realiza encontros periódicos e discute temas trazidos pelas próprias mães que têm seus filhos internados na unidade. A idealizadora do projeto, Juliana Benevides explica como funciona o grupo. “Temos um cronograma flexível e as ações acontecem de uma a duas vezes por semana. Nesta sexta, por exemplo, teremos um novo encontro às 10h, onde abordaremos a necessidade de cuidarmos do cuidador e a arte da convivência”.

O Grupo foi criado com a missão de incentivar as mães a amamentarem os bebês prematuros e como uma troca de experiência entre os profissionais do HDM.

Mesmo em recesso, vereadores de Petrolina discutem situação do HDM 

(Foto: Reprodução/Internet)

O mês de julho é marcado pelo recesso no Poder Legislativo em Petrolina, mas mesmo com a folga os vereadores membros da Comissão Especial de Inquérito (CEI) se reuniram nessa semana para discutir a situação da saúde na cidade.

LEIA TAMBÉM:

Presidente da Comissão de Saúde, Gilberto Melo afirma que Governo de Pernambuco precisa fazer mais pelo HDM

A CEI foi criada com o objetivo de apurar a situação dos óbitos registrados no Hospital Dom Malan/IMIP não apenas nesse ano. Os edis ouviram relatos de familiares de vítimas entre 2015 e 2018, além da coordenação do HDM.

LEIA MAIS

Biama inicia campanha para arrecadar potes de vidro

O Banco de Leite Humano do Hospital Dom Malan/IMIP (Biama) iniciou uma campanha para arrecadar potes de vidro. O material será utilizado no armazenamento do leite que será doado aos bebês prematuros atendidos na unidade em Petrolina.

Quem puder ajudar precisa estar atento a alguns pontos. Os potes precisam ser de vidro para resistirem ao processo de esterilização, já a tampa deve ser de plástico. A diretora médica do Biama, Flávia Guimarães explica qual é o melhor tipo de pote a ser doado. “Nesse caso, o ideal é que os vidros sejam de café solúvel do tamanho médio”, diz.

As doações podem ser feitas no próprio Biama, localizado no Dom Malan. Segundo Flávia o banco necessita com urgência do material, já que a demanda na unidade é intensa. “Precisamos dos potinhos com urgência para distribuirmos principalmente entre as doadoras para captação do leite cru. Esse simples gesto vai contribuir para mantermos o banco de leite em funcionamento. A doação dos recipientes é tão importante quanto a doação de leite humano”, afirma.

Presidente da Comissão de Saúde, Gilberto Melo afirma que Governo de Pernambuco precisa fazer mais pelo HDM

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Presidente da Comissão de Saúde da Casa Plínio Amorim, o vereador Gilberto Melo analisou os trabalhos desenvolvidos entre janeiro e junho desse ano. Um dos temas mais discutidos no primeiro semestre foi a superlotação do Hospital Dom Malan/IMIP.

LEIA TAMBÉM:

Gilberto Melo pede mudança de atitude dos colegas para segundo semestre de 2018

“A Comissão de Saúde tem um papel importante na cidade, a gente recebe as denúncias e vai apurar. Todas as denúncias que a gente tem recebendo do IMIP, da UPA, do Traumas e do município a gente tem apurado e qual é o entendimento que a gente possa arrumar para resolver”, afirmou Gilberto durante entrevista no programa Super Manhã, da Rádio Jornal.

LEIA MAIS

Mães podem contribuir com o Banco de Leite do Hospital Dom Malan

Doar é um gesto que pode salvar vidas. No caso do Banco de Leite Materno (Biama) do Hospital Dom Malan/IMIP, uma simples ação pode contribuir para a vida de recém-nascidos atendidos no hospital.

Criado em 1995 como Banco de Incentivo – espaço de orientação às mães – o espaço se tornou um Banco de Leite em 1998. Atualmente o Biama coleta leite materno, presta orientações às mães e realiza trabalhos informativos em instituições de ensino como faculdades da região.

Como funciona

O estoque do Banco é mantido através de doações. Mães saudáveis e com leite excedente podem contribuir com o Biama. De acordo com a Enfermeira Chefe do Biama, Kaliane Gomes Medeiros, o procedimento para ser uma doadora é muito simples.

LEIA MAIS

Inscrições para Voluntariado do HDM terminam nesta quarta (21)

Terminam nesta quarta-feira (21) as inscrições para o Voluntariado do Hospital Dom Malan (HDM) Petrolina. Os interessados em participar devem ter idade mínima de 21 anos e ter disponibilidade de 4h para realizar as atividades semanais.

As inscrições podem ser feitas na sede do Dom Malan, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O interessado deve apresentar documentos originais: RG, CPF e comprovante de residência. Será realizada uma triagem, para analisar o perfil do voluntário.

O Voluntariado do Hospital Dom Malan atua fazendo visitas, passando informações e prestando assistência aos pacientes internados, realizando campanhas solidárias, atividades lúdicas e eventos em datas comemorativas.

Laboratório de Simulação prepara profissionais para atendimento no HDM/IMIP de Petrolina

Entre as vantagens da simulação estão o aprendizado mais ético e seguro, sem risco de danos ao paciente. (Foto: Divulgação)

Para melhorar o atendimento Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina, a unidade passou a contar com um Laboratório de Simulação, que recria situações da unidade materno-infantil para treinar profissionais.

A conquista foi possível através de recursos provenientes do Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas (Pró-Residência).

“Na Sala de Simulação, os profissionais podem recriar as situações e desafios vividos no dia a dia de uma unidade hospitalar. Dessa maneira, os treinamentos são os mais próximos possíveis da realidade e permitem ao profissional praticar, corrigir falhas e resolver dúvidas, de forma segura e eficiente. Então, esse é um ganho sem precedentes”, considera a diretora de Ensino e Pesquisa, Angélica Guimarães.

Além dos manequins, a sala dispõe de modelos anatômicos e equipamentos para reprodução de procedimentos como exames ginecológicos, práticas de ressuscitação cardiorrespiratória, intubação traqueal e administração de medicamentos.

 Entre as vantagens da simulação estão o aprendizado mais ético e seguro, sem risco de danos ao paciente, e a possibilidade de repetições de procedimentos para esclarecer dúvidas. A proposta é acrescentar ferramentas ao ensino tradicional, sem a pretensão de descartar os ganhos obtidos nos contatos interpessoais, não-simuláveis.