Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Estão abertas as inscrições para o “I Simpósio de Fisioterapia em Terapia Intensiva do HU-Univasf”

(Cartaz/Divulgação)

O “I Simpósio de Fisioterapia em Terapia Intensiva do HU-Univasf” acontecerá entre os dias 18 e 19 de julho e reunirá profissionais e estudantes de toda a região para discutir o papel da fisioterapia na reabilitação de pacientes críticos. O período de inscrições começou na última sexta-feira (10), disponibilizando 120 vagas.

A programação conta com palestras, mesas-redondas, cursos e apresentações de trabalhos científicos. As atividades e discussões serão baseadas em quatro eixos temáticos: Fisioterapia em Terapia Intensiva-Adulto; Fisioterapia em Terapia Intensiva-Neonatal e Pediátrica; Fisioterapia Respiratória e Fisioterapia Cardiovascular. Serão oferecidos também cursos em: Interpretação de imagens, Fisioterapia pediátrica, Neurointensivismo e Fisioterapia cardiorrespiratória.

As inscrições e submissões de trabalhos científicos estão sendo realizadas pela internet. Para participar do evento, os profissionais deverão pagar uma taxa de R$ 40,00 e estudantes R$ 20, 00. Os cursos também custam R$ 20,00. Toda a programação acontecerá na Biblioteca da Univasf, Campus sede, em Petrolina (PE).

HU-Univasf e AMMPLA promovem ações de educação no trânsito

(Foto: Ascom)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) e a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) realizaram atividades educativas para prevenção de acidentes de trânsito. As ações aconteceram na quarta e quinta-feira (8 e 9), no hall e nas enfermarias do hospital.

Os pacientes, acompanhantes e colaboradores do HU-Univasf participaram de palestras ministradas pelo Gerente de Educação da AMMPLA, Gilmar Barros, sobre os principais erros cometidos pelos condutores que acarretaram acidentes, bem como as técnicas para evitá-los. O objetivo é propagar práticas para um comportamento mais seguro no trânsito.

LEIA MAIS

Hospital Universitário sela acordos de cooperação técnica com municípios da Rede PEBA

(Foto: Internet)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) vem, desde o ano de 2015, fechando parcerias com municípios da Rede Interestadual de Saúde do Médio São Francisco (Rede PEBA), a fim de diminuir o déficit do quadro de pessoal da unidade. Os municípios cedem profissionais da área da saúde para trabalhar no hospital, em contrapartida, a unidade oferece exames de imagens.

“Identificamos uma grande dificuldade dos municípios no atendimento das demandas em exames de imagem e, considerando o nosso número insuficiente de profissionais, devido à alta demanda e ao número máximo de trabalhadores determinado no último dimensionamento aprovado pelo Ministério do Planejamento, buscamos firmar acordos de cooperação técnica visando minimizar essa deficiência e ajudar os municípios”, explicou o superintendente do HU, Ronald Mendes.

A última prefeitura a aderir à proposta foi a de Afrânio-PE, que assinou o acordo no último dia 13 de fevereiro. Ao todo, são 13 cooperações técnicas vigentes e o HU está negociando mais duas. Os municípios envolvidos são: Cabrobó, Petrolina, Lagoa Grande e Afrânio, no estado de Pernambuco, e Antônio Gonçalves, Juazeiro, Sento Sé, Curaçá, Remanso, Uauá, Andorinha, Sobradinho e Senhor do Bonfim, na Bahia.

LEIA MAIS

Hospital Universitário oferece práticas integrativas e complementares para promoção de saúde em Petrolina

(Foto: Internet)

O Hospital Universitário (HU-Univasf), localizado em Petrolina (PE), implementou um Centro de Referência em Práticas Integrativas e Complementares (CERPICs) para oferecer assistência terapêutica aos usuários do SUS. As PICs são recursos terapêuticos que estimulam os mecanismos naturais de prevenção de doenças e de recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.

Desde 2017, são oferecidas sessões de: biblioterapia, Reiki, cromoterapia, auriculoterapia, GP do Movimento, ThetaHealing (cura energética), renascimento, constelação, cura reconectiva e exercício para liberação do estresse e do trauma (Tension & Trauma Releasing Exercises).

“Desenvolvemos um programa que busca um cuidado holístico e integral, considerando todos os aspectos que podem contribuir com o processo de saúde e doença. A idéia das práticas integrativas não é só o tratamento, mas também a prevenção”, explicou uma das coordenadoras do projeto e enfermeira do HU, Camila Mahara.

O projeto, que já realizou mais de 500 atendimentos, conta com 45 voluntários, entre profissionais do hospital e da Univasf, estudantes de psicologia, enfermagem, medicina, entre outros cursos, além de especialistas que já desenvolviam trabalhos com as PICs.

A maioria dos pacientes apresenta quadros de depressão ou ansiedade, além de doenças como lúpus e fibromialgia. São os profissionais de saúde das Unidades Básicas, dos municípios de Petrolina PE e Juazeiro-BA, que identificam a necessidade e referenciam o paciente para uma das terapias que acontecem na Policlínica, unidade vinculada ao Hospital Universitário.

Delcinia de Freitas Neto (60) fazia fisioterapia em uma unidade pública de Petrolina quando foi encaminhada para o CERPICs.  A aposentada sofria com muitas dores por ser portadora de fibromialgia, hérnia de disco e bico de papagaio. Ela conta que passou a ter mais qualidade de vida graças às terapias. “As dores diminuíram muito e também passei a dormir melhor depois que passei a me tratar aqui. Procuro fazer os exercícios em casa e repasso para as pessoas o que aprendo”, disse.

Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICS)

LEIA MAIS

HU-Univasf desmente boato sobre doação de leite

Boato tem se espalhado pelas redes sociais. (Foto: Divulgação/HU)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) emitiu uma nota nesta sexta-feira (10) desmentindo um boato, que está circulando pelas redes sociais, sobre distribuição de latas de leite por parte da unidade.

Segundo a nota, o hospital “não está realizando doações de qualquer alimento ou material”. Além disso, a unidade lembrou que “o papel social do hospital é prestar assistência à população em urgência e emergência, no âmbito do SUS, em traumato-ortopedia, neurocirurgia, dentre outras especialidades com perfis de média e alta complexidade”.

Hospital Universitário de Petrolina inicia mutirão de atendimentos para prevenção e combate ao câncer de cabeça e pescoço

(Foto: ASCOM)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) aderiu à campanha nacional Julho Verde e oferecerá durante todo este mês consultas e cirurgias de cabeça e pescoço. Serão oferecidas 120 consultas e 15 cirurgias e ainda existem vagas disponíveis para agendamento.

Os serviços são destinados aos pacientes que possuem nódulos ou tumores e estão aguardando na fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) para passar por uma avaliação de um especialista ou realizar o procedimento cirúrgico.

Os interessados deverão comparecer à Policlínica do HU (Rua André Vidal de Negreiros, Maria Auxiliadora, Petrolina-PE), das 9h às 13h, para fazer o agendamento.

LEIA MAIS

Hospital Universitário de Petrolina está superlotado e informa que não pode receber mais pacientes este fim de semana

(Foto: Internet)

Devido a diversas reclamações sobre o atendimento no Hospital Universitário de Petrolina (HU), o órgão emitiu nota explicando os motivos pelos quais não está atendendo diversos pacientes que chegam a unidade, principalmente, enfermos que precisem de ventilação mecânica ou que estejam na iminência de necessitar de entubação e consequente ventilação mecânica.

De acordo com a nota, o hospital atende pacientes de mais de 50 municípios e desde a última quinta-feira (29) encontra-se com toda a infraestrutura de suporte à vida (nas Salas de Emergência e Unidade de Tratamento Intensivo) totalmente ocupada e sobrecarregada.

O HU informou ainda, que a Central Interestadual de Regulação de Leitos (CRIL) e a Rede Interestadual Pernambuco e Bahia (PEBA) já foram comunicados sobre esta situação, assim como suas possíveis consequências e estão cientes da total extrapolação da capacidade de atendimento hospitalar que hoje se reflete em uma taxa de ocupação de quase 150%.

Clique aqui e leia o comunicado na íntegra.

Últimos dias para as inscrições na I Corrida e Caminhada do HU-Univasf e APA

Percurso da corrida. (Foto: Divulgação)

As inscrições para a “I Corrida e Caminhada do HU-Univasf e APA” se encerram no próximo dia 05 de março. O evento esportivo é uma realização do Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), em parceria com a Associação Petrolinense de Atletismo (APA) e tem por objetivo despertar a consciência da comunidade sobre a importância da prática de atividade física para promoção de saúde e bem-estar.

A corrida acontecerá no dia 10 de março, às 19:00h e a largada será na Biblioteca da Univasf, campus Petrolina-PE. O percurso foi dividido em 5 km e 10 km para corrida e 2 km para caminhada. O número de participantes é limitado e as vagas estão esgotando.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura discute melhorias de comunidade ribeirinha em Petrolina

As inscrições estão sendo feitas através do site www.cronoschip.com.br. O valor é de R$ 50,00 para o público geral e R$ 40,00 para os servidores e estudantes do HU-Univasf e da Univasf. As camisas serão entregues no dia 09 de março, das 14h às 20h, na Policlínica do HU-Univasf, na rua R. André V. de Negreiros, Maria Auxiliadora (dentro do campus sede da Univasf).

Hospital Universitário de Petrolina vai receber mais de R$ 600 mil do Governo Federal

(Foto: Arquivo)

O Ministério da Educação (MEC) antecipou a liberação de R$ R$ 1.599.328,88 milhão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) para que as unidades de saúde das instituições federais de ensino de Pernambuco comecem o ano com dinheiro em caixa para realizar investimentos e planejar o início de 2018.

Na última sexta-feira (5), o Comitê Gestor do Rehuf aprovou a liberação de R$ 986.966,84 para o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC- UFPE) e de R$ 612.362,04 para o Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU- Univasf).

O programa é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal ligada ao MEC. Ao todo, foram liberados R$ 31 milhões para os hospitais universitários de todo o país.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, destacou a importância desses recursos para a garantia da boa prestação de serviço dos hospitais universitários do país. “Nosso objetivo é garantir que eles que hospitais universitários federais continuem prestando serviços de qualidade nas áreas de ensino, pesquisa e assistência à população”.

LEIA MAIS

Novo equipamento agiliza resultado de exames no Hospital Universitário de Petrolina

Resultados de exames serão fornecidos mais rapidamente com o equipamento. (Foto: divulgação)

O Laboratório de Análises Clínicas e Anatomia Patológica do Hospital Universitário da Univasf, começou a utilizar, neste mês, um equipamento que realiza a identificação automatizada de bactérias isoladas em exames de pacientes, além de emitir o perfil de sensibilidade e resistência dos micro-organismos, em um prazo de 48 horas.

O modelo adquirido por licitação (Phoenix 100, da companhia global de tecnologia médica BD) é único na região do Vale do São Francisco. Um dos principais benefícios do processo automatizado é a agilidade na entrega de exames.

A viabilidade da automatização é resultado de um estudo conjunto entre a unidade responsável, a Gerência Administrativa e os demais setores envolvidos nos processos de análises clínicas, visando uma maior precisão no acompanhamento dos estados de saúde dos pacientes e a diminuição no tempo de internamento.

De acordo com a bióloga Carine Naue, uma análise bioquímica manual durava entre 5 a 10 dias para ser concluída. Já com o processo automatizado, o tempo de resultado é consideravelmente menor, permitindo que a equipe clínica saiba com mais rapidez os níveis de resistência das bactérias e prossiga com o tratamento adequado para cada doença.

A chefe da Unidade de Laboratório, Cristina Lumi Fukagawa, comemora a modernização: “Toda a atenção à saúde do HU é beneficiada com esta aquisição, pois a tomada de decisões clínicas se torna mais assertiva e a rotatividade dos leitos é facilitada, gerando economias e potencializando a segurança do paciente”.

Funcionários do Hospital Universitário entram em greve e acampam em frente à unidade

Funcionários estão em frente ao HU. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os funcionários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebsher), que administra o Hospital Universitário (HU-UNIVASF) em Petrolina, entraram em greve nesta segunda-feira (13). Eles estão acampados em frente à unidade hospitalar. A paralisação deve seguir até o dia 21 deste mês.

Os trabalhadores reivindicam rapidez nas negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2017/2018). As negociações iniciaram em maio de 2017, entretanto, segundo o Sindicato Estadual dos Trabalhadores de Empresas Públicas de Serviços Hospitalares do Estado de Pernambuco (SINDSERH/PE), a Ebserh não aceitou nenhuma das propostas apresentadas.

Os serviços de urgência e emergência do HU-UNIVASF serão mantidos. O sindicato fez questão de lembrar que a morosidade das negociações é de responsabilidade da EBSERH em Brasília e não da administração local do hospital.

Jovem é esfaqueado em bar no projeto Senador Nilo Coelho, em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Um jovem de 20 anos, foi esfaqueado em um bar no projeto Senador Nilo Coelho, nesta segunda-feira (13), em Petrolina.

A polícia informou que a vítima foi socorrida para o Hospital Universitário de Petrolina e passa bem. Em depoimento o jovem afirmou que foi atacado enquanto estava em um bar e atingido por dois golpes de faca, tipo peixeira, no rosto e na virilha. A vítima identificou o agressor.

A motivação do crime não foi revelada e o agressor não foi localizado. A polícia deve investigar o caso.

Homem é baleado durante tentativa de assalto em Juazeiro

Neste domingo (12), um homem de 26 anos, deu entrada no Hospital Universitário de Petrolina (HU), vítima de um disparo com arma de fogo na perna durante um assalto em Juazeiro.

Segundo informações da polícia, a vítima foi baleada quando fugiu de uma tentativa de assalto, em Juazeiro. Ele foi socorrido e levado ao HU, onde foi atendido e passa bem.

Laboratório do HU-Univasf adquire novos equipamentos e proporciona mais agilidade e segurança nos atendimentos

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) fez a aquisição de uma série de materiais e equipamentos para a coleta de sangue para o Laboratório de Análises Clínicas. O HU tem executado uma série de ações que vem promovendo melhorias significativas na unidade.

Um dos materiais adquiridos são os escalpes para a coleta a vácuo, que faz com que o sangue flua para o tubo na quantidade correta para a análise laboratorial. O material usado anteriormente fazia a coleta com a manipulação da seringa o que aumentava o risco de contaminação.

Outro material promete pôr fim à dificuldade para “achar a veia” do paciente, já que em algumas situações é necessário realizar mais de uma perfuração no paciente, causando incômodo. Agora, os profissionais do HU-Univasf terão à disposição um aparelho de ponta para a realização desse trabalho. O equipamento, que custa entre 15 e 20 mil reais, emite uma luz infravermelha que permite analisar e visualizar a vascularização facilitando o procedimento de coleta de sangue.

LEIA MAIS

HU realiza mutirão de cirurgias eletivas de média e alta complexidade

foram realizadas 21 cirurgias eletivas de média e alta complexidade.  (Foto: divulgação)

foram realizadas 21 cirurgias eletivas de média e alta complexidade. (Foto: divulgação)

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) promoveu, ontem (30), um mutirão de cirurgias, exames e consultas ambulatoriais. O objetivo foi reduzir a fila de espera dos hospitais universitários federais e do Sistema Único de Saúde (SUS).

No Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) foram realizadas 21 cirurgias eletivas de média e alta complexidade. Cerca de 26 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem trabalharam durante todo o dia para realizar os procedimentos. A iniciativa reduziu cerca 33% da lista de espera de pacientes internados.

A senhora, Roseânea Pereira, que aguardava o retorno de seu cunhado do bloco cirúrgico, relatou de forma positiva o atendimento que recebeu no hospital e elogiou a iniciativa. “Foi muito importante, muito positivo a iniciativa desse mutirão.

Meu cunhado teve todos os atendimentos necessários aqui no HU, toda a equipe é muito eficiente e humana. Ele já havia feito uma série de procedimentos e o mutirão ajudou a finalizar esse processo. Agora ele terá a oportunidade de se recuperar e voltar para o mercado de trabalho. ”, disse.

123