Receita Federal abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal abriu, nesta sexta-feira (8), em função do feriado de 15 de novembro, a consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para 1.365.366 contribuintes será realizado no dia 18 de novembro, totalizando o valor de R$ 2,1 bilhões. Desse total, R$ 207.186.130,72 são destinados a 5.270 idosos acima de 80 anos, 32.641 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.673 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 16.408 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Receita libera 5º lote de restituição do Imposto de Renda

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal liberou hoje (15) o pagamento das restituições do quinto lote do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Esse lote inclui também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. O dinheiro será depositado nas contas dos contribuintes.

2.703.715 pessoas totaliza receberão o crédito. De acordo com a Receita, 4.848 contribuintes idosos acima de 80 anos, 32.634 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.281 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave, e 17.056 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Caso o contribuinte não faça o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Para saber se tem direito ao dinheiro desse lote, basta fazer a consulta na página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento.

Receita libera 4º lote do Imposto de Renda

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

A Receita Federal liberou hoje (16) o pagamento do 4º lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2019. O valor de R$ 3,5 bilhões será pago a 2.819.522 contribuintes, contemplando também lotes residuais entre 2008 e 2018.

O dinheiro será depositado nas contas dos contribuintes. Para saber se foi contemplado, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento. Caso o valor não tenha sido pago, é necessário ligar nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) ou ir a uma agência do Banco do Brasil para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Os lotes de restituição são liberados mensalmente. O Fisco libera os pagamentos por ordem de chegada da declaração. Isso significa que quem entregou a declaração mais cedo recebe a restituição primeiro. A restituição ficará disponível no banco durante um ano.

Consulta ao quarto lote do Imposto de Renda será aberta segunda-feira

(Foto: Internet)

A Receita Federal informou hoje (6) que a consulta ao quarto lote de restituições do Imposto de Renda 2019 será aberta na próxima segunda-feira (9), a partir das 9h. O quarto lote inclui também  restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. Segundo a Receita, o dinheiro será depositado na conta do contribuinte no dia 16 deste mês. O crédito bancário será feito para 2.819.522 contribuintes, totalizando R$ 3,5 bilhões.

Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone (146) e informar o CPF e a data de nascimento. Caso tenha entrado no quarto lote, a situação da declaração será “crédito enviado ao banco”.

LEIA MAIS

Restituições do 3º lote do Imposto de Renda 2019 já estão disponíveis

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal liberou nesta quinta-feira (15) as restituições do terceiro lote do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. Segundo o Fisco, estão sendo liberados R$ 3,8 bilhões a 2.978.614 contribuintes. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone, 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistência de dados identificada pelo processamento.

LEIA MAIS

Receita Federal abre consulta a terceiro lote de restituição do Imposto de Renda

Os contribuintes já podem consultar se estão no terceiro lote de restituição de Imposto de Renda (IR). O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para mais de 2,978 milhões de contribuintes será feito no próximo dia, somando R$ 3,8 bilhões. Desse total, R$ 298,493 milhões são para contribuintes com prioridade: 7.532 idosos acima de 80 anos, 44.062 entre 60 e 79 anos, 6.888 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 24.513 contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone: 146.

Receita Federal abre consulta a lote de restituição do Imposto de Renda nesta quinta

(Foto: Agência Brasil)

A partir das 9h desta quinta-feira (8), os contribuintes poderão consultar se estão no terceiro lote de restituição de Imposto de Renda. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para mais de 2,978 milhões contribuintes será realizado no dia 15 de agosto, totalizando o valor de R$ 3,8 bilhões. Desse total, R$ 298,493 milhões são para contribuintes com prioridade: 7.532 idosos acima de 80 anos, 44.062 entre 60 e 79 anos, 6.888 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave, e 24.513 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Receita libera consulta ao 2º lote da restituição do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

Desde às 9h dessa segunda-feira (8) a Receita Federal liberou a consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física de 2019. Serão creditados R$ 5 bilhões, dos quais R$ 2,36 bilhões serão pagos a idosos, pessoas com deficiência e contribuintes cuja maior fonte de renda venha do ensino.

A previsão é que o pagamento seja realizado para 3,16 milhões de contribuintes já na próxima segunda-feira (15). A Receita também pagará restituições residuais entre 2008 e 2018, para quem caiu na malha fina nesse período.

Para saber se tem direito à restituição o contribuinte pode entrar no site da Receita, ligar para o Receita Fone (146) ou utilizar o aplicativo em smartphone.

Receita começa a pagar restituições do Imposto de Renda

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal começou a pagar hoje (17) as restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2019. R$ 5,1 bilhões serão depositados nas contas de 2.573. 186 contribuintes. No primeiro lote, segundo o Leão, serão contemplados idosos acima de 80 anos, pessoas entre 60 e 79 anos e cidadãos com deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Ao todo, serão desembolsados R$ 4,99 bilhões, do lote deste ano, a 2.551.099 contribuintes. A Receita também pagará R$ 109,6 milhões a 20.087 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2018, mas estavam caíram na malha fina.

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração e ficará disponível por um ano. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Receita libera consulta a lote da restituição do Imposto de Renda

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Desde a manhã dessa segunda-feira (10) a Receita Federal abriu a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2019. Cerca de 2,55 milhões de contribuintes que declararam Imposto de Renda neste ano vão receber dinheiro do Fisco.

Ao todo, serão desembolsados R$ 4,99 bilhões do lote deste ano. A Receita também pagará R$ 109,6 milhões a 20.087 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2018, mas estavam na malha fina. Considerando os lotes residuais e o pagamento de 2019, o total gasto com as restituições chegará a R$ 5,1 bilhões para 2.573.186 contribuintes.

A consulta pode ser feita no site da Receita na internet, via 146 (Receitafone) ou por aplicativos de smartphones. O crédito bancário será feito em 17 de junho. As restituições terão correção de 1,54%, para o lote de 2019, a 109,82% para o lote de 2008.

Consulta a 1º lote de restituição do Imposto de Renda será liberada na segunda-feira

(Foto: Reprodução/Internet)

A consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) será liberada na próxima segunda-feira (10), a partir das 9h. De acordo com a Receita Federal, o lote contempla restituições não apenas de 2019, mas entre 2008 e 2018.

2.573 milhões de contribuintes terão direito à restituição que será creditada no dia 17 de junho, totalizando R$ 5,1 bilhões, afirma a Receita. Nesse primeiro lote estão contemplados os contribuintes idosos e com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

A restituição tem correção de 1,54% relativo à taxa Selic de maio a junho de 2019. O contribuinte pode verificar se a declaração está liberada através do site da Receita, do número 156 ou do aplicativo para smartphone.

Receita Federal recebe Imposto de Renda de quem não entregou dentro do prazo

(Foto: Agência Brasil)

Os contribuintes que perderam o prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda das Pessoas Físicas 2019 podem enviar o documento a partir de hoje (2).

O contribuinte é multado em 1% do imposto devido por mês de atraso (limitado a 20% do imposto total) ou em R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. Não será preciso baixar um novo programa. O próprio sistema fará a atualização dos valores na hora de imprimir a guia.

A Receita Federal recebeu até 30 de abril, último dia do prazo de entrega, 30.677.080 de declarações, crescimento de 4,8% em relação ao ano passado. De acordo com o Fisco, a causa provável para o aumento é que mais contribuintes resolveram entregar a declaração dentro do prazo este ano.

LEIA MAIS

Envios de declarações do Imposto de Renda superam expectativa da Receita Federal

O número de declarações do Imposto de Renda enviadas este ano superou a expectativa da Receita Federal. Segundo o órgão, o total de contribuintes que entregaram o documento foi 30.677.080, crescimento de 4,8% em relação ao ano passado, contra estimativa de 28,8 milhões de declarações. Em 2018, 29.269.987 contribuintes entregaram o documento dentro do prazo.

De acordo com o Fisco, a causa provável para o aumento é que mais contribuintes resolveram entregar a declaração dentro do prazo neste ano, que começou em 7 de março e acabou às 23h59min59s de ontem (30).

LEIA MAIS

Contribuintes têm até terça-feira para fazer a declaração do Imposto de Renda

(Foto: Agência Brasil)

Os contribuintes que ainda não fizeram a Declaração do Imposto de Renda deste ano podem aproveitar os últimos dias antes do fim do prazo para entregar o documento à Receita Federal. O prazo para o envio começou no dia 7 de março e termina às 23h59 de terça-feira (30).

Até as 17h da última sexta-feira (26), a Receita recebeu 21.654.366 declarações, o que corresponde a 71% dos documentos esperados para este ano (30,5 milhões).

LEIA MAIS

A cinco dias do fim do prazo, um terço dos contribuintes ainda não declarou o Imposto de Renda

A cinco dias do fim do prazo, um terço dos contribuintes ainda não acertou as contas com o Leão. Até as 17h desta quinta-feira (25), a Receita Federal recebeu 20.298.863 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física, o equivalente a 66,55% do esperado para este ano. O prazo para envio da declaração começou em 7 de março e vai até as 23h59min59s da próxima terça-feira (30).

A expectativa da Receita Federal é receber 30,5 milhões de declarações neste ano.A declaração pode ser feita de três formas: pelo computador, por celular ou tablet ou por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Pelo computador, será utilizado o Programa Gerador da Declaração – PGD IRPF2019, disponível no site da Receita Federal.

LEIA MAIS
123