Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Inep libera espelhos da redação do Enem 2018 

(Foto: Reprodução/Internet)

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 já podem ter acesso à correção da redação para fins pedagógicos. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio (Inep) divulgou na manhã de hoje (19) os espelhos da redação na Página do Participante do exame.

Com o espelho, os estudantes podem conferir o que erraram e o que acertaram na prova. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso. O tema da edição do ano passado foi: “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

Na última edição, ao todo, 55 candidatos obtiveram a nota máxima, 1 mil, e 112.559, o equivalente a 2,73% dos candidatos, zeraram a prova de redação.

LEIA MAIS

Inep afirma que prova do Enem terá rascunho com linhas para a redação

(Foto: Internet)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) garantiu hoje (15) que o rascunho da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá linhas, como de costume, e que haverá espaço suficiente na prova para os cálculos matemáticos.

Essas questões causaram preocupação em estudantes desde que o Inep anunciou medidas para economizar papel na impressão do exame. No último dia 11, o Inep anunciou que a prova terá uma nova diagramação e que a medida eliminará a necessidade de impressão das folhas de rascunho personalizadas.

Estudantes reagiram à mudança nas redes sociais e defenderam a manutenção das linhas no rascunho da redação. “Enem sem pauta no rascunho de redação não dá, não temos noção do tamanho do texto e só temos uma chance na folha definitiva. Essa remoção afeta, gravemente, nosso desempenho e, com isso, todo um ano de estudo e dedicação”, disse um internauta pelo Twitter.

LEIA MAIS

Enem: resultados individuais podem sair antes do dia 18

(Foto: Reprodução/Internet)

O último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi no final de semana e agora os estudantes aguardam pelo resultado. A boa notícia é que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pode antecipar a divulgação das notas individuais.

Pelo cronograma do Inep o resultado será liberado até 18 de janeiro. Mas a presidente Maria Inês Fini, disse que o desempenho dos estudantes pode sair antes dessa data. “Tentaremos antecipar em pelo menos um dia a liberação das notas, como fizemos este ano”, afirmou Maria Inês.

Enquanto janeiro não se aproxima, os gabaritos oficiais sairão na próxima quarta-feira (14), assim como os cadernos de provas. As notas do Enem são utilizadas no acesso às universidades públicas e particulares do país e também servem para programas como o Fies e ProUni.

Com informações do JC Online

Educação infantil será analisada pelo MEC a partir de 2019

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nessa quinta-feira (28) uma mudança para 2019. A partir do próximo ano a educação infantil será incluída no sistema de avaliação realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep).

As avaliações são realizadas somente a partir do ensino fundamental e de acordo com o MEC, o levantamento será feito por meio de questionários aplicados pelos professores, dirigentes e equipe escolar.

De acordo com o MEC, os itens na avaliação incluem a infraestrutura da unidade e a formação dos professores. Diante disso, os pais e responsáveis pelas crianças devem ser convocados para a avaliação.

Prazo para pagamento da taxa de inscrição no Enem termina hoje (23)

(Foto: Ilustração)

Inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, que ainda não pagaram a taxa de inscrição de R$ 82,00 têm até esta quarta-feira (23) para efetuar o pagamento.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo certame, não haverá prorrogação do pagamento e o prazo termina nesta quarta-feira mesmo em cidades onde for feriado municipal.

O procedimento pode ser feito em instituições bancárias, agências dos Correios e casas lotéricas, respeitando os horários bancários. O Inep orienta que os participantes tenham atenção com o prazo de compensação bancária de cada instituição, que podem levar de três a cinco dias úteis para comunicá-lo sobre os pagamentos.

Além disso, deve ficar atento ao selecionar a data de pagamento porque alguns bancos agendam, automaticamente, o débito para a data de vencimento da Guia de Recolhimento da União (GRU), no caso, 23 de maio, atrasando a confirmação da inscrição.

A situação da inscrição pode ser acompanhada pela Página do Participante, neste link.

Enem: prazo para recorrer dos pedidos de isenção termina hoje (29)

(Foto: Ilustração)

Quem teve seu pedido de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) negado, tem até às 23h59 desse domingo (29) para apresentar o recurso. Mais de 500 mil pessoas tiveram o pedido negado, segundo o Inep.

Também podem apresentar recurso candidatos que tiveram negada a justificativa de ausência no Enem do ano passado. Os candidatos que tiveram a isenção em 2017 e não compareceram aos dois dias de prova precisam justificar a ausência para conseguir a gratuidade novamente.

O resultado dos recursos será divulgado pelo Inep no dia 5 de maio, as inscrições para o Enem 2018 começam no dia 7 e terminam no dia 18 do próximo mês.

Lista com pedido de isenção para Enem 2018 já está disponível, recursos podem ser feitos até domingo (29)

(Foto: Internet)

Os estudantes que solicitaram a isenção de taxa na inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desse ano já podem consultar a lista com os nomes contemplados. O resultado dos pedidos foi publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) na manhã dessa segunda-feira.

A resposta do Inep sobre os pedidos pode ser verificada no site do instituto, fornecendo o número do CPF e a senha cadastrada no momento da solicitação. Quem não foi contemplado pode recorrer até o próximo domingo (29). O mesmo prazo vale para quem não apresentou a justificativa de ausência.

O resultado final dos recursos será divulgado no dia 5 de maio, dois dias antes do início das inscrições. Mesmo se o estudante tiver o pedido de isenção negado, poderá fazer o Enem, mas mediante o pagamento da taxa no valor de R$ 82.

INEP firma parceria com mais uma universidade de Portugal

Estudantes que realizaram provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) poderão pleitear vagas em mais uma universidade de Portugal. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) firmou na tarde de hoje (1º) uma parceria com a Universidade Católica Portuguesa.

Dessa forma, as notas do ENEM servirão como porta de entrada para 28 universidades no país europeu. O primeiro acordo foi celebrado há quatro anos, com a Universidade de Coimbra. Cada instituição tem autonomia para criar os critérios de avaliação dos estudantes brasileiros.

Entre as universidades portuguesas que aceitam a nota do ENEM estão a Universidade de Lisboa, Universidade da Madeira, Universidade de Aveiro. A lista completa das parceiras do Inep está disponível no site da instituição.

Greves e rebeliões motivam o cancelamento do Enem em 13 unidades prisionais

O Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. (Foto: Internet)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), informou nesta quinta-feira (14) que a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) foi cancelada em 13 unidades prisionais por causa de greves de agentes penitenciários e de rebeliões de detentos.

Ainda segundo o (Inep), no primeiro dia, a aplicação foi cancelada em nove unidades prisionais de Maceió, e uma em Girau do Ponciano (AL), em função de greve dos agentes penitenciários. Em uma unidade prisional de Itaitinga (CE) e, em uma unidade em Cascavel (PR), a aplicação foi cancelada por causa de rebeliões.

No segundo dia, foi necessário cancelar a aplicação em uma unidade prisional de Marabá (PA), por causa de rebelião. Segundo o Inep, não está prevista uma nova aplicação do Enem nesses locais.

Com informações do EBC

Com 32 mil inscritos, Enem para presos começa nesta terça-feira

O Enem PPL é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa. (Foto: Internet)

Nesta terça-feira (12) e quarta-feira (13) as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão aplicadas em mais de mil unidades prisionais para cerca de 32 mil pessoas privadas de liberdade.

No dia da aplicação da prova, todos os professores são convocados para ajudar na aplicação do exame. As provas são realizadas nos núcleos de ensino que ficam dentro das unidades prisionais. Os agentes penitenciários ficam do lado de fora das salas de aula fazendo a segurança.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mais de 197 mil pessoas presas e jovens sob medida socioeducativa já participaram do exame entre 2011 e 2016. O Enem PPL é uma iniciativa do Inep, em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça e Cidadania (Depen/MJC) e com a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Com informações do EBC

Apenas 1,5% das instituições de ensino superior têm nota 5 em avaliação do MEC

(Foto: Ilustrativa)

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apenas 1,9% dos 4.196 cursos do país obtiveram nota máxima no Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). A pesquisa foi divulgada sexta-feira (24).

Ambas avaliações são referentes a 2016 e servem de instrumentos de informação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), responsável por promover melhoria no mérito de faculdades, centros universitários e universidades do país.

Entram na estatística as graduações em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmáca, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição odontologia, serviço social e zootecnia. O índice revela que apenas 1,9 % dos cursos avaliados atingiram nota 5.

Para a avaliação, são levados em conta notas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade); o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD); as características do corpo docente e a infraestrutura.

As instituições privadas, de forma geral, estão em maior número de cursos e estudantes contabilizados (1.027 e 49.549) e em relação às instituições públicas (3.169 e 166.495). Enquanto a primeira tem 54,2% das observações com nota 3, aquelas financiadas pelo estado obtiveram nota superior, com, também 54,2% com nota 4.

Com a divulgação do gabarito do Enem, entenda como é feito o cálculo da nota

(Foto: Ilustração)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta terça-feira (14) o gabarito oficial das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Para conseguir uma boa nota no certame é preciso levar em consideração o peso de cada nota, não apenas os acertos.

A correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. A TRI é baseada em questões previamente classificadas como fáceis, moderadas e difíceis e no total de acertos que o aluno tem dentro de cada grupo. A metodologia é apontada como uma forma eficiente de avaliar o conhecimento acadêmico de estudantes, em prova.

Segundo especialistas, ela cria uma escala de dificuldade, fazendo com que o candidato tenha mais pontos de acordo com o nível da questão que foi proposta.

Na prova baseada na TRI, as perguntas divididas previamente em diferentes dificuldades possibilitam um cálculo estatístico e de outras teorias matemáticas aplicadas para que os avaliadores analisem de forma mais profunda as respostas, ainda que em testes de múltipla escolha. O Boletim de Desempenho deverá ser disponibilizado aos participantes em 19 de janeiro de 2018.

Gabarito oficial do Enem 2017 será divulgado na quinta-feira

(Foto: Ilustração)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga na próxima quinta-feira (16) o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

Dessa forma, um item em que grande número dos candidatos acertarem será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.

Por este motivo, não é possível calcular a nota final apenas contabilizando o número de erros e acertos em cada uma das provas. Dois candidatos que acertarem o mesmo número de questões podem ter pontuações diferentes.  O estudante só tem como saber a nota final no Enem quando o resultado sair.

A correção é feita por meio de um sistema de reconhecimento no qual a Fundação Getulio Vargas e a Cesgranrio extraem os dados com as respostas das questões objetivas de cada participante, durante a etapa de digitalização. Por isso, é imprescindível que o preenchimento do cartão-resposta tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta.

Com informações do EBC

Em Olinda, candidatos do Enem prejudicados por falta de energia em escola poderão refazer as provas

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Por meio de nota divulgada nesta segunda (6), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou que os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) prejudicados pela falta de energia elétrica em escola pública, em Olinda, na tarde do domingo (5), poderão refazer as provas do primeiro dia.

O Inep lamentou o ocorrido e informou que as provas de redação, linguagens, códigos e suas tecnologias e de ciências humanas e suas tecnologias serão reaplicadas para esse grupo em 12 de dezembro. O contato será feito por e-mail, SMS e telefone, com todos os candidatos que fizeram as provas na escola.

Inep divulga gabarito oficial do Enem 2017 na próxima quinta-feira

A nota oficial será divulgada no dia 19 de janeiro. (Imagem ilustrativa)

Na próxima quinta-feira (16) o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai divulgar o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota oficial do Enem de 2017 só será divulgada no dia 19 de janeiro.

Mesmo depois de divulgado o gabarito oficial, ele dá aos candidatos apenas uma noção da performance na prova, mas o número de acertos não significa efetivamente a pontuação.  Veja o gabarito extraoficial.

123