Leitor reclama do IPEM por não divulgar nomes dos postos que tiveram as bombas de combustíveis reprovadas

Imagem ilustrativa

Semana passada o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), divulgou o resultado da Operação “Cibus”, realizada aqui em Petrolina com a participação do Procon, da Agência Nacional de Petróleo (ANP), da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Polícia Militar, e que reprovou 20 bombas de combustíveis que apresentaram irregularidades como vazamento no bico e defeito no totalizador e no desligamento automático da bomba.

Apesar de parabenizar o Ipem pela operação, um leitor deste Blog chamou a atenção do instituto por não divulgar os nomes dos postos autuados. “Parabéns a ação do IPEM na fiscalização dos postos de combustíveis de Petrolina-PE, tenho uma queixa, faltou a divulgação dos postos autuados para nós consumidores separarmos os que trabalham de forma correta, dos espertalhões que vivem com a cabeça no velho Brasil, temos que valorizar os que procuram o correto”, comentou.

O Ipem informou apenas que os postos têm até dez dias para apresentarem a defesa ao Instituto, mas não relacionou os postos autuados, tampouco os que não foram encontradas irregularidades. Desta forma o leitor tem razão, assim fica difícil para o consumidor distinguir quem trabalha com seriedade dos que lesam o nosso bolso.

Denúncias sobre irregularidades no mercado de combustíveis podem ser feitas pelo telefone 0800 081 1526.

Operação do Ipem-PE reprova 20 bombas de combustíveis em Petrolina

Os postos autuados têm até dez dias para apresentarem a defesa ao Instituto.

Durante a Operação “Cibus” do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), realizada de terça (23) a sexta-feira (26), 20 bombas de combustíveis foram reprovadas em Petrolina (PE). A ação contou com a participação do Procon, da Agência Nacional de Petróleo (ANP),da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Polícia Militar.

LEIA TAMBÉM:

Operação realizada em postos de combustíveis de Petrolina recolhe óleo vencidos

Ao todo, 63 postos foram fiscalizados com o objetivo de evitar que os consumidores sejam lesados. As 20 bombas reprovadas, apresentaram irregularidades como vazamento no bico e defeito no totalizador e no desligamento automático da bomba. Uma oficina permissionária também foi autuada.

LEIA MAIS

IPEM inicia fiscalização a postos de combustíveis de Petrolina

Até o final do ano órgão observará possíveis danos ao consumidor nos postos de Petrolina (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os postos de combustível de Petrolina estão recebendo visitas dos fiscais do Instituto de Pesos e Medidas (IPEM), que em maio deu início às fiscalizações rotineiras. Essa atividade seguirá até o final do ano, sempre observando se há irregularidades e danos ao consumidor.

A gente olha a entrega da quantidade do combustível, a cada 20 litros de combustível tem uma tolerância de 100 ml a favor do consumidor e 60 ml, se for em prejuízo do consumidor. Passando disso o proprietário é notificado para realizar o conserto do instrumento”, explicou a gerente regional do IPEM em Petrolina, Susan Turuda.

Fiscalizações

Além do combustível, o IPEM também observa os itens de segurança dos postos, vazamentos na bomba e a chamada “medida de volume”, objeto no qual o consumidor poderá solicitar o teste do combustível. “Se estiver prejudicando muito o consumidor, o instrumento é interditado. É dado um prazo de 10 dias e fazendo o conserto, a fiscalização volta lá e verifica se está tudo ok”, ressalta Turuda.

LEIA MAIS

Prodecon e Ipem fiscalizam postos de combustíveis em Petrolina 

Durante a fiscalização, 10 postos de Petrolina foram vistoriados (Foto: Ascom)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) está intensificando as fiscalizações aos postos de combustíveis de Petrolina (PE). Desta vez, o órgão preparou uma ação conjunta que foi realizada em parceria com o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) para inibir condutas ilegais às normas de defesa do consumidor.

A fiscalização realizada nesta terça-feira (12) teve como objetivo coibir infrações como a elevação abusiva de preços sem justa causa. Cerca de 10 postos de combustíveis de Petrolina foram vistoriados e tiveram que apresentar notas fiscais de compra de combustível que foram comparadas aos preços repassados aos consumidores.

LEIA MAIS

Ipem-PE verifica lombadas eletrônicas em Salgueiro e Serra Talhada

Antes de efetuar o pagamento de uma multa de trânsito, é importante o motorista verificar se o radar ou a lombada eletrônica foi verificado pelo Ipem. (Foto: Reprodução)

A partir desta terça-feira (12) equipes do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), iniciam a fiscalização de lombadas eletrônicas em Salgueiro, Serra Talhada, Arcoverde, Belo Jardim, Garanhuns e Lajedo.

A fiscalização que segue até o dia 15, avaliações vão ser realizadas em cinco velocidades diferentes, dependendo das condições da pista. Em caso de reprovação do equipamento, ele é interditado e submetido a uma nova verificação após o reparo. Para que as multas emitidas em função dos radares tenham legitimidade e atenda aos parâmetros do Código de Trânsito Brasileiro, o aparelho precisa ser verificado e aprovado pelo IPEM-PE e estar dentro do prazo de validade, que é de um ano.

Antes de efetuar o pagamento de uma multa de trânsito, é importante o motorista verificar se o radar ou a lombada eletrônica foi verificado pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Pernambuco. Isso pode ser feito observando o espaço reservado na notificação de trânsito destinado ao número do certificado da verificação.

Em seguida, basta entrar com recurso junto ao órgão responsável pelo aparelho, que anula as multas aplicadas no período não autorizado, ou seja, fora do prazo de validade dos certificados de verificação. No caso do pardal ou lombada não estar dentro das normas estabelecidas por lei, o motorista lesado poderá imprimir a página onde consta a informação, e apresentar como prova.

‘Operação Semana Santa’ realiza fiscalização na PE-647, em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Uma parceria entre o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem) e a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (Ammpla), iniciou nesta quarta (5) a ‘Operação Semana Santa’. A iniciativa acontece na PE-647, que liga Petrolina à Sobradinho.

A fiscalização tem o foco voltado para a velocidade de ônibus, micro-ônibus, vans de transporte e caminhões, monitorando o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade dos veículos. A operação acontece das 8h às 12h, e é termina amanhã (7).

Ipem: Começou a verificação anual dos taxímetros em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Começou nesta segunda-feira (30) e segue até outubro o período de verificação anual dos taxímetros em Petrolina. Nesta segunda (30) e terça-feira (31) estão sendo vistoriados os táxis com placas que terminam em 1. De acordo com o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (IPEM), serão verificadas as condições dos pneus e o funcionamento dos taxímetros.

As vistorias acontecerão durante dois dias do mês, até o mês de outubro, em que serão vistoriados os últimos táxis, pela escala, os que tem placa terminando em 0.

Para fazer a vistoria o taxista deve apresentar a seguinte documentação na sede do Ipem em Petrolina: certificado oficial de última aferição, cópia do CRLV, termo de permissão da prefeitura e cópia de comprovante de residência. Em seguida, o proprietário deve levar o veículo para o local da vistoria na data indicada.

A vistoria é obrigatória. Aqueles que não comparecerem a vistoria ficam sujeitos a multas. Estas variam de R$100 até R$ 1.500.000. Já os taxistas que perderem o prazo, precisam comparecer ao Ipem para agendar a vistoria do ano.

Os táxis aprovados, taxímetro e veículo receberão os selos e lacres de verificação, além do certificado de verificação metrológica. Já se o taxímetro não for aprovado na verificação, o taxista é orientado a levar o equipamento em uma oficina credenciada para fazer os reparos no mesmo dia e voltar para o local de verificação para confirmar o reparo.

Com informações do G1

Gerente do Ipem destaca cronograma de vistoria dos taxímetros em Petrolina

Taxi-1

A gerente regional do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), Maria Irenilce Alves, participou na manhã desta quinta-feira, 28, do programa Opinião da Rádio Grande Rio AM, apresentado pelo radialista Francisco José, chamando a atenção dos taxistas para o período de vistoria dos taxímetros.

Irenilze frisou que hoje (28) serão vistoriados apenas os veículos  com placas terminadas em ‘1’, os demais veículos devem seguir o seguinte cronograma:

Placas com final ‘2’ dias 25 e 26 de fevereiro

Placas com final ‘3’ dias 18 e 19 de março.

Placas com final ‘4’ dias 28 e 29 de abril.

Placas com final ‘5’ dias 26 e 27 de maio.

Placas com final ‘6’ dias 23 e 24 de junho.

Placas com final ‘7’ dias 28 e 29 de julho.

Placas com final ‘8’ dias 25 e 26 de agosto.

Placas com fina ‘9’ dias 29 e 30 de setembro.

Os veículos com placas terminadas em ‘0’ (zero) serão vistoriados nos dias 27 e 28 de outubro.

Por outro lado, Maria Irenilce informou ainda que a partir do mês de março heverá um reajuste na tarifa em Petrolina. “Quero adiantar em primeira mão sobre o Decreto 0006/2016 que foi expedido pela Prefeitura de Petrolina, determinando o reajuste da nova tarifa para os consumidores, que a partir de março o Ipem estará se preparando para efetivar o cronograma e o chip para essa nova tarifa, então os consumidores se preparem porque a partir de março vai haver sim reajuste e se não me falha a memória aqui é em média de 17%”, enfatizou.