Isaac Carvalho aceita convite de Paulo Bomfim e assume Secretaria de Governo de Juazeiro a partir desta quinta

(Foto: Internet)

O ex-prefeito de Juazeiro (BA), Isaac Carvalho (PT), aceitou o convite do prefeito Paulo Bomfim (PCdoB) e retorna, a partir desta quinta-feira (3), à Prefeitura Municipal, ocupando o cargo de Secretário de Governo (SEGOV). Para assumir o cargo, Isaac pediu exoneração da função que exercia no Governo do Estado da Bahia.

“Será uma honra poder voltar a contribuir diretamente com o município. Entendi o convite do prefeito como uma convocação e estarei à disposição para ajudar neste projeto que tem feito a cidade avançar”, declarou Isaac, que na SEGOV, terá o papel de promover a articulação entre as diversas secretarias.

O perfeito Paulo Bomfim ressaltou a importância da experiência de Isaac Carvalho: “Trata-se de alguém com vasta experiência, que estava ocupando um cargo no governo estadual, mas poderá nos ajudar ainda mais atuando nas áreas de planejamento e gestão do nosso município”, disse o gestor municipal.

Vereadores aprovam contas dos exercícios 2015/2016 do ex-prefeito Isaac Carvalho

Com a presença de 18 vereadores em plenário a Câmara de Vereadores de Juazeiro, aprovou em sessão ordinária desta terça-feira (16/09), as contas da Prefeitura dos anos 2015 e 2016, que haviam recebido parecer prévio pela rejeição do Tribunal de Contas dos Municípios.

Atendendo o disposto na Lei, primeiro foi lido o parecer da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Fiscalização, exercício financeiro de 2015, de responsabilidade do Prefeito Isaac Cavalcante de Carvalho e exercício financeiro de 2016, também de responsabilidade do mesmo gestor, que levou em consideração o parecer do TCM “que não evidenciou grave infração à norma legal… que causasse danos ao erário, mas tão somente conflito de interpretação”, constituindo-se, na interpretação da Comissão “um contra senso” o parecer do TCM.

Fundamentando-se, portanto, na própria opinião técnica do TCM, que comprova “a inexistência de qualquer ato ou omissão deliberada” caracterizando “improbidade administrativa ou dolo contra o erário”, além de, sem explicações, mudar o parecer de aprovação para desaprovação, a Comissão opinou “pela integral aprovação das contas da prefeitura de Juazeiro, exercício financeiro de 2015, votando também pela rejeição do parecer prévio do TCM”.

Em relação ao exercício 2016, foram seguidos os mesmos trâmites, obedecendo-se ao determinado pela lei e também o parecer do relator foi pela aprovação integral, já que não há em todo o processo do TCM nenhuma evidência de dolo ao erário ou ato de improbidade e consequente rejeição do parecer prévio do TCM.

Atendendo pedido do Vereador Amadeus, submetido à aprovação do plenário, o Presidente Alex Tanuri colocou em votação nominal os Decretos Legislativos acompanhando os pareceres da Comissão. Foram 17 votos favoráveis e um contra, tornando aprovadas integralmente as contas dos exercícios 2015 e 2016 da Prefeitura Municipal de Juazeiro, Bahia.

Os decretos foram promulgados na mesma sessão.

Em nota PT de Casa Nova-BA esclarece que ex-primeira dama não é candidata pelo partido no município

No município de Casa Nova-BA, o Partido dos Trabalhadores (PT) é aliado do prefeito Wilker Torres. Desde a campanha que o partido apoia e participa da gestão atual. No entanto, uma postagem nas redes sociais e blogs da região, afirmando que a ex-primeira dama, Joelma Cota, que posa ao lado do ex prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho e do senador Jaques Wagner, possivelmente seria candidata do partido nas próximas eleições, fez com que a direção do partido emitisse uma nota esclarecendo o fato:

Às cidadãs e cidadãos, aos filiados e simpatizantes do PT em Casa Nova:

Desde a semana passada temos visto postagens nas redes sociais, nas emissoras e blogs regionais de uma ex-primeira dama de Casa Nova.

Posando ao lado do ex prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho e do nosso senador Jaques Wagner a senhora afirma que há uma decisão dos dois de tê-la como candidata a prefeita de Casa Nova pelo PT.

Em respeito aos nossos filiados e simpatizantes, no exercício de nosso dever enquanto Direção Municipal do Partido dos Trabalhadores e depois de consultar a Direção Estadual do Partido e o Secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, Josias Gomes, temos a esclarecer:

– Em nenhuma instância partidária houve pedido, sugestão ou menção à filiação da ex primeira dama. E, como todos sabem, só há candidaturas quando há filiação partidária.

– O ex prefeito de Juazeiro, recém filiado e um quadro muito bem-vindo ao PT, pode propor participar e discutir políticas partidárias, sugestões para preenchimento de cargos, mas a indicação do candidato a prefeito ou o apoio a um candidato de outro partido só os filiados, em convenção, aberta, transparente, livre e democrática, podem decidir;

– O Senador Jaques Wagner, um dos nossos quadros políticos mais importante, com uma imensa bagagem, tem toda a razão de posar com qualquer político de qualquer espectro. É tarefa dele, cumprida com excepcional competência, ampliar o leque de forças necessárias para derrotarmos o atraso e barrarmos na Bahia o avanço daqueles que o povo por três vezes consecutivas derrotou. Diferente e até desonesto é colocá-lo como defensor de candidaturas ao arrepio dos dirigentes partidários locais e estaduais;

– Por fim, participamos do atual governo; avaliando o sucesso das políticas que propomos e colocamos em prática, dividindo os ônus e os bônus de um governo que se esforça para superar as dificuldades encontradas e mudar Casa Nova, tirando-a do atoleiro gerencial, político, econômico e social que encontramos. Todos são benvindos a esta árdua tarefa, até mesmo os arrependidos, que querem contribuir com a mudança e resolveram não mais entender-se com o atraso; 

O PT, em nome da Direção Municipal, dos candidatos a Deputado Federal votados no município, dos filiados que estão em campanha para a renovação de nossa Executiva, reiteramos nossa determinação de escolher livremente os melhores caminhos para o nosso partido.

Casa Nova, 18 de agosto de 2019

Valério Rocha

Presidente

Todos os Candidatos a Presidente para 8 de Setembro

Zé Carlos Borges

José Luiz de Jesus Sena

Jailson dos Santos Sena  (o Gato)

Isaac Carvalho é o mais novo membro do Partido dos Trabalhadores; ato de filiação aconteceu nesta sexta-feira

Everaldo Anunciação e Isaac Carvalho. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Depois de ter sido convidado no últimos dias pelo Senador Jaques Wagner (PT), e ter o convite reforçado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), Isaac Carvalho, ex-prefeito de Juazeiro (BA), se filiou ao partido dos trabalhadores, nesta sexta-feira (7).

LEIA TAMBÉM:

“Agora a bola está com você”, diz Jaques Wagner ao convidar Isaac Carvalho para fazer parte do PT

A ficha de filiação de Isaac foi assinada pelo Presidente do Diretório do Partido dos Trabalhadores na Bahia, Everaldo Anunciação, que reforçou os posicionamentos de Rui e Wagner acerca da importância do ex-comunista para o projeto do PT, bem como expressou a satisfação dos petistas. “Estamos encerrando a semana de filiações  com alegria ao assinarmos a ficha de Issac Carvalho”, frisou.

Isaac foi candidato a deputado federal nas eleições de 2018, mas acabou impedido pela Justiça Eleitoral de ser diplomado por que foi enquadrado pela Lei da Ficha Limpa. O ex-prefeito de Juazeiro foi condenado em segunda instância por desvio de verbas públicas em 2010, quando exercia o cargo no executivo. No pleito, Isaac obteve 100.549 votos, que não foram computados.

Diário Oficial retifica informação sobre nova função de Isaac Carvalho no Governo da Bahia

O Blog mostrou na quinta-feira (23) a nomeação do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho para o cargo de Assistente Especial na Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) do Governo da Bahia. Contudo, a edição de hoje (24) tornou sem efeito a decisão de ontem.

LEIA TAMBÉM:

Bahia: ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho ocupará cargo na secretaria de Infraestrutura

Através de Decreto Simples assinado pelo governador Rui Costa (PT), tanto a exoneração de Isaac lotado no Gabinete do Governador, quanto a nomeação para a Seinfra foram anuladas. Ou seja, o ex-prefeito continua atuando na função a qual foi lotado em fevereiro desse ano, diretamente no gabinete de Costa.

Nossa produção entrou em contato com a assessoria de comunicação de Isaac em busca de informações sobre o que teria acontecido e se o ex-prefeito chegou a atuar na Seinfra. Até o momento não tivemos resposta.

Bahia: ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho ocupará cargo na secretaria de Infraestrutura

(Foto: Ascom)

O Diário Oficial da Bahia dessa quinta-feira (23) trouxe a mudança na função do ex-prefeito de Juazeiro (BA), Isaac Carvalho. O governador Rui Costa (PT) exonerou Isaac da função de Assistente Especial no Gabinete do Governador.

Agora o ex-prefeito de Juazeiro atuará também como Assistente Especial, mas na secretaria de Infraestrutura da Bahia, cujo comando está nas mãos do PSD, partido que tem se aproximado de Isaac desde sua desfiliação ao PC do B. A função tem o mesmo símbolo – DAS-2A.

Isaac está no governo de Costa desde fevereiro desse ano. O ex-prefeito disputou a eleição de 2018 como deputado federal, mas apesar de ter obtido votação suficiente para exercer o cargo, foi proibido pela Justiça. Desde que anunciou sua desfiliação do PC do B em abril, ele ainda não se filiou a outra sigla partidária.

“Estou deixando o PCdoB”, anuncia ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho

Ex-prefeito por duas vezes em Juazeiro e candidato a deputado federal, Isaac Carvalho (PC do B) anunciou nessa segunda-feira (8) sua saída do Partido Comunista do Brasil (PC do B). Através de suas redes sociais, Isaac disse não sair por desavenças pessoais e agradeceu a todos os companheiros de partido.

Foram 12 anos filiados ao PC do B. Nesse tempo ele construiu sua carreira política e ajudou a impulsionar o nome de Paulo Bomfim (PC do B), atual gestor da cidade baiana. “Na vida, porém, percursos muitas vezes precisam ser mudados. É preciso ter sabedoria, ouvir os amigos e pedir a Deus iluminação para permanecer trilhando caminhos de novas conquistas”, escreveu.

Impedido de assumir seu mandato como federal, Isaac exerce função comissionada no Governo da Bahia, após indicação do governador Rui Costa (PT). Não foi informado qual será o próximo partido do ex-prefeito. Leia a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Encontro promovido por Isaac Carvalho reúne lideranças políticas da região

(Foto: Ascom)

Durante o período de  pré-campanha e, em seguida, de campanha eleitoral quando reuniu diversas lideranças políticas do norte baiano, Isaac Carvalho (PC do B) obteve um resultado positivo nas urnas, conquistando mais de 100 mil votos, apesar de todas as dificuldades enfrentadas.

“Passado o processo eleitoral, que do ponto de vista político foi exitoso, agora assumi uma missão a mim confiada por Rui Costa como assessor especial da Governadoria, vi que já era hora de agradecer a todos os amigos e amigas, importantes lideranças da política regional, por todo o apoio durante a caminhada que consolidou o nosso projeto através da união de diversas forças”, explicou Isaac.

O Encontro de Lideranças Regionais com Isaac Carvalho aconteceu no último sábado (23), no Rancho Mandacaru, em Juazeiro (BA). Um  momento de análise sobre as perspectivas para 2020, através da explanação de especialistas nas áreas jurídicas e de marketing, com o advogado Luiz Antônio Costa e o jornalista e publicitário Fernando Veloso.

LEIA MAIS

Isaac Carvalho é nomeado Assistente Especial no Governo da Bahia

(Foto: Internet)

Ex-prefeito de Juazeiro e sem direito tomar posse como deputado federal, Isaac Carvalho (PCdoB) foi nomeado assistente especial no Governo da Bahia. A nomeação foi publicada no Diário Oficial nesta terça-feira (19) e Isaac atuará no Gabinete do Governador.

O ato foi assinado pelo governado Rui Costa (PT) na segunda-feira (18). O cargo ocupado por Isaac é de símbolo DAS-2A, do Quadro Especial da Casa Civil, cuja remuneração não foi informada pelo Governo do Estado.

Isaac foi condenado em Segunda instância por desvio ou uso indevido de verba. Em outubro ele se candidatou a deputado federal, obteve a votação necessária, mas não tomou posse devido as pendências que têm na Justiça.

Em nova condenação Isaac Carvalho volta a ser sentenciado por improbidade administrativa

O ex-prefeito de Juazeiro, no Sertão do São Francisco, Isaac Carvalho, teve novo revés na Justiça. É que o desembargador José Cícero Landin Neto reformou uma sentença de 1° grau na qual foram afastadas penalidades administrativas ao ex-gestor. Assim, Carvalho volta a ser sentenciado por improbidade administrativa [crime contra a administração pública], tendo os direitos políticos suspensos por três anos, além de pagar multa equivalente a 12 vezes o salário de prefeito à época dos fatos.

A medida do desembargador, publicada nesta quinta-feira (7), atende a pedido da promotora Andréa Mendonça da Costa. O caso em questão se refere à acusação de que o ex-gestor contratou, sem concurso público, um total de 1.049 servidores quando administrou a cidade. O ex-gestor, que obteve votação para se tornar deputado federal, não assumiu o mandato em Brasília devido à condenação por segunda instância [Lei da Ficha Limpa].

Em maio de 2016, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou a pena de cinco anos de suspensão dos direitos políticos. A acusação é que o ex-administrador teria desviado R$ 111,9 milhões da Lei Orçamentária de Juazeiro, em 2009.

NOTA ASSESSORIA ISAAC CARVALHO:

A Assessoria Jurídica de Isaac Carvalho informa que apesar da reforma da sentença, mais uma vez fica reiterado de que não houve dano ao erário público ou enriquecimento ilícito.

A defesa do ex-prefeito Isaac Carvalho irá recorrer da decisão do desembargador.

Informações foram “devidamente apresentadas” à Justiça Eleitoral, justifica defesa de Isaac Carvalho

(Foto: Ascom)

O ex-prefeito de Juazeiro (BA) e candidato a deputado federal em outubro, Isaac Carvalho sofreu mais um golpe nessa semana quando o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) rejeitou as contas da campanha à Câmara dos Deputados.

Em nota a assessoria de Isaac alega ter prestado todas as informações solicitadas. O TRE identificou irregularidades, afirmando que o candidato declarou apenas uma parte do dinheiro recebido, tendo-se omitido doações de uma empresa.

LEIA TAMBÉM:

Com cerca de R$ 1 milhão irregulares, Isaac Carvalho tem contas reprovadas pelo TRE-BA

O Tribunal também julgou ter havido omissão de despesa no valor de R$ 7.974,00. “Todas essas falhas, que são em número abundante, não foram confrontadas pelo prestador, quando devidamente intimado a fazê-lo”, discorreu o relator Freddy Carvalho Pitta Lima.

Confira a seguir a nota:

LEIA MAIS

Fachin nega liminar e Isaac recorrerá à segunda turma do STF

(Foto: Internet)

Em decisão proferida neste domingo, 16, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, negou pedido de liminar feito pelos advogados do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, que buscava suspender os efeitos da sentença do TJ-BA, no processo que originou a situação de inelegibilidade. Deputado eleito com mais de 100 mil votos, Isaac luta para reverter o indeferimento do registro da sua candidatura.

Como se trata de uma decisão monocrática, resta o caminho do colegiado do STF para que os advogados consigam a absolvição do ex-prefeito. Semana passada, Isaac obteve habeas corpus parcial que lhe garantiu a possibilidade de exercer cargos públicos. A assessoria jurídica buscará agora convencer a maioria dos ministros da Suprema Corte.

STJ concede habeas corpus parcial a Isaac Carvalho

(Foto: Internet)

Em sessão realizada na tarde desta quinta-feira (13), a 5ª turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu habeas corpus parcial ao ex-prefeito de Juazeiro (BA) e deputado federal eleito, Isaac Carvalho. O ato de ofício garante o redimensionamento da pena no processo que trata de possíveis violações à lei orçamentária no ano de 2015.

A decisão exclui a pena acessória de inabilitação para o exercício de cargos públicos, mesmo mantendo a sentença oriunda do TJ-BA. Os advogados de Isaac Carvalho trabalham agora em outras frentes para garantir a sua absolvição plena.

Em decisão unânime, TSE mantém indeferimento da candidatura de Isaac Carvalho

(Foto: Internet)

Ex-prefeito de Juazeiro (BA) e candidato a deputado federal, Isaac Carvalho (PC do B) sofreu mais uma derrota na Justiça. Na quarta-feira (5) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o indeferimento do registro de candidatura de Isaac, mantendo a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Na eleição de outubro Isaac teve mais de 100 mil votos, mas continua sem o direito de assumir seu mandato. Após uma série de derrotas nos órgãos superiores a defesa pretende recorrer na esfera da justiça comum.

“Temos plena convicção da legitimidade da nossa eleição. Recebemos do povo baiano mais de 100 mil votos e continuaremos nossa luta de fazer valer a escolha democrática dos eleitores. A própria justiça reconheceu que não provoquei danos ao erário”, declarou Isaac nas redes sociais.

STJ mantém condenação a Isaac Carvalho, defesa afirma que ex-prefeito recorrerá

(Foto: Ascom)

Ex-prefeito de Juazeiro e candidato a deputado federal no pleito de outubro, Isaac Carvalho (PC do B) teve mais uma derrota na justiça. O Superior Tribula de Justiça (STJ) negou um recurso interposto pela defesa e manteve a condenação de Isaac por desvio de verba enquanto era prefeito.

O despacho foi publicado nesta quarta-feira (13) e dessa forma Isaac permanece inelegível com base na Lei da Ficha Limpa, estando impedido de assumir seu mandato como deputado federal. Com isso Leur Lomanto Jr. (DEM) mantém sua cadeira na Câmara Federal.

Isaac foi condenado pela Justiça em 2015 a um ano, 11 meses e 10 dias de prisão, acusado de cometer ilegalidades com recursos públicos. Mesmo assim disputou as eleições de outubro e obteve 100.549 mil votos na eleição. A assessoria do ex-prefeito se manifestou através das redes sociais ainda ontem.

“Diante da decisão monocrática, no âmbito do STJ, revogando a liminar que beneficiava Isaac Carvalho, a assessoria esclarece: Através de novo recurso, a defesa agora passa a centrar esforços para conseguir a absolvição do ex-prefeito de Juazeiro e deputado eleito no colegiado do Superior Tribunal de Justiça. Cabe frisar que a decisão de hoje não se deu na esfera eleitoral”, se posicionou a comunicação de Isaac.

1234