Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Corte na educação será discutido na Câmara de Vereadores de Petrolina

(Foto: Internet)

O corte de 30% no recurso disponível às universidades e institutos federais, anunciado pelo governo federal no final de abril tem gerado preocupação nos alunos, professores e servidores das instituições de ensino. Em Petrolina a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e Instituto Federal do Sertão (IF-Sertão) já sentem a diminuição no repasse e os vereadores de Petrolina estão propondo um debate acerca do tema.

José Batista da Gama (PSB) que também é professor sugeriu a realização de uma audiência pública na Casa Plínio Amorim, a princípio, no próximo dia 4 de junho, durante a sessão. “Eu e a vereadora Cristina Costa estamos entrando com um Requerimento para realização de uma audiência pública tratar dos cortes nas universidades no dia 4 de junho, no horário do expediente da Câmara, para tratar desse assunto que vem sendo debatido no Brasil todo”, destacou o edil.

Na última semana alunos da região, juntamente com professores, servidores e centrais sindicais foram às ruas da cidade protestar contra o corte. Eles alegam que o governo federal quer enfraquecer a educação pública do país, prejudicando a formação acadêmica dos futuros profissionais.

Vereadores cobram providências para acabar com a “crackolândia” de Petrolina

Rua Abílio Dias, no Centro da cidade (Foto: Google Maps/Reprodução)

Apesar de não ter havido sessão na quinta-feira (18), devido o feriado da Sexta-Feira Santa, na terça (16) os vereadores de Petrolina apresentaram uma demanda de interesse popular: a segurança no Centro da cidade. Segundo Rodrigo Araújo (PSL), a Rua Abílio Dias se tornou uma crackolândia.

“Aquela rua vai sair no Viaduto, eu batizei como crackolândia de Petrolina. Você vê muito malandro vendendo droga, roubando. Não pode ficar um cartão postal de Petrolina, no Centro da cidade. O comércio hoje é maconha, crack. Aqui tá virando o Rio de Janeiro?”, afirmou.

Regeneração

José Batista da Gama (PSB) endossou a fala do colega e chamou o local de “crackolina”. Para o edil é importante não apenas cuidar da segurança, como também da recuperação desses usuários. “Nós temos que tomar providências junto às autoridades. É tentar recuperar essas pessoas [das drogas]”, destacou.

Prostituição

A discussão teve início após o vereador Ronaldo Silva (PSDB) apresentar uma Indicação solicitando melhorias na rua. “A gente tem se deparado com o tráfico de drogas e prostituição. Tem comerciante fechando suas portas porque não tem mais condição de trabalhar lá, é um absurdo isso no coração de Petrolina”, disse.

Vereadores analisam cinco projetos de lei na sessão de hoje, em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Cinco projetos de Lei constam na pauta da sessão que iniciou agora na Câmara de Vereadores de Petrolina. Todas as matérias para análise dos edis são de autoria do Poder Legislativo e dividem-se entre Medalha de Honra ao Mérito e Título de Cidadão.

Outras duas, o PL n° 021/2019 instituto no Calendário de Eventos Oficiais do Município de Petrolina a Semana de Educação Física e, proposta por Ruy Wanderley (PSC); e o PL n° 03/2019 o qual denomina diversos logradouros públicos, situados no Loteamento Nova Petrolina I, de José Batista da Gama (PSB).

Os edis discutem nesse momento suas Indicações e Requerimentos. Outros quatro PLs do Legislativo deram entrada hoje nas comissões competentes e deverão ser analisados nas próximas sessões.

Autores de projeto da manta caprina e ovina rebatem críticas sobre “roubo” de autoria

Após votação, vereadores posaram com pesquisadores (Foto: Ascom/CMP)

A votação do projeto que transforma a manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial de Petrolina não foi das mais tranquilas. Os vereadores José Batista da Gama (PSB), Maria Elena de Alencar (PRTBT), Ronaldo Souza (PTB) e Ronaldo Silva (PSDB) se envolveram em uma discussão que acabou tirando o foco da matéria.

Elena foi uma das autoras do projeto, ao lado de Aero Cruz (PSB) e Ronaldo Souza (PTB). E não ficou contente quando alguns colegas – Zé Batista e Ronaldo Silva – quiseram o mérito do PL. Zé, que foi ex-secretário de Agricultura chegou a expor publicamente durante a votação seu descontentamento.

LEIA TAMBÉM:

Pesquisadores celebram aprovação de projeto que torna manta caprina patrimônio de Petrolina

Vereadores aprovam projeto que torna manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial de Petrolina

“Fiquei surpreso quando vi esse projeto no meu gabinete, subscrito pela vereadora Maria Elena, pelos vereadores Aero Cruz e Ronaldo Cancão, sem nunca me consultar sobre o assunto”, criticou o vereador.

LEIA MAIS

Valgueiro critica vereadores “lagartixas” por não identificarem erro em projeto do reajuste salarial de agentes de saúde

Erro prejudicava classe, mas foi retificado (Foto: Blog Waldiney Passos)

Apesar da aprovação unânime do reajuste salarial dos Agentes de Saúde de Petrolina na sessão de ontem (21), Oposição e Situação se estranharam mais uma vez. Ao justificar seu voto favorável ao Projeto de Lei nº 004/2019, enviado a Câmara pelo Poder Executivo, Paulo Valgueiro “cutucou” a bancada governista.

O edil apontou um erro grave na redação do projeto e solicitou a retificação. O texto ao invés de prever o pagamento retroativo dos meses de janeiro e fevereiro determinava a revogação. O fato de a falha passar despercebida, segundo Valgueiro, mostra que os membros da Situação não prestam atenção nas matérias enviadas pelo Executivo e agem como “lagartixa.”

LEIA TAMBÉM:

Por unanimidade, vereadores aprovam reajuste salarial dos agentes de saúde

“Verificamos um erro que poderia prejudicar vocês, chamei atenção de Manoel [da Acosap] para que pudesse ser feita a correção. Um erro que veio do Executivo, talvez na hora de fazer o projeto e a gente que não é vereador lagartixa tem que estar aqui para ser legislador”, afirmou.

LEIA MAIS

Zé Batista manda recado a vereadores: “Aqui ninguém é dono de categoria”

Vereador foi crítico a quem quer ser considerado “herói” pelas categorias (Foto: Wesley Lopes/Ascom CMP)

A sessão de quinta-feira (21) na Casa Plínio Amorim foi marcada pela votação do reajuste salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate as Endemias de Petrolina. De forma unânime os edis aprovaram o aumento salarial das categorias, mas José Batista da Gama (PSB) não deixou barato.

LEIA TAMBÉM:

Por unanimidade, vereadores aprovam reajuste salarial dos agentes de saúde

Presidente da Acosap afirma que reajuste salarial será positivo a categoria

Para o edil, não é correto os colegas de Câmara se vestirem de “donos” das categorias, já que o reajuste foi previsto em lei federal, além do fato de o Poder Legislativo ter como prerrogativa defender os interesses da população. O recado pode ter sido uma indireta a Manoel da Acosap (PTB), representante dos ACS no Poder Legislativo.

“Não estou fazendo favor a ninguém, estou cumprindo com minha obrigação legislativa como homem público, respeitando a população petrolinense, seja qual for a categoria. Aqui ninguém é dono de categoria, a categoria pertence a seus sindicatos. A categoria tem livre arbítrio para escolher seus representantes”, disparou Zé Batista.

LEIA MAIS

Vereadores de Petrolina acusam Odacy Amorim de usar cargo para fazer campanha antecipada, presidente do IPA rebate críticas

Odacy (dir.) estaria fazendo campanha visando eleições de 2020, segundo vereadores (Foto: Internet)

José Batista da Gama (PSB) e Ronaldo Silva (PSDB) acusaram o diretor-presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT) de utilizar seu cargo no Governo do Estado para fazer promoção pessoal. Segundo os edis, Odacy faz campanha antecipada.

Ronaldo Silva lembrou um atrito que teve recentemente com o presidente do IPA, dando mais caldo a discussão. “Quero dizer ao ex-deputado Odacy Amorim, presidente do IPA que da última vez que falei dele, ele foi no programa de rádio e disse que eu fui mandado pelo senador Fernando Bezerra Coelho. Eu não sou vereador lagartixa, não sou pau mandado. Se não quer ser criticado, não faça o errado”, pontuou.

Justiça eleitoral

Ele foi além e mencionou uma matéria publicada na região do Araripe, na qual Lucas Ramos (PSB) faria uma denúncia na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), denunciando a postura de Odacy. Segundo Ronaldo,  o presidente do IPA trabalha para fortalecer seu nome e o de sua esposa, a deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT). “A Justiça Eleitoral abra os olhos, nós vamos estar fiscalizando, nós temos aqui que fiscalizar o presidente do IPA que se diz pré-candidato a prefeito“, destacou.

LEIA MAIS

Câmara de Petrolina deve ganhar Comissão Suprapartidária para vistoriar serviço da Compesa

Situação e Oposição devem se unir para tratar tema (Foto: Blog Waldiney Passos)

O serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Petrolina voltou a ser abordado  na Câmara de Vereadores de Petrolina, onde na sessão de quinta-feira (14) foi sugerida a criação de uma Comissão Suprapartidária.

A ideia foi apresentada por José Batista da Gama (PSB) e teria como missão fiscalizar as Estações Elevatórias de Esgoto da cidade. “[A Comissão vem] para nós visitarmos as elevatórias da Compesa, que são 31 de esgoto e para os senhores terem ideia, só depois que a Armup começou a multar a Compesa eles começaram a colocar bombas de reserva. Quando queima uma bomba o esgotamento sanitário vai todo para o rio São Francisco”, explicou o edil.

Bancadas de Oposição e Situação unidas

Para Zé Batista, a Compesa não se importa com os petrolinenses e uma prova disso é que os servidores de chefia “são servidores que não conhecem a realidade da cidade e dos munícipes”. A sugestão recebeu o apoio dos colegas de Casa Plínio Amorim e por ser suprapartidária, deve incluir membros da Oposição e Situação.

“Conte comigo que eu vou acompanhar vocês”, destacou Domingos de Cristália (PSL), membro da Bancada de Oposição. Zé Batista sugeriu visitas a sede e interior de Petrolina, para elaborar um documento a ser entregue ao Governo de Pernambuco. Contudo, apesar da solicitação não foi discutida como será formada a Comissão Suprapartidária, quantos membros terá.

Vereadores de Petrolina aprovam de forma unânime projetos de lei

Matérias foram aprovadas de forma unânime (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os cinco projetos de lei colocados em votação na manhã dessa quinta-feira (14) na Casa Plínio Amorim foram aprovados por unanimidade pelos edis. Discutidos de forma rápida, as matérias foram aprovadas por 18 votos a zero e agora seguem para a sanção do prefeito Miguel Coelho (PSB).

As matérias propunham denominação de ruas no bairro Jardim São Paulo, através do PL nº 014/2019 de Maria Elena de Alencar (PRTB) e no Jardim Maravilha via PL n° 012/2019 de José Batista da Gama (PSB). As demais matérias foram propostas por Cristina Costa (PT), propondo a inclusão no calendário oficial do Carnaval da cidade a participação da rede de Mulheres do São Francisco com o bloco “Quem Disse que a Gente não Vinha?”, através do PL n° 007/2019.

Maria Elena e Rodrigo Araújo (PSC) propuseram ainda a concessão de Título de Cidadã Petrolinense a Maria do Socorro Carvalho Amariz Gomes e a instituição do Dia Municipal dos Agentes de Combate a Endemias, respectivamente.

Além disso 19 Indicações e 5 Requerimentos foram lidos e aprovados pelos vereadores. Sem mais a tratar, o espaço da sessão foi utilizado pelos vereadores inscritos na Ordem do Dia para uso da Tribuna Livre.

Com dois feriados seguidos, vereadores de Petrolina aprovam sessão na sexta-feira pós carnaval

Edis não concordaram com folga extra na quinta (Foto: Blog Waldiney Passos)

O feriado de carnaval modificará o funcionamento da Câmara de Vereadores. Terça-feira (5) é feriado nacional, quarta-feira (6) é comemorada a Data Magna em Pernambuco e também não haverá expediente na Casa Plínio Amorim.

Com dois feriados seguidos, os servidores da Câmara afirmaram que não teria tempo hábil para elaborar a pauta de quinta-feira (7). O comunicado foi feito pelo presidente em exercício, Ronaldo Souza (PTB) e gerou um debate entre os edis para que houvesse pelo menos uma sessão na próxima semana.

Mudança de data

A ideia surgiu com Gabriel Menezes (PSL) que solicitou a mudança da sessão de quinta para sexta-feira (8), com a intenção de dar tempo para o setor legislativo elaborar a pauta. Em seguida Ronaldo abriu a discussão e os edis, por maioria optaram por trabalhar na sexta.

LEIA MAIS

Polêmico áudio de vereador sobre Nova Semente divide Casa Plínio Amorim

Situação “blindou” governo, enquanto situação criticou esquema para favorecer vereadores (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um áudio do vereador Elias Jardim (PHS), membro da bancada governista, repercutiu a nível estadual. Tudo porque o edil afirmou que as vagas das funcionárias do Nova Semente passam pelos edis. Elias criticava a postura de uma de suas indicadas, já que a mesma não estava lhe dando satisfação.

Na sessão de terça-feira (26), a primeira após o vazamento do áudio, os membros da Casa Plínio Amorim voltaram ao tema e como era de esperar, a oposição criticou a gestão municipal e o colega de Câmara. Gabriel Menezes (PSL) foi o primeiro a tocar no assunto e direcionou sua fala ao Governo Municipal.

Oposição critica forma de seleção

“As pessoas são tratadas como objetos descartáveis quando não servem para atender os interesses pessoais do grupo. No Estado a imagem de Petrolina hoje é essa”, alfinetou o edil. Cristina Costa (PT) lamentou a ausência de Elias na sessão, se disse preocupada com o teor do áudio vazado e antecipou uma investigação da Câmara.

“A forma como se coloca isso, tá parecendo que está dando emprego numa empresa sua, tão esquecendo que é o público, quem paga os impostos é a população de Petrolina. Nós recebemos uma denúncia sobre o concurso público e vamos nos reunir”, disse a petista.

LEIA MAIS

Licitação para recapear principais avenidas de Petrolina será realizada em março

Avenida da Integração será uma das contempladas (Foto: ASCOM)

Cinco avenidas de Petrolina serão recapeadas em breve. Foi o que assegurou o vereador José Batista da Gama (PSB) durante a sessão de terça-feira (19) na Casa Plínio Amorim. Segundo Zé Batista, no começo de março uma licitação será realizada.

“No dia 7 de março vai haver uma licitação para recapeamento de cinco avenidas principais de Petrolina que são: Cardoso de Sá, Nilo Coelho, das Nações, Clementino Coelho e Integração”, afirmou o edil durante discurso no plenário.

Zé Batista que já foi secretário de Miguel Coelho nos dois primeiros anos de gestão também comentou a situação atual das vias públicas e disse que, com o serviço os problemas serão resolvidos. “Recebendo esse recapeamento vai resolver todo o problema dessas cinco avenidas e consequentemente vai desafogar o trânsito porque é caótico hoje o que nós temos na nossa querida Petrolina”, finalizou.

LEIA MAIS

Imbróglio político entre Compesa e Petrolina é discutido na Casa Plínio Amorim

Vereadores reconheceram falta de investimento, mas cobraram debate amplo (Foto: Blog Waldiney Passos)

O serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deu tom aos discursos dos vereadores de Petrolina na sessão de quinta-feira (14). E o tema mostrou um alinhamento de pensamentos entre as duas bancadas da Câmara.

José Batista da Gama (PSB), ex-secretário do prefeito Miguel Coelho (PSB) citou a falta de investimento da Compesa no município e foi acompanhado por Gabriel Menezes (PSL) e Gilmar Santos (PT). Os membros da oposição ratificaram a fala do colega sobre a falta de interesse da companhia com os petrolinenses.

“Interesse político”

“Desde 2003 que existe uma quebra de braço entre o município de Petrolina e o Governo de Pernambuco. Nas entrelinhas é bom que se frise: isso só existe porque existe o interesse político. O Governo de Paulo Câmara tem interesse de continuar com a Compesa porque é a menina dos ovos de ouro, porque aqui se arrecada e não se aplica um milhão em Petrolina”, destacou Zé Batista.

LEIA MAIS

Zé Batista pede união no grupo e afirma que bancada “é cheia de ego”

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O biênio 2017/2018 na Câmara de Vereadores de Petrolina não contou com a presença de José Batista da Gama (PSB), que se licenciou do seu mandato para ser secretário nos primeiros anos da gestão do prefeito Miguel Coelho (PSB). De volta ao Legislativo, Zé Batista teceu críticas a bancada governista durante a sessão de ontem (12).

Ele foi duro ao avaliar o bloco da situação que ficou rachado durante a escolha das Comissões Permanentes para o biênio 2019/2020. A nossa bancada é cheia de ego, é totalmente desunida. É cada um querendo empurrar o outro. É cada um querendo subir na costa dos outros. Vamos ser mais amigos, ser mais companheiros, ser mais grupo”, declarou o vereador.

Para Zé Batista, cada edil tem direito de brigar por seu espaço, contudo isso não significa derrubar o outro. “Grupo seguro, honesto, de responsabilidade não se desfaz e o nosso a cada dia que observa, é o ego. Meu espaço ninguém toma, cada um que tenha seu espaço e que brigue sem derrubar os outros”, finalizou.

De volta à Câmara, Zé Batista quer embates no campo das ideias e critica brigas pessoais entre vereadores

Vereador inicia mandato após servir por dois anos como secretário (Foto: Blog Waldiney Passos)

A primeira sessão do ano em Petrolina contou com um velho rosto conhecido dos petrolinenses. Após se licenciar das atividades como vereador nos dois primeiros anos do mandato, o vereador José Batista da Gama foi recebido pelos colegas nessa terça-feira (5) e disse que o momento é de trabalhar.

Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário na primeira metade do governo de Miguel Coelho, Zé Batista disse em alto e bom tom que não terá disputas pessoais com ninguém. “Serei o guardião aqui na Câmara de Vereadores para discutir de forma racional no campo das ideias, sem combate pessoal com ninguém no sentido de aprovar os projetos do Executivo em prol dos petrolinenses”, afirmou o edil.

Dizendo-se saudoso por voltar à Casa Plínio Amorim, Zé Batista comentou que os embates do ano passado devem ser esquecidos, principalmente as brigas pessoais. “Nós temos que nos compenetrar que somos autoridades e como tal, temos que dar bom exemplo à população”, finalizou.

123