Ronaldo Silva critica clima “político” contra Agrovale: “Sempre trouxe a prosperidade para nossa cidade”

Ronaldo Silva defendeu Agrovale (Foto: Blog Waldiney Passos)

Para o vereador Ronaldo Silva (PSDB) a população petrolinense está sendo injusta com a Agrovale. O edil citou as recentes queixas de petrolinenses na imprensa local, criticando a presença de fuligem em suas residências. Para Ronaldo, essa onda de manifestação é política.

LEIA TAMBÉM:

Incêndio destrói 7,14 hectares de cana-de-açúcar da Agrovale; empresa afirma que ação foi criminosa

“Quando cheguei aqui em 87 foi a Agrovale que me acolheu me dando oportunidade para que eu pudesse trabalhar e construir uma família. Meu sogro foi um dos primeiros gerentes. Hoje a Agrovale emprega mais de 5 mil funcionários direto, mais de 20 mil funcionários indiretos. A Agrovale joga na economia da nossa região mais de R$ 200 milhões em salário”, destacou o edil.

LEIA MAIS

Zé Batista quer mais acessibilidade no Centro de Petrolina

Edil quer mais acessibilidade na cidade (Foto: Reprodução)

O vereador José Batista da Gama quer mais atenção aos deficientes de Petrolina. Na sessão da última quinta-feira (10) o edil pediu à Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos a construção de rampas e acessibilidade aos banheiros externos do Bambuzinho e logradouros públicos.

“É deprimente o que a gente vê em Petrolina, cadeirantes homens e mulheres ali no Centro da cidade quando procuram os agentes financeiros e as casas comerciais, de repente tem necessidade de ir ao banheiro e não tem acesso. O Bambuzinho é um exemplo“, afirmou Zé Batista.

Para ele, as pessoas que passam pelo Centro não têm onde fazer suas necessidades e a situação fica ainda mais complicada aos deficientes. “Os banheiros externos têm que ter acessibilidade a cadeirantes. Estou fazendo um apelo para que façam esse acesso em todos os logradouros públicos em Petrolina”, disse. A Indicação n° 1205/2019 foi aprovada e seguirá para análise do prefeito Miguel Coelho.

Vereadores de Petrolina rebatem nota de Lucinha Mota

Tema foi destaque na Câmara de ontem (Foto: Blog Waldiney Passos)

A nota dos pais da garota Beatriz Angélica Mota causou um mal-estar entre os vereadores de Petrolina, os quais comentaram o texto e demonstraram apoio aos colegas Cristina Costa (PT) e Ronaldo Cancão (PTB) citados por Lucinha Mota e Sandro Romilton.

Para Ruy Wanderley (PSC), a nota deixa os vereadores tristes tendo em vista que a “Casa em dois momentos atendeu Sandro e Lucinha”. O edil lembrou que, apesar da dor compreensiva do casal, eles não têm direito de criticar a Casa Plínio Amorim por ceder espaço a Wank Medrado, advogado de Allinson Henrique de Carvalho. “Nós nunca nos furtamos de estar com Lucinha nos momentos mais difíceis, essa Casa foi solidária a ela. Os pares, todos foram solidários a ela no passado, no presente e vai ser no futuro“, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Cancão responde pais de Beatriz: “Não queiram encontrar mais um culpado”

Caso Beatriz: família emite nota contra Câmara de Vereadores; Osório afirma que Legislativo está de portas abertas ao povo

José Batista da Gama (PSB) lembrou que os membros da Casa compõem o Poder Legislativo e cabe à Justiça julgar e apontar erros em investigações. “Nós não podemos ser acusados aqui de nada. A Comissão de Direitos Humanos foi criticada ontem, ela não pode medir os vereadores com a régua dela. Nós temos que ter respeito“, destacou.

LEIA MAIS

Zé Batista manda recado a Odacy Amorim: “É preciso que Petrolina conheça seu estilo”

Comentários de Odacy não foram ignorados pela Câmara de Vereadores (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os vereadores da bancada governista não pouparam críticas ao ex-deputado estadual e hoje diretor-presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT). Os aliados do prefeito Miguel Coelho não ficaram satisfeitos com os comentários direcionados ao trabalho do gestor.

Mais enfático, José Batista da Gama cutucou Odacy e lembrou como foi a entrada do hoje petista no grupo de Fernando Bezerra Coelho. “Foi indicado por mim, Ruy Wanderley, Maria Elena e Osório [Siqueira] naquela década quando o prefeito estava compondo a sua chapa e escolhendo ser vice, quem lhe indicou fomos nós da bancada”, disse.

Caso de polícia

Zé Batista não parou por ai e acusou Odacy de ter cometido irregularidades enquanto prefeito de Petrolina. “Você é desatrevido porque pegou, na época o saneamento da Bacia do Dom Avelar, desfilou dezenas e dezenas de cheques, que foi revertido pelo prefeito Julio Lóssio. Você está na Polícia Federal indiciado para devolver R$ 4 milhões. É preciso que Petrolina conheça seu estilo”, destacou.

LEIA MAIS

Vereadores aprovam 117 emendas da LDO, mas rejeitam solicitação de Cristina Costa

Membros da Comissão de Finanças apresentam parecer da LDO (Foto: Jean Brito/CMP)

Principal projeto colocado em pauta na sessão da última terça-feira (10), a Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) foi aprovada por 20×0. A matéria proposta pelo Poder Executivo determina as prioridades e metas; organiza o orçamento; e impõe metas fiscais à Prefeitura.

LEIA TAMBÉM:

Câmara Municipal de Petrolina aprova Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020

No documento a gestão municipal discrimina como serão executados serviços de saúde, educação, desenvolvimento social, econômico entre outros pontos. Para 2020 o orçamento da Prefeitura será de R$ 925.172.99,42. Como de praxe os vereadores apresentaram suas emendas sugerindo onde o Executivo deve priorizar investimentos.

LEIA MAIS

Tema de audiência pública, Plano de Arborização quer corrigir erros em Petrolina

Câmara promove debate sobre arborização em Petrolina (Foto: Blog Waldiney Passos)

Tornar Petrolina uma cidade mais verde é uma das metas do Plano de Arborização Municipal, tema da audiência pública realizada pela Câmara de Vereadores nesse momento na Casa Plínio Amorim. A discussão foi proposta por José Batista da Gama e conta com a participação de diversas entidades.

LEIA TAMBÉM:

Vereador Zé Batista quer debate sobre Plano de Arborização em Petrolina

Segundo Zé Batista, o projeto de arborização vem sendo discutido há oito meses e busca deixar um legado para as próximas gestões. “Nós vivemos a margem do São Francisco, mas temos ruas sem árvores plantadas. Petrolina pode ser no futuro exemplo. Hoje estamos apresentando à sociedade petrolinense essas informações”, disse o edil.

Diretor de projetos da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Victor Flores destaca que o Plano busca corrigir falhas na arborização de Petrolina, prevê quais espécies podem ser plantadas, com qual tamanho e como será feito o descarte em caso de podas.

LEIA MAIS

Vereador Zé Batista quer debate sobre Plano de Arborização em Petrolina

(Foto: ASCOM)

A Câmara de Vereadores de Petrolina deve realizar na próxima quinta-feira (5) uma Audiência Pública para discutir o Plano de Arborização Municipal. O debate foi proposto pelo vereador José Batista da Gama, no final de agosto e aprovado pelos colegas de Casa Plínio Amorim.

Engenheiro agrônomo, Zé Batista propôs a participação de diversos órgãos, entre eles Embrapa, Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH), Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) e IF-Sertão. Na audiência serão analisados os pré-requisitos do projeto, em especial, os aspectos urbanísticos e paisagísticos do município.

“Antes da formação do Plano de Governo eu já discutia a possibilidade de entrar com um projeto municipal de arborização, considerando que nossa cidade é crua, carente de arborização. Como engenheiro agrônomo eu sentia esse dever”, justificou o edil.

Mortandade das abelhas

O vereador já antecipou que fará um novo pedido para realização de audiência na Casa Plínio Amorim, porém, voltada às abelhas. “É uma preocupação nossa com a cadeia produtiva, as abelhas estão morrendo e quem é responsável pela produção de alimentos é a abelha”, pontuou.

“Se isso ocorrer eu vou denunciar o nome do vereador”, dispara Zé Batista a colegas de bancada

Ex-secretário colocou colegas de bancada na berlinda (Foto: Ilustração)

O vereador José Batista da Gama não tem papas na língua, isso o petrolinense já sabe. E ontem (29) disparou contra colegas de bancada governistas, os quais estariam usufruindo da aproximação com o Poder Executivo para transformar a distribuição de água em práticas ilícitas.

Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário na gestão do prefeito Miguel Coelho, Zé Batista se disse indignado ao ouvir conversas de bastidores de que vereadores da Situação estariam cobrando para ter direito a carros pipas no programa Água Boa e, consequentemente, ter poder em relação aos eleitores do interior.

“Quero chamar atenção dos vereadores da Bancada que eu tô ouvindo falar que o prefeito vai contratar 10 caminhões e que o caminhão inclusive será entregue a lideranças do interior. Não é para fazer politicagem barata em cima da miséria do povo que está passando sede”, bradou o vereador.

LEIA MAIS

Fernando Bezerra se reúne com agricultores do Pontal para discutir abastecimento de água no Projeto

(Foto: Ascom)

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) passou a semana em Petrolina e na sexta-feira (21) ele cumpriu agenda com agricultores do Projeto Pontal. O tema do encontro, que contou com a presença do vereador José Batista da Gama (PDT) e do superintendente da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, é o corte no abastecimento de água de 450 famílias no projeto.

De acordo com o Conselho de Usuários da Água do Sistema Perenizado (ConsuPontal), faz 20 dias que a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf alega problemas nas bombas de transmissão. O problema afeta diretamente a produção agrícola no Pontal, em especial o pequeno agricultor.

“Nós prevemos que, se continuar sem o fornecimento, no máximo em 30 dias, algumas propriedades vão ficar sem uma gota de água”, disse o presidente do ConsuPontal, Antônio Averlangem Corcino.

O senador e líder do Governo solicitou ao grupo de agricultores a elaboração de uma proposta que buscasse equilibrar a relação entre os moradores do Pontal e a Codevasf. Bezerra Coelho lembrou que a legislação impede que a 3ª SR forneça água sem outorga.

Na última sessão do semestre, vereadores aprovam 17 projetos em Petrolina

Matérias seguem para sanção do prefeito (Foto: Blog Waldiney Passos)

Além do Título de Cidadão Petrolinense a Sérgio Moro, a última sessão do primeiro semestre legislativo na Casa Plínio Amorim, realizada na manhã de terça-feira (18), teve em pauta 17 projetos de Lei, todas proposições do Poder Legislativo.

Entre os temas menos relevantes estavam um Título de Cidadão Petrolinense – proposto por Osinaldo Souza (PTB) – duas Medalhas de Honra ao Mérito, de autoria de Osinaldo e outro de Gilmar Santos (PT); Denominação de via pública cujos autores foram José Batista da Gama (PDT), Ronaldo Cancão (PTB) e Ronaldo Silva (PSDB), além de uma denominação de espaço público, cujo autor é Rodrigo Araújo (PSC).

Os outros 12 PLs tratavam de temas de relevância social e juntamente com os citados anteriormente, foram aprovados por 20 votos a zero.  Agora as matérias seguem para sanção do prefeito Miguel Coelho. Confira a seguir os projetos aprovados na sessão de ontem na Câmara de Petrolina:

LEIA MAIS

“Eles sabem que se bater em mim, recebem resposta”, afirma Zé Batista sobre “fogo amigo” na Câmara

Zé Batista fala sobre “fogo amigo” na Câmara.

Ex-secretário nos dois primeiros anos de gestão de Miguel Coelho, o vereador José Batista da Gama (PDT) comentou a situação do “fogo amigo” que ele enfrentava enquanto titular da pasta de Agricultura. Segundo Zé, a situação diminuiu porque ele não permite mais.

LEIA TAMBÉM:

Sem ficar em cima do muro, Zé Batista confirma saída do PDT: “Vou procurar um partido para me agasalhar”

“Pararam porque eu tô na Câmara, eles sabem que se bater em mim eles recebem resposta. Eles faziam isso porque não me queriam na secretaria. Sai de cabeça erguida, fiz obras. Está aí para quem quiser ver”, afirmou em coletiva de imprensa na última sessão (11).

LEIA MAIS

Sem ficar em cima do muro, Zé Batista confirma saída do PDT: “Vou procurar um partido para me agasalhar”

Vereador comentou sobre obra na UPAE e seu futuro político (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Tô pouco me lixando para isso”. Foi assim que o vereador José Batista da Gama hoje no PDT comentou a situação da sigla em Petrolina que agora tem como líder Edinaldo Lima, ex-vereador e candidato a prefeito pelo grupo de Julio Lóssio, oposição ao governo de Miguel Coelho, de quem Zé é aliado de longa data.

Na sessão de terça-feira (11) o vereador afirmou que está deixando o PDT porque não é de ficar em cima do muro. “Tomei conhecimento semana retrasada, boa viagem ao PDT e boa viagem a Edinaldo Lima. Tô pouco me lixando pra isso, tenho luz própria e posso muito bem me filiar a qualquer outro partido da base aliada. Vou procurar um partido para me agasalhar e agasalhar meu filho, Pé de Galo que será candidato a vereadora na próxima eleição”, afirmou.

Apesar do posicionamento de sair do PDT, Zé Batista destacou que ainda não escolheu sua próxima casa. “Não existe dono do nariz em política. A gente tem que ouvir as lideranças maiores, nós dependemos delas. Vou ouvir o senador, o deputado federal e o prefeito. O partido que a gente achar que vai ser mais conveniente para a gente, a gente vai se filiar. Existe o MDB, o PSL, o DEM que é minha origem, mas eu sou daqueles que não olha para partido, eu olho para a pessoa. Não é o partido que vai definir eleitorado”, ressaltou.

LEIA MAIS

Portadores de fibromialgia de Petrolina terão direito a vagas prioritárias de estacionamento

Vale tem Associação de portadores de fibromialgia, que celebram aprovação de projetos na Câmara de Petrolina (Foto: Ascom)

Os portadores de fibromialgia em Petrolina ganharam duas leis municipais que vão beneficiá-los. O prefeito Miguel Coelho sancionou na sexta-feira (7) duas propostas aprovadas na Câmara de Vereadores no mês passado. A primeira delas é a Lei n°3.186/2019, a qual institui o atendimento preferencial em vagas de estacionamento e assentos em transportes públicos.

Proposta por José Batista da Gama (PSB), a lei prevê que eles também tenham atendimento preferencial na fila de estabelecimentos como bancos, assim como gestantes, idosos e deficientes. No tocante às vagas de estacionamento, os portadores da doença poderão estacionar nas vagas destinadas a idosos e deficientes.

Caberá à secretaria Municipal de Saúde emitir uma carteira aos portadores de fibromialgia, a ser utilizada por eles na sinalização do veículo estacionado em vaga preferencial. A lei já está valendo a partir da data de sua publicação, no caso, ontem.

LEIA MAIS

Representantes de instituições federais de ensino demonstram preocupação com contingenciamento no recurso da educação

Audiência pública reuniu representantes das instituições federais (Foto: Jean Brito/CMP)

Na manhã de terça-feira (4) a Câmara de Vereadores de Petrolina realizou uma Audiência Pública para discutir o chamado contingenciamento de 30% do recurso da educação. O debate foi solicitado pelos vereadores José Batista da Gama (PSB) e Cristina Costa (PT), que também são professores.

Para Zé Batista, o tema – apesar de nacional – repercute na região. “Esse é um problema que versa hoje nas universidades e institutos federais. Havendo esse contingenciamento o plano de trabalho será exaurido para meados de julho. Sou egresso do Instituto Federal, não é brincadeira você trabalhar [com pouco dinheiro] e o orçamento e ainda ter o contingenciamento”, destacou o vereador.

Relatório

A Audiência Pública, explicou o vereador, resultaria em um relatório elaborado pela Câmara que será enviado aos deputados federais representantes da região, a fim de reivindicar junto ao Governo Federal a revisão do contingenciamento.

Em sua fala Zé Batista fez questão de destacar que os desvios de verbas públicas em universidades – repercutidas nacionalmente – não citam uma única instituição de ensino do Nordeste e elogiou a gestão da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e do IF-Sertão.

Educação não tem bandeira

Co-autora do pedido para a realização da Audiência, Cristina fez questão de frisar que a educação não tem bandeira partidária. “Hoje temos uma agenda que não traduz o sentimento da escola pública e da universidade pública. Nós temos que discutir o fortalecimento das universidades, das escolas, reforçar a transparência e cobrar mais investimentos. O desenvolvimento de uma nação pela educação”, destacou.

LEIA MAIS

Câmara de Vereadores de Petrolina realiza Audiência Pública sobre corte na educação

Corte anunciado pelo Governo Federal atinge as instituições da região, entre elas a Univasf (Foto: Arquivo)

Depois de sediar uma Audiência Pública sobre o risco de contaminação do Rio São Francisco pelos rejeitos da Barragem de Brumadinho na segunda-feira (3), hoje (4) a Casa Plínio Amorim promove mais um debate de relevância nacional.

A pedido dos vereadores José Batista da Gama (PSB) e Cristina Costa (PT), às 10h uma audiência discutirá o corte de 30% na educação, anunciado pelo Governo Federal no final de abril e que atinge as universidades e institutos federais do Brasil, incluindo o IF-Sertão e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Reitores das universidades de Petrolina, diretores das faculdades particulares, deputados estaduais, federais e o prefeito Miguel Coelho foram convidados para o encontro. A audiência será realizada após a sessão ordinária que hoje não tem projetos de lei em pauta.

1234