Eleições 2020: Humberto Costa coloca Odacy como candidato do PT em Petrolina

Para senador, Odacy deve ser candidato do PT em Petrolina (Foto: Ascom)

Se depender do líder do PT no Senado, Humberto Costa, Odacy Amorim será o candidato do partido em Petrolina. Nessa sexta-feira (6), Humberto participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal e deixou claro: a sigla vai trabalhar em torno de Odacy.

LEIA TAMBÉM:

Humberto Costa visita Petrolina nessa sexta-feira

“Hoje a direção municipal do PT em Recife tem uma posição favorável a manter a aliança [com o PSB], aqui em Petrolina a ideia é tentar unir todos os partidos da Frente Popular em torno de uma candidatura, no nosso caso é do nosso companheiro Odacy Amorim“, destaca.

Segundo turno em 2020?

O senador está cumprindo agenda em Petrolina hoje e na sua pauta está o fortalecimento da esquerda como oposição a Jair Bolsonaro. Para ele, a Oposição deve se unir e lançar no mínimo, duas candidaturas na tentativa de forçar um segundo turno em 2020.

LEIA MAIS

Paulo Vagueiro afirma que Julio é candidato a prefeito e que não avalizou ida de Raimunda Sol Posto ao grupo de Miguel Coelho

Ex-vereadora Raimunda Sol Posto e o ex-prefeito Julio Lossio. (Foto Arquivo)

Em meio aos burburinhos de que a ex-vereadora Raimunda Sol Posto (MDB) estaria mesmo desembarcando no grupo do prefeito Miguel Coelho (MDB), o vereador Paulo Vagueiro (MDB), líder da bancada da oposição na Casa Plínio Amorim, afirmou nesta quinta-feira (05), que desconhece esta informação e que sabe da proximidade que ela tem com com Julio e com o deputado Lucas Ramos.

“Na última eleição Dona Raimunda marchou com Julio para governador e Lucas Ramos como deputado estadual . Eu não vi nada oficial, eu não vi um posicionamento de dona Raimunda e é uma pessoa que eu tenho enorme respeito, eu não quero fazer conjunturas aqui se ela aceitou ou não se é boato ou não”, salientou.

LEIA MAIS

Julio Lossio pode não ser candidato em 2020

(Foto: Arquivo)

Ao que tudo indica a decisão do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), que recentemente emitiu um parecer prévio recomendando à Câmara Municipal de Petrolina a rejeição de suas contas referentes ao exercício financeiro de 2016, mexeu com as pretensões políticas do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, de disputar a prefeitura nas próximas eleições.

Há quem diga que o possível retorno da ex-vereadora Raimundo Sol Posto à Câmara Municipal seria uma sinalização que ele realmente possa ter jogado a toalha, como já previa o ex-secretário de infraestrutura Ricardo Rocha, que disse não acreditar na candidatura de Lossio em 2020.

LEIA MAIS

Aliado de Lóssio, Valgueiro usa Tribuna Livre para defender ex-prefeito no caso São João do Vale

Líder da Oposição falou sobre Julio Lóssio (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um dos principais aliados do ex-prefeito Julio Lóssio, o vereador Paulo Valgueiro (MDB) foi à Tribuna Livre na sessão de quinta-feira (7) para defender o ex-gestor contra as acusações que vieram à tona nessa semana, envolvendo o “São João do Vale”.

De acordo com Valgueiro o São João da gestão passada inseriu Petrolina na rota nacional dos grandes eventos. “Todos sabem que na sua gestão o ex-prefeito Julio Lóssio trouxe de volta a tradição do São João que estava esquecida na nossa cidade. Um grande evento que incluiu Petrolina de uma vez por toda na rota nacional do turismo junino, hoje Petrolina é destaque nacional no período junino. Gerou renda e emprego para os petrolinenses e também a pessoas de cidades vizinhas que vieram ganhar o seu pão“, lembrou o edil.

Em relação à decisão do Tribunal de Contas dos Municípios de Pernambuco (TCM), Valgueiro disse que Lóssio não foi procurado para prestar defesa prévia. “O ex-prefeito Julio Lóssio vai, através dos seus advogados, recorrer ao Tribunal de Contas. Todas as contas já analisadas, anteriormente, de 2009 a 2015 foram elas aprovadas pelo Tribunal de Contas, a única que ele não prestou foi reprovada”, afirmou.

Lossio fala em equívoco em decisão do TCE-PE e diz confiar em aprovação de contas

Após o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) emitir um parecer prévio recomendando à Câmara Municipal de Petrolina a rejeição das contas do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, referentes ao exercício financeiro de 2016, o ex-gestor disse ter recebido com surpresa a decisão unânime da Segunda Câmara do Tribunal.

LEIA TAMBÉM

Tribunal de Contas do Estado recomenda rejeição das contas de Júlio Lossio de 2016

De acordo com o parecer do TCE-PE, o ex-prefeito de Petrolina desrespeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal quando contraiu despesa, nos últimos dois quadrimestres do seu mandato, sem que pudesse cumpri-la integralmente dentro do mandato, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito.

Além disso, o tribunal apontou outras considerações, como o aumento do passivo do município perante o Regime Geral de Previdência Social referente à contribuição dos servidores, e ainda o não repasse de R$ 5.816.133,03 ao Regime Próprio de Previdência Social.

LEIA MAIS

Citando tristeza, Ronaldo Cancão destaca irregularidades do Governo Lóssio no São João do Vale

Vereador lembrou caminhada para denunciar São João na PF (Foto: Jean Brito/CMP)

Sentimento de alma lavada. Foi assim que o vereador Ronaldo Cancão (PTB) ficou ao receber a notícia de que a Justiça Federal decidiu sequestrar os bens do ex-prefeito Julio Lóssio, em uma investigação que envolve o São João do Vale.

LEIA TAMBÉM: 

Tribunal de Contas do Estado recomenda rejeição das contas de Júlio Lossio de 2016

“Recebo a notícia com muita tranquilidade”, diz nota após Julio Lossio virar réu na Justiça Federal

São João do Vale: Justiça Federal acata denúncia do MPF e Julio Lossio tem bens sequestrados

Ao usar a Tribuna Livre na sessão de terça-feira (5), Cancão fez questão de destacar: Lóssio foi corrupto e mentiu para a população. “Esse não é o dia da minha maior felicidade, é o dia da minha maior tristeza. O prefeito me chamou de insano, disse que eu tinha problema mental quando eu tratava do São João. Letra, papel, o tempo não apaga e nem leva. Deus é o senhor da espera. Esse vereador aqui foi muito maltratado de 2013 a 2016“, disse.

LEIA MAIS

Tribunal de Contas do Estado recomenda rejeição das contas de Júlio Lossio de 2016

Ex-prefeito recebe segunda notícia negativa em menos de dois dias. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) emitiu um parecer prévio, publicado nesta terça-feira (05), recomendando à Câmara Municipal de Petrolina a rejeição das contas do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, referentes ao exercício financeiro de 2016.

Esta é a segunda notícia que atinge o ex-gestor de forma negativa. Nessa segunda-feira (04), foi amplamente divulgado o acolhimento, pela Justiça Federal, da denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que tornou réu Júlio Lossio e outros envolvidos pelo “escândalo do São João do Vale”.

LEIA TAMBÉM

“Recebo a notícia com muita tranquilidade”, diz nota após Julio Lossio virar réu na Justiça Federal

São João do Vale: Justiça Federal acata denúncia do MPF e Julio Lossio tem bens sequestrados

Segundo o parecer do TCE-PE, além de outras considerações, o ex-prefeito desrespeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal quando contraiu despesa, nos últimos dois quadrimestres do seu mandato, sem que pudesse cumpri-la integralmente dentro do mandato, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito.

LEIA MAIS

Gabriel Menezes comenta situação de Lóssio e anuncia ida para Avante em 2020

Vereador anunciou novo partido e comentou situação de Lóssio (Foto: Wanderley Alves/Petrolina em Destaque)

O vereador Gabriel Menezes (PSL), que já foi aliado do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lóssio, comentou a decisão da Justiça de sequestrar bens do ex-gestor. Em coletiva na manhã dessa terça-feira (5), na Câmara de Vereadores, o parlamentar afirmou que a Justiça é para todos.

LEIA TAMBÉM:

“Recebo a notícia com muita tranquilidade”, diz nota após Julio Lossio virar réu na Justiça Federal

São João do Vale: Justiça Federal acata denúncia do MPF e Julio Lossio tem bens sequestrados

“A Justiça tem que trabalhar. A Justiça é para todos, mais cedo ou mais tarde ela vem aos olhos da sociedade. Ninguém está acima da lei. Que Julio se defenda, como Fernando [Bezerra] tem o direito de se defender“, citou lembrando dos casos relacionados ao senador da República e líder do Governo.

Questionado sobre seu futuro político, já que durante a campanha passada ele apoiou o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), Gabriel anunciou sua saída da sigla. “Vou ao Avante, se Deus quiser. Em abril a gente se filia”.

“Recebo a notícia com muita tranquilidade”, diz nota após Julio Lossio virar réu na Justiça Federal

O ex-prefeito afirmou que seus advogados já estão adotando as medidas cabíveis ao caso. (Foto: Arquivo)

Após a Justiça Federal, através da 17ª vara em Petrolina, receber a denúncia do Ministério Público Federal, em ação criminal, que torna réu Júlio Lossio – e que teve seus bens sequestrados – e os ex-secretários Júlio Lossio Filho e Patrício Valgueiro, o ex-prefeito do município emitiu uma nota na qual afirma receber a notícia com “muita tranquilidade”.

A ação diz respeito ao “escândalo do São João do Vale” nos anos de 2012 e 2012. Em 2014, a Polícia Federal (PF) deu início à operação “Midsummer”, que visava repreender o desvio de recursos públicos decorrentes da realização do evento. Na época, a PF fez buscas, inclusive, na prefeitura de Petrolina.

LEIA TAMBÉM

São João do Vale: Justiça Federal acata denúncia do MPF e Julio Lossio tem bens sequestrados

Segundo Lossio, sua gestão resgatou o São João na cidade. “Fizemos Petrolina entrar na rota nacional do turismo junino, realizando uma das maiores festas do Brasil”, diz a nota. Ainda de acordo com o ex-gestor, até os dias de hoje, os frutos do seu trabalho no evento são colhidos.

LEIA MAIS

São João do Vale: Justiça Federal acata denúncia do MPF e Julio Lossio tem bens sequestrados

(Foto: Ilustração)

Justiça Federal, através da 17a vara em Petrolina, acatou denúncia do Ministério Público Federal, em ação criminal, e tornou réu o ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, os ex-secretários Julio Lossio Filho, Patrício Valgueiro e uma dezena de pessoas envolvidas no chamado “Escândalo do São João do Vale” dos anos de 2012 e 2013.

A Justiça decidiu ainda sequestrar os bens móveis e imóveis dos envolvidos e determinou que sejam oficiados bancos e cartórios para proibir qualquer movimentação bancaria ou de vendas de veículos ou imóveis até o limite dos montantes que chegam até R$ 5.746.340.

A ação teve o segredo de justiça levantado, mas ainda há fatos não revelados e não disponíveis para conhecimento público.

Com informações do Blog do Magno, que pediu resposta aos citados e aguarda pronunciamentos.

Deputado Lucas Ramos sinaliza união com Julio Lossio

Ao que tudo indica o resultado da primeira pesquisa realizada sobre as eleições 2020 mexeu com determinados setores da oposição em Petrolina. O levantamento realizado pelo Instituto Opinião mostra uma vantagem de 32% do prefeito Miguel Coelho (MDB), que vai tentar a reeleição, para os principais candidatos cotados para a disputa.

Apesar de ter declarado que o mais importante é que a pesquisa indica segundo turno em Petrolina, o deputado Lucas Ramos (PSB), que apareceu com apenas 4% das intenções de voto, postou hoje em sua página no Instagram, uma foto ao lado do ex-prefeito Julio Lossio (PSD). Nas entrelinhas Lucas deixa entender que a oposição já começa a se movimentar e que a possibilidade de uma união já no primeiro turno não está descartada.

“Encontro com o ex-prefeito Júlio Lossio na manhã desta sexta-feira (18). Está na hora de ampliar o que deu certo, reparar o que está errado. Petrolina no rumo certo, trabalhando efetivamente para quem precisa”, postou.

Recentemente, o ex-secretário de Infraestrutura Ricardo Rocha, deixou claro não acreditar na candidatura de Julio em 2020. Será que o ex-gestor já está se articulando com o governo do estado para apoiar Lucas na eleição? É esperar, pois muita água vai correr por baixo dessa ponte.

Ricardo Rocha afirma não acreditar em candidatura de Julio Lossio e explica afastamento do ex-prefeito

Sobre a notícia veiculada na última semana que Ricardo Rocha, homem forte e articulador de Julio Lossio (PSD), estaria dialogando com as forças de oposição ao ex-gestor, como o ex-prefeito Odacy Amorim (PT) e o atual prefeito Miguel Coelho (Sem Partido), o ex-secretário de infraestrutura de Petrolina emitiu uma nota esclarecendo sua posição política atual. Apesar de afirmar seguir a orientação político hoje do deputado Fernando Monteiro, a quem presta o serviço de assessoria, Rocha diz não acreditar na candidatura de Julio Lossio e que neste cenário deverá mesmo trilhar novos rumos.

Confira a nota:

Dr. Júlio é meu amigo, conterrâneo, temos laços familiares e sou grato ao mesmo por ter participado do seu governo a frente da secretária de infraestrutura, além de está hoje assessor do Deputado Federal Fernando Monteiro que apoia o JL em sua candidatura a prefeito. Portanto, NÃO PROCEDE!

As pessoas veem constantemente me perguntar sobre meu distanciamento do grupo de JL, e isso é verdade. Porém, fiquei a frente de todos os pleitos eleitorais em que JL participou e as pessoas que ele apoiou, mas, na última campanha não concordei com o que fizeram e o que queriam fazer, portanto não fui mais convidado a participar das decisões do grupo, o que para mim encaro com normalidade.

Caso JL não seja candidato, e eu acredito pessoalmente nisso, opinião exclusiva minha, sentarei com o Deputado Federal Fernando Monteiro para trilhar novos rumos, ouvindo ele que me confiou o cargo de assessor parlamentar.

Ressalto que respeito e sou respeitado por todos os grupos políticos de Petrolina, mas TENHO LADO.

Ricardo Rocha

Após ter irmã citada por líder da Situação, Valgueiro afirma: “A vida pessoal dos meus familiares não tem nada a ver com minha atuação aqui na Câmara”

Clima quente pendeu para lado pessoal na sessão de ontem (24)  (Foto: Blog Waldiney Passos)

A terça-feira (24) na Casa Plínio Amorim foi quente, com o líder da Situação partindo para o lado pessoal contra o da Oposição. Aero Cruz (PSB) desqualificou os Requerimentos dos adversários e criticou Paulo Valgueiro (MDB) que comanda os opositores de fazer politicagem e até tentar fraudar um dos pedidos.

Aero reconheceu a importância da investigação da Lava-Jato, mas ironizou o pedido do colega. “Esse processo da Lava-Jato deve ser feito, nosso grupo também está sendo investigado e foi alvo de algumas ações em Petrolina e Recife. Estamos esclarecendo, a Justiça e a verdade sempre prevalece. O vereador que é autor do Requerimento sabe quantos processos o ex-prefeito Julio Lóssio tem, quem bem sabe é ele que é advogado. Ele e a irmã dele“, disse à imprensa.

LEIA TAMBÉM:

Aero acusa Oposição de fraudar Requerimento; Valgueiro rebate colega: “Consciência tranquila”

O líder governista foi além e citou irregularidades do governo Lóssio para enfraquecer a reivindicação apresentada por Valgueiro. “Nós estamos vendo a investigação que passa de R$ 20 milhões da Nova Semente. É o Ministério Público Federal que tá investigando. Por que ele não falou da fraude do IGEPREV, da fraude do São João, por que ele não falou da fraude de quando ele era presidente da EPTTC? Nosso grupo foi alvo de busca e apreensão. Quando eu coloco que o vereador Paulo Valgueiro é porque fui processado na época da eleição, provei a verdade e não fui condenando e as as minhas ações foram feitas pela irmã [que é advogada] do vereador. Digo com conhecimento de causa”, destacou.

LEIA MAIS

Aliado de Domingos, Julio Lóssio classifica cassação de mandato como “farsa judicial”

(Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina, Julio Lóssio participou do programa Repercutindo com Daniel Campo, na Rádio Jornal dessa terça-feira (23) e comentou a decisão da Justiça Eleitoral de cassar o mandato do vereador Domingos de Cristália (PSL), seu aliado desde os tempos de Prefeitura.

Para Lóssio, a cassação do mandato é resultado de uma farsa jurídica. “Domingos é um homem que está sendo muito injustiçado, ele vinha fazendo trabalho junto com a Oposição, quando ela coloca algumas coisas ela exagera um pouco em muitos aspectos. Mas ela alerta e Domingos, por ter feito posição foi engembrado em uma grande farsa judicial“, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Por unanimidade, TRE-PE decide cassar mandato do vereador Domingos de Cristália

Na visão do ex-prefeito e candidato a Governador em 2018, seu aliado político foi acusado com base em depoimentos montados. “Criaram uma grande história que Domingos dava barro às pessoas, com depoimentos que apareceram e mostram que foram comprados”, destacou.

Apesar da decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), Lóssio acredita na reversão da cassação. “Espero que isso seja revertido no TSE“, finalizou.

Sem ficar em cima do muro, Zé Batista confirma saída do PDT: “Vou procurar um partido para me agasalhar”

Vereador comentou sobre obra na UPAE e seu futuro político (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Tô pouco me lixando para isso”. Foi assim que o vereador José Batista da Gama hoje no PDT comentou a situação da sigla em Petrolina que agora tem como líder Edinaldo Lima, ex-vereador e candidato a prefeito pelo grupo de Julio Lóssio, oposição ao governo de Miguel Coelho, de quem Zé é aliado de longa data.

Na sessão de terça-feira (11) o vereador afirmou que está deixando o PDT porque não é de ficar em cima do muro. “Tomei conhecimento semana retrasada, boa viagem ao PDT e boa viagem a Edinaldo Lima. Tô pouco me lixando pra isso, tenho luz própria e posso muito bem me filiar a qualquer outro partido da base aliada. Vou procurar um partido para me agasalhar e agasalhar meu filho, Pé de Galo que será candidato a vereadora na próxima eleição”, afirmou.

Apesar do posicionamento de sair do PDT, Zé Batista destacou que ainda não escolheu sua próxima casa. “Não existe dono do nariz em política. A gente tem que ouvir as lideranças maiores, nós dependemos delas. Vou ouvir o senador, o deputado federal e o prefeito. O partido que a gente achar que vai ser mais conveniente para a gente, a gente vai se filiar. Existe o MDB, o PSL, o DEM que é minha origem, mas eu sou daqueles que não olha para partido, eu olho para a pessoa. Não é o partido que vai definir eleitorado”, ressaltou.

LEIA MAIS
123