Em Recife, PSD lança pré-candidatura de Julio Lossio para Petrolina

Lossio é confirmado como pré-candidato a prefeito de Petrolina. (Foto: Reprodução/Facebook)

O PSD lançou, em Recife, pré-candidaturas às prefeituras de Petrolina, Caruaru e Recife. O evento contou com a presença de lideranças nacionais. Como era esperado, Julio Lossio foi confirmado para disputa do pleito em Petrolina.

As pré-candidaturas acontecem após recomendação da Executiva Nacional determinar que a sigla tenha candidaturas próprias nas cidades que tenham imagem de televisão na propaganda eleitoral, capitais e cidades com mais de 100 mil eleitores.

Durante o discurso de Lossio, houve um momento de desconforto em parte da plateia. O ex-prefeito de Petrolina deferiu críticas às gestões recentes no Recife, o que inclui a do PSB, vigente desde 2013, por conta de problemas nas áreas de saúde, segurança e educação.

LEIA MAIS

Júlio Lossio pretende regulamentar serviços de mototáxis no estado

O candidato ao governo de Pernambuco pela Rede e ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, esteve reunido com representantes de mototáxis para definir uma pauta que contemple questões como isenção de Imposto de Circulação de Mercadorias (ICMS) e Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para mototaxistas e motoboys.

Para Lossio, a regulamentação do serviço é necessária para mudar o modelo de política que trata do transporte de motocicletas.

“A culpa dos acidentes não é das motos, mas do modelo. Ou, melhor dizendo, do não modelo de política voltado para transporte sob duas rodas. Na Holanda, por exemplo, temos muita gente usando bicicletas, mobilete, motos e, por ter uma política voltada para esse meio de transporte, não temos esse quadro desastroso que vivenciamos no Brasil”, disse.

Júlio Lossio acompanha Marina Silva durante lançamento de pré-candidatura em Recife

(Foto: Reprodução)

O pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo partido REDE Sustentabildiade, Júlio Lossio, estará em Recife nesta quarta-feira (13) acompanhando a pré-candidata à Presidência da República Marina silva durante agenda no estado. Ela desembarca no Recife nesta quarta-feira e deve permanecer dois dias na capital.

Marina deve participar de uma plenária com os filiados do partido e com simpatizantes de sua candidatura às 19h desta quarta. Na quinta-feira (14), a ex-senadora participa do lançamento da pré-candidatura do pastor Jairinho Silva ao senado, às 19h.

Além de Lossio, os pré-candidatos da REDE ao Senado, Jairinho Silva e Antonio Souza, acompanharão Marina Silva em sua agenda no estado.

Júlio Lossio pode compor chapa de Paulo Câmara

(Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, que é pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo partido Rede, pode integrar a chapa majoritária do governador Paulo Câmara (PSB).

Lossio seria apresentado como o nome do interior do estado, já que a chapa conta com nomes que se concentram na região metropolitana. Júlio poderia concorrer a uma vaga no Senado Federal ou até mesmo como vice do atual chefe do Executivo estadual.

Contas de Lossio podem ser aprovadas na Câmara Municipal de Petrolina

Júlio Lossio tem chance real de conseguir aprovar contas mesmo com minoria na Câmara.

Os parlamentares da Câmara Municipal de Petrolina estão na expectativa para apreciação das contas do ex-prefeito Júlio Lossio referentes a 2010, que deve acontecer ainda nesse começo de ano. Podendo ser convocada a qualquer momento, muito se comenta nos bastidores sobre como deve terminar a votação. Segundo o regimento interno da Câmara, o julgamento deve acontecer 60 dias após o recebimento do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).

Com a maioria da Casa Legislativa compondo a bancada de situação, é esperado que as contas de Lossio sejam reprovadas. Os vereadores da base governista devem seguir orientação do Ministério Público de Contas, que encontrou 17 irregularidades nas contas, e reprova-las. Vale ressaltar que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) recomendou a aprovação das contas com ressalvas.

LEIA TAMBÉM

Sem assinatura de presidente da Comissão de Finanças, parecer pela reprovação das contas de Júlio Lossio é apresentado na Câmara

Data limite para julgamento das contas de Lossio é em fevereiro

Para que as contas sejam reprovadas, a bancada de situação precisa somar 16 votos favoráveis à reprovação, ou seja, a maioria qualificada – que deve ser 2/3 do número de vereadores na Casa -, já que é necessário afastar o parecer do TCE. Hoje, um total de 18 parlamentares compõem a base governista na Câmara.

Diante do cenário, Lossio precisaria de 8 votos para conseguir aprovar suas contas, ou seja, seria necessário que três vereadores da situação se posicionassem a favor do ex-prefeito. E de fato isso pode acontecer.

Comenta-se nos bastidores que dois parlamentares da situação não devem votar contra Lossio devido à proximidade com o ex-gestor. Além disso, um vereador da bancada do governo não estaria satisfeito com decisões recentes do prefeito, o que pesaria para um voto favorável a Lossio.

Com esses três vereadores podendo se posicionar pela aprovação das contas de Lossio, o ex-prefeito mantém as esperanças.

Data limite para julgamento das contas de Lossio é em fevereiro

(Foto: Ilustração)

Em recesso, a Câmara de Vereadores de Petrolina pode convocar a qualquer momento uma sessão extraordinária para a apreciação das contas do ex-prefeito Júlio Lossio referentes ao exercício de 2010. No entanto, o julgamento das contas deve, necessariamente, acontecer até o final de fevereiro deste ano.

Segundo o artigo 26 do Regimento Interno da Casa Legislativa, compete à Câmara julgar, no prazo de 60 dias, contados do recebimento do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), as contas do prefeito. Desse modo, o julgamento deve ocorrer até o dia 28 de fevereiro, já que em 28 de dezembro de 2017 o presidente da Casa, Osório Siqueira, apresentou o parecer do TCE-PE durante a última sessão do ano.­

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Ainda de acordo com o regimento, caso o prazo não seja respeitado e o parecer não seja reprovado, o parecer do TCE-PE deverá ser considerado aprovado. Para afastar o parecer, é necessário que a maioria qualificada, ou seja, 2/3 dos vereadores – o que representa 16 parlamentares da Casa -, votem pelo afastamento e se posicionem contrário à recomendação do tribunal.

Assim, se o Projeto de Decreto Legislativo for pelo acolhimento do parecer prévio do Tribunal de Contas, exige-se o quórum de 2/3 para rejeitar o Projeto de Decreto Legislativo. De outro lado, se o Projeto de Decreto Legislativo for pela rejeição do parecer prévio do Tribunal de Contas, exige-se o quórum de 2/3 é para aprovação do Projeto de Decreto Legislativo.

LEIA TAMBÉM

Sem assinatura de presidente da Comissão de Finanças, parecer pela reprovação das contas de Júlio Lossio é apresentado na Câmara

Além disso, é necessário que a Comissão de Finanças e Orçamento emita parecer sobre a situação. Até o momento, o relator Aero Cruz (PSB) e o secretário Osinaldo Souza (PTB), que compõem a comissão, votaram a favor da reprovação das contas do ex-gestor. Contudo, Ronaldo Silva, presidente da comissão, ainda não se posicionou.

Havendo a rejeição das contas, Lossio deve ficar inelegível por oito anos.

Sem assinatura de presidente da Comissão de Finanças, parecer pela reprovação das contas de Júlio Lossio é apresentado na Câmara

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão desta quinta-feira (28), o presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina, Osório Siqueira, leu o parecer da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa Legislativa sobre as contas do ex-prefeito Júlio Lossio.

O documento, que ainda não foi assinado pelo presidente da comissão, Ronaldo Silva (PSDB), previa a reprovação das contas de Lossio referente a 2010, contrariando a recomendação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), que sugeria a aprovação das contas com ressalva.

O relator Aero Cruz (PSB) e o secretário Osinaldo Souza (PTB), que compõem a comissão, votaram a favor da reprovação das contas do ex-gestor. Segundo Aero, “foram encontradas 17 irregularidades nas contas de 2010. A gente acompanhou o parecer pela rejeição do Ministério Público de Contas como também o primeiro parecer do Tribunal de Contas que era pela rejeição. Encaminhamos para a mesa diretora que vai trazer para o plenário para votação”.

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Ronaldo Silva afirmou que não teve tempo hábil para apreciar as contas. Segundo o presidente da comissão, houve uma reunião com a comissão nessa quarta-feira (27) para receber o parecer do relator. “Eu não assinei ainda o parecer, só recebi a cópia. Tenho tempo para ler ainda. Não quer dizer que eu concorde com o parecer do relator. Depois que eu avaliar, se eu achar que é necessário acompanhar o relator, irei acompanhar”.

A expectativa é que uma sessão extraordinária seja convocada no mês de janeiro para a apreciação da decisão da comissão. Com a maioria na Câmara, a base governista deve rejeitar as contas de Lossio.

Lóssio pode vir a ser candidato a governador pela Rede

Caso a candidatura de Lóssio seja selada, a ideia é realizar um ato para anunciá-la. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A filiação do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, à Rede Sustentabilidade foi aprovada por unanimidade em reunião do Elo (diretório) estadual, realizada na última quinta-feira. Com isso, não se descarta nos bastidores da legenda que Lóssio possa vir a ser o candidato ao Governo de Pernambuco pela sigla.

A militância da Rede anda cética em relação à possibilidade de o PSB sinalizar apoio à candidatura presidencial de Marina Silva. Já anotaram socialistas fazendo acenos ao governador Geraldo Alckmin, a Lula, a Ciro Gomes, mas não sentem inclinação ao nome da ex-ministra.

Um apoio do PSB ao projeto presidencial de Marina é condição imposta pelos membros da Rede para estar no palanque de Paulo Câmara em 2018. Então, caso isso não se concretize, um desembarque do secretário de Meio Ambiente, Sérgio Xavier, já está no radar.

Como a conferência estadual, que seria dia 25, foi adiada, a decisão sobre a conjuntura local deve esperar o lançamento da candidatura de Marina, marcada para o próximo domingo. Enquanto isso, a possibilidade concreta de Júlio Lóssio concorrer a governador, encabeçando um palanque para Marina no Estado, vai ser discutida. O nome dele tem boa receptividade. Caso a candidatura de Lóssio seja selada, a ideia é realizar um ato para anunciá-la.

Fonte FolhaPE

Aero Cruz afirma que gestão passada firmou contrato de R$ 70 milhões com empresa de advocacia

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O clima promete esquentar na sessão desta quinta-feira (23) na Câmara Municipal de Petrolina.

Em entrevista ao radialista Wimston Monteclaro, na Rádio Jornal, na manhã de hoje, o vereador Aero Cruz adiantou que vai levar à tribuna da Casa os documentos que atestam o contrato firmado entre o ex-prefeito Júlio Lossio e uma empresa de advocacia no valor de R$ 70 milhões.

O parlamentar informou ainda que ao contrário do que aconteceu com o contrato feito pela atual gestão, em que o serviço não foi prestado e por isso foi reincidido, a empresa contratada por Lossio prestou serviço e não recebeu o valor acordado e agora estaria cobrando do município.

Marília Arraes vem a Petrolina para conversa com Júlio Lossio

Eleição de 2018 começa a movimentar políticos em Pernambuco. (Foto: Internet)

Nesta quarta-feira (30), a vereadora e pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, vem a Petrolina (PE) e já tem um encontro marcado com o ex-prefeito da cidade, Júlio Lossio.

De acordo com a vereador Cristina Costa (PT), “Marília quer conversar com Lossio e depois seguirá para Ouricuri”. Ainda segundo a parlamentar, Lossio será bem-vindo caso deseje vir para o Partido dos Trabalhadores. “Isso é proposta que ele vai analisar, mas acho que ele precisa está em outro partido que seja do campo do PT”, afirmou.

“Júlio Lossio deve cuidar das investigações da Polícia Federal para depois tratar de política”, afirmou o vereador Ronaldo Cancão

O vereador falou ainda sobre a existência de ilícitos na gestão de Lossio. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária dessa quinta-feira (17), na Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Ronaldo Souza (PTB) falou sobre a apreciação das contas de Júlio Lossio e fez duras críticas ao ex-prefeito. De acordo com o parlamentar, “o prefeito Júlio Lossio precisa cuidar da vida dele, das contas, das investigações da Polícia Federal. Primeiro ele precisa cuidar disso e depois ele vai tratar de política”.

Sobre o julgamento das contas do ex-prefeito, Ronaldo afirmou que tem “direito a voto como a dar um parecer diferenciado para o plenário sobre as contas do ex-prefeito” e que vai “votar independente de questões políticas”

“A Comissão de Finança e Orçamento já recebeu do presidente e vai fazer o seu relatório. Isso não quer dizer que esse relatório será o que o colegiado vai aprovar ou reprovar. Qualquer vereador, caso não concorde com o relatório, pode elaborar o seu relatório e colocar par ao crivo do plenário. Eu vou avaliar, porque passei quatro anos investigando o governo Júlio Lossio e tenho o conhecimento de várias irregularidades cometidas por ele. Vou votar com minha consciência. Isso não significa que estou querendo prejudicar a vida pública do ex-prefeito”, afirmou.

O vereador falou ainda sobre a existência de ilícitos na gestão de Lossio e citou um envolvimento de cerca de R$ 500 mil no programa ‘Nova Semente’, que foi o carro chefe do ex-gestor.

“Como é que eu posso dizer que as contas do ex-prefeito Júlio Lossio estão perfeitas, se tem uma denúncia tramitando da nova semente na polícia federal e no Tribunal de Justiça? Se existe ilícitos de um processo que houve aproximadamente, na Nova Semente, um envolvimento de recurso na ordem de quase R$ 500 mil”, disparou.

Petrolina: Ronaldo Silva analisará documentos para julgamento das contas do ex-prefeito Júlio Lossio

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Ronaldo Silva, presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Petrolina (PE), falou, na manhã desta quarta-feira (28), sobre a análise das contas do ex-prefeito Júlio Lossio. A comissão conta ainda com a relatoria do vereador Aero Cruz (PSB) e o secretário Osinaldo Souza.

De acordo com Ronaldo, a comissão apreciará as contas de 2009, 2010 e 2013 de Lossio. Ainda segundo o vereador, já no segundo semestre deste ano uma das contas será levada para o plenário da Casa para votação. O vereador afirmou ainda que há cerca de 42 duas caixas de documentos para serem analisadas.

“Fizemos uma reunião nessa segunda-feira junto com todos os integrantes da comissão e oficializamos o pedido ao presidente da Casa, Osório Siqueira, de todas as contas, 2009, 2010 e 2013, para que nesse recesso a gente possa sentar e avaliar alguma dessas contas. Não há tempo hábil para analisar as três, mas vamos trabalhar muito para, na volta do recesso, a gente poder votar uma dessas contas”.

Ainda segundo o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, toda a documentação deve ser analisada, já que todas as contas do ex-prefeito de Petrolina foram “analisadas com ressalvas”.

“A gente tem que pegar toda a documentação porque todas as contas foram analisadas com ressalvas e nós temos que analisar minunciosamente. Não vamos politizar, não vamos fazer politicagem, porque a responsabilidade é grande, o que vamos é buscar o motivo das ressalvas para que a gente possa fazer um relatório para apresentar aos vereadores e levar para o plenário”.

A Câmara Municipal de Petrolina entra em recesso a partir desta sexta-feira (30), mas, segundo Ronaldo, o trabalho continuará ainda assim. “Vamos continuar trabalhando. Temos uma reunião marcada para o período de recesso e ir ao tribunal de contas para que tirem nossas dúvidas”.

Equipe de transição de Miguel Coelho envia nota rebatendo críticas a atual gestão

Julio Lossio recorreu ao Ministério Público para intervir no conflito.

A celeuma instalada entre as equipes de transição de governo de Petrolina parece não ter fim. A querela começou desde que foram formadas as equipes que levantaram inúmeras questões para seguir com a transição do governo. Por não haver consenso, o prefeito Julio Lossio recorreu, na manhã desta quinta-feira (15), ao Ministério Público para intervir no conflito.

O coordenador da equipe do prefeito eleito Miguel Coelho, o advogado Diniz Eduardo Macedo​, rebateu as críticas e ações tomadas pela equipe de Júlio e afirmou, em nota, que menos de 50% das informações solicitadas foram repassadas pela equipe de Lossio e que o atual prefeito tem “tumultuado” o processo de transição.

Confira a nota na íntegra:

“Em respeito ao povo de Petrolina, a equipe de transição de governo do prefeito eleito Miguel Coelho lamenta que o atual gestor da cidade, Julio Lóssio, venha dificultando e tumultuando o processo legal de coleta de informações sobre a Prefeitura. Desde o início, buscamos trabalhar de forma técnica, correta e seguindo rigorosamente as recomendações do Tribunal de Contas do Estado, pensando apenas no interesse da população e na continuidade dos serviços.

Apesar do discurso do prefeito Lóssio de estar garantindo a transição, a realidade que se mostra é a oposta. Menos de 50% dos dados solicitados foram liberados pela prefeitura. Não bastasse o volumoso quantitativo de ofícios sem resposta adequada, esta equipe de transição não teve sequer acesso a algumas obras de interesse da população. Além disso, o limitado material que nos é fornecido, quando chegou, foi fora dos prazos legais, retardando o processo e criando embaraços.

LEIA MAIS

Julio Lossio recorre a MP para resolver controvérsias no processo de transição de governo

O processo de transição tem natureza institucional e assim deve ser tratado em todos os seus aspectos, pontuou Lossio (Foto: Arquivo)

O processo de transição de governo em Petrolina não tem ocorrido  de um modo amistoso, e por conta desta situação conflituosa que foi instalada o prefeito Julio Lossio optou por recorrer ao Ministério Público de Pernambuco para que intervenha no caso e assim sejam resolvidos os pontos controvertidos.

De acordo com as informações  da assessoria do governo Lossio, nesta quarta-feira tivera sido agendada uma reunião das comissões com gestores da Agência Municipal do Empreendedor – AGE e da Vale Digital, porém, os representantes de Miguel Coelho não compareceram, porque pretendiam a realização do evento em sua sede, disponibilizada pela iniciativa privada.

Segundo Lossio, o processo de transição tem natureza institucional e assim deve ser tratado em todos os seus aspectos, afirmando que a Prefeitura destinou um espaço público especialmente para esse fim, na Secretaria de Saúde, e que não é recomendável utilizar locais estranhos à atividade pública. Lembrou que a Lei Complementar nº 260/2014 impõe ao governo municipal em exercício a garantia da infraestrutura necessária para a realização dos trabalhos da comissão de transição.

Reafirmando o interesse no processo de transição do seu governo, Lossio informou que os gestores municipais estão à disposição para prestar informações e esclarecimentos sobre cada um dos órgãos da Prefeitura, e que deve ser utilizado o espaço público designado para esse fim, ou mesmo nas próprias sedes dessas unidades.

Julio Lossio acredita que a intervenção do Ministério Público trará a tranquilidade necessária à conclusão deste processo, que deve transcorrer de forma civilizada, pacífica, proveitosa e pautada na legislação de regência.

 

PMDB já reunido no centro de convenções de Petrolina para escolha dos candidatos

convenção

Foto: WP

Neste momento os filiados dos partidos PSL, PHS, PPS e PMDB do prefeito de Petrolina, Julio Lossio, estão reunidos no Centro de Convenções da cidade para firmarem suas escolhas para vice-prefeito e vereadores do município, já que o cabeça da chapa, Ednaldo Lima, também peemedebista, foi escolhido por Lossio, restando apenas a chancela oficial dos demais componentes dos referidos partidos.

convenção 1

Foto: WP

12