Às vésperas de 2020, vereadores criticam oportunismo de colegas na Câmara de Petrolina

Membros da Situação criticam colegas “oportunistas” (Foto: Blog Waldiney Passos)

Quem é o pai da obra? Esse assunto voltou a esquentar o debate na Câmara de Vereadores de Petrolina na sessão de quinta-feira (31). Tudo começou quando Ronaldo Silva (PSDB) levantou o tom contra o colega de bancada Alex de Jesus (PRB), autor de uma Indicação pedindo pavimentação na Vila Marcela.

“Acho que é direito de todos os colegas pedir suas Indicações, mas outro dia passei aqui as ruas que já tinham sido licitadas na nossa cidade. Tenho vários Requerimentos da Legislação agora e da passada, respeito o vereador Alex, já teve Indicação e Requerimento aprovado, já coloquei no orçamento e nós temos várias ruas que o senhor não tem conhecimento, que já tão licitadas. Só quero registrar que os nossos colegas que vamos ter um pouco de bom senso ao fazer essas Indicações“, disse Ronaldo.

Após Ronaldo, outros edis levantaram o tom em críticas a Alex. Para Zenildo do Alto do Cocar (PSB), quando a Prefeitura executa uma obra, “a gente agradece à Casa, não existe um vereador”. Tentando controlar a situação para que o debate não tomasse tempo da sessão, o presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB) foi objetivo.

“[A crítica] é para evitar aquela conotação que está sendo feita aquela politicagem. Uma coisa é você solicitar através de Indicação uma coisa que não está licitada, outra coisa é você solicitar algo que já está licitado“, pontuou o presidente.

LEIA MAIS

Manoel da Acosap tem vitória expressiva em votação da Acosap

Vereador vai para oitavo mandato na Associação (Foto: Divulgação)

O vereador Manoel da Acosap (PTB) foi eleito presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Petrolina (Acosap), com 97% dos votos. O pleito teve chapa única e confirmou a vitória do edil, que irá para seu oitavo mandato a frente da categoria.

LEIA TAMBÉM:

Eleição da nova Diretoria da Acosap terá chapa única encabeçada por vereador Manoel da Acosap

A chapa encabeçada por Manoel tem ainda Suyla Karina Dias de Carvalho, no papel de vice-presidente; Wanderleia Alves de Souza (1ª secretária); Ana Kátia Nunes da Silva (2ª secretária); Elizete de Souza (1ª tesoureira); Maria de Andrade Silva (2ª tesoureira); Dilma de Souza Alves (diretora de Assistência Social) e Dulcineta Dias de Oliveira (diretora de Esporte e Cultura).

A votação foi realizada durante toda sexta-feira (18), na sede da Acosap e elegeu também o Conselho Fiscal e Conselho de Ética, todos com mais de 90% dos votos válidos. O mandato de Manoel e os membros dos Conselhos será de 2020 a 2021.

Veja o resultado da votação a seguir:

LEIA MAIS

Eleição da nova Diretoria da Acosap terá chapa única encabeçada por vereador Manoel da Acosap

Vereador encaminha mais um mandato na Acosap (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição interna na Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Petrolina (Acosap) terá uma única chapa, encabeçada pelo vereador Manoel da Acosap (PTB). O edil – que irá para seu oitavo mandato – terá ao seu lado Suyla Karina Dias de Carvalho, no papel de vice-presidente.

Além deles estão na chapa única Wanderleia Alves de Souza (1ª secretária); Ana Kátia Nunes da Silva (2ª secretária); Elizete de Souza (1ª tesoureira); Maria de Andrade Silva (2ª tesoureira); Dilma de Souza Alves (diretora de Assistência Social) e Dulcineta Dias de Oliveira (diretora de Esporte e Cultura).

Eleição dos Conselhos

Manoel participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa segunda-feira (14) e comentou sobre o pleito. “Ainda tem a Chapa do Conselho Fiscal e também tem o Conselho de Ética. Muitas associações fazem a eleição em uma chapa, a nossa associação elege separado. No mesmo dia o sócio vota a Diretoria Executiva, a Chapa do Conselho de Ética e Conselho Fiscal”, destacou.

LEIA MAIS

Câmara de Petrolina discute homenagens a padre Givanildo José

Padre deve receber Medalha de Honra ao Mérito pela Câmara

Depois de deixar a comunidade católica do bairro Cohab Massangano e assumir a Areia Branca, o padre Givanildo José será homenageado na Câmara de Vereadores de Petrolina. O vereador Manoel da Acosap (PTB) apresentou dois pedidos na sessão dessa terça-feira (10), direcionadas ao padre.

O primeiro é um projeto de Decreto Legislativo o qual propõe a entrega da Medalha de Honra ao Mérito Legislativo Dom Malan ao padre Givanildo. A matéria começou a tramitar nas comissões competentes e deve ser analisada no plenário nas próximas semanas.

Também está na pauta um Requerimento n° 282/2019 uma Moção de Aplauso de agradecimento ao padre pelos seus 11 anos na Cohab. Todos os vereadores presentes na sessão de hoje aprovaram a solicitação, cuja votação foi de 17×0.

Chamado de “oportunista”, Alex de Jesus ironiza colegas: “Para fazer Indicação tenho que perguntar se posso?”

Vereadores divergiram sobre pedidos na sessão de ontem (5)

Quem é o pai da obra? Essa foi a principal discussão na Câmara de Vereadores na sessão de ontem (5) em Petrolina. Tudo porque Alex de Jesus (PRB) apresentou a Indicação nº 945/2019, na qual solicitava a pavimentação das ruas 16 e 17 do bairro Cosme e Damião.

Manoel da Acosap (PTB) discordou do pedido e criticou o colega por reivindicar algo já em processo licitatório. “Obra que está licitada e em andamento não cabe mais. O vereador Alex de Jeus está solicitando duas ruas que já estão licitadas. Acho que os nobres vereadores devem procurar um órgão e saber o que está acontecendo na rua“, disparou.

Alex não gostou da colocação do colega e rebateu. “Para eu fazer Indicação eu tenho que perguntar se eu posso ou não posso?”. Manoel continuou e classificou como “analfabetismo” a atitude do companheiro de bancada. Presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB) tentou amenizar o clima hostil.

LEIA MAIS

Manoel da Acosap pede fim da cobrança da taxa mínima de água e esgoto da Compesa

Edil afirmou que ficará no pé da Compesa (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um dos autores do pedido para realização da Audiência Pública em Rajada no final de semana, o vereador Manoel da Acosap (PTB) afirmou que continuará no pé da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Ontem (11) ele apresentou o Requerimento n°216/2019, no qual pede a extinção da taxa mínima de água e esgoto imposta pela Companhia em Petrolina.

LEIA TAMBÉM:

Em Audiência Pública, Prefeitura de Petrolina busca soluções para abastecimento de água em Rajada

“Esse Requerimento faz parte dos trâmites da Audiência Pública que nós tivemos em Rajada. A Compesa arrecada por ano em Petrolina R$ 105 milhões e ninguém sabe para onde é que vai esse dinheiro. É uma caixa preta, eu digo isso porque fiz um Requerimento ao Governador [Paulo Câmara] e ao presidente da Compesa, Roberto Tavares pedindo o detalhamento das receitas líquidas e eles não respondem“, afirmou ao Blog.

LEIA MAIS

Com aval da Câmara, Prefeitura de Petrolina prorrogará programa “Saúde em Dia” até 2020

Com prorrogação de programa, pacientes poderão fazer exames e consultas em hospitais particulares de Petrolina (Foto: Ilustração)

Situação e Oposição se uniram para aprovar o projeto de Lei n° 001/2019, apresentado pela Prefeitura de Petrolina na sessão de hoje (11), na Casa Plínio Amorim. O texto tinha como proposta alterar a Lei Complementar n° 023/2018 que cria o Programa Municipal “Saúde em Dia”, válido até dezembro de 2018.

Com aval da Câmara o programa tem sua validade estendida até 31 de dezembro de 2020. Para quem não lembra, o Saúde em Dia permitia a clínicas e prestadoras de serviços na saúde, as quais estejam em débito com a Prefeitura Municipal no Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), realizem exames, consultas e procedimentos a pacientes do SUS como forma de pagamento do débito.

“Acerto de contas

Para o vereador Manoel da Acosap (PTB), membro da Situação e relator da Comissão de Saúde, o projeto é relevante para os pacientes. “É um projeto importantíssimo para Petrolina, para os usuários do SUS que muitas vezes não conseguem realizar uma cirurgia e que estão na fila de espera. O prefeito fez essa segunda remessa do projeto, já esgotou as cotas de 2018 nos hospitais para que essas pessoas tenham atendimento gratuito nos hospitais particulares”, afirmou ao Blog.

LEIA MAIS

Vereadores de Petrolina analisam projeto que cria Programa Municipal “Saúde em Dia”

Manoel da Acosap faz cobrança à Compesa (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os vereadores de Petrolina analisarão na manhã dessa terça-feira (11) um único projeto de Lei. O item foi encaminhado pelo Poder Executivo e trata da criação do Programa Municipal Saúde em Dia. Para ser aprovado o item passará por duas votações e deve ter maioria absoluta.

Na pauta também constam seis Indicações e 24 Indicações. Nesse momento os edis discutem o expediente externo e justificam suas cobranças. Entre as reivindicações está o Requerimento n° 216/2019, de Manoel da Acosap (PTB). Ele solicita ao governador Paulo Câmara (PSB) a extinção da tarifa mínima da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Petrolina.

Abastecimento de água em Rajada é tema de audiência pública neste domingo

(Foto: Ilustração)

Às 9h deste domingo (9) os vereadores de Petrolina realizarão uma Audiência Pública no Distrito de Rajada, zona rural da cidade, para debater o abastecimento de água na comunidade. O debate será realizado na Escola Municipal José Cícero de Amorim.

A Audiência Pública foi um requerimento do vereador e líder da Bancada de Oposição Paulo Valgueiro (MDB) e de Manoel da Acosap (PTB). Eles buscam discutir com autoridades competentes a dificuldade do abastecimento das comunidades rurais, sobretudo na comunidade de Rajada.

Entre os convidados estão o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), deputados federais, estaduais, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e representantes da comunidade, os quais poderão expor suas demandas.

“É incompreensível que comunidades de sequeiro sejam abnegadas, pois estamos às margens do Velho Chico e ainda assim sofrendo com o descaso, os problemas de falta d’água. É uma calamidade vivida no interior do município como Petrolina que tem como sua principal fonte de subsistência a produção agrícola. As autoridades competentes precisam encontrar uma solução para este problema e nós autoridades políticas temos a obrigação de cobrar”, destaca Valgueiro.

Manoel da Acosap reivindica informações sobre receita da Compesa

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Uma das demandas discutidas e aprovadas na sessão dessa quinta-feira (16) na Casa Plínio Amorim foi o Requerimento n° 170/2019, proposto pelo vereador Manoel da Acosap (PTB). O edil solicitou informações ao presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares sobre a receita da companhia.

Na demanda, Acosap reivindica dados a respeito da receita anual da Compesa em Petrolina, Rajada e também nas cidades vizinhas de Afrânio e Dormentes. De acordo com o edil, uma audiência pública está marcada para o dia 9 de junho em Rajada, na qual foi solicitada a presença de Tavares e João Raphael, diretor-presidente em Petrolina.

Acosap aproveitou seu discurso para criticar o Governo de Pernambuco, alegando que “é uma falta de respeito, falta de compromisso e falta de investimento do governador de Pernambuco”, o qual segundo ele é “de fachada”.

Requerimentos sobre educação e sinalização são destaques na Câmara de Petrolina

Pavimentação e operação Tapa-buraco dominaram cobranças de hoje (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois da polêmica sessão de quinta-feira (9) marcada por debates sobre a presença de uma representante lésbica no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, os vereadores de Petrolina se reúnem logo mais às 9h para mais um dia de trabalho.

Hoje (14) não há projetos em pauta e a manhã será dedicada a leitura de Indicações e Requerimentos. Os destaques são os pedidos de Gilmar Santos (PT) ao Poder Executivo, no sentido de obter informações a respeito das vagas de professores nas escolas municipais e quantos estão de fato trabalhando.

Outro pedido é de Manoel da Acosap (PTB). O edil reivindica ao Governo do Estado a implantação de redutores de velocidade (lombada) e faixas de pedestres na margem da BR 407 que compreende a zona urbana dos bairros Cosme e Damião e Bella Vista (em frente a PEPSICO e ao posto de combustível), como também  redutores de velocidade e faixas de pedestres na margem da BR 407 que compreende a zona rural do Distrito de Pau Ferro.

Reajuste salarial dos servidores municipais é aprovado na Casa Plínio Amorim

Pequeno grupo de servidores acompanhou votação (Foto: Blog Waldiney Passos)

Principal projeto de lei colocado na pauta de hoje (26), o reajuste salarial dos servidores municipais de Petrolina foi aprovado por 19 votos. A matéria enviado pelo Executivo previa no PL n° 003/2019 aumento salarial de 4,17% a funcionários da administração pública em todos os níveis escolares.

A votação foi acompanhada por um pequeno grupo de servidores, em especial os da saúde bucal que aguardavam a aprovação também de uma gratificação por serviço prestado nos Postos de Saúde. Apesar da aprovação, o PL do Executivo foi criticado de forma negativa pelo líder da Oposição, Paulo Valgueiro (MDB).

“Gostaria de chamar atenção a essa Casa para todos os projetos do Executivo que estão chegando nessa Casa. Virou rotina todo projeto que chega a essa Casa vir com erro, os colegas vereadores que fazem parte da Comissão de Redação e Justiça precisam estar atentos. Erroneamente colocaram novamente os agentes comunitários de saúde e de endemias porque tínhamos votado na última quinta-feira em um projeto específico”, disse Valgueiro.

LEIA MAIS

Zé Batista manda recado a vereadores: “Aqui ninguém é dono de categoria”

Vereador foi crítico a quem quer ser considerado “herói” pelas categorias (Foto: Wesley Lopes/Ascom CMP)

A sessão de quinta-feira (21) na Casa Plínio Amorim foi marcada pela votação do reajuste salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate as Endemias de Petrolina. De forma unânime os edis aprovaram o aumento salarial das categorias, mas José Batista da Gama (PSB) não deixou barato.

LEIA TAMBÉM:

Por unanimidade, vereadores aprovam reajuste salarial dos agentes de saúde

Presidente da Acosap afirma que reajuste salarial será positivo a categoria

Para o edil, não é correto os colegas de Câmara se vestirem de “donos” das categorias, já que o reajuste foi previsto em lei federal, além do fato de o Poder Legislativo ter como prerrogativa defender os interesses da população. O recado pode ter sido uma indireta a Manoel da Acosap (PTB), representante dos ACS no Poder Legislativo.

“Não estou fazendo favor a ninguém, estou cumprindo com minha obrigação legislativa como homem público, respeitando a população petrolinense, seja qual for a categoria. Aqui ninguém é dono de categoria, a categoria pertence a seus sindicatos. A categoria tem livre arbítrio para escolher seus representantes”, disparou Zé Batista.

LEIA MAIS

Manoel da Acosap troca farpas com Cristina Costa após vereadora apresentar requerimento sobre reajuste dos Agentes Comunitários de Saúde

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Cristina Costa (PT) e Manoel da Acosap (PTB) protagonizaram uma cena que deixou vereadores e público presente na Câmara de Vereadores na manhã de hoje (14) sem entender  o que estava acontecendo. Tudo começou quando a petista apresentou um Requerimento no qual solicitou ao secretário municipal de Planejamento e Gestão Administrativa informações sobre o repasse do aumento salarial concedido aos Agentes Comunitários de Saúde, garantido através da Lei Federal nº 13.708/2018.

O pedido de Costa nada tinha de anormal, afinal é prerrogativa dos legisladores solicitarem informações ao Poder Público. Contudo, Manoel – que é agente comunitário de saúde – não recebeu bem o pedido e se mostrou incomodado com a reivindicação da edil.

Utilizando sua palavra, ele direcionou sua fala ao PT e ao governo de Dilma Rousseff. Quando Cristina pediu a palavra para esclarecer sua solicitação, Acosap mandou a colega “se colocar no lugar dela”, ouvindo de volta da vereadora que ela jamais “baixará a cabeça para machista”.

LEIA MAIS

Bancada de situação cobra Governo de Pernambuco sobre repasses ao Hospital Dom Tomás

Para vereadores da situação, Governo do Estado é o responsável por falta de medicamentos no HDT (Foto: Blog Waldiney Passos)

A realidade do Hospital Dom Tomás (HDT), referência no tratamento de pacientes com câncer em Petrolina e Bahia é delicada. Há exatamente um mês o Blog Waldiney Passos mostrou com exclusividade a falta de medicamentos a pacientes de quimioterapia e nada mudou até o momento.

Sem medicamentos os doentes estão com seu tratamento prejudicado e na visão dos vereadores da bancada governista de Petrolina, a culpa é do Governo do Estado. “O Hospital Dom Tomás é de referência, atende não só Petrolina, mas toda região. Da Bahia ao Piauí e chegou a hora dessa Casa chamar atenção dos deputados que estão pertinho do governador Paulo Câmara, pra que eles cobrem uma emenda do senador Fernando Bezerra Coelho que está lá no Estado. [A verba] não é do Estado, é do Governo Federal”, disse Zenildo Nunes (PSB).

LEIA TAMBÉM:

Segundo APAMI, Governo do Estado não fez repasse de recursos liberados em 2016

Secretaria Estadual de Saúde se pronuncia sobre falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Pacientes denunciam falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Presidente em exercício na sessão de quinta-feira (28), Ronaldo Souza (PTB) afirmou que a Comissão de Saúde da Câmara constatou o “colapso” da unidade e em seguida, Manoel da Acosap (PTB) apresentou um breve relatório da análise feita pelos colegas.

LEIA MAIS
123