Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura de Paulo Afonso divulga relação de médicos aprovados em seleção

(Foto: Ilustração)

Conforme o Blog havia anunciado ontem (10) a Prefeitura de Paulo Afonso (BA) divulgou nessa terça-feira (11) o resultado final da seleção simplificada para contratação de médicos. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, 25 profissionais foram selecionados.

Eles vão atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Paulo Afonso, em regime de trabalho que varia de 20 horas a 40 horas. Inicialmente o edital publicado em maio previa a contratação de 26 médicos, porém, um deles faltou à entrevista e foi desclassificado.

Confira a seguir a lista dos médicos selecionados, de acordo com a carga de trabalho:

LEIA MAIS

Paulo Afonso: resultado da seleção para médicos será divulgada amanhã

(Foto: Ilustração)

Previsto para ser divulgada na semana passada, o resultado da seleção simplificada para médicos da Prefeitura de Paulo Afonso (BA) será conhecido amanhã (11).

LEIA TAMBÉM:

Oportunidade: Prefeitura de Paulo Afonso inicia seleção para médicos

De acordo com a secretaria de Saúde, houve um adiamento no prazo devido ao processo de avaliação dos profissionais. Eles foram submetidos a análise curricular e entrevistas.

Os 26  selecionados vão atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), com cargas horárias de 20 hora ou 40 horas semanais.

Juazeiro: Prefeitura divulga lista de convocados em seleção da Saúde

Prefeitura de Juazeiro anunciou cortes de gastos. (Foto: ASCOM)

A primeira lista de convocação da seleção simplificada da secretaria de Saúde (SESAU) de Juazeiro (BA) foi divulgada no Diário Oficial da última sexta-feira (31). Os profissionais convocados – médicos anestesistas – devem entregar a documentação exigida no Edital nº 001/2019 nessa segunda-feira (3).

Os convocados têm até 17h para entregar os documentos pessoais e declarações exigidas na convocação. A entrega deve ser feita no setor de Recursos Humanos, da secretaria de Gestão de Pessoas (SEGESP), localizada na Rua 15 de Julho, Centro de Juazeiro.

Confira o edital de convocação, com os nomes dos médicos aprovados e a lista de documentos exigido.

Deputado Tum busca solução pra fim da paralisação no Hospital Regional de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Diante da paralisação iniciada nessa quarta-feira (24) pelos médicos do Hospital Regional de Juazeiro, no norte da Bahia, o deputado estadual Tum (PSC) buscou, junto à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), informações sobre as reivindicações dos trabalhadores. Responsáveis por atender moradores de 55 municípios, os profissionais reclamam de atrasos salariais por parte da empresa que administra o equipamento, a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Castro Alves (Apmica).

Em um encontro com o assessor especial da Secretaria Estadual de Saúde, Nadson Falcão, Tum foi informado que o Governo do Estado não possui débitos com a empresa gestora da unidade. “Por isso, está claro que o problema é administrativo da Associação, que deveria gerir de forma satisfatória a unidade, tanto do ponto de vista daqueles que trabalham, quanto daqueles que buscam atendimento”, afirmou o parlamentar.

Já na tarde de quarta-feira (24), o parlamentar usou a tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia para esclarecer à sociedade o problema existente na unidade e afirmou que tratará do assunto diretamente com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, além de solicitar esclarecimentos à empresa.

Funcionamento

Segundo o sindicato da categoria, a equipe médica permanece no hospital atendendo aos pacientes já internados. Também serão mantidos os atendimentos de urgência e emergência, classificados com fichas amarelas e vermelhas.

Enquanto durar a paralisação, não serão recebidas demandas da Central de Regulação. Só serão aceitos pacientes que chegarem através da ambulância avançada do Samu.

Eleição do Sindicato dos Médicos de Pernambuco acontece nesta terça-feira

(Foto: Ilustração)

Nesta terça-feira (19), os médicos pernambucanos vão às urnas para eleger a nova Diretoria do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) para o triênio 2019-2022. Além de eleger os novos diretores, a categoria irá escolher os novos membros do Conselho Fiscal da entidade, os delegados e os diretores das regionais de Caruaru, Petrolina, Garanhuns e Ouricuri.

Apenas a Chapa 1 registrou os seus candidatos. A médica obstetra Claudia Beatriz Camara, atual vice-presidente da entidade, disputa a presidência. Walber Steffano é o candidato a vice-presidente. O atual presidente Tadeu Calheiros é candidato a Secretário Geral do Simepe.

Podem participar das eleições os médicos associados ao Simepe que não tenham débitos com a tesouraria. As eleições ocorrem das 8h às 21h. São 31 locais de votação espalhados por todas as regiões do Estado. Os novos diretores e membros do Conselho Fiscal serão eleitos em cédulas separadas, conforme prevê o Estatuto Social do sindicato.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro convoca médicos aprovados em seleção simplificada

(Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Juazeiro publicou no Diário Oficial de sexta-feira (14) o edital convocatório nº 025/2018 da seleção simplificada realizada nesse ano, para contratação de profissionais temporários. A nova lista de aprovados inclui médicos que deverão ocupar cargos na rede municipal de saúde.

Os cinco médicos convocados deverão comparecer nesta terça-feira (18) à sede da secretaria de Saúde (SESAU), no setor de Recursos Humanos (RH), que fica localizada na Rua 15 de julho, Centro da cidade. Os documentos pessoais dos candidatos devem ser entregues entre 8h30 e 12h ou das 14h30 às 18h.

A contratação tem duração de até 12 meses. Os profissionais foram chamados após alterações na equipe de profissionais, gerada, de acordo com a SESAU, pelo fim do programa Mais Médicos.

Campo Formoso: secretaria contrata médicos para atuarem na Saúde da Família

(Foto: Ilustração)

A Prefeitura de Campo Formoso, cidade localizada a pouco mais de 150 km de Juazeiro (BA) está contratando médicos para atuarem nas unidades básicas de saúde do município.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMUS), as vagas são destinadas a profissionais clínicos gerais ou com pós-graduação em Saúde da Família.

Os interessados devem enviar seus currículos via email para o seguinte endereço: atencaobasica@campoformoso.ba.gov.br. Os selecionados trabalharão no Programa de Saúde da Família (PSF), mas o município não informou sobre as etapas da seleção e início das atividades.

Médicos cubanos começam a deixar Brasil nesta quinta, diz Opas

A estimativa da organização é que o processo de saída dos mais de 8 mil médicos dure até o dia 12 de dezembro. (Foto: Internet)

Profissionais cubanos que atuavam no programa Mais Médicos começarão a deixar o Brasil nesta quinta-feira (22). A informação foi divulgada nessa quarta-feira (21) pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), responsável pela intermediação do convênio entre Brasil e Cuba.

Nos próximos três dias, de quinta a sábado, cinco voos partirão com destino à capital cubana, Havana. Os profissionais já começaram a se deslocar dos municípios onde estavam alocados em direção às cidades de onde sairão só voos para Cuba.

O retorno ocorre por decisão do governo cubano, que chamou de volta os profissionais por desacordo com condições impostas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, para que os médicos permaneçam no programa, entre elas a realização do exame de revalidação de diplomas para reconhecimento no país (Revalida) e a não retenção de parte da remuneração dos médicos, que até então ficava com a administração cubana.

LEIA MAIS

Bolsonaro volta a dizer que médicos cubanos são escravos da ditadura

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a afirmar hoje (18) que Cuba submete seus profissionais, vinculados ao programa Mais Médicos, a uma situação de “trabalho análogo a escravidão”. Ele também afirmou que alguns prefeitos, que reclamam da saída dos cubanos, querem se eximir de responsabilidades.

“A prefeitura mandou embora seu médico para pegar um cubano. Quer ficar livre da responsabilidade. A Saúde [municipal] também tem sua responsabilidade”, afirmou Bolsonaro.

Bolsonaro acrescentou que ainda não é o presidente, mas que “dia 1º vamos apresentar [uma solução para a saída dos médicos cubanos]. Não podemos admitir escravos cubanos no Brasil nem continuar alimentando a ditadura cubana também”.

O presidente eleito reiterou o que disse há dois dias, lembrando que muitos cubanos deixam para trás as famílias, pois não podem trazê-las para o Brasil e são obrigados a repassar 70% dos salários para o governo de Cuba.

Bolsonaro pode ser liberado para ações de campanha na próxima semana

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, fala à imprensa após gravação de campanha, no bairro Jardim Botânico, Rio de Janeiro. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O candidato do PSL à Presidência da República neste segundo turno, Jair Bolsonaro, deverá ser liberado para todas as atividades de campanha pela equipe médica na próxima semana. No dia 18, ele será submetido a novos exames. Por enquanto, permanece com restrição para atividades físicas e só deve sair de casa por curtos períodos.

O cirurgião Antônio Luiz Macedo – queoperou o candidato em São Paulo em 12 de setembro – e o cardiologista Leandro Echenique confirmaram a informação, depois de examiná-lo hoje na casa dele, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Ambos integram a equipe médica que cuidou de Bolsonaro no Hospital Albert Einstein.

LEIA MAIS

Secretária de Saúde de Petrolina afirma que falta de vacinas nos Postos de Saúde não é culpa do município

Magnilde Albuquerque, Secretária de Saúde de Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Secretária de Saúde de Petrolina (PE), Magnilde Albuquerque, esteve na sessão da Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (15), para apresentar o relatório de prestação de contas da pasta, referente ao período de setembro a dezembro de 2017, e em entrevista coletiva a imprensa ela falou, dentre outros assuntos, sobre denúncias de falta de vacinas em Postos de Saúde do município.

De acordo com a Secretária, o município não tem gestão sobre a falta de vacinas nas unidades porque as doses são enviadas pelo o Ministério da Saúde e pela Secretária de Saúde do Estado. “Se existe falta de alguma vacina ou se existiu, foi por falta da chegada dessa vacina. A exemplo agora da vacina contra a gripe. Nós estamos em plena campanha de vacina, a gente precisaria receber 70 mil doses e atá agora só recebemos 40 mil. Então, esperamos que o restante das doses chegue até o final da campanha”, explicou Magnilde.

A Secretária também respondeu sobre a denúncia de que estudantes de medicina estariam atendendo nos Postos de Saúde, no lugar dos médicos formados. “Nós não temos médicos estagiários. Nós temos médicos que são residentes. E os médicos em residência já são médicos formados com diploma e estão fazendo residência em saúde da família porque a gente tem um convênio com a universidade. Eles precisam da preceptoria para a residência, não para o atendimento que eles fazem porque eles já são formados”, afirmou Magnilde Albuquerque.

Atraso de salários, falta de medicamentos e insumos prejudicam atendimento do Hospital Regional em Ouricuri

O hospital tem sido prejudicado por falta de medicamentos, luvas e equipamentos para determinadas cirurgias. (Foto: Internet)

Os médicos que atuam no Hospital Regional Fernando Bezerra (HRFB) em Ouricuri, no Sertão do Araripe, denunciam o atraso de salários desde dezembro do ano passado, bem como a falta de medicamentos, equipamentos e insumos, que estão prejudicando o trabalho dos profissionais de saúde e a assistência à população. O hospital é regional, administrado pela Santa Casa de Misericórdia, referência para toda área da IX Gerência Regional de Saúde, e engloba os municípios de Ouricuri, Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena e Trindade.

De acordo com o diretor do Simepe, Alexandre Arrais, da Regional de Ouricuri, a crise econômica que atinge os governos estaduais e municipais acaba trazendo problemas para os setores da educação, saúde e segurança. Os médicos não estão imunes, o que resulta em aflição para a categoria e funcionários do HRFB.

“O atraso salarial reflete diretamente nas condições de trabalho, alimentação e de atendimento dos pacientes. Além disso, os equipamentos sucateados, sem manutenção necessária repercutem negativamente dentro da instituição. Vários itens do ambiente de trabalho ficam comprometidos.”, salientou. As condições de trabalho precárias acarretaram na suspensão das cirurgias eletivas e aumentaram a fila de espera. “A situação é desconfortável para todos nós médicos. De 10 leitos na UTI, três foram desativados”, assinalou.

Faltam medicamentos, luvas, equipamentos para determinadas cirurgias. Na semana passada, por exemplo, houve a possibilidade da não abertura do bloco cirúrgico, porque não havia máscaras. Que foram compradas em regime emergencial pela gestão do hospital. Os fornecedores reclamam que estão sem receber os recursos financeiros, que tem refletido na entrega dos produtos e insumos.

Por sua vez, a Santa Casa, alegou que os atrasos salariais são em decorrência da falta de repasse de recursos do Governo do Estado e frisou que outras unidades terceirizadas em outras cidades, mesmo com atrasos de pagamentos estão funcionando normalmente.

“Não estamos aqui para apontar culpados e sim para pedir que haja soluções, para fazer da comunidade parceira da região do Araripe. De nossa parte, mesmo com atraso salarial, não existe movimento de paralisação. Apenas lamentamos que, muitas vezes precisamos  atender, resolver o problema, porém,  não dispomos de equipamentos e melhores condições. Nossa  profissão se equilibra entre o pouco e o nada tem”, completou.

Com salários atrasados, médicos do Hospital Regional de Juazeiro ameaçam greve

(Foto: Internet)

Os médicos do Hospital Regional de Juazeiro podem paralisar as atividades novamente. De acordo com informações, os profissionais da saúde ainda não receberam os salários de dezembro do ano passado. Em 2017 foram três paralisações nos meses de janeiro, outubro e dezembro.

Com 74 médicos, a unidade hospitalar é responsável por realizar cerca de 200 consultas diárias nas áreas de ortopedia e cirurgias clínicas. Uma paralisação logo no início do ano deve atrapalhar o calendários de consultas e cirurgias dos pacientes.

Médicos da AME Policlínica de Petrolina vão realizar consultas durante a noite

(Foto: Ilustração)

Devido à grande quantidade de pessoas em busca de consultas médicas, a partir da próxima segunda-feira (08), a Prefeitura de Petrolina vai oferecer serviço de atendimento médico noturno na AME Policlínica.

O atendimento vai funcionar das 07h às 21h. A medida tem como objetivo aumentar a oferta de consultas à população, inclusive com especialistas.

Anteriormente, quatro Unidades Básicas de Saúde disponibilizavam o serviço estendido até às 21h, porém, muitas pessoas ainda não conseguiam ser atendidas. Agora, todas as consultas noturnas serão feitas somente na AME Policlínica.

 “Decidimos concentrar os atendimentos na AME Policlínica, que é central, e assim concedermos acesso a todos os cidadãos que necessitarem ser atendidos a partir das 18h”, explica a diretora de Atenção Especializada, Ana Célia.

Em janeiro, as consultas acontecerão de segunda a quinta-feira e serão disponibilizadas as seguintes especialidades: Pediatria, Ginecologia e Reumatologia.

A partir de fevereiro, o serviço será ofertado de segunda a sexta-feira.

A AME Policlínica está situada à Avenida Tancredo Neves, n°12, Centro (próximo à Câmara de Vereadores de Petrolina).

Médicos cearenses gravam nova versão da música de fim de ano da Globo, destacando “horror” na Saúde

Uma tradição que não pode faltar na programação de fim de ano da Rede Globo, ganhou uma nova roupagem através de iniciativa do Sindicato dos Médicos do Ceará que, assim como a emissora de TV, convocou um time de estrelas, só que da Medicina, para gravar uma versão inédita da música “Um Novo Tempo”, com o tema “Velhos Problemas”.

O vídeo, divulgado na última sexta-feira (22), mais que uma mensagem à sociedade e aos gestores públicos, por destacar o “horror” na Saúde, também é uma homenagem ao médico José Otho Leal Nogueira que, “após 54 anos de exercício da Medicina, continua sendo referência e inspiração para toda a categoria”.

Assista o vídeo:

1234