Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Família de Minas Gerais busca informações sobre parentes que residem em Casa Nova

Dona Amarante nasceu na Bahia, foi para MG e perdeu contato com a família (Foto: Arquivo Pessoal)

É muito comum familiares que se mudam do interior para outros estados perderem contato com seus parentes. O Blog Waldiney Passos já mostrou alguns casos e hoje contaremos a história de dona Amarante Araújo dos Santos, nascida em 10 de outubro de 1934.

Ela residia em Poço da Pedra, no município de Casa Nova (BA) e se mudou para Minas Gerais na década de 1950. Desde então dona Amarante – que tinha o nome de solteira de Amarante Brasileiro de Araújo – nunca mais conseguiu retomar contato com seus parentes baianos.

Quem fez o contato com o Blog foi seu neto, Lucas Venícius, que nasceu e mora em Minas. Segundo ele, dona Amarante já morreu, porém sempre nutriu o desejo de reencontrar sua família que ficou em Casa Nova.

LEIA MAIS

Ex-prefeito de Dormentes se envolve em acidente em Minas Gerais

(Foto: Reprodução)

Roniere Reis, ex-prefeito de Dormentes, no Sertão de Pernambuco, se envolveu em um acidente automobilístico na tarde de terça-feira (9). Ele viajava em seu veículo, acompanhado de um motorista e de sua irmã, por uma rodovia de Minas Gerais.

O motorista teria perdido controle do veículo nas proximidades de Salinas e capotou. Apesar do susto, os três ocupantes do veículo tiveram ferimentos leves, enquanto o veículo ficou completamente destruído. Segundo o ex-gestor, chovia muito no momento do acidente. (Com informações do Blog Didi Galvão).

Engenheiros são presos por desastre em Brumadinho

(Foto: Whasington Alves/AFP Photo)

Cinco pessoas foram presas por ligação com a tragédia de Brumadinho (MG). A polícia deteve dois deles em São Paulo (SP). Os engenheiros atestaram a segurança da barragem 1 da Mina do Feijão. Além deles, outros três funcionários da Vale responsáveis pelo licenciamento ambiental e pela obra foram detidos.

Os documentos recolhidos pela polícia e os engenheiros presos em São Paulo devem ser enviados para Minas Gerais ainda nesta terça-feira (29). Além das prisões, a Polícia Federal (PF) de São Paulo cumpriu mandados de busca e apreensão em uma empresa que prestou serviços de projetos e consultoria para a Vale.

Desastre

O desastre de Brumadinho causou 65 mortes e deixou 279 desaparecidos, segundo o último comunicado da Defesa Civil de Minas, divulgado na noite deste segunda-feira (28). As buscas por mais vítimas da tragédia recomeçaram na manhã desta terça-feira.

Especialista afirma que “rejeitos da barragem da Vale chegarão ao Rio São Francisco”

Bombeiros buscam vítimas em Brumadinho. (Foto: Whasington Alves/AFP Photo)

O geólogo e professor doutor em Geografia Física da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jeovah Meireles, afirmou, nesse domingo (27), em entrevista à Agência Eco Nordeste, que os rejeitos de minério de ferro da Barragem 1 da Mina Feijão, em Brumadinho (MG), “chegarão até a Bacia do Rio São Francisco de qualquer forma”.

A barragem, que pertence à mineradora brasileira Vale, rompeu no início da tarde desta sexta-feira (25), deixando, a princípio, 58 mortos e 305 desaparecidos, casas soterradas, além de destruição da fauna e da flora da região. Outra 192 pessoas foram resgatadas com vida. Um ônibus foi encontrado na noite desse domingo com vários corpos.

“A lama contaminada com minério de ferro já atingiu o Rio Paraopeba, que deságua no Rio São Francisco. Então, mesmo que eles tentem conter o seguimento da lama de rejeitos na barragem da Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo, quando houver precipitações acima da média na região, a barragem vai precisar sangrar e os rejeitos vão sair misturados à água. E essa água vai seguir o fluxo do rio, que deságua no São Francisco e em outros, até chegar ao mar. A contaminação irá se espalhar”, explica o professor. 

LEIA MAIS

Número de mortos em Brumadinho sobe para 37; buscas são interrompidas em decorrência do risco de rompimento de outra barragem

(Foto: Internet)

Na manhã deste domingo (27), o Corpo de Bombeiros informou, que o número de pessoas que morreram em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), subiu para 37. Outras 192 foram resgatadas. As buscas por novas vítimas foram interrompidas na madrugada de hoje por conta do risco iminente de rompimento de outra barragem pertencente à Vale na cidade.

O número de desaparecidos não foi atualizado nesta manhã. No último balanço, divulgado na noite de sábado (26), 296 pessoas foram consideradas desaparecidas pelos Bombeiros.

Risco de rompimento da barragem VI

Menos de 48 horas depois da tragédia na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), por volta das 5h30 da manhã de hoje (27) a companhia Vale voltou a acionar as sirenes de alerta. Os moradores que estavam na área foram retirados do local. Em comunicado, a Vale informou que foi detectado aumento dos níveis da água na região.

LEIA MAIS

MP pede que Aécio Neves devolva mais de R$ 11,5 milhões

(Foto: Internet)

O Ministério Publico de Minas Gerais apresentou uma Ação Civil Pública em que pede que o atual senador Aécio Neves (PSDB) devolva mais de R$ 11,5 milhões gastos com voos no período em que foi governador do estado. O MP também pediu a condenação do tucano por improbidade administrativa.

De acordo com o MP, os valores foram utilizados com deslocamentos em aeronaves oficiais, piloto e combustível sem justificativa ou comprovação de interesse público. Os principais destinos são as cidades de Rio de Janeiro (RJ) e Claúdio (MG), mas outras rotas também estão sendo investigadas.

Ainda de acordo com o MP, alguns dos deslocamentos contavam com passageiros que não tiveram as identidades reveladas na prestação de contas. Para garantir a restituição dos valores aos cofres públicos, o MP pede o bloqueio dos bens de Aécio até o valor total da ação: R.521.983,26.

“A circunstância, por si só, não se harmoniza com a alegação, encetada pela defesa na fase inquisitiva, de que a finalidade dos voos tinha o objetivo de garantir a segurança do requerido na qualidade de então chefe do Executivo”, diz trecho da ação.

LEIA MAIS

Bebê nasce com mais de 6 kg e chama a atenção de médicos no norte de Minas Gerais

(foto: Álbum de família/Reprodução)

Um parto ocorrido na maternidade da Santa Casa de Misericórdia e Hospital São Vicente de Paulo em Porteirinha, no Norte de Minas Gerais, surpreendeu e chamou atenção dos médicos e funcionários da instituição. Nasceu no hospital um bebê do sexo feminino, saudável, com 6,126 Kg, praticamente o dobro da média de peso dos recém-nascidos, um caso raro.

A menina, que recebeu o nome de Jennifer Eloá, nasceu com 58 centímetros. A mãe é a doméstica Luzia Ferreira de Oliveira, de 37 anos, moradora de Paciência, distrito do município. Mãe e filha passam bem. Elas receberam alta do hospital nesta segunda-feira (15). Luzia teve o sétimo filho na última sexta-feira (11), dois dias antes do Dia da Mães. Jennifer Eloá veio ao mundo com um peso que, normalmente, só é alcançado por uma criança aos seis meses de vida.

LEIA MAIS

Governo de Minas decreta situação de emergência em 94 cidades

O governo de Minas Gerais decretou neste sábado (20) situação de emergência de saúde pública em três regionais do estado por seis meses por causa da febre amarela. A medida abrange as unidades regionais de saúde dos municípios de Belo Horizonte, Itabira e Ponte Nova – 94 cidades no total.

O decreto assinado pelo governador Fernando Pimentel autoriza a adoção de medidas administrativas necessárias à contenção do surto, em especial a aquisição pública de insumos e materiais. Além disso, a medida assegura a contratação de serviços necessários ao atendimento da situação emergencial.

LEIA TAMBÉM

Cidade de São Paulo registra duas mortes por reação à vacina da febre amarela

Petrolina recebe novas doses da vacina contra a febre amarela e prefeitura reforça exigências sobre público-alvo

Casos
Com o segundo período de monitoramento epidemiológico dos casos de febre amarela em Minas Gerais, de julho do ano passado até o início deste ano, foram confirmados no estado 22 casos da doença. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, destes, 15 evoluíram para óbito. Nesse período, foram descartados 40 casos suspeitos, e há 46 casos em investigação em 24 municípios.

Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela no estado de Minas Gerais está em torno de 82%. De acordo com informe epidemiológico divulgado na quarta-feira (17), estima-se que haja no estado pouco mais de 3 milhões de pessoas que ainda não foram vacinadas, especialmente na faixa etária de 15 a 59 anos, que também foi a mais acometida pela epidemia de febre amarela silvestre ocorrida em 2017.

Com 120 pontos na CNH, diretor do Detran-MG abre processo contra si mesmo

César Augusto Monteiro Alves Junior diz que não recebeu notificações.
(Foto: Polícia Civil/Reprodução)

O diretor do Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), César Augusto Monteiro Alves Junior, determinou a abertura de um procedimento administrativo contra si mesmo parar apurar a existência de 120 pontos em infrações em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Como diretor do Detran, já determinei imediatamente que instaurassem procedimento administrativo contra mim para que apurassem as responsabilidades e que fosse punido conforme qualquer cidadão”, disse o diretor, empossado no cargo há menos de 20 dias, em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, nesse sábado. “Eu vou parar de dirigir nesse momento. Vou aguardar o processo legal, o meu amplo direito de defesa, dentro do princípio do contraditório”, completou.

Ainda ontem, Alves Junior divulgou nota negando serem suas as irregularidades que mancharam seu prontuário de motorista. Ele sustentou que em nenhum dos casos foi identificado como sendo o condutor e que não recebeu as notificações.

Pelo Código Brasileiro, ao atingir 20 pontos na carteira no período de um ano, o motorista tem a habilitação suspensa. O delegado afirma ser dono de três veículos, todos registrados em seu nome, mas de uso de diversos familiares e de motoristas que lhe prestam serviço.

“Esclareço que não recebi nenhuma das notificações de autuação das infrações a mim atribuídas, o que inviabilizou, além do meu constitucional direito de defesa, que eu pudesse exercer meu direito-dever de identificar quem conduzia os veículos no momento das infrações e possibilitar a correta responsabilização pelas infrações”, diz na nota.

LEIA MAIS

Mulher de Juazeiro tenta contato com família após 13 anos de separação

Segundo Eunice, Valdenilton, que aparece nesta foto, é genro de sua irmã Dejanir. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Após uma matéria postada pelo blog Waldiney Passos, Eunice Maria da Silva reconheceu o genro de sua irmã em uma foto e informou que está tentando recuperar o contato com sua família após 13 anos de separação. O homem que aparece na imagem é Valdenilton Dias dos Santos, presidente da comunidade do Serrote Pelado, em Petrolina (PE).

Segundo Eunice, a família morou em Juazeiro (BA) durante um bom tempo e depois se mudaram para a comunidade do Serrote Pelado, quando casou e se mudou para Santa Juliana, localizada em Minas Gerais. Desde então, não conseguiu mais se relacionar com os familiares.

“Somos muitos irmãos. Cinco mulheres e três homens. Estou à procura de qualquer um deles, porque se eu achar um, fica mais fácil achar os outros”, disse Eunice ao blog.

Filha de Arlinda Maria da Silva e de Manoel Alvelino da Silva, já falecidos, Eunice busca contato com os irmãos, que são sete no total. João Avelino da Silva, Maria Diolina da Silva, Antônia Maria da Silva, Dejanir Maria da Silva – sogra de Valdenilton -, Francisco Avelino da Silva, José Avelino da Silva e Francisca Maria.

Quem tiver informações sobre a família pode entrar em contato com o blog Waldiney Passos, através do número (87) 98816-1881, para promovermos o encontro dos irmãos.

Dilma Rousseff lidera pesquisa em corrida ao Senado em MG

(Foto: Arquivo)

Pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) lidera uma suposta corrida a uma vaga para o Senado pelo estado de Minas Gerais em 2018. O Partido dos Trabalhadores (PT) local tem a expectativa de lançar Dilma como candidata.

Para que possa se candidatar, a ex-presidente teria que mudar seu colégio eleitoral até o mês de abril do ano que vem. O instituto criou um cenário onde a petista concorre contra os principais nomes da política mineira.

De acordo com a pesquisa, Minas Gerais irá eleger dois nomes ao Senado Federal em 2018, e Dilma e Janot podem ser eleitos. Vale lembrar que Janot denunciou Dilma no âmbito da Operação Lava Jato do mandato parlamentar, aparece na quarta posição com 13,7% das intenções de voto.

A ex-presidente Dilma não possui nenhuma limitação para se candidatar a algum cargo público, já que durante a votação de seu impeachment, os senadores livraram a ex-presidente de perder os direitos políticos, o que a deixaria inelegível por até oito anos.

Com informações do Blog do Jamildo

Mais 3 crianças morrem e número de óbitos em creche sobe para 10

(Foto: Reprodução)

Duas crianças vítimas da tragédia em creche de Janaúba (MG) morreram de sexta-feira (6) na Santa Casa Montes Claros. E uma terceira vítima morreu neste hoje (7). Cecília Davina Gonçalves Dias, Yasmim Medeiros Sabino e Talita Vitória Bispo tinham 4 anos.

Os 13 pacientes mais graves foram todos encaminhados para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, referência em queimaduras no estado. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, outras 11 vítimas seguem internadas no local, sendo nove crianças, todas em estado grave.

A Prefeitura Municipal de Janaúba pede o apoio da população com doações para as crianças e as famílias. Roupas e água estão na lista dos pedidos. As doações podem ser entregues na própria prefeitura. O órgão também recebe doações por transferência bancária. De acordo com a prefeitura os R$ 177 mil já arrecadados serão usados não apenas imediatamente, mas nos próximos anos durante o tratamento e acompanhamento das crianças e famílias.

Com informações do EBC

Dono de bar dribla toque de recolher e faz sucesso na internet

(Foto: Divulgação)

Em Viçosa (MG), um empresário encontrou uma forma de driblar a lei local, que obriga que todos os bares da cidade encerrem suas atividades às 2h da manhã.

Capelão, dono de um bar na cidade é famoso na região por tratar mal os clientes, mas ganhou fama mesmo depois de “burlar” o toque de recolher do município. Frequentadores do bar relataram na internet que ele fechou o bar às 02h, como previa a lei, mas o que a fiscalização não contava era que 5 minutos depois ele abriria o estabelecimento, alegando que havia uma hora para fechar, mas nenhuma para abrir.

“Quando o policial chegou, intimando-o a fechar, mostrou-lhe a lei: ‘A lei tá aqui na minha mão. Olha só. Tem hora pra fechar o bar, mas não tem hora pra abrir. Meu bar abre 2h05. Sinto muito”, publicou um dos frequentadores do bar, em rede social.

Ministério da Saúde confirma 25 mortes por febre amarela em MG

(Foto: Internet)

O Ministério da Saúde informou hoje (20) que Minas Gerais já registra 272 pacientes com suspeita de febre amarela em janeiro. Do total, 47 foram confirmados laboratorialmente, sendo 25 óbitos. Outros 71 óbitos e 154 casos estão em processo de investigação. No ano passado, o Brasil inteiro registrou apenas sete casos da doença.

O ministério também informou que, no Espírito Santo, foram registrados 11 casos suspeitos de febre amarela neste ano. As notificações são dos municípios de Ibatiba, São Roque do Canaã, Conceição do Castelo, Colatina, Baixo Guandu e Iúna.

Com informações do FolhaPE

Minas Gerais confirma sete mortes por febre amarela

(Foto: Internet)

Pelo menos sete mortes por febre amarela foram confirmadas em Minas Gerais. A informação é da Secretaria de Saúde do estado, que recebeu a notificação dos óbitos por meio do Instituto Evandro Chagas.

Até o momento, não havia nenhuma morte confirmada em Minas Gerais pela doença. O último boletim epidemiológico contabilizava 184 casos notificados da doença, sendo 37 casos prováveis, além de 53 óbitos suspeitos, sendo 22 óbitos prováveis por febre amarela.

O Ministério da Saúde já foi informado sobre a confirmação das mortes em Minas Gerais e fará, no início da tarde de hoje (18), uma videoconferência com o governo do estado e com o governo do Espírito Santo, onde também foram identificados casos da doença.

A previsão da pasta é que, até o fim da tarde, seja divulgado um boletim mais detalhado sobre o surto de febre amarela em ambos os estados.

Com informações do EBC

12