MEC prorroga prazo para pré-seleção da lista de espera do Fies

(Foto: Reprodução/MEC)

O prazo para as instituições de ensino superior pré-selecionarem os estudantes na lista de espera do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) foi alterado. Previsto para terminar em 25 de abril, o Ministério da Educação (MEC) prolongou a data até o dia 23 de maio.

O anúncio foi feito na tarde da segunda-feira (30). Uma vez selecionado, o estudante só poderá confirmar a contratação do financiamento após a complementação das informações no site do Fies. Cada estudante tem um prazo de até três dias úteis para fazer a complementação.

Com duas modalidades, Fies e P-Fies, podem participar do programa alunos com renda per capita de até três salários mínimos ou cuja renda per capita esteja entre três e cinco salários mínimos.

Novo ministro da Educação tomará posse na segunda-feira (9)

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Em meio as mudanças ministeriais, o presidente Michel Temer já tem um nome para assumir o Ministério da Educação (MEC). Temer bateu o martelo na quarta-feira (4), para Rossieli Soares da Silva, que substituirá o deputado federal de Pernambuco, Mendonça Filho.

Rossieli já foi secretário de Educação do Estado do Amazonas e foi uma escolha técnica do DEM, que inicialmente indicou o deputado federal Carlos Melles (MG) para o MEC. A posse do novo ministro da Educação deve acontecer na próxima segunda-feira (9), no Palácio do Planalto.

Outras mudanças no governo de Temer também foram discutidas na reunião de ontem. O secretário-executivo Alberto Beltrame substituirá Osmar Terra no comando do Ministério de Desenvolvimento Social. Para Esportes, Temer deve nomear no lugar do ministro Leonardo Picciani, o secretário nacional de esporte educacional, Leonardo Cruz.

Mendonça Filho deixará a pasta na sexta-feira (6), para concorrer nas eleições de outubro. Outro ministro de Temer a deixar seu posto é o deputado federal de Petrolina, Fernando Filho, atualmente na pasta de Minas e Energia.

Atual Ministro da Educação, Mendonça Filho deixará cargo para disputar eleições de outubro

Mendonça Filho também opinou sobre disputa interna no MDB de Pernambuco (Foto: Arquivo)

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM) não descartou disputar as eleições de 2018. À frente do MEC, Mendonça afirmou que deixará a pasta no dia 5 de abril, porém ainda não decidiu para qual cargo focará sua campanha.

Em entrevista ao programa Super Manhã, na Rádio Jornal Petrolina, Mendonça também opinou sobre a disputa interna pelo comando do MDB em Pernambuco.

“É uma discussão que está exclusivamente dentro do próprio MDB, tenho naturalmente respeito a liderança de Fernando Bezerra e ele está lidando com esses embates hoje no Judiciário e espero que em pouco tempo tenha uma solução clara em relação a e esse quadro que envolve a disputa do MDB local”, disse o ministro.

LEIA MAIS

Mendonça Filho visita Sertão para inaugurar escola em Cabrobó

Ministro desembarca na manhã de sexta (16) (Foto: Folhapress)

O ministro da Educação, Mendonça Filho desembarca no Sertão na manhã desta sexta-feira (16), para inaugurar uma escola na zona rural de Cabrobó.

A Escola Municipal Maria Araújo de Oliveira foi construída com apoio financeiro do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e contemplará a comunidade do Assentamento Jiboia. A solenidade de inauguração está marcada para 10h.

Mendonça Filho também passará por Salgueiro, onde assinará um Termo de Compromisso da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), às 14h. Em agosto de 2017, o ministro da Educação esteve na cidade para autorizar a instalação do primeiro campus da Univasf no Sertão Central, cuja obra custará R$ 12 milhões do MEC.

Construção de novos CMEIs ampliará atendimento às crianças de bairros periféricos em Petrolina

(Foto: ASCOM/Ilustração)

O bairro Henrique Leite é o próximo escolhido para ganhar um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). A ordem de serviço da construção do prédio – que contemplará 150 crianças – será assinada logo mais às 18h e segue o planejamento da gestão municipal de entregar 10 novas unidades até 2019

Segundo a Prefeitura, o CMEI do Henrique Leite custará R$ 1,2 milhão. No último dia 26, a gestão municipal autorizou a construção de outra unidade no bairro Antônio Cassimiro para atender 200 crianças e foram, de acordo com a assessoria de comunicação, investidos R$ 1,8 milhão nessa obra.

O prédio dos novos CMEIs terão refeitório, fraldários, parquinho, sala de amamentação, solários, cozinha seguindo as determinações do MEC. No entanto, as primeiras unidades somente serão entregues em 2019.

Unidades

Atualmente Petrolina possui 36 CMEIs e com os novos prédios, deve-se ampliar o acesso das crianças à educação básica. Entre os bairros contemplados com as novas CMEIs estão Fernando Idalino Bezerra, Jardim Petrópolis, Nova Petrolina, Padre Cícero, Terras do Sul, Vale das Esmeraldas, Vila Eulália e Vila Marcela, além dos já mencionados, Antônio Cassimiro e Henrique Leite.

As novas unidades serão construídas em parceria com o Ministério da Educação (MEC), por intermédio do convênio firmado no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A Prefeitura entrará com contrapartida de R$ 20 milhões

Como funcionam os CMEIs

Os CMEIS substituem as antigas creches, atendendo crianças de seis meses a seis anos. Hoje em Petrolina são assistidos aproximadamente 7500 alunos do berçário até o pré-escolar II.

Estudantes já podem consultar vagas do Prouni, inscrições começam na terça-feira (6)

(Foto: Reprodução)

Os estudantes que realizaram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) do ano  passado já podem consultar as vagas disponibilizadas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). As inscrições para as bolsas terão início somente na próxima terça-feira (6) e devem ser feitas exclusivamente pela internet.

Segundo o Ministério da Educação (MEC) serão disponibilizadas 242.987 vagas no primeiro semestre de 2018. As bolsas estão divididas em 2.976 instituições de ensino particular, das quais 113.863 são para bolsas integrais e 129.124 parciais. Das bolsas integrais, 37.604 bolsas integrais serão voltadas para cursos de educação à distância (EAD).

Requisitos

Podem concorrer às bolsas do Prouni estudantes que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas, como bolsistas em instituições particulares ou ainda, parcialmente em escola da rede pública e parcialmente na particular (como bolsista), ter algum tipo de deficiência ou ser professor de escola pública.

As bolsas integrais são destinadas exclusivamente a alunos com renda bruta mensal familiar de até 1,5 salário mínimo. Por outro lado, nas parciais podem se inscrever estudantes com renda familiar bruta mensal inferior a três salários mínimos.

Calendário

As inscrições começam no dia 6 de fevereiro e se encerram no dia 9 do mesmo mês. A lista de primeira chamada para os selecionados será divulgada pelo MEC no dia 12. A segunda chamada, no dia 2 de março e a lista de espera, no dia 20/03.

Fies tem mais de 213 mil inscritos; prazo termina nesta quarta-feira

fies1O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) recebeu 213.501 inscrições até as 18h de ontem (28), segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). O prazo termina nesta quarta-feira (29) e os estudantes interessados em financiar um curso de ensino superior em instituição privada podem se candidatar pelo site do programa

Nesta edição, serão oferecidos 75 mil financiamentos. Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 com 450 pontos na média das provas, além de ter tirado nota maior que 0 na redação. Os candidatos precisam ainda ter renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos, o que equivale a R$ 2.640.

Os estudantes podem se inscrever apenas para um curso. A opção pode ser alterada até o fim do prazo de inscrição. Uma vez por dia, o MEC divulga a nota de corte de cada curso, que é a estimativa da nota mínima para ser aprovado com base nas inscrições feitas até o momento. A nota de corte não é calculada em tempo real e não garante a vaga ao estudante.

O resultado será divulgado no próximo dia 30. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos na lista de espera. As vagas que não forem ocupadas pelos estudantes pré- selecionados serão ofertadas à lista de espera de 4 de julho a 10 de agosto.

O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.

Ministério da Educação precisa de mais R$ 75 milhões para Enem, diz jornal

Realização do Enem/Foto:Bernardo Soares

Realização do Enem/Foto:Bernardo Soares

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, a nova administração do Ministério da Educação revelou que falta dinheiro para que o exame possa ser realizado. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve acontecer este ano nos dias 5 e 6 de novembro.

Cálculos iniciais apontam a necessidade de R$ 75 milhões, além do que a pasta já havia separado para a realização do certame. O Ministério do Planejamento é quem deve permitir a liberação da quantia necessária. Contudo, o Ministério da Educação terá de oferecer em troca cortes em outros gastos para conseguir o aval da pasta.

O exame é usado como um vestibular nacional de uma série de universidades públicas. Com a nota do Enem, o estudante pode se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que foi criado pelo governo para selecionar alunos para as instituições públicas de ensino superior.30

Estudantes de escola municipal foram escolhidos para conduzir a Tocha Olímpica em Paulo Afonso (BA)

A classificação dos selecionados foi feita com base em concurso de redação com os alunos maiores de 12 anos que cursam os anos finais do Ensino Fundamental II /Foto:PMPA

A classificação dos selecionados foi feita com base em concurso de redação com os alunos maiores de 12 anos que cursam os anos finais do Ensino Fundamental II /Foto:PMPA

Três estudantes da Escola Municipal Raimundo Toledo, no Bairro dos Rodoviários, em Paulo Afonso (BA), foram escolhidos para participar do revezamento da Tocha Olímpica, que acontece no próximo dia 27. A indicação foi feita pelo Ministério da Educação com base nos indicadores como a Prova Brasil e a média de aprovação que comprovam o esforço da unidade pela melhoria da qualidade da educação.

A classificação dos selecionados foi feita com base em concurso de redação com os alunos maiores de 12 anos que cursam os anos finais do Ensino Fundamental II (6º ao 9º Ano), com o tema “O Brasil e os Jogos Olímpicos”.

Amanda Cindy Lima, do 9º ano, escreveu sua redação com o título “A força de uma nação” que abordou o espírito Olímpico que envolve o país nesse momento.  “O apoio das professoras foi muito importante, elas me incentivaram e me orientaram”, destaca a estudante.

LEIA MAIS
12