Petrolina e municípios do Sertão do São Francisco receberão mais de R$ 7 milhões em recurso do MEC

Ministro da Educação assinou liberação de recursos para Petrolina e cidades vizinhas (Foto: Blog Waldiney Passos)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub visitou Petrolina nessa segunda-feira (17) onde anunciou a liberação de recursos para a educação básica e ensino técnico na região do Sertão do São Francisco. Sua passagem trouxe boas notícias à Araripina, Afrânio, Dormentes, entre outros municípios vizinhos.

Na cerimônia realizada na Fundação Nilo Coelho, Weintraub anunciou a entrega da quadra poliesportiva do campus zona rural do IF-Sertão Petrolina, garantiu o pagamento dos bolsistas do projeto Hacktown e compra de mobília. Já em Ouricuri foi autorizada a aquisição de mobílias à unidade do Instituto.

Recursos para escolas

Na educação básica o Ministério da Educação (MEC) anunciou recursos de R$ 2 milhões e  100 mil a Afrânio, Araripina, Bodocó, Dormentes e Serrita, cuja destinação é a compra de mobília, climatizadores e instrumentos musicais para alunos da educação básica. Já em Petrolina o valor saltou para R$ 5 milhões e 730 mil, pois além da compra de climatizadores, uma unidade escolar de 12 salas será construída no bairro Quati 2.

LEIA MAIS

Depois da visita de ministro do Desenvolvimento Regional, Petrolina recebe titular do MEC nesta segunda-feira

Gustavo Canuto teve rápida passagem na sexta-feira passada (Foto: Ascom/MDR)

Pela segunda vez o do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto visitou Petrolina. A breve passagem aconteceu na sexta-feira (14), quando Canuto foi ao 72° Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, acompanhado do comandante militar do Nordeste, general Marco Antônio Freire Gomes. A agenda oficial consista na analise de dados sobre a Operação Carro-Pipa.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo também deveria ter vindo a cidade, mas desmarcou seu compromisso de última hora. Coube a Canuto conhecer de perto o trabalho do 72 BIMTZ e fazer uma visita técnica a comunidades contempladas com a Operação.

“O principal objetivo da visita é reconhecer o trabalho que o Exército Brasileiro vem desempenhando há 20 anos na Operação Carro-Pipa. Conhecemos os detalhes, números e dificuldades. Podemos otimizar a aplicação dos recursos públicos para ampliar esse abastecimento e, ainda, reduzir a sobrecarga atual do Exército com a ação”, disse o ministro.

Ministro da Educação vem a cidade

Amanhã (17) é a vez do ministro da Educação, Abraham Weintraub conhecer Petrolina. O titular do MEC tem agenda às 9h30, no bairro Quati, onde anunciará recursos para a educação. Pela tarde ele tem compromissos no Recife. A vinda de Weintraub foi anunciada na semana passada.

Gaturiano Cigano comemora visita de ministro da Educação a Petrolina

Vereador Gaturiano Cigano foi articulador da visita (Foto: Blog Waldiney Passos)

Articulador da vinda do ministro da Educação, Abraham Weintraub a Petrolina, o vereador Gaturiano Cigano (PRP) comemorou a confirmação da agenda para segunda-feira (17). Segundo o edil, a visita de mais um membro do Governo Federal em apenas seis meses de governo mostra a “força política” do grupo Coelho.

“Já tinha falado com o prefeito e o ministro já tinha publicado a agenda dele. Com apoio da força política do senador Fernando Bezerra Coelho e do deputado Fernando Filho, o ministro vai estar aqui assinando uma ordem de serviço de uma escola no Quati. É um pedido da gente e de toda bancada”, disse Gaturiano.

LEIA TAMBÉM:

Ministro da Educação visitará Petrolina na próxima semana

O vereador não deu detalhes da agenda, porém, acredita que Weintraub possa ficar na cidade durante o São João, juntamente com o deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

Ainda de acordo com Gaturiano, Petrolina ganha com mais uma unidade escolar, a qual deverá ter 12 salas e pode ser entregue em 2020. “Petrolina só tem que comemorar, é uma obra de grande importância que vai trazer mais qualidade de ensino e emprego. Vimos pessoas que fizeram concurso e não foram chamadas ainda”, finalizou.

Reitor da Univasf participa de audiência com ministro da Educação nesta quarta-feira

A agenda de Julianeli Tolentino com Abraham Weintraub foi confirmada pelo MEC na última quinta-feira (23). (Foto: Divulgação)

O reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino estará em Brasília (DF), nesta quarta-feira (29), para audiência no Ministério da Educação (MEC) onde se reunirá com o ministro Abraham Weintraub. A agenda da Univasf com o MEC objetiva apresentar as pautas defendidas pela universidade e o impacto do contingenciamento de recursos que impôs às Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) um novo limite para execução orçamentária em 2019, aquém do programado na Lei Orçamentária Anual (LOA), principal instrumento de planejamento da administração pública. A nova medida de contingenciamento, divulgada pelo MEC no último dia 30 de abril, bloqueia aproximadamente 30% das verbas que seriam destinadas à Univasf para as despesas de custeio e de capital, excluindo emendas parlamentares que já estavam bloqueadas  desde o inicio do ano.

“A nossa autonomia é ameaçada a partir do momento em que você restringe o orçamento, porque sem dinheiro, sem recurso você não faz nada, então é preciso que haja minimamente a manutenção do que está previsto, inclusive em lei”, disse o reitor da Univasf em entrevista durante um evento realizado na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife.

LEIA MAIS

No Dia D de Vélez, Bolsonaro confirma mudança no MEC

Ricardo Vélez se envolveu em várias polêmicas (Foto: Fábio França/G1)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na manhã dessa segunda-feira (8) a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. Alvo de críticas dentro e fora do governo e pressões diversas, Vélez sofreu com disputa interna, recuos e aproximadamente 20 exonerações em menos de 100 dias de trabalho.

Através de sua rede social, Bolsonaro anunciou o nome substituto. Será Abraham Weintraub. “Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, escreveu.

Na semana passada o presidente havia dito que hoje seria o Dia D de Vélez, já que estava descontente com o trabalho apresentado pelo ministro. (Com informações do Estado de São Paulo).

Ministro da Educação admite erro ao pedir que escolas filmassem alunos cantando Hino Nacional

(Foto: Reprodução/TV MEC)

Depois da repercussão negativa, o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez reconheceu hoje (26) que errou ao pedir que as escolas filmassem as crianças cantando o Hino Nacional, sem a autorização dos pais. Na segunda-feira (25) o Ministério da Educação (MEC) enviou um e-mail para as escolas do país pedindo a leitura de uma carta de Vélez orientando que as escolas executassem o Hino Nacional e filmassem as crianças durante o ato.

O pedido foi alvo de críticas de educadores e juristas. A carta é encerrada com as frases “Brasil acima de tudo” e “Deus acima de todos”, que foram o slogan da campanha do presidente Jair Bolsonaro nas eleições. “Eu percebi o erro, tirei essa frase, tirei a parte correspondente a filmar crianças sem a autorização dos pais. Evidentemente, se alguma coisa for publicada, será dentro da lei, com autorização dos pais”, disse o ministro.

LEIA MAIS

Ministro da Educação recomenda tranquilidade na prova do Enem

(Foto: Internet)

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro da Educação, Rossieli Soares, recomendou que os estudantes tenham muita tranquilidade na segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcada para este domingo (11), em todo o país. “Os estudantes devem ter muita tranquilidade, dormir bem, chegar cedo, ir confiantes para a prova, que vai dar tudo certo”, disse o ministro.

Neste fim de semana, os estudantes inscritos farão as provas de ciências da natureza e matemática. Para isso, terão cinco horas. O tempo de aplicação dos testes aumentou em relação ao ano passado, quando os alunos tiveram 4h30 para resolver as questões. “ [A extensão do tempo] foi pedida por conta da prova, o que foi atendido este ano. Pela primeira vez teremos 30 minutos a mais”, disse Rossieli.

Ele reforçou as recomendações feitas aos estudantes no primeiro dia de aplicação do exame, domingo passado (4), que levem caneta esferográfica de tinta preta e tubo transparente e que cheguem ao local de prova, que o mesmo, com antecedência. “Chegar cedo é muito importante, para não virar meme [piada na internet]”, brinca o ministro.

LEIA MAIS

SINDUNIVASF emite nota de repúdio a recente visita do ministro da educação a Petrolina

(Foto: Arquivo)

O Ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve em Petrolina, na última sexta-feira (17), para inauguração da Policlínica da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Durante o evento estudantes da Univasf realizaram um manifesto e entraram em confronto com a equipe de segurança do ministro.

Diante dos acontecimentos o Sindicato dos Docentes da Univasf (SINDUNIVASF), emitiu nesta segunda-feira (20), uma nota de repúdio. Veja na íntegra:

“Vimos, por meio desta, repudiar as cenas de brutalidade estatal ocorridas na última sexta-feira (17/3) em torno do campus Petrolina/Centro da Univasf.

Não é coincidência que isto aconteça na segunda visita do ministro da Educação do governo mais ilegítimo da República após o fim da ditadura militar.

Não é coincidência que a “performance” das forças de segurança tenha sido desproporcional ao protesto necessário contra o caráter deste governo e das medidas nocivas à população brasileira diuturnamente encaminhadas pelos usurpadores da República.

Não é coincidência que no lugar de haver uma aproximação com a comunidade univasfiana, após o desastre da primeira visita, o ministro tenha ficado atrás das grades.

Convocamos toda a comunidade universitária, em especial a reitoria, e a sociedade, para saber se tal tipo de ocorrência, que pensamos estranhos à história da Univasf, vai se tornar uma rotina.

Quando a comunidade acadêmica e a sociedade terão direito a inaugurar um espaço de prestação de serviços públicos numa universidade pública? Por que não uma verdadeira e legítima inauguração?”

Ministro da Educação vem a Petrolina para inauguração da Policlínica da Univasf

Ministro da Educação estará em Petrolina nesta sexta. (Foto: Internet)

O Ministro da Educação, Mendonça Filho, estará em Petrolina (PE), nesta sexta-feira (17), para inauguração da Policlínica da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O evento está marcado para às 10h, no campus que fica na Avenida José de Sá Maniçoba.

Protesto

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, o DCE da Univasf afirma que a solenidade vai acontecer sem ninguém ser convidado. Nas imagens alguns alunos mostram que o local onde vai acontecer a inauguração está completamente cercado.

Toda a comunidade acadêmica foi convidada para, a partir das 8h, protestar no local contra as medidas do Governo Federal.

Ministro Mendonça Filho leva correligionários para passeio em voo da FAB

O ministro levou Evandro Macarrão e Pitomba da Lotação a Brasília e os carregou para cima e para baixo. Até aí, tranquilo. Mas a caravana deu direito a viagem em voo da FAB, na companhia do ministro.

Mendonça Filho anda com a agenda cheia no final de ano. Como se não bastasse ter de trabalhar pela aprovação da reforma do ensino médio e tocar o Ministério da Educação, ele resolveu se envolver na eleição da presidência da Câmara.

Nada a ver com a guerra travada entre seu correligionário Rodrigo Maia e o deputado Jovair Arantes.

Mendonça Filho vem se dedicando à corrida pelo comando da Câmara de Vereadores da pacata Belo Jardim, de cerca de 100 mil habitantes, em Pernambuco, seu reduto eleitoral.

Mendonça Filho é aliado do atual presidente da Casa Legislativa de Belo Jardim, Gilvandro Estrela, que luta para se manter na cadeira no ano que vem.

Na busca por votos, o ministro de Michel Temer resolveu fazer um agrado a outros dois vereadores eleitos na cidade pernambucana.

As excelências atendem pelos nomes de Evandro Macarrão e Pitomba da Lotação, candidato a assumir a presidência da Câmara local.

Mendoncinha, como é conhecido, levou a dupla a Brasília e os carregou para cima e para baixo. Até aí, tranquilo. Mas a caravana deu direito a viagem em voo da FAB, na companhia do ministro.

Mendonça embarcou com os vereadores da capital para uma agenda na Paraíba. Só alegria.

A tomar pelos sorrisos de Macarrão e Pitomba nas fotos postadas em redes sociais, dentro e fora do avião oficial, o ministro já dizer que ele elege quem quiser em Belo Jardim.

Veja online

Ministro diz que governo não vai recuar em PEC dos Gastos e MP do Ensino Médio

mendonca-filho

Entidades ligadas à educação dizem que o debate da proposta fica prejudicado pela imposição de uma medida provisória. O ministro minimizou a questão. (Foto: arquivo)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, defendeu o posicionamento do governo nas questões da proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos e da medida provisória (MP) que reforma o ensino médio no país. As duas pautas são as principais críticas dos estudantes que ocupam escolas em diversos estados e que motivaram as ocupações, mas o ministro não deu sinais de um possível recuo nessas questões.

Mendonça Filho disse, em relação à PEC dos Gastos Públicos, que será estipulado um teto global, e não específico para cada área. Segundo o ministro, a medida será importante para reequilibrar as contas públicas e retomar o crescimento – assim como explicou, em outras ocasiões, o presidente Michel Temer.

“Há muita desinformação, na sua esmagadora maioria, com relação à PEC. Ela veio para reequilibrar o Orçamento público, devolver a capacidade de investimento ao Estado brasileiro, fazer com que o Brasil volte a crescer gerando empregos e aumentando a capacidade de investimento em educação e saúde”.

LEIA MAIS

Presidente da Facape entrega documento a ministro da Educação

Em documento, foi solicitado o apoio do Governo Federal para a concessão de 13 mil bolsas aos alunos das autarquias, além da criação de incentivos para aprovação e financiamento de projetos de mestrados e doutorados./ Foto: assessoria

Em documento, foi solicitado o apoio do Governo Federal para a concessão de 13 mil bolsas aos alunos das autarquias./ Foto: assessoria

Um documento com as principais demandas das autarquias de ensino de Pernambuco foi entregue, pessoalmente, pelo presidente da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), Rinaldo Remígio, ao ministro da Educação, Mendonça Filho. O professor, que também é presidente da Assiespe (Associação das Instituições de Ensino Superior de Pernambuco), participou – a convite do reitor da Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco), Julianeli Tolentino – da caravana do ministro que percorreu o campus da universidade em Petrolina, nesta segunda-feira (15).

Entre os pleitos apresentados, Remígio solicitou o apoio do Governo Federal para a concessão de 13 mil bolsas aos alunos das autarquias, além da criação de incentivos para aprovação e financiamento de projetos de mestrados e doutorados.

LEIA MAIS

Ministro da Educação chega a Petrolina para anunciar liberação de recursos

(Foto: Internet)

(Foto: Internet)

Nesta segunda-feira (15), o ministro da Educação, Mendonça Filho, estará em Petrolina, no Sertão pernambucano.  Sua passagem pela cidade incluirá uma visita na universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), onde participará de uma solenidades na qual anunciará a liberação de recursos, bem como visita às obras da Policlínica, localizada no Campus Sede e do Espaço de Arte, Ciência e Cultura (EACC/Univasf), na orla de Petrolina.

A programação inclui ainda a inauguração oficial do Data Center do Hospital Universitário (HU). As cerimônias serão realizadas a partir das 9h30 com abertura no auditório da Biblioteca do Campus Sede, evento que também contará com a participação do Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

Confira a programação das respectivas solenidades:

– 9h30 – Cerimônia de liberação de recursos para a Univasf e para o IF Sertão-PE. (Auditório da Biblioteca – Campus Sede da Univasf).

– 10h – Visita à Policlínica (Campus Sede da Univasf).

– 10h30 – Cerimônia de Inauguração do Container Data Center do Hospital Doutor Washington Antonio de Barros (Área Externa do Hospital/HU).

– 11h30 – Visita ao Espaço de Arte, Ciência e Cultura (EACC) da Univasf (Orla de Petrolina).

Dirigentes da Univasf têm audiência com ministro da Educação nesta quinta-feira

 Julianeli destacou a aquisição de tomógrafo para a UTI, compra de macas e também de poltronas para os acompanhantes/Foto:Blog

Conforme relatório da Pró-reitoria de Gestão e Orçamento (Progest), o volume de recursos contingenciados atinge mais 30% do orçamento da Univasf do total aprovado pela Lei Orçamentária Anual (LOA). /Foto:Blog

O reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino de Lima e o vice-reitor Telio Nobre Leite estarão nesta quinta-feira (7), no Ministério da Educação (MEC) para audiência, às 15h, com o ministro Mendonça Filho. A iniciativa reforça as ações da Reitoria para a retomada de projetos e obras e manutenção da universidade, cuja base de financiamento abrange recursos de capital e custeio que foram contingenciados. De acordo com a Reitoria, a expectativa é que o MEC sinalize uma agenda positiva e estabeleça a regularização dos repasses financeiros no atual exercício.

“As universidades federais têm enfrentado grandes dificuldades financeiras, algumas instituições estão na iminência de paralisar suas atividades, e a Univasf mesmo tendo adotado medidas de ajustes orçamentários desde 2015 está com sua capacidade de investimento muito reduzida, o que inviabiliza a continuidade de projetos e obras importantes para a região”, afirma Julianeli Tolentino. “Os cortes na educação impactam não apenas a comunidade acadêmica, a comunidade científica, mas o conjunto da sociedade que depende dos nossos serviços”, enfatiza.

LEIA MAIS

Ministro da Educação garante novas vagas para o Fies e Pronatec, já no segundo semestre

O novo ministro assumiu compromisso de dar continuidade aos programas educativos iniciados ou fortalecidos na Era PT (Fies, ProUni e Pronatec)Foto: arquivo

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou que as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) serão antecipadas para junho e não no final do ano como estava programado.

 Mendonça  afirma que encontrou o Fies sem recursos para novas vagas, mas negociou com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a liberação necessária para garantir as inscrições no segundo semestre deste ano.

 Com a garantia de recursos, a equipe técnica do MEC está trabalhando para, até o fim de junho próximo, anunciar o processo das novas inscrições do Fies para este ano.

 Com relação ao Pronatec, o ministro confirma que o governo de Dilma Rousseff deixou o programa sem orçamento para 2016. Mas reafirma que ele não será interrompido. O MEC busca outra solução com o Sistema S, o que vai assegurar as vagas.

Com informações da Assessoria