Compesa responde leitor sobre obra no Portal da Cidade

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

No último final de semana o Blog mostrou a queixa de um leitor a respeito do bairro Portal da Cidade, em Petrolina. A comunidade chamava atenção para uma obra na Rua do Pandeiro que está causando muita dor de cabeça as moradores.

LEIA TAMBÉM:

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) respondeu através de nota desconhecer qualquer problema de falta d’água na rua. Contudo, uma equipe será enviada ao endereço a fim de apurar possíveis irregularidades na obra. “Caso seja comprovado os danos à rede de distribuição de água, a Compesa adotará as providências para executar os serviços de reparo”, informa a nota.

Confira a seguir a resposta da Companhia:

LEIA MAIS

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

Segundo morador, obra é irregular e vem causando transtornos (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma obra na Rua do Pandeiro, no Portal da Cidade, em Petrolina vem tirando o sossego da população. Segundo um morador do bairro além de obstruir a via pública para execução do serviço, o proprietário de um imóvel acabou danificando a rede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), deixando a população sem água.

Essa obra teria inciado há dois meses. Desde então nenhuma equipe da Prefeitura ou da Compesa foi ao local fiscalizar os problemas denunciados pelos moradores. “Fiz um registro na Ouvidoria através do WhatsApp e até hoje não tive resposta”, relatou o leitor.

Os moradores também se queixam da Compesa, já que além da obra danificar a obra, ligações clandestinas estariam sendo feitas na rua. “Com essas ligações o bairro está ficando sem água, mas ninguém fiscaliza“, continuou.

LEIA MAIS

Após descumprimento de embargo, equipamentos de obra são apreendidos no Centro de Petrolina

(Foto: Ascom)

Equipamentos utilizados em uma construção que estava sendo feita de forma irregular, foram apreendidos pela equipe de fiscalização de obras da Prefeitura de Petrolina, na tarde de sábado (8). O prédio, localizado na rua João Clementino, no Centro da cidade, foi embargada pelo município em abril, quando a fachada do prédio caiu, colocando vidas em risco.

Na época, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação constatou que a construção estava sendo realizada de forma clandestina, ou seja, sem a licença municipal. Mesmo com o lacre de interdição, foi constatado que a obra continuou sendo feita durante a noite e nos finais de semana. A operação que contou com o apoio da Guarda Civil Municipal, apreendeu ferramentas e materiais de construção.