Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Governo do Estado realiza coletiva de imprensa para apresentar 13º do Bolsa Família

Uma das promessas da campanha do governador reeleito em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) foi o 13º do Bolsa Família e o gestor participa de uma coletiva de imprensa na manhã dessa sexta-feira (8), onde apresentará mais detalhes sobre o programa Nota Fiscal Solidária (NFS).

O evento já foi marcado três vezes, mas cancelado nas duas primeiras ocasiões. Agora, com o decreto que regulamenta a ação publicado no sábado de carnaval (2), o Estado quer dar prosseguimento ao assunto de interesse social.

No texto assinado por Paulo, fica especificado que todas as famílias pernambucanas cadastradas no Programa Bolsa Família do governo federal são elegíveis à iniciativa estadual, que possibilita ao grupo reembolsar 5% de tudo o que gastar ao comprar itens da cesta básica entre os dias 6 de março e 1º de dezembro de 2019, no limite de até R$ 150.

LEIA MAIS

Em busca de aproximação, Câmara tem reunião com ministros de Bolsonaro

(Fotos: Alberto Ruy/MInfra)

O governador Paulo Câmara (PSB) iniciou ontem (28), uma série de encontros com ministros do governo Jair Bolsonaro (PSL) para discutir pleitos pernambucanos que necessitam de apoio da União para sair do papel. No Recife, Câmara recebeu o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez e pela tarde, foi a Brasília.

Na capital do país o representante pernambucano reuniu-se com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e tratou de obras como a Ferrovia Transnordestina e a manutenção de rodovias federais em Pernambuco. Ainda nessa semana o governador se encontrará com outros ministros de Bolsonaro.

“Ele colocou claramente a preocupação que tem com a finalização da Transnordestina e demonstrou que pensa da mesma forma que nós, que o parceiro privado atual não está dando conta do recado para destravar as obras da ferrovia”, disse o governador em entrevista em entrevista a Rádio Jornal.

Atualmente, as obras da ferrovia – que deveria ter sido entregue em 2010 – são tocadas pela Transnordestina Logística S.A. (TLSA). Há cerca de três meses, a empresa apresentou um novo cronograma para conclusão dos serviços, desta vez prorrogando-a para 2027. Com informações do JC Online.

Câmara afirma que contas estão “apertadas” e não descarta corte de gastos no funcionalismo público

(Foto: Jornal do Commercio)

Durante uma entrevista à Rádio Jornal Recife nessa segunda-feira (21), o governador Paulo Câmara (PSB) comentou a situação financeira de Pernambuco e reconheceu que a crise econômica vista no país afetou as contas do estado.

Segundo Câmara que iniciou em janeiro seu segundo mandato, é preciso aproveitar a leve onda de crescimento e investir no Estado. “A gente está muito apertado. Isso é uma realidade, porque os últimos anos foram anos de crise. A economia está melhorando um pouquinho. Temos que aproveitar isso e fazer com que as coisas em Pernambuco andem mais rápido”, disse o governador.

Corte de gastos

Segundo Câmara, novos cortes nas despesas não estão descartadas. “Isso é um exercício permanente que todo gestor público vai precisar fazer. Eu posso garantir que todo nosso planejamento é para que Pernambuco continue com o equilíbrio das contas. É algo muito importante garantir o salário do funcionalismo público, os serviços continuarem funcionando. Pernambuco não pode perder isso”, continuou.

Com informações do JC Online

Ovos deverão ter identificação individual para ser comercializados em Pernambuco

(Foto: Getty Images)

O famoso carro do ovo que circula pelas ruas de Petrolina e outros municípios pernambucanos pode ser afetado com o Decreto nº 47.015/2019 assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB) e sancionado no Diário Oficial do Estado no último sábado (19).

O decreto “regulamenta o trânsito e o comércio de ovos no âmbito do Estado de Pernambuco” e prevê no Artigo 1º  a implantação de um “sistema de identificação individual dos ovos produzidos no Estado de Pernambuco, que consiste no processo de identificação que permite a rastreabilidade dos mesmos, desde a procedência até a comercialização”.

Será possível ainda comercializar ovos em unidade “desde que a embalagem e forma de comercialização sejam aprovadas previamente pelo serviço de inspeção oficial, nos termos a serem disciplinados em portaria do Presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco – Adagro”.

Quanto ao produto nos supermercados, o decreto prevê a venda de ovos em caixas, conforme a legislação federal e estadual já vigente. Somente estará proibida a venda de ovos sem identificação individual.

Paulo Câmara anuncia segundo escalão do Governo de Pernambuco

(Foto: Jornal do Commercio)

Nesta segunda-feira (14) o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou os nomes que irão compor o segundo escalão do Governo do Estado. Os nomes comandarão os órgãos da estrutura descentralizada a partir deste ano. Segundo o governador, os escolhidos irão colaborar para o avanço da administração.

“São pessoas com experiência administrativa e muitos serviços prestados ao povo de Pernambuco. Tenho certeza de que vão colaborar para que a nossa administração continue avançando, reforçando nossas políticas públicas e atuando diariamente para a melhoria da qualidade de vida dos pernambucanos”, disse.

Confira os nomes

Governadoria do Estado

  • Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Pernambuco (ARPE) – Ettore Labanca

Secretaria de Administração

  • Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) – Ila Carrazone
  • Instituto de Recursos Humanos do Estado de Pernambuco (IRH) – Ruy Barbosa
  • Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (Funape) – Tatiana Nóbrega
  • Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart) – Adaílton Feitosa
LEIA MAIS

Geração de emprego é promessa do novo mandato de Paulo Câmara

(Foto: Arquivo)

Por duas vezes consecutivas, uma na posse e outra no anúncio oficial do novo secretariado, o governador Paulo Câmara (PSB) garantiu que ele e sua equipe farão ações em todas as áreas para que “Pernambuco possa gerar novos postos de trabalho e devolver aos pernambucanos o que a crise do país tirou”. A promessa do socialista neste início de ano está sendo aguardada com expectativa por muitos pernambucanos que entraram para as estatísticas negativas dos trabalhadores que estão oficialmente fora do mercado de trabalho.

No Brasil, já são quase 13 milhões de pessoas desempregadas. Segundo dados do IBGE, Pernambuco é um dos 14 estados do país que tiveram índice de desemprego superior a média nacional no terceiro trimestre de 2018. Em Pernambuco, 16,7% da população está sem emprego (cerca de 1,4 milhão de pessoas), índice superior em quase 5 pontos percentuais ao nacional, que foi de 11,9%.

LEIA MAIS

Segundo Pacto Pela Vida de 2018, Pernambuco reduziu em 20% o número de crimes violentos

Para o governador, “a segurança pública seguirá como prioridade”.

Durante a primeira reunião do Pacto Pela Vida em 2019, nessa quinta-feira (10), comandada pelo Governador Paulo Câmara, foram apresentados os resultados referentes à segurança pública do estado alcançados nos últimos meses.

De acordo com o levantamento realizado, houve uma redução superior a 20% do número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registrados em 2018, em relação a 2017.

“A segurança pública seguirá como prioridade no nosso governo, com cada vez mais integração e participação de diferentes frentes da gestão. Todos os secretários estão aqui hoje para conhecer o nosso modelo de combate à violência e, sobretudo, para compreender que a colaboração de todos o deixará cada vez mais forte”, disse Câmara.

Segundo o secretário de Planejamento e Gestão e coordenador do programa, Alexandre Rebêlo, há uma avaliação semanalmente dos CVLIs e dos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP).

“A estratégia é trabalhar semana a semana, fazendo intervenções onde for necessário, de forma pontual ou estrutural, como a criação de novos batalhões e novas delegacias especializadas”, concluiu o secretário.

Encontro entre Câmara e Bolsonaro pode acontecer em janeiro

(Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que vai solicitar oficialmente nesta segunda-feira (7) uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Para Câmara, é importante desmontar os palanques e manter diálogo para o melhor do estado.

“Vou pedir ainda hoje uma audiência com o presidente da República para discutir Pernambuco. Quero ter condições de ainda no mês de janeiro mostrar o que a gente precisa e em que Pernambuco pode contribuir com o governo federal”, disse em entrevista exibida na TV Globo.

Para o governador, é importante manter um bom relacionamento com Bolsonaro e assim dar continuidade aos projetos no estado. “Vou buscar, como governador, conversar com o governo federal, mostrar nossos projetos e a importância de terminar obras como a Adutora do Agreste e de começar outras, como as adutoras que vão levar água para o Sertão. Mostrar a importância de ter um olhar especial para a região Nordeste, que foi a mais afetada por essa crise”, afirmou.

O principal exemplo de aproximação entre Estado e Federação é o programa Pacto pela Vida. Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua se reuniu com Sérgio Moro, ministro de Justiça e Segurança Pública sobre para discutir uma parceria com a União, na tentativa de fortalecer as ações de combate à violência.

Com informações do JC Online

Odacy Amorim confirma convite e assumirá presidência do IPA

Odacy tentou vaga como deputado federal, mas não conseguiu se eleger (Foto: ASCOM)

Odacy Amorim (PT) pôs fim as especulações e confirmou que assumirá nos próximos dias o comando do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). O nome do ex-prefeito de Petrolina já vinha sendo ventilado nos bastidores da política, para exercer uma função no Governo do Estado.

Odacy conversou com exclusividade com o Blog Waldiney Passos na manhã de hoje (4) e confirmou o convite feito pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto (PT). “A antiga secretaria de Agricultura agora é secretaria de Desenvolvimento Agrário e dentro dessa estrutura está o IPA é uma estrutura muito importante dentro do estado, foi feito esse convite com aval do governador e conversamos com o partido”, disse.

Ainda segundo Odacy apesar de seu mandato como deputado estadual terminar apenas em janeiro ele renunciará ao cargo para assumir o IPA o quanto antes. “Vou renunciar o mandato [como deputado estadual] imediatamente para assumir”, destacou.

Paulo Câmara (PSB) foi reeleito governador de Pernambuco em outubro, em uma aliança com o PT. Odacy disputou o pleito como deputado federal, mas não obteve êxito. No entanto conseguiu emplacar sua esposa, Dulcicleide Amorim (PT) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Paulo Câmara empossa secretários, 21 têm perfil técnico 

(Foto: Anderson Stevens/ Folha de Pernambuco)

Depois de tomar posse para seu segundo mandato a frente do Governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) empossou o primeiro escalão do secretariado em uma cerimônia na quarta-feira (2). Dos 27 membros, 21 têm perfil técnico nas pastas que assumem.

Nessa nova gestão a administração terá 22 pastas, além da Procuradoria Geral do Estado e Casa Militar – que possuem status de secretaria, somando-se a três auxiliares diretos. “Esse time vai buscar se entrosar cada vez mais, rapidamente, para que a gente possa está potencializando as nossas políticas e fazendo cada vez mais aquilo que a gente aprendeu a fazer com Eduardo Campos, e que a gente repete, nos últimos quatro anos, e que a gente vai continuar a trabalhar fazendo cada vez mais com menos”, disse o governador.

O segundo escalação deve ser anunciado nos próximos dias. O primeiro escalão conta com os seguintes nomes:

LEIA MAIS

Paulo Câmara toma posse e inicia segundo mandato como governador de Pernambuco

(Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Paulo Câmara (PSB) tomou posse para seu segundo mandato no cargo de governador de Pernambuco na tarde de ontem (1º) em cerimônia na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe). Em seu discurso Câmara afirmou que os palanques devem ser desarmados e pediu diálogo.

Nesse mandato Câmara terá ao seu lado Luciana Santos (PC do B), a primeira vice-governadora mulher de Pernambuco. A cerimônia foi rápida, com menos de uma hora de duração. Estiveram presentes o prefeito de Recife, Geraldo Julio (PSB) e o senador reeleito, Humberto Costa (PT).

Paulo Câmara venceu a eleição em Pernambuco ainda no primeiro turno, com 1.918.219 votos, 50,7% dos votos válidos. Ele foi o candidato da Frente Popular de Pernambuco, coligação composta por 12 partidos é liderada pelo PSB.

Sobre a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o governador mandou um recado. “É urgente desmontar os palanques, desarmar os espíritos, buscar o mínimo de convergências que nos permitam preservar as conquistas democráticas e avançar. O processo eleitoral que nos elegeu para o Poder Executivo e elegeu os parlamentares para o Poder Legislativo é o mesmo que elegeu o presidente da República”, explicou.

Com informações do G1 Pernambuco

Governadores do Nordeste não vão à posse de Bolsonaro

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Os nove governadores do Nordeste não vão à posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A cerimônia acontece, em Brasília nesta terça-feira (1º), pela tarde.

Todos os governadores são do grupo que faz oposição a Bolsonaro:  Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Wellington Dias (PI), e Fátima Bezerra (RN) são petistas. Eleito em Alagoas, Renan Filho – filho de Renan Calheiros – também não estará presente.

Paulo Câmara (PSB) fez alianças com o PT em Pernambuco durante sua campanha de reeleição. Flávio Dino (PC do B), Belivaldo Chagas Silva (PSD) e Ricardo Coutinho (PSB) serão os outros ausentes.

Na semana passada PT, PC do B e PSOL anunciaram boicote à posse do presidente, tendo como consequência a ausência de deputados e senadores na solenidade. O governador da Bahia tomará posse amanhã, enquanto Câmara, apenas na quarta-feira (2).

Com informações do Bahia Notícias

2º mandato: Paulo Câmara anuncia nomes que formarão novo secretariado

(Foto: Jornal do Commercio)

Faltando poucos dias para o fim de 2018, o governador reeleito Paulo Câmara (PSB) anunciou na noite de sexta-feira (28) os nomes que formarão o novo secretariado da sua segunda gestão, que iniciará no próximo dia 1° de janeiro. Houveram mudanças de titulares em 17 secretarias, além de quatro órgãos da estrutura de apoio ao governo do socialista.

O novo secretariado terá a marca do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB). Um dos principais auxiliares do prefeito, o secretário municipal de Planejamento e Gestão de Pessoas, Alexandre Rebelo, comandará a Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco. A pasta é uma das principais Estado que concentra funções de gestão fiscal e coordena programas como o Pacto Pela Vida. À frente da gestão dos Centros Comunitários da Paz (Compaz) da prefeitura, o jornalista Eduardo Machado passará a assumir a Secretaria de Imprensa.

LEIA TAMBÉM:

Paulo Câmara envia reforma administrativa à Alepe

Alepe aprova reforma administrativa de Paulo Câmara

O secretário de Governo do Recife, Sileno Guedes, presidente estadual do PSB, também é um dos nomes que irá compor a nova equipe de Paulo Câmara. Guedes ficará com a pasta que comanda a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Ao todo, apenas cinco secretários foram mantidos: Antônio Carlos Figueira, na Assessoria Especial; Antônio de Pádua, na Secretaria de Defesa Social; Frederico Amâncio, na Secretaria de Educação; Pedro Eurico, na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos; e Sílvia Cordeiro, na Secretaria da Mulher. Em todas as outras pastas, houve substituição de titulares.

LEIA MAIS

Alepe aprova reforma administrativa de Paulo Câmara

Os deputados estaduais de Pernambuco aprovaram na tarde de ontem (26) o projeto de lei do Poder Executivo que trata da reforma administrativa. A matéria foi enviada pelo governador reeleito Paulo Câmara (PSB) e não encontrou resistência na Assembleia Legislativa.

Nesta quinta-feira (27), o projeto vai para a redação final antes de ser sancionado pelo governador, que precisará publicar a decisão no Diário Oficial antes de anunciar oficialmente os nomes que ocuparão o primeiro escalão de seu governo.

“Foram cortados 46 cargos comissionados e 700 funções gratificadas, que são exclusivas para os servidores. Teremos redução desses cargos, criação de novas secretarias e otimização de outras, fundindo aquelas que têm atividades semelhantes para melhorar a qualidade do trabalho para a sociedade pernambucana”, destacou o líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento.

Além dessa matéria foram analisados pelos deputados outros quatro PLs encaminhados pelo Executivo, um deles tratava do reajuste a cargos efetivos e comissionados, afetando diretamente as contas do Estado.

Com informações do Diário de Pernambuco

Reforma administrativa será analisada nesta quarta (26) na Alepe

Lei foi aprovada na Alepe.

A quarta-feira (26) pós-Natal na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) será marcada pela votação da reforma administrativa encaminhada pelo governador Paulo Câmara (PSB). A matéria foi encaminhada aos deputados na última sexta-feira (21) e deve ter prioridade na sessão.

Os parlamentares também irão analisar duas propostas encaminhadas pelo Poder Judiciário e uma emenda à Constituição, de autoria do deputado Rodrigos Novaes (PSD). Depois dos trabalhos de quarta, a Alepe entrará em recesso na quinta-feira (27) com a leitura da redação final dos projetos.

Em comum acordo, oposição e situação acertaram a votação das matérias para dois dias, na justificativa de agilizar o debate e análise dos textos. Os projetos e os pareceres serão analisados nas comissões de Justiça, Administração e de Finanças e Tributação pela manhã.

Às 14h30, os deputados irão analisar e discutir as propostas em plenário e encaminhar a primeira votação. Às 16h30 haverá a segunda votação. A quinta-feira será destinada à redação final. O projeto da reforma administrativa deverá ser sancionado pelo governador no mesmo dia.

Com informações do Diário de Pernambuco

123