Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Sem ficar em cima do muro, Zé Batista confirma saída do PDT: “Vou procurar um partido para me agasalhar”

Vereador comentou sobre obra na UPAE e seu futuro político (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Tô pouco me lixando para isso”. Foi assim que o vereador José Batista da Gama hoje no PDT comentou a situação da sigla em Petrolina que agora tem como líder Edinaldo Lima, ex-vereador e candidato a prefeito pelo grupo de Julio Lóssio, oposição ao governo de Miguel Coelho, de quem Zé é aliado de longa data.

Na sessão de terça-feira (11) o vereador afirmou que está deixando o PDT porque não é de ficar em cima do muro. “Tomei conhecimento semana retrasada, boa viagem ao PDT e boa viagem a Edinaldo Lima. Tô pouco me lixando pra isso, tenho luz própria e posso muito bem me filiar a qualquer outro partido da base aliada. Vou procurar um partido para me agasalhar e agasalhar meu filho, Pé de Galo que será candidato a vereadora na próxima eleição”, afirmou.

Apesar do posicionamento de sair do PDT, Zé Batista destacou que ainda não escolheu sua próxima casa. “Não existe dono do nariz em política. A gente tem que ouvir as lideranças maiores, nós dependemos delas. Vou ouvir o senador, o deputado federal e o prefeito. O partido que a gente achar que vai ser mais conveniente para a gente, a gente vai se filiar. Existe o MDB, o PSL, o DEM que é minha origem, mas eu sou daqueles que não olha para partido, eu olho para a pessoa. Não é o partido que vai definir eleitorado”, ressaltou.

LEIA MAIS

Gabriel Braga assume presidência do PDT de Remanso

Gabriel Braga, Roberto Carlos e Ricardo Penalva.

A nova liderança política da cidade de Remanso (BA) assumiu a presidência do Partido Democrático Trabalhista (PDT), no qual irá exercer o mandato à frente da legenda municipal. A indicação aconteceu na última semana, durante reunião realizada com o deputado estadual Roberto Carlos e o presidente do PDT de Juazeiro, Dr. Ricardo Penalva.

“É com grande alegria que estou recebendo essa incumbência de comandar o PDT na cidade de Remanso, através do apoio do deputado Roberto Carlos e do Dr. Ricardo Penalva. Nossa missão será buscar o fortalecimento da sigla, trabalhando de maneira diferenciada em prol da população remansense”, disse Gabriel.

Sobre as parcerias para a eleição de 2020, o novo presidente afirmou que o processo de filiação dos pré-candidatos já foi iniciado. “Contamos atualmente com oito bons nomes. Não vamos aceitar nenhum vereador de mandato, de forma que todos os nossos candidatos terão chances iguais”.

Segundo o deputado Roberto Carlos, “a indicação do novo presidente não poderia ser diferente, tendo em vista toda honradez, caráter e comprometimento de Gabriel com o partido durante todos esses anos.

PDT

Fundado em 17 de junho de 1979, o PDT tem como presidente nacional o professor Carlos Lupi e como presidente estadual o deputado federal Félix Mendonça Júnior.

Jaques Wagner pede que Ciro Gomes declare apoio contundente a Haddad

(Foto: Sérgio Lima/Poder360)

O senador eleito, Jaques Wagner (PT), coordenador da campanha do presidenciável, Fernando Haddad (PT), conversou ontem (22) com Cid Gomes (PDT), ex-governador do Ceará . Na conversa, o petista pediu que o candidato derrotado do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, tenha uma posição “mais contundente” de apoio a Haddad nesta etapa final da campanha.

“Na verdade, ele [Ciro Gomes] já declarou [apoio]. O que a gente queria era algo mais contundente”, disse Jaques Wagner. “A gente quer que ele converse com o eleitor dele e diga, olhe, tudo bem, estou arretado com o PT, mas isso tudo fica menor diante da responsabilidade do momento.”

No diálogo, Jaques Wagner destacou a trajetória política de Ciro e o peso que o ex-governador ganhou com a eleição. O pedetista foi o terceiro mais votado no primeiro turno e recebeu mais de 13 milhões de votos.

Para Jaques Wagner, o apoio “mais contundente” de Ciro Gomes é fundamental a cinco dias do segundo turno. Segundo ele, há uma parcela do eleitorado de Ciro Gomes que ainda não está com Haddad e que poderia mudar de posição com a reiteração do apoio.

Em entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura, que foi ao ar na noite de ontem, Haddad disse que esperava um aceno de Ciro Gomes.

Com informações da Agência Brasil

PDT prepara ação para pedir nulidade das eleições

(Foto: Fabio Pozzebom)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) prepara uma ação para pedir à Justiça Eleitoral a nulidade das eleições deste ano após as denúncias de práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quinta-feira (18) o presidente nacional do partido, Carlos Lupi.

Segundo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, cujo partido teve o candidato Ciro Gomes em terceiro lugar no primeiro turno da disputa pelo Palácio do Planalto, a equipe jurídica do PDT ainda estuda a forma e o conteúdo da peça a ser apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Estamos preparando uma ação. Ainda não está pronta, o jurídico está examinando o termo exato e por isso ainda não soltei”, disse o presidente do partido à Reuters.

O jornal Folha de S.Paulo desta quinta-feira, publicou uma reportagem apontando práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato do PSL à Presidência. O jornal afirma que empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT e a favor de Bolsonaro por WhatsApp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma operação para a próxima semana, antes do segundo turno.

LEIA TAMBÉM:

Empresas bancam disparos de mensagens contra PT e a favor de Bolsonaro

Adversário de Bolsonaro no segundo turno, o candidato do PT, Fernando Haddad, acusou Bolsonaro de criar uma “verdadeira organização criminosa com empresários que, mediante caixa dois, dinheiro sujo, estão patrocinando mensagens mentirosas no WhatsApp”.

LEIA MAIS

‘Se protejam, saiam juntas’, diz Ciro Gomes a mulheres sobre protesto contra Bolsonaro

Ciro Gomes (PDT). (Foto: Nacho Doce)

Em vídeo publicado em suas redes sociais, o candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), disse que as mulheres que forem participar dos atos públicos em todo o país neste sábado (29) contra o adversário do PSL, Jair Bolsonaro, devem ter cuidado.

“Todas as mulheres devem ir às praças, às ruas, na paz, com cuidado. Se aparecer provocação, vocês evitem, porque eles são loucos, eles não têm juízo, eles fazem apologia à violência de verdade”, disse, referindo-se a apoiadores de Bolsonaro. “Se protejam, saiam juntas, mas nada de medo”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Mulheres do Vale do São Francisco unidas contra Bolsonaro

O movimento nacional “Mulheres unidas contra Bolsonaro” ganhou as redes sociais, e promete ganhar as ruas. Mulheres de todo o Brasil, vão às ruas para expressar posicionamento contrário ao candidato e a qualquer discurso que viole os direitos das mulheres.

Ciro, que suspendeu os compromissos públicos de campanha após uma intervenção médica de emergência na próstata na última terça (25), disse que vai orientar toda a militância do partido a “reforçar o movimento histórico” deste sábado. (Com informações da Folha de Pernambuco)

PSB pode apoiar candidatura de Ciro Gomes à Presidência, afirma Paulo Câmara

(Foto: Julio Jacobina/DP)

Com a desistência do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa de não concorrer à Presidência da República pelo PSB, o partido já estuda apoiar o nome de Ciro Gomes para a disputa. A afirmação veio do governador de Pernambuco e vice-presidente nacional da legenda, Paulo Câmara, nesse final de semana.

“Apoio ao Ciro vai depender do processo de discussão interna do partido. Com a desistência do ministro Joaquim Barbosa de ser pré-candidato, isso passa a ser uma possibilidade“, disse Câmara sobre o político do PDT. Ainda segundo o governador de Pernambuco, a centro-esquerda deve seguir dois caminhos: encaminhar uma candidatura única ou se dividirá no primeiro turno, já que há a possibilidade de apoio ao PT.

No entanto, na opinião de Câmara, a candidatura ideal uniria PT, PSB e PDT lado a lado. “Se der para juntar tudo no primeiro turno, é o melhor dos mundos, independentemente de quem seja o candidato. Agora, se não der, é importante também a gente se preparar para estar junto no segundo turno“, disse.

Caso não haja consenso com as duas siglas, o PSB deve encaminhar uma candidatura única ao Governo de Pernambuco, porém ainda não decidiu quem seria o nome a disputar as eleições.

Namorado de Fátima Bernardes é de Pernambuco e vai assumir Iterpe na gestão Paulo Câmara

(Foto: Internet)

A apresentadora Fátima Bernardes tem aparecido de mãos dadas com um pernambucano em foto que circulou, nessa quinta-feira (2), nas redes sociais.

Apontado como affair de Fátima, Túlio Gadêlha, é um quadro orgânico do PDT-PE e vai assumir o Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura da gestão Paulo Câmara.

Túlio, que tem 29 anos, já concorreu a deputado federal em 2014. Teve 3.495 votos.

PDT assume Secretaria de Agricultura do Estado

O martelo foi batido após longo período de conversas e a posse está marcada para a quinta-feira (28), quando o PDT passará a comandar a Secretaria de Agricultura do Estado, hoje na cota do PSB. Já houve, inclusive, reunião de transição na pasta.

No início de agosto, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi chegou a registrar que a “intenção” dos pedetistas, para 2018, era lançar José Queiroz candidato a governador. Em 2014, Queiroz chegou a perder o comando do PDT-PE, ao decidir se manter na aliança com Paulo Câmara, enquanto Lupi interviu no diretório estadual e levou o partido para uma composição com Armando Monteiro Neto.

Herdeiro político de José Queiroz e atual presidente do PDT-PE, Wolney Queiroz chegou a fazer campanha para deputado federal sem acesso ao tempo de TV. De lá para cá, o desconforto vinha crescente com a ausência de acenos da gestão Paulo Câmara. Agora, a construção coloca o PDT no primeiro escalão, mas o movimento chega em cima da hora, quando falta um ano só para a eleição. A despeito do imbróglio que dividiu o partido em 2014, pedetistas costumam lembrar que Paulo teve mais de 70% dos votos em Caruaru.

Ao cogitar lançar Queiroz para governador, Lupi ponderou que uma eventual aliança nacional poderia também levar o ex-prefeito a disputar o Senado. E projetou: “Se a aliança com o PSB não acontece, podemos nos aliar ao PCdoB e ao PTB e ter o apoio deles. Agora, o José Queiroz vai ser candidato na majoritária, como governador ou senador”. A ida do PDT para Agricultura obedece essa lógica, embora não seja possível cravar uma candidatura majoritária de Queiroz com um ano de antecedência. Até então, a Secretaria de Agricultura era comandada por Nilton Mota, que é deputado estadual licenciado.

Com informações da colunista da Folha de Pernambuco, Renata Bezerra de Melo.

Pré-candidato de Jaboatão visita Petrolina para conhecer projetos

julio lossio neco

Neco cumpre mandato de vereador em Jaboatão./ Foto: assessoria

Na tarde desta terça-feira (02), o pré-candidato prefeito da cidade pernambucana de Jaboatão dos Guararapes, Manoel Pereira (PDT), conhecido como Neco, se reuniu com o prefeito de Petrolina, Julio Lossio.  Segundo a assessoria, prefeiturável veio conhecer projetos desenvolvidos na gestão de Lossio.
Neco cumpre mandato de vereador em Jaboatão e atualmente estrutura o seu plano de governo para concorrer ao cargo de prefeito.

Convenção do PTB já tem data marcada

Adalberto Cavalcanti 05

Durante a convenção, o PTB vai escolher e apresentar os seus respectivos pré-candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores./ Foto: arquivo

A convenção do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) será realizada no dia 23 de julho, sábado, às 09h da manhã. Na reunião deve ser anunciada a oficialização da candidatura do deputado federal Adalberto Cavalcanti, ao cargo de prefeito da cidade de Petrolina, Sertão de Pernambuco. A convenção será realizada no teatro do Colégio Dom Bosco, localizado ao lado da Rádio a Voz do São Francisco – Emissora Rural.

De acordo com a organização do evento, durante a convenção, o PTB vai escolher e apresentar de forma coletiva e com o apoio popular, os seus respectivos pré-candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores que irão disputar o pleito em 2016, bem como, os partidos que integram a aliança.

A convenção partidária do PTB, vai contar com a presença de membros da Comissão Executiva Nacional, Estadual e Municipal da legenda, do Senador por Pernambuco Armando Monteiro, além de outros integrantes do partido e o público petrolinense.

 

“Se Osvaldo Coelho fosse vivo, era capaz de adoecer e morrer naquele instante dessa indicação” diz José Batista sobre indicação de Lossio

zé-batista2

O vereador foi enfático e diz que o prefeito de Petrolina virou as costas para quem foi seu padrinho político./ Foto: arquivo

O pronunciamento do candidato a sucessor de Julio Lossio (PMDB), prefeito de Petrolina, Sertão de Pernambuco, tem provocado reações de diversos políticos da cidade. Dessa vez, o vereador José Batista da Gama (PDT) criticou a escolha e afirma que se Osvaldo Coelho fosse vivo, morreria de desgosto.

“Ele procurou um boneco para ser o prefeito de Petrolina, uma marionete, uma Maria vai com as outras. Ele vai ser mais um pau mandado. Eu tenho que falar é do meu candidato que vai ser anunciado dia dois pelo governador de Pernambuco” alfineta o vereador.

De acordo com José Batista, depois dessa escolha o grupo do PMDB poderia estar havendo um racha. “Tem um boneco indicando outro. Vocês vão ver a qualquer momento o esfacelamento do grupo dele em indicar essa marionete a prefeito de Petrolina” afirma.

O vereador foi enfático e diz que o prefeito de Petrolina virou as costas para quem foi seu padrinho político, quando não indicou Guilherme Coelho (PSDB), que era o vice da cidade e agora ocupa o cargo de deputado federal.

“Se Osvaldo Coelho fosse vivo, era capaz de adoecer e morrer naquele instante dessa indicação. Ele está sendo ingrato com a memória de Osvaldo Coelho que quem foi que colocou ele na vida Pública em Petrolina” pontua.

“Meu estilo é completamente diferente” diz Adalberto ao comentar pesquisa de intenção de votos

Adalberto Cavalcanti

O político que já foi prefeito de Afrânio, deputado estadual e agora federal, diz que se sente preparado para o cargo. Foto: Arquivo

O deputado federal por Pernambuco, Adalberto Cavalcanti (PDT), comentou a pesquisa encomendada ao Instituto de Pesquisa Múltipla pelo blog Waldiney Passos, sobre a intenção de votos dos petrolinenses. O político que já foi prefeito de Afrânio, deputado estadual e agora federal, diz que se sente preparado para o cargo.

“O povo de Petrolina prova que confia no meu trabalho a gente sonha com dias melhores. Fui prefeito de Afrânio por duas vezes, eu gosto de trabalhar e de ver as coisas andando” disse.

O deputado, não perdeu a oportunidade alfinetar os opositores. “E a gente Vê a necessidade, e há coisas que estão deixando a desejar, a saúde, os bairros o Ceape, o matadouro. Estou muito feliz com essa pesquisa. E pode ter certeza, povo de Petrolina, que meu estilo é completamente diferente. Não sou bom de discurso. Primeiro que pra ser bom de discurso, tem que mentir muito, meu estilo não é esse” atacou o deputado

“Não me interessa se vou perder voto. Estou votando com minha consciência” diz vereador sobre projeto de regularização Fundiária

zé-batista2

Mais um vereador de Petrolina, Sertão pernambucano, é contrário a aprovação do Projeto de Lei 031/2015. Na sessão desta quinta-feira (17),  José Batista da Gama (PDT), foi categórico em afirmar que não votará a favor do Projeto de Regularização Fundiária do jeito que está. O vereador ainda acusa que a tramitação deste projeto apenas agora na Casa Plínio Amorim, tem sim, visionado as eleições municipais que se aproximam.

“Sou frontalmente contra o projeto, doa a quem doer. É um projeto totalmente eleitoreiro. Tiveram sete anos para resolver essa situação, porque vieram resolver na boca de outra eleição? Porque tem interesse naturalmente em eleger o seu mandatário. Não me interessa se vou perder voto. Estou votando com minha consciência” diz o vereador.

José Batista não acredita que haverá benefício na aprovação do projeto, pois segundo ele, já existe na área com empreendimentos com construções, de mais de 200 m², e que não seriam famílias apenas as beneficiadas. O vereador ainda acusa de falta de clareza no PL.

“Se porventura fosse um projeto transparente, com os lotes dimensionados e o nome das pessoas, eu iria pensar com carinho. Mas da forma que está? Para beneficiar uns pouco e prejudicar a sociedade? Eu não vou votar nesse projeto” afirma.

Ao justificar o motivo de não votar na aprovação do projeto, José Batista da Gama deixa transparecer mais uma vez, que a insatisfação maior, é com a falta de informações solicitadas pela então comissão presidida pelo vereador Pérsio Antunes (PV) e acusa o Executivo.

“Até hoje o prefeito não atendeu os pedidos da Comissão de Justiça e Redação. Se não atendeu, é porque alguma coisa está nebulosa, alguma coisa está errada e eu vou pelos caminhos das leis” denuncia.