Em nota, Polícia Militar de Pernambuco disponibiliza números para denúncias de perturbação do sossego

(Foto: Internet)

Após publicação da matéria sobre a denúncia de moradores do bairro Cohab Massangano, em Petrolina (PE), que estão sofrendo com som alto, ocasionado por vizinhos, a Polícia Militar de Pernambuco enviou uma nota ao Blog, em resposta à cobrança da população local.

LEIA TAMBÉM:

Moradores da Cohab Massangano reclamam de som alto e cobram providências da Polícia Militar

De acordo com a PM-PE, o 5º BPM, responsável pela segurança do referido bairro, não recebeu nenhuma denúncia por parte da população, dando conta do problema. Contudo, a PM informou o Disk-ocorrência (87) 98877-0741 e do Disk-emergência (87) 98877-2102, para casos de necessidade. Confira a íntegra da nota:

“A Polícia Militar de Pernambuco informa que o comandante do 5ºBPM  está disponível para receber todo tipo de denúncia e esclarece que, no caso específico da perturbação de sossego, o batalhão não foi acionado em momento algum. Ele adianta ainda os números do disk ocorrência (87) 98877-0741 e do Disk emergência (87) 98877-2102 que estão à disposição da população, para acionar tanto o 5ºBPM como o 2ºBIESP. O comando reforça também a importância das pessoas que se sentirem lesadas de alguma forma, fazerem a denúncia formal para que a polícia possa tomar as medidas cabíveis.”

Lagoa Grande: homem é preso por perturbação do sossego

(Foto: Ilustração)

A Polícia Militar de Pernambuco prendeu na madrugada dessa sexta-feira (12) um homem de 20 anos, em Lagoa Grande. Luiz Carlos da Silva foi detido pelo crime de perturbação do sossego.

Ele estava pilotando uma motocicleta em alta velocidade e fazendo barulho excessivo com o veículo, emitindo sons semelhantes a de disparos de arma de fogo.

Ao ser abordado pelos policiais ele ignorou a ordem e acelerou o veículo contra os PMs do ROCAM. Luiz ainda tentou fugir, mas acabou sendo capturado pelos agentes. Ele responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Homem é preso por perturbação do sossego em Santa Maria da Boa Vista

Polícia Militar apreendeu paredão (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um homem foi preso na noite de domingo (27) em Santa Maria da Boa Vista, sob acusação de perturbação do sossego. Segundo a Polícia Militar, Francisco das Chagas Cardoso dos Anjos, de 39 anos foi detido após descumprir ordens da polícia.

Uma equipe da 7ª CIPM fazia abordagens no Assentamento Cataluna da Pista, na zona rural quando avistou um veículo com som alto. O carro pertencia a Francisco, que inicialmente abaixou o volume. No entanto, após a saída dos policiais ele voltou a aumentar o som.

Foi então que os policiais ordenaram que a música fosse desligada e Francisco se negou. De acordo com a PM ele desobedeceu as ordens e foi detido. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Proprietária de bar é presa por desacato e agressão verbal

(Foto: 7ª CIPM)

Policiais do GATI da 7ª CIPM prenderam uma mulher por desobediência, desacato, resistência e perturbação do sossego. De acordo com a Polícia Militar, a acusada tem 44 anos e é dona de um estabelecimento e foi abordada pela equipe por volta das 23h da segunda-feira (14), durante uma ronda ostensiva.

Os policiais solicitaram a mulher que diminuísse o volume do som do Bar Branca de Neve, ao voltarem para a viatura, os PMs constataram que o som permaneceu ligado e foi aumentado. Uma hora depois, a equipe voltou ao local e ao perceber a presença dos agentes, o som foi reduzido e posteriormente aumentado novamente.

A equipe tornou a voltar ao bar, dessa vez às 2h40 dessa terça-feira (15), quando foi constatado mais uma vez o som alto. Os PMs desceram do veículo e pediram que o volume fosse reduzido. A proprietária do bar estava ingerido bebida alcoólica e não obedeceu a ordem.

Embriagada, ela agrediu verbalmente o efetivo e ainda apresentou resistência à ordem de prisão. Por fim, a acusada foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó. A PM também apreendeu o aparelho de som do estabelecimento.

Casa de eventos é interditada em Juazeiro

(Foto: Ascom)

Uma casa de eventos localizada no bairro Cajueiro, em Juazeiro foi interditada por equipes da secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) durante a sexta-feira (2). Segundo a SEMAURB, apesar de possuir alvará de funcionamento das 8h às 18h, o estabelecimento realizava eventos à noite.

Outra irregularidade encontrada foi a área total do terreno. No alvará a área registrada é de 50 m², não condizendo com a realidade. A interdição foi um pedido do Ministério Público, tendo como argumentação a perturbação do sossego e o funcionamento em horário irregular.

A SEMAURB tem um canal de comunicação para registro de denúncias e reclamações da população, através do 153. A ligação é gratuita e pode ser feita 24h por dia.