Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Polícia Militar mantém policiais fardados e à paisana no Colégio Modelo, Civil já identificou responsáveis por ameaças

Polícia Militar está no Colégio Modelo desde cedo, Civil já identificou responsáveis por ameaças (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Mensagens trocadas no WhatsApp durante o final de semana assustaram estudantes da Escola Humberto Soares, em Petrolina e do Colégio Modelo, em Juazeiro (BA). A conversa em um grupo trazia ameaças aos alunos das duas instituições, mencionando que nas unidades haveria um ataque semelhante ao de Suzano (SP) que deixou 10 mortos.

Hoje (18) a Polícia Militar de Juazeiro enviou equipes fardadas e a paisana para garantir a segurança dos estudantes. Segundo o Major Roberto, os policiais também trabalham fazendo levantamento de informações para investigar o que ele classifica como boato.

De acordo com a PM, não há até o momento “nenhuma informação concreta acerca desse suposto atentado”. Em contato com a nossa produção via telefone, funcionários do Colégio Modelo confirmaram que as aulas dessa manhã seguem normalmente com a presença da polícia nos arredores da unidade. “A Polícia Militar trabalha com a intenção de restituir a tranquilidade pública”, disse o Major ao Blog Waldiney Passos.

Polícia Civil identificou responsáveis

Também por telefone a delegada da 17ª Coorpin, Lígia Nunes de Sá informou ao Blog que os responsáveis pelas ameaças já foram identificados, mas até o momento não foram localizados para prestar depoimentos. “Nós estamos monitorando a situação, já ouvimos vítimas [alunos], fomos à escola e trabalhamos para [que] quem fez a ameaça seja punido”, destacou a delegada.

Um dos responsáveis por disseminar as mensagens de “terror”, como as polícias classificaram o suposto ataque, seria um ex-aluno do Colégio Modelo que é maior de idade. Contudo, seu nome não foi revelado para não atrapalhar as investigações.

LEIA MAIS

Corpo de homem é encontrado no Salitre, em Juazeiro

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Juazeiro (BA) contabilizou mais um homicídio em 2019. Na manhã desse sábado (16) um corpo foi localizado no Salitre, interior da cidade com sinais de espancamento próximo ao Campo dos Cavalos por volta de 9h30.

Ainda não há informações sobre a identidade da vítima, e as motivações do crime e os suspeito do crime. Segundo testemunhas, o homem é filho de uma comerciante da localidade.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Polícia Civil de Juazeiro, que disse apenas não ter recebido informações oficiais sobre o fato, mas que está apurando o crime.

Juazeiro: após prisão de suspeito, Polícia Civil elucida homicídio de professora

Mandante do crime foi preso no domingo (Foto: Internet/Ilustração)

Depois de a Polícia Militar de Juazeiro (BA) prender na manhã de domingo (10) um suspeito de participar do homicídio que vitimou Élida Márcia Souza, professora morta no dia 20 de fevereiro enquanto saia de casa para trabalhar, a Polícia Civil conseguiu elucidar o crime.

LEIA TAMBÉM:

PM de Juazeiro prende suspeito de participar de homicídio contra professora

Professora é morta a tiros em Juazeiro

Em nota, polícia afirmou ter prendido um homem considerado mandante: Edivan Constantino de Morais que já respondeu por prática de homicídio também em Juazeiro e é pai de Edvânia Pereira de Morais, investigada por ter tido um relacionamento amoroso com Lázaro César, companheiro da vítima.

LEIA MAIS

Homem que invadiu casa de vizinha e estuprou adolescente tem prisão preventiva decretada

O suspeito de estuprar uma adolescente de 16 anos durante o feriado de carnaval em Juazeiro (BA) teve a prisão preventiva decretada, após audiência de custódia realizada na tarde de quinta-feira (7). Daniel Eugênio dos Santos foi encaminhado ao Conjunto Penal da cidade, onde aguardará julgamento.

LEIA TAMBÉM:

Adolescente é estuprada na frente da mãe em Juazeiro

Ele invadiu a casa da vizinha, estuprou a adolescente por cerca de oito horas, forçou a mãe da vítima a assistir a violência e ainda agrediu a jovem. O crime aconteceu no final de semana, mas Daniel que tem 25 anos se entregou à polícia apenas na quarta-feira (6).

Inquérito sobre morte de Alice Rodrigues deve ser concluído até amanhã

Nielton foi preso e não confessou crime, apesar das provas encontradas (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Nessa quinta-feira (24) completa uma semana da morte da jovem Alice Nilza Rodrigues, de 19 anos. Ela foi encontrada já sem vida nas proximidades do campus da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e o crime, segundo a Polícia Civil foi elucidado com a prisão de Nielton Gonçalves Soares.

Ele é o principal suspeito de cometer o crime, tendo como motivação o fato de a vítima não aceitar ter um relacionamento amoroso com ele. Na residência de Nielton a polícia encontrou roupas sujas de sangue e o celular da vítima.

LEIA TAMBÉM:

Polícia Civil prende acusado de matar Alice Rodrigues em Juazeiro

Jovem é encontrada morta próximo ao campus da Uneb em Juazeiro

Procurada pelo Blog Waldiney Passos a delegada Lígia Nunes Sá, coordenadora da 17ª, o inquérito policial sobre o caso deve ser concluído ainda nessa semana. “Nós temos o prazo de até 10 dias para concluir o inquérito. Como é um caso cheio de detalhes, devemos estar concluindo o caso até amanhã”, disse à nossa produção.

Questionada sobre a classificação do caso, a delegada afirmou que até o momento a morte de Alice é tratada como feminicídio e não como homicídio comum, já que envolve o motivo do crime envolve a chamada relação de gênero.

Juazeiro registra mais um homicídio em janeiro

Mais um Crime Violento Letal Intencional (CVLI) foi registrado em Juazeiro (BA) na noite de segunda-feira (21). Segundo relatos, dois detentos do regimento semiaberto se encaminhavam para o Conjunto Penal da cidade quando foram atingidos por disparos de arma de fogo.

Um deles conseguiu fugir, mesmo tendo sido baleado. Diego Silva foi encontrado já sem vida a alguns metros de distância. Já a segunda vítima, identificada como Robério da Conceição foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado ao Hospital Universitário de Petrolina.

O corpo de Diego foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Nossa produção tentou contato com a Polícia Civil de Juazeiro para saber como está o andamento da investigação, porém não tivemos retorno.

Inquérito sobre morte de Alice Rodrigues deve ser concluído em breve, acusado permanece preso

Vítima tinha 19 anos e foi morta na tarde de quinta-feira, próximo a UNEB (Foto: Facebook)

Depois da prisão de Nielton Gonçalves Rodrigues, a Polícia Civil de Juazeiro (BA) espera concluir nessa semana o inquérito sobre a morte de Alice Nilza Rodrigues, de 19 anos. A jovem foi morta na quinta-feira (17), próximo ao campus da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), por ter negado a se relacionar com o acusado.

O inquérito deve chegar ao Ministério Pública da Bahia (MPBA) nos próximos dias. Na sexta-feira (18) o Tribunal de Justiça (TJBA) decretou a prisão preventiva de Nielton, que teria matado Alice a pedradas e fugiu. Na casa do principal suspeito a polícia encontrou roupas sujas de sangue e o celular da vítima. Ele negou o crime.

LEIA TAMBÉM:

Tribunal de Justiça da Bahia afirma que Nielton Gonçalves Soares já havia sido preso por agredir uma ex-namorada

Polícia Civil prende acusado de matar Alice Rodrigues em Juazeiro

Jovem é encontrada morta próximo ao campus da Uneb em Juazeiro

“Eles, anteriormente, mantinham um relacionamento esporádico. Como se diz, de ficantes […] A família contou que existia esse homem [Nielton] que ameaçava ela”, conta a delegada Lígia Nunes, coordenadora da 17ª Coorpin.

Nossa produção apurou juntamente ao TJ que Nielton já respondia a um processo por violência contra a mulher, em 2018. Nesta segunda-feira (21) familiares de Alice voltarão a ser ouvidos pela polícia.

Com informações do Correio da Bahia

Polícia Civil prende acusado de matar Alice Rodrigues em Juazeiro

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil prendeu o acusado de assassinar a jovem Alice Nilza Rodrigues, de 20 anos, na tarde dessa quinta-feira (17), em Juazeiro (BA). A polícia chegou até o suspeito, identificado como Nielton Gonçalves Soares, após levantamento feito no local do crime.

A equipe policial foi até a residência da vítima, onde colheu informações e chegou ao nome do acusado, que foi localizado no bairro Castelo Branco. Nielton foi conduzido para a delegacia e negou a autoria do crime. A polícia encontrou as roupas utilizadas pelo autor do crime sujas de sangue, além do aparelho celular da vítima. As provas foram apreendidas e devem ser submetidas à perícia.

LEIA TAMBÉM:

Jovem é encontrada morta próximo ao campus da Uneb em Juazeiro

Motivo do crime

A polícia afirmou que o suspeito não aceitava o relacionamento de Alice com outra pessoa. Nielton teria ameaçado a vítima chegando, inclusive, a constrangê-la, afirmando que iria divulgar imagens íntimas da jovem nas redes sociais, caso ela não ficasse com ele.

Alice teria se negado a ficar com o acusado, fato que teria motivado o crime.  O acusado foi autuado em flagrante e levado à Audiência de Custódia, que acontece nesse momento na cidade baiana. O feminicídio, ainda segundo a Polícia Civil teria acontecido nas imediações da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), às margens do rio São Francisco e não dentro do campus.

Família da vítima espera justiça

Em entrevista a rádio Tropical Sat de Juazeiro, uma irmã de Alice se disse aliviada pela prisão de Nielton e aguarda justiça. “Que o judiciário brasileiro seja justo, mantenha ele preso”, afirmou. O corpo da vítima ainda está sendo necropsiado, portanto não é possível confirmar se Alice teria sido abusada sexualmente.

Juazeiro e Petrolina têm manhã marcada por violência

Vítima de homicídio em Juazeiro seria morador de rua (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A terça-feira (15) começou com dois homicídios em Juazeiro e Petrolina. Na cidade vizinha uma mulher trans, que seria moradora de rua, foi morta a pauladas no bairro Country Club. A Polícia Civil enviou uma equipe ao local em buscas de informações sobre o autor do crime.

Também no início dessa manhã um homem foi baleado e morto na estrada da Ponta da Serra, zona rural de Petrolina. A Polícia Civil da cidade informou apenas que equipes estão no local apurando o crime, não podendo fornecer mais informações.

Três homicídios em menos de 24 horas

Na noite de ontem (14) um homem foi morto a tiros no bairro Ouro Preto. Segundo a PC de Petrolina, a vítima é Wilson Severo dos Santos. Testemunhas relataram que a vítima era ex-presidiário, fato não confirmado pela polícia. Com o crime as cidades registram três homicídios em menos de 24 horas.

Polícia Civil de Juazeiro apreende cerca de 10 kg de maconha no bairro Argemiro

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Uma mulher foi presa na noite de quarta-feira (9) no bairro Argemiro, em Juazeiro (BA) por envolvimento com o tráfico de drogas. Segundo a Polícia Civil, Ianca Sangela Valêncio da Silva é proprietário de uma residência localizada na Rua Alecrim, utilizada para comercialização de entorpecentes.

Equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) montaram campana na rua e após revistas apreenderam cerca de 10 kg de maconha, uma pedra grande de cocaína, uma balança de precisão e R$ 162,00 em espécie. Ianca foi presa em flagrante e encaminhada à delegacia.

Homem é preso no bairro Alto da Aliança com droga escondida em residência

A Polícia Civil de Juazeiro (BA) prendeu na noite de segunda-feira (7) José Ivanilson de Castro, de 22 anos sob a acusação de tráfico de drogas. De acordo com a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) Ivanilson atua no município como traficante.

Ele foi detido em uma residência na Rua da Olaria, bairro Alto da Aliança com vários papelotes de maconha escondidas na casa. O entorpecente estava dentro de um fogão, diante dos fatos Ivanilson confessou comercializar a droga a R$ 10,00 cada trouxinha.

Ivanilson foi preso em flagrante e encaminhado à Audiência de Custódia na manhã dessa terça-feira. A PC chegou até o acusado depois de receber uma denúncia anônima.

 

Suspeito de tráfico é preso em Juazeiro

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil de Juazeiro (BA) prendeu na sexta-feira (7) um homem acusado de tráfico de drogas. Maurício Soares, de 31 anos foi detido no bairro Alto da Aliança após populares denunciarem a localização do acusado à PC.

Com Maurício a polícia encontrou 34 pedras pequenas de maconha, 105 pedras pequenas de crack e R$ 6,00 em espécie.

De acordo com a 17ª Coorpin o suspeito é reincidente no crime de tráfico e também já havia respondido por porte ilegal de arma. Maurício estava em liberdade condicional e foi novamente detido.

Homem confessou crime contra mototaxista, afirma Polícia Civil de Juazeiro

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Mais cedo o Blog divulgou a informação de que um suspeito de matar o mototaxista Naldinho na zona rural de Juazeiro (BA) durante a semana estava depondo na Polícia Civil. Agora pouco o PETO 76 deu mais informações sobre a ação que prendeu o acusado.

LEIA TAMBÉM:

Suspeito de assassinar mototaxista em Juazeiro está sendo ouvido pela Polícia Civil

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi preso no início da manhã desse sábado (10), em uma pousada no bairro Piranga. Ele teria confessado o crime aos policiais, para roubar o dinheiro da vítima. Ele relatou ter usado uma faca para cometer o homicídio no último dia 5 de novembro, no Projeto Mandacaru I.

A Polícia Civil não divulgou mais informações sobre o suspeito, bem como se ele tinha passagem por outros crimes e se ele agiu sozinho. Com a prisão e o depoimento do homicida os policiais esperam elucidar o crime.

Suspeito de assassinar mototaxista em Juazeiro está sendo ouvido pela Polícia Civil

(Foto: Reprodução/Google Maps)

Um homem apontado como responsável pelo homicídio de Cícero José dos Santos Silva, mais conhecido como Naldinho está sendo ouvido pela Polícia Civil de Juazeiro na manhã desse sábado (10). O Blog confirmou a informação com policiais, após o suspeito ter se entregado às autoridades no início da manhã de hoje.

LEIA TAMBÉM:

Mais um mototaxista é morto em Juazeiro

Ele decidiu se entregar depois que sua foto começou a circular nas redes sociais. No entanto, nossa produção não conseguiu mais informações sobre o teor do depoimento do suspeito. Naldinho foi morto no último dia 5, na zona rural de Juazeiro.

Além de mototaxista, ele também era músico e sua morte repercutiu na classe artística de Juazeiro. Assim que os mototaxistas ficaram sabendo da informação se aglomeraram em frente à delegacia em busca de notícias sobre a investigação.