Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Moro defende isolamento de líderes de organizações criminosas

Cinquenta e oito apenados foram assassinados no início desta semana no PA. (Foto: Reprodução)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse nessa quarta-feira (31) que o “remédio” para evitar novos confrontos entre membros de organizações criminosas e a morte de pessoas que cumprem pena ou aguardam julgamento em unidades carcerárias brasileiras é isolar os integrantes destas facções. Moro fez a declaração durante a solenidade em comemoração aos 91 anos da Polícia Rodoviária Federal.

“O remédio para isto é isolar as facções e não soltar criminosos”, disse Moro ao ser perguntado sobre as mortes ocorridas após uma rebelião no Centro de Recuperação Regional de Altamira (PA). “Não se resolve o problema dos crimes violentos simplesmente libertando estes presos. Temos, sim, é que isolar estas lideranças criminosas”, acrescentou o ministro.

LEIA MAIS

Revista no presídio de Salgueiro resulta na apreensão de droga e celulares

(Foto: Divulgação/8º BPM)

Nesta terça-feira (16), 12 Policiais Militares do 8º BPM juntamente com agentes penitenciários, realizaram uma revista no Presídio do município de Salgueiro (PE).

De acordo com informações da PM, a ação teve como objetivo, coibir ações criminosas provenientes da unidade prisional, as quais pudessem ameaçar a garantia da ordem pública.

Na ação, o efetivo apreendeu nove facas; quatro celulares, um carregador de celular; um litro de cachaça, um cachimbo, e aproximadamente 600g de maconha.

Polícia Militar apreende facas e droga durante revista no presídio de Salgueiro

(Foto: Divulgação/8ºBPM)

Policiais Militares do 8º BPM realizaram na manhã desta sexta-feira (31), uma revista no Presídio de Salgueiro (PE), executando abordagem visual nos detentos de dois pavilhões, bem como revistas nas referidas celas.

Durante a ação a Polícia apreendeu quatro facas industriais, seis facas artesanais, três carregadores de celulares adotados e 124g de maconha.

Polícia apreende drogas, facas e celulares em revista no presídio de Salgueiro

Materiais apreendidos pela polícia durante revista no presídio.

Durante revista, nessa quarta-feira (27), no presídio de Salgueiro (PE), vários objetos não permitidos foram apreendidos dentro do estabelecimento prisional. A ação começou às 8h10 e seguiu até às 10h50.

Foram apreendidos sete celulares, dois facões artesanais, duas facas artesanais, duas facas peixeiras, duas porções de maconha, cinco chuchos, 12 barrotes grandes, oito pedaços de madeira, uma porção de pó branco, um leitor de cartão de memória e uma carcaça de aparelho celular, além de diversos fios utilizados para gerar eletricidade para carregar celular.

A operação contou com 27 policiais militares do 8º BPM comandados pelo Capitão Jefferson, e o Tenente Timóteo, todos coordenados pelo Tenente Coronel PM José Roberto, comandante do 8° BPM, e o Major PM Átilas, Subcomandante do 8º BPM.

Mais de 100 detentos deixaram presídio de Feira de Santana para prisão domiciliar após decisão da Justiça

Conjunto Penal de Feira de Santana. (Foto: Almir Melo/TV Subaé)

114 detentos do regime semiaberto do Conjunto Penal de Feira de Santana (BA), cidade a cerca de 100 km de Salvador, foram liberados para cumprir prisão domiciliar. Os presos deixaram a unidade após determinação da Justiça. Além deles, outros 206 tiveram a saída autorizada.

A decisão de liberar os presos foi tomada pelo juiz, Waldir Viana Ribeiro Júnior, titular da Vara de execuções penais de Feira de Santana, cerca de cinco meses após o conjunto penal ser parcialmente interditado por conta do descumprimento de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que, entre as determinações, previa a separação de presos do regime fechado e semiaberto, bem como dos presos provisórios dos definitivos.

O presídio ficou impedido de receber novos detentos por mais de três meses. Enquanto isso, o Complexo de Delegacias de Feira de Santana teve superlotação. Quatro dias após o conjunto penal ser liberado pela Justiça, duas fugas foram registradas na unidade.

De acordo com informações do diretor do presídio, capitão PM Allan Silva, até esta segunda (1º), 132 mandados de liberação foram entregues pela Justiça. Outros devem chegar nos próximos dias. Contudo, ainda conforme o capitão Allan, nem todos os detentos liberados poderão sair, porque respondem a outros processos. Os detentos estão presos por crimes como roubo, tráfico de drogas e estupro.

LEIA MAIS

Polícia Militar apreende drogas, armas e celulares no presídio de Salgueiro

Material apreendido no presídio. (Foto: Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (21), por volta das 8h, Policiais Militares do 8º BPM, juntamente com Agentes Penitenciários do Presídio da cidade de Salgueiro (PE), realizaram uma revista em todas as celas do pavilhão A, B e C.

No local foram encontrados dez barrotes de madeira, sete celulares, quatro pendrives, quatro carregadores de celulares, três facas artesanais, 12 chunchos, 11 tesouras, duas navalhas e aproximadamente 0,74g de maconha com embalagem.

Diante dos fatos todo o material apreendido foi entregue na delegacia local, a fim de serem tomadas as medidas cabíveis.

Governo estuda parceria privada para construção e gestão de presídios

(Foto: Arquivo)

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) começou a elaborar projetos de parceria público-privada para construção e gestão de presídios no país. Segundo a diretora do BNDES Eliana Lustosa, o banco está desenhando o modelo, que será implementado primeiramente no Maranhão, para ser depois replicado pelos outros estados, adaptando o modelo básico às necessidades locais.

“Essa parceria [do BNDES] com o Ministério da Segurança Pública permite que, uma vez desenhado o modelo, ele seja replicável para várias unidades e que não se tenha que pensar, a cada projeto, a forma de estruturar. O fato de ter os recursos do FunPen [Fundo Penitenciário Nacional], que são recursos não contingenciáveis, viabiliza uma solução financeira de longo prazo para esses projetos, que são uma demanda de longa data no Brasil”, afirmou Eliana.

Criado em 1994, o FunPen recebe anualmente cerca de R$ 400 milhões em verbas das loterias e soma, atualmente, R$ 1,113 bilhão. Eliana informou que o banco entrará com a expertise na estruturação dos projetos, para fazer o trabalho com os estados de forma integrada e gerando uma economia de escala, além de incluir o conteúdo social.

LEIA MAIS

Adolescente é apreendida com drogas em Paulo Afonso

(Foto: Divulgação/PM)

Uma jovem de 14 anos foi apreendida pela Polícia Militar de Paulo Afonso, com dois tabletes de maconha. Segundo o 20º BPM, a adolescente teria dito que a droga seria entregue a detentos do Presídio Regional de Paulo Afonso.

A PM chegou até a garota depois de receber uma denúncia anônima. Na residência onde ela morava foi encontrada a droga e ela teria dito que a maconha seria entregue a um detento chamado Jaldenis.

Quatro detentos conseguiram fugir do presídio de Juazeiro nessa segunda

(Foto: Internet)

Na noite dessa segunda-feira (29), quatro detentos do Conjunto Penal de Juazeiro (BA) conseguiram fugir da unidade prisional. De acordo com informações, os criminosos fugiram após serrarem grades do módulo 1. Não houve reféns.

Ainda segundo informações, dois deles seriam de Ribeira do Pombal, um de Curaçá e outro de Palmares, todos na Bahia. Os fugitivos foram identificados como, Deivid de Jesus Carvalho, preso por roubo, José Carlos da Silva Santos, Givaldo Calisto dos Santos e Adenilson Pereira da Silva, presos por tráfico.

Foragido do presídio de Juazeiro é recapturado na cidade de Remanso

(Foto: Divulgação)

A prisão aconteceu na madrugada deste domingo (14).

Policiais da 25ª Companhia Independente da Polícia Militar e Policiais Civis da cidade de Remanso (BA), localizaram o fugitivo depois de denúncia anônima da comunidade.

Rosemberg de Brito Santos foi encaminhado à delegacia de Polícia para a adoção dos procedimentos legais.

Brasil dobra número de presos em 11 anos e registra 726 mil detentos

A maior população prisional do país está em São Paulo, onde há 240.061 presos. (Foto: Internet/Ilustração)

O Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) foi divulgado nesta sexta-feira (8) pelo Ministério da Justiça e revelou que, em junho de 2016, a população carcerária do Brasil atingiu a marca de 726,7 mil presos.

O número apresentado é mais que o dobro de 2005, quando o estudo começou a ser realizado. Naquele ano, o Brasil tinha 361,4 mil presos, de acordo com o levantamento. Esses 726 mil presos ocupam 368 mil vagas, média de dois presos por vaga.

“Houve um pequeno acréscimo de unidades prisionais a partir de 2014, muito embora não seja o suficiente para abrigar a massa carcerária que vem aumentando no Brasil. Então, o que nós temos, é um aumento da população carcerária e, praticamente, uma estabilidade no que se refere à oferta de vagas e oferta de estabelecimentos prisionais”, afirmou o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Jefferson de Almeida.

A maior população prisional do país está em São Paulo, onde há 240.061 presos. O estado é seguido por Minas, com 68.354, e Paraná, com 51.700. A menor população carcerária está em Roraima, onde foram registrados 2.339 presos.

Com informações do G1

Salgueiro: após vistoria em presídio, Polícia Militar apreende celulares, drogas e armas brancas

Material apreendido no presídio de Salgueiro. (Foto: Divulgação)

Policiais Militares do 8° Batalhão da Polícia Militar realizaram, no início desta semana, com apoio de uma equipe do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), realizou revista nas celas dos três pavilhões do Presídio de Salgueiro. São aproximadamente 600 presos na área vistoriada, onde foram encontrados celulares, drogas e armas brancas.

Os policiais encontraram 218g de maconha; dois pinos de cocaína; nove aparelhos celulares; 17 carregadores de celulares; sete facas peixeira; cinco facas artesanais; cinco facas de mesa; dois chunchos; quatro tesouras; dois punhais; seis cachimbos para consumo de droga.

O material apreendido foi entregue à Direção do Presídio e o entorpecente na Delegacia de Polícia Civil, para as providências legais.

Detento é morto em presídio de Pernambuco

Presídio de Santa Cruz do Capibaribe. (Foto: SJDH/Divulgação)

Um detento foi morto, na noite do sábado (4), durante um tumulto no Presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco.

A vítima teria se envolvido numa briga com outros dois presos e acabou ferida a facadas. O reeducando ainda chegou a ser socorrido para uma unidade de saúde, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

O caso foi confirmado pela Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), responsável pela administração da unidade prisional.

O detento responsável pelo esfaqueamento foi conduzido a uma delegacia e será investigado pelo crime. O terceiro preso envolvido no tumulto também ficou ferido e recebeu atendimento médico.

Fonte FolhaPE

Explosão de pequena proporção é registrada próximo a presídio de Salgueiro

(Foto: Divulgação / Sindasp-PE)

Neste domingo (4) uma pequena explosão foi registrada na área externa do presídio de Salgueiro. A Polícia Militar (PM) foi acionada e no local foram encontrados explosivos.

A PM chegou ao presídio depois que os agentes penitenciários perceberam uma chama de fogo atrás de uma das guaritas do presídio. Quando a equipe foi ao local, houve uma pequena explosão. Próximo ao muro foram encontrados artefatos, intactos. Não houve fuga de detentos.

O material foi recolhido e encaminhado para perícia da Delegacia de Polícia Civil local. Um inquérito foi instaurado para apurar o caso.

Com informações do G1

Três meses depois de massacre em presídio do RN, corpos e cabeças aguardam DNA

(Foto: Internet)

Mais de três meses depois do início da disputa entre facções rivais que resultou em duas semanas de rebelião e 26 mortos, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Rio Grande do Norte, as consequências do massacre ainda perduram. Três corpos e 15 cabeças aguardam exame de DNA. A polícia científica do estado não tem laboratório com tecnologia para a análise do código genético. O exame deve ser feito ainda este mês, no laboratório da Polícia Científica da Bahia.

As cabeças foram encontradas em buscas sucessivas, depois da rebelião. Antes disso, 11 corpos foram identificados e liberados, sem cabeça, para as famílias. Com a identificação por meio do DNA, o diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, informou que as cabeças vão ser entregues aos familiares para que decidam o destino dos restos mortais. “Não era certeza que essas cabeças apareceriam, foram aparecendo, por sinal, de forma gradativa, algumas só posteriormente. É igual acidente aéreo, a vítima vai ser enterrada com o que foi encontrado.”

LEIA MAIS
123