Celpe alerta para prevenção de acidentes domésticos envolvendo eletricidade

(Foto: Ilustração)

Com a chegada das férias escolares, as crianças costumam passar mais tempo em casa realizando atividades de lazer e brincadeiras. Neste período, o tempo livre pode representar um risco, quando cuidados prévios não são tomados. Por isso, o uso seguro da energia é mandatório em todas as idades. Para minimizar os perigos, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) alerta sobre os cuidados necessários para prevenir e evitar acidentes domésticos envolvendo a eletricidade.

O uso de aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos por parte das crianças tende a aumentar nesse período, sendo importante redobrar a atenção durante o uso. O acesso à geladeira, por exemplo, não deve acontecer de modo algum com os pés descalços. Nunca se deve manter contato com eletrodomésticos quando o corpo está molhado. Esse cuidado deve ser ainda maior nas casas com piscina ou na praia, uma vez que é comum as pessoas saírem molhadas e abrirem freezers e refrigeradores.

Cada vez mais comum, os celulares, tablets e notebooks devem ter uma atenção especial ao serem recarregados. A primeira ação, e a mais básica, é manter as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. Também é importante que o uso do aparelho seja suspenso durante seu carregamento. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos, caso muito comum devido à curiosidade das crianças. Usar o “T” (benjamim) e extensões de maneira definitiva também é perigoso, além de sobrecarregar as tomadas, pode causar curtos circuitos e incêndios.

LEIA MAIS

Mais de 250 pessoas são atendidas na Policlínica do Hospital Universitário durante mutirão de combate ao câncer de pele

(Foto: Ascom)

No último sábado (7), ocorreu na Policlínica do Hospital Universitário, um mutirão de atendimentos para avaliação de lesões suspeitas de câncer de pele. A ação faz parte da campanha Dezembro Laranja, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), para combater a doença. O Hospital Universitário apoia e colabora com a causa desde o ano de 2016.

O mutirão contou com a participação voluntária de 11 dermatologistas, quatro cirurgiões, além de residentes e estudantes. Mais de 250 pessoas passaram pelas consultas, 50 delas apresentaram lesões compatíveis com o câncer e 25 foram submetidas, no mesmo dia, a procedimentos cirúrgicos para tratamento. Os outros pacientes já estão com suas cirurgias agendadas.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina realiza ação de combate ao Aedes aegypti no João de Deus

(Foto: Duda Oliveira)

Nesta sexta-feira (6), Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti, os agentes de combate às endemias de Petrolina percorreram as ruas do bairro João de Deus, um dos maiores bairros da cidade, em uma ação educativa de conscientização da população com foco na eliminação de possíveis criadouros do mosquito.

Durante toda a amanhã, os agentes – coordenados pela equipe da Secretaria de Saúde – bateram de porta em porta para falar sobre os riscos do Aedes. O João de Deus foi escolhido por ser um bairro com histórico de infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

De acordo com a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, o objetivo da ação é reforçar o combate ao vetor transmissor, além de alertar a população sobre as medidas necessárias para evitar a proliferação do mosquito em suas residências.

LEIA MAIS

Petrolina e Juazeiro reforçam ações na Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti

(Foto: Ascom/PMP)

Ao longo desta semana, os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) estão realizando diversas atividades para alertar a população sobre a importância de combater a proliferação do Aedes aegypti.

Nesta sexta-feira (6), a prefeitura vai realizar um mutirão no bairro João de Deus, em alusão à Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti, das 7h30 às 12h30. O objetivo é prevenir contra a dengue, chikungunya e zika vírus, doenças transmitidas por esse vetor.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina alerta sobre fake news e reforça eficácia de vacinação

Além de manter hábitos saudáveis, a melhor maneira de evitar doenças infecciosas é se vacinando contra elas. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferta diversas vacinas que protegem contra mais de 40 doenças, entre elas, o sarampo.

Diante do surgimento de fake news, a Prefeitura de Petrolina reforça que vacinação é uma prioridade. “Basta ir ao Posto de Saúde mais perto de sua casa e pedir para atualizar o calendário de vacinação, que prevê vacinas para todas as idades, desde os recém-nascidos até os idosos. Por isso, se proteger contra doenças é uma questão de escolha, responsabilidade e deve ser tido como prioridade por todos”, destaca secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

A vacinação evita que os vírus de doenças graves circulem pelo país. Além disso, as vacinas evitam sequelas causadas por essas doenças, como surdez, cegueira, paralisia, problemas neurológicos e até a morte. As vacinas servem para estimular o sistema imunológico, ou seja, as células que protegem o nosso corpo.

LEIA MAIS

Ministério da Saúde lança campanha para prevenir a obesidade infantil

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério da Saúde lançou a campanha 1, 2, 3 e já! Vamos prevenir a obesidade infantil. A ideia é incentivar as crianças a seguirem três passos simples para evitar o sobrepeso: alimentação saudável, atividade física e brincadeiras longe das telas da TV, celular e jogos eletrônicos.

O lançamento ocorreu durante a abertura do 15° Encontro Nacional de Aleitamento Materno (Enam) e o 5° Encontro Nacional de Alimentação Complementar Saudável (Enacs), no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova, região central do Rio de Janeiro.

Na cerimônia de abertura, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou que o país tem evoluído na regulamentação da indústria e propaganda e no incentivo à alimentação saudável. “Somos de uma geração em que a propaganda dizia: ‘Danoninho vale por um bifinho’. Daquele marco, inicia-se uma reação da sociedade e organização para pensar e debater se aquela frase tinha algum fundo de verdade. Hoje, ela fica na prateleira da vergonha da propaganda. Era um Conar [Conselho Nacional Autorregulamentação Publicitária] que não existia, uma regulamentação que não existia.”

Segundo Mandetta, o problema é um “verdadeiro drama” e o fenômeno é global. Dados do ministério apontam que três de cada 10 crianças de 5 a 9 anos atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estão acima do peso, um total de 4,4 milhões. Do total de crianças, 16% (2,4 milhões) estão com sobrepeso, 8% (1,2 milhão) com obesidade e 5% (755 mil) com obesidade grave. Abaixo de 5 anos, são 15,9% com excesso de peso.

LEIA MAIS

Outubro Rosa: movimento internacional de prevenção ao câncer de mama mobiliza sociedade e instituições

O Outubro Rosa, movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. Com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, anualmente o mês de outubro, é um período de mobilizações.

Um dos mais comuns tipos de câncer em mulheres no mundo, o câncer de mama é responsável por mais de 28% dos novos casos de câncer em mulheres, perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma. Segundo o Ministério da Saúde, em 2018 foram estimados o surgimento de 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil.

Em alusão à Campanha, toda a sociedade e instituições se mobilizam com foco na prevenção do câncer de mama. Diversas ações são desenvolvidas, como palestras educativas, serviços de saúde, divulgação midiática, além da interação social que propicia o alerta.

LEIA MAIS

Secretaria de Gestão de Pessoas promove ação de prevenção ao Câncer de Mama em Juazeiro

(Foto: Ascom)

Quem procurou a Secretaria de Gestão de Pessoas de Juazeiro (BA), na manhã desta sexta-feira (4) encontrou um clima diferente. A SEGESP se vestiu de rosa e recebeu a equipe do Instituto Avon para alertar as servidoras sobre a importância da prevenção do câncer de mama.

Durante a ação, a equipe distribuiu panfletos, orientou as servidoras e realizou o agendamento de exames. “Nós agradecemos muito esse convite do município, porque o nosso maior objetivo é orientar as mulheres e incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama”, contou Carmem Lúcia Mendes, que é voluntária do Instituto Avon.

LEIA MAIS

Palestras de conscientização sobre o ‘Setembro Amarelo’ serão realizadas nos postos de saúde de Juazeiro

(Foto: Internet)

A campanha ‘Setembro Amarelo’ terá programação ao longo do mês em Juazeiro (BA), e a prefeitura realizará nos postos de saúde do município palestras de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, ministradas pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) da Secretaria de Saúde (SESAU).

Segundo informações da SESAU, Psicólogos e assistentes sociais estarão nos postos para sensibilizar e conscientizar a população sobre o assunto além de informar onde procurar ajuda. Mais informações sobre a programação podem ser obtidas através do número (74) 36123678.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil registra mais de 11 mil mortes por suicídio a cada ano, o equivalente a 32 casos por dia. A prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo às pessoas informação, ajuda e atenção adequadas.

Setembro Amarelo: OMS diz que é possível prevenir suicídio

(Foto: Internet)

A cada 40 segundos, uma pessoa se suicida no mundo. Hoje (10), Dia Mundial para a Prevenção do Suicídio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reafirma a importância de todos os países adotarem estratégias de prevenção com eficácia comprovada.

De acordo com a OMS, é possível evitar o suicídio. Segundo a Organização, as nações precisam se mobilizar para implementar ações eficazes e políticas públicas eficientes. Segundo a OMS, apenas 38 países têm programas nacionais de saúde e políticas eficientes de prevenção ao suicídio.

Para o Ministério da Saúde do Brasil, para a prevenção, é fundamental estar atento a possíveis sinais de alerta. Entre esses sinais estão o aparecimento ou agravamento de problemas de conduta ou de manifestações verbais durante pelo menos duas semanas; preocupação com a própria morte ou falta de esperança; expressão de ideias ou de intenções suicidas.

LEIA MAIS

Para prevenir ‘doença do pombo’, Prefeitura de Petrolina realiza trabalho educativo

(Foto: Ascom)

Cuidados no dia a dia ajudam a evitar a proliferação do pombo e a doença causada pelo animal. Para isso, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vai intensificar o trabalho de orientação à população de Petrolina. A primeira ação acontecerá na Escola Monsenhor Bernardino, no bairro Vila Eulália, já na próxima semana.

De acordo com a coordenadora do CCZ e médica veterinária, Graziella Vasconcelos, os pombos são aves que vivem com facilidade nas cidades, onde costumam fazer seus ninhos em telhados, forros, caixas de ar condicionado e torres de igrejas.“Esses animais tem uma população que se reproduz muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema de saúde, pois, podem causar várias doenças graves que podem levar à morte”, frisou.

LEIA MAIS

Doença de Chagas: evento da prefeitura discute prevenção e controle em Petrolina

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina promoveu na última quinta-feira (11), no auditório da Secretaria de Saúde, o 1° Encontro do Programa de Prevenção e Controle da Doença de Chagas. O evento, que contou também com o Serviço de Infectologia de Petrolina (Seinpe); Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) e VIII Gerência Regional de Saúde, teve o objetivo de debater a prevenção, controle e tratamento da doença, além de fortalecer o trabalho que já vem sendo realizado no município.

A doença de Chagas é a infecção causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, que tem como o principal vetor o barbeiro. Ela apresenta uma fase aguda que pode ser sintomática ou não, e uma fase crônica, que pode se manifestar nas formas indeterminada, cardíaca, digestiva ou cardiodigestiva. Para o técnico em Epidemiologia, Francisco Freitas, que também coordenou o evento, esses encontros são importantes para uma maior efetividade no combate da doença.

“Tivemos a oportunidade de discutir e debater com todos os setores da saúde, no âmbito municipal e estadual, para ajustarmos e melhorarmos, ainda mais, o trabalho que já vem sendo feito em Petrolina. Esse foi o primeiro encontro, mas já estamos preparando outros, inclusive, com maiores abrangências”, frisou.

LEIA MAIS

Prefeitura mobiliza estudantes de Petrolina no combate ao Aedes aegypti

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina está promovendo diversas ações educativas nas escolas municipais, para alertar sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O objetivo é apresentar os sintomas dessas doenças e os cuidados que os jovens devem ter para evitar a proliferação do mosquito.

Na última semana, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde esteve na escola Adelina Almeida, no bairro Areia Branca. Na oportunidade, os estudantes participaram de palestras e tiveram todas as dúvidas esclarecidas pelos profissionais. As ações educativas nas escolas devem continuar acontecendo segundo o calendário da Secretaria de Saúde.

Segundo a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, os jovens são parceiros importantes no combate ao mosquito. “O trabalho de conscientização principalmente em crianças e adolescentes traz frutos imediatos. Pois eles são disseminadores de conhecimento, passando as informações para os familiares”, explicou.

Férias escolares: Celpe alerta para prevenção de acidentes domésticos envolvendo energia elétrica

(Foto: Ilustração)

A curiosidade das crianças pode levá-las a algumas situações perigosas, principalmente no período de férias escolares, quando elas ficam mais tempo em casa. Para minimizar os riscos com a energia elétrica, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, recomenda atenção redobrada dos pais ou responsáveis para prevenir e evitar acidentes domésticos, e também alerta para alguns cuidados que garantem a segurança dos pequenos e tranquilidade dos adultos.

Mais expostas ao uso da energia elétrica e contato com aparelhos eletroeletrônicos, as crianças não tem como avaliar os riscos na hora de recarregar celulares, tablets e notebooks. Sendo assim, a primeira ação, e a mais básica, é mantê-las longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos, caso muito comum devido à curiosidade das crianças. Usar o “T” (benjamim) e extensões de maneira definitiva também é perigoso, além de sobrecarregar as tomadas, pode causar curtos circuitos e incêndios.

Equipamentos eletrônicos como videogames e computadores somente devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio. A fiação, inclusive, deve estar em perfeitas condições. Se o cabo apresentar algum desgaste no isolamento, o aparelho não deve ser conectado à tomado, caso contrário pode representar perigo de choque elétrico.

LEIA MAIS

HDM e UPAE alertam sobre o risco de queimaduras no período junino

(Foto: ASCOM)

Durante as festas juninas é comum as pessoas acenderem fogueiras e comemorarem com queima de fogos. Por isso, é preciso estar bastante atento, principalmente com relação às crianças. Para ajudar com os cuidados, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada e o Hospital Dom Malan, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina, trazem algumas dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença.

Soltar balão, além de muito perigoso, é crime!

No Brasil, soltar balão é considerado crime ambiental, punível com pena de até três anos e pagamento de multa. A prática pode resultar em acidentes graves, como incêndios de grande proporção. Por isso, não solte balão!

Cuidado com as comidas e bebidas quentes

Do momento do preparo até a hora de servir: cuidado com alimentos e bebidas quentes. Não permita que as crianças brinquem na cozinha e deixe sempre os cabos das panelas virados para dentro do fogão. Se possível, não use toalhas compridas onde os alimentos serão servidos. Crianças muito curiosas poderão se apoiar no tecido para ver o que tem na mesa.

LEIA MAIS
123