Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Segundo Pacto Pela Vida de 2018, Pernambuco reduziu em 20% o número de crimes violentos

Para o governador, “a segurança pública seguirá como prioridade”.

Durante a primeira reunião do Pacto Pela Vida em 2019, nessa quinta-feira (10), comandada pelo Governador Paulo Câmara, foram apresentados os resultados referentes à segurança pública do estado alcançados nos últimos meses.

De acordo com o levantamento realizado, houve uma redução superior a 20% do número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registrados em 2018, em relação a 2017.

“A segurança pública seguirá como prioridade no nosso governo, com cada vez mais integração e participação de diferentes frentes da gestão. Todos os secretários estão aqui hoje para conhecer o nosso modelo de combate à violência e, sobretudo, para compreender que a colaboração de todos o deixará cada vez mais forte”, disse Câmara.

Segundo o secretário de Planejamento e Gestão e coordenador do programa, Alexandre Rebêlo, há uma avaliação semanalmente dos CVLIs e dos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP).

“A estratégia é trabalhar semana a semana, fazendo intervenções onde for necessário, de forma pontual ou estrutural, como a criação de novos batalhões e novas delegacias especializadas”, concluiu o secretário.

Petrobras reduz pelo 2º dia seguido preço da gasolina nas refinarias

Pelo segundo dia seguido, a Petrobras reduz o preço da gasolina vendida nas refinarias. Nesta sexta-feira (4), a empresa está negociando o litro do combustível a R$ 1,4537. Ontem (3) a estatal já havia reduzido o preço de R$ 1,5087 para R$ 1,4675.

De acordo com a Petrobras, a política de preços da empresa para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras “tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo”.

LEIA MAIS

Segundo Paulo Câmara, número de homicídios caiu 34% em Pernambuco

A informação será divulgada oficialmente nesta sexta-feira (14) pela Secretaria de Defesa Social (SDS).

Na noite dessa quinta-feira (13), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, afirmou que o número de homicídios registrados no estado em novembro de 2018 caiu 34% em relação ao período correspondente em 2017.

“Reduzimos em 34% o número de homicídios em novembro. Estamos terminando o ano de 2018 muito próximos de 2015. Não tenho dúvida de que a partir de 2019 vamos retomar os menores níveis de criminalidade que Pernambuco já viu”, disse Câmara.

De acordo com a SDS, foram contabilizados 456 homicídios. Com a redução anunciada pelo chefe do Executivo estadual, Pernambuco teria registrado 301 casos em novembro deste ano.

Petrobras anuncia nova redução no preço da gasolina

(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

A Petrobras anunciou uma nova redução no preço da gasolina vendida nas refinarias. A partir desta terça-feira (27), o litro do combustível passará de R$ 1,5556 para R$ 1,5007, o que representa uma redução de 3,53%. Com mais esse corte, o preço da gasolina nas refinarias já acumula no mês, uma queda de 19,42%.

O corte colocará a cotação do produto no menor nível desde meados de fevereiro, segundo a agência Reuters. O repasse dos reajustes da Petrobras nas refinarias aos consumidores depende dos distribuidores, ou seja, fica a cargo dos postos repassar ou não a baixa do preço da gasolina.

LEIA MAIS

Gonzaga Patriota destaca redução do número de homicídios em Pernambuco

Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira (31), o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) destacou a redução do número de homicídios relativo ao mês de setembro em Pernambuco.

“Queremos parabenizar o Governo do Estado, através do governador Paulo Câmara, e do secretário Antônio de Pádua pelos expressivos resultados na área de segurança pública, mas principalmente parabenizar os pernambucanos que tem procurado enfrentar essa crise com muito trabalho, responsabilidade e determinação”, avaliou Patriota.

Em setembro de 2018, Pernambuco registrou um total de 320 ocorrências de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), o que representa uma redução de 22% em relação a setembro de 2017, quando foram registrados 411 desses crimes. Com isso, o Estado já conta com dez meses consecutivos de redução de homicídios quando se compara com o mesmo período do ano anterior. No consolidado dos nove meses, a redução também chega aos 22%. No total, foram 3.232 homicídios registrados pelas polícias entre os meses de janeiro e setembro de 2018, enquanto no mesmo período do ano passado, haviam sido contabilizadas 4.143 ocorrências.

Observada em todas as regiões do Estado, a redução atingiu a marca de 39% no Agreste, que contabilizou um total de 53 homicídios, neste ano, contra 87 em setembro do ano passado. Logo em seguida, vem a Região Metropolitana do Recife (exceto a Capital) com uma redução de 21,5%. Nesses 14 municípios aconteceram 91 casos no mês passado, contra 116 em 2017. Na Zona da Mata e no Sertão, a redução chegou a 6% e 5,5%, respectivamente. Na Mata, foram 78 CVLIs em setembro (contra 83 no ano passado), enquanto os municípios sertanejos somaram 51 ocorrências (contra 54 em setembro passado).

Petrobras anuncia redução do preço do combustível em 2% nas refinarias; preço em Petrolina deve permanecer

A diminuição representa uma queda de 8,33% no preço. (Foto: Ilustração)

Nessa segunda-feira (22), a Petrobras anunciou uma redução de 2% no preço da gasolina comercializada em suas refinarias. De acordo com a estatal, a partir desta terça-feira (23), o litro do combustível passará a ser negociado a R$ 2,0639.

No entanto, embora essa seja a sétima queda consecutiva do preço desde 22 de setembro, quando custava R$ 2,2514 por litro, o preço do combustível não deve alterar nas bombas dos postos de gasolina em Petrolina (PE).

Petrolina: preço da carne teve redução no mês de setembro, segundo Índice de Cesta Básica

É a segunda redução consecutiva no preço das carnes. (Foto: Internet)

A cesta básica de alimentação apresentou, na comparação do mês de agosto com julho de 2018, deflação de -0,54%, em Petrolina (PE). Nos últimos doze meses, a cidade apresentou inflação de 5,04%, como mostra o boletim da cesta básica de setembro.

No ano de 2018, porém, apresenta deflação de -1,28%. A pesquisa do custo da Cesta Básica do Colegiado de Economia da FACAPE estimou o custo no mês de maio em R$ 289,95, em Petrolina.

O preço do leite em Petrolina continua subindo, porém em menor ritmo. O motivo é a entressafra, que reduz a oferta de leite no campo. O Pão Francês teve um pequeno reajuste pelo segundo mês consecutivo devido aos aumentos dos custos de produção, tanto da farinha de trigo quanto da energia elétrica, segundo o DIEESE.

No caso da Farinha de Mandioca, existe baixa oferta da matéria prima. Contudo, a tendência é de que este pequeno aumento seja pontual e que os preços reduzam nos próximos meses. No caso das carnes, é a segunda redução consecutiva, pois o aumento da oferta diminui seu preço.

Petrobras anuncia redução no preço da gasolina a partir desta terça-feira (09)

(Foto: Arquivo)

Nesta segunda-feira (08), a Petrobras informou que vai diminuir o preço médio do litro da gasolina a partir de amanhã (09) em 1,23% nas refinarias, de R$ 2,2159 para R$ 2,1889. Desde 28 de setembro, o preço vinha se mantendo estável.

O ritmo menor de reajustes tem como base a política de hedge adotada pela petroleira há pouco mais de um mês. Em setembro, a Petrobras anunciou um mecanismo de proteção financeira (conhecido como hedge) que permite aumentar os intervalos de reajustes nos preços da gasolina nas refinarias em até 15 dias.

O objetivo da medida é dar mais flexibilidade à sua política de preços, já que a empresa adotava reajustes quase diários no valor do combustível, com base sobretudo no mercado internacional e no câmbio.

Já o preço do litro do diesel segue estável em R$ 2,3606. A última alta ocorreu em 30 de setembro diante da atualização do valor referencial prevista no programa de subvenção do governo.

LEIA MAIS

Segundo SDS, Pernambuco registrou em agosto o menor número de roubos em 41 meses

(Foto: Blog Waldiney Passos)

De acordo com dados divulgados pelo boletim da Secretaria de Defesa Social (SDS), nessa quarta-feira (12), o estado de Pernambuco registrou em agosto de 2018 o menor número de roubos em um intervalo de 41 meses, iniciado em abril de 2015.

Ao todo, foram contabilizadas 7.222 ocorrências de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) no mês. O total é 32,96% menor que o registrado em agosto de 2017, quando Pernambuco teve 10.733 roubos. Este foi o 12º mês consecutivo de queda no número de roubos do Estado.

Todas as regiões de Pernambuco registraram a redução dos crimes. No Agreste foram 1.090 ocorrências; no Sertão, 349; na Região Metropolitana do Recife (exceto o Recife), 2.250; apenas o Recife, 2.586; e, por fim, a Zona da Mata com 947.

Ainda segundo a SDS, a cidade de Caruaru se destacou na redução dos índices apresentando uma queda de 61,3% entre agosto de 2017 e agosto de 2018. Este ano foram 332 roubos contra 857 no ano passado.

Pernambuco registra redução no número de empregos, segundo ministério do Trabalho

O Nordeste em geral teve saldo positivo de 0,12%.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nessa quarta-feira (22), Pernambuco teve redução de 0,01% no número de empregos, em julho, com o fechamento de 111 postos formais.

O resultado é a diferença entre 28.612 admissões e 28.723 desligamentos. No acumulado de 12 meses, o estado mantém um saldo positivo, com a abertura de 1.331 vagas.

Em julho, o recuo do mercado foi influenciado principalmente pelo setor de Serviços, com redução de 1.207 vagas, e pelo Comércio, com menos 738 postos. No entanto, boa parte dos setores tiveram saldo positivo.

Os destaques foram a Agropecuária, que abriu 922 vagas, a Indústria de Transformação, com 527 novos postos, e a Construção Civil, que teve mais 345 empregos formais registrados.

LEIA MAIS

Número de desempregados recua 5,3%

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, também houve queda: 520 mil pessoas ou 3,9%.

O número total de desempregados no país caiu de 13,7 milhões no primeiro trimestre deste ano para 13 milhões no segundo trimestre. Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C), divulgados hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de um trimestre para outro, houve uma queda de 723 mil pessoas na população desocupada, ou seja, de 5,3%.

A taxa de desemprego foi outro indicador que apresentou queda nesta edição da PNAD-C de 13,1%, no primeiro trimestre, para 12,4% no segundo trimestre do ano. No segundo trimestre do ano passado, a taxa era de 13%.

A população ocupada ficou em 91,2 milhões de pessoas, crescimentos de 0,7% (mais 657 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e de 1,1% (mais 1 milhão de pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

Informalidade

Apesar disso, o crescimento do contingente de ocupados foi puxado pelos trabalhadores sem carteira assinada e aqueles que trabalham por conta própria. O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado, de 32,8 milhões, manteve-se estável em relação ao primeiro trimestre e caiu 1,5% (menos 497 mil pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

O número de empregados sem carteira (11 milhões) cresceu 2,6% (mais 276 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 3,5% (mais 367 mil pessoas) em relação ao segundo trimestre do ano passado.

A categoria dos trabalhadores por conta própria (23,1 milhões de pessoas) ficou estável em relação ao trimestre anterior e cresceu 2,5% (mais 555 mil pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

Setores

Entre os dez grupamentos de atividades da economia, apenas dois tiveram crescimento nos postos de trabalho em relação ao primeiro trimestre: indústria geral (2,5%) e administração pública, defesa, saúde e educação (3,8%). Os demais setores mantiveram-se estáveis.

Na comparação com o segundo trimestre de 2017, também houve aumento em dois setores: administração pública, defesa, saúde e educação (3,7%) e outros serviços (6%).

Rendimento

O rendimento médio real habitual ficou em R$ 2.198 no segundo trimestre deste ano, relativamente estável tanto em relação ao trimestre anterior quanto na comparação com o segundo trimestre do ano passado.

Fonte Agência Brasil

SDS afirma que Pernambuco contabilizou 21% menos roubos no primeiro semestre de 2018

(Foto: Reprodução/Governo de PE)

O relatório sobre a violência em Pernambuco elaborado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) foi apresentado nessa quinta-feira (12) e aponta uma redução de 21,94% nos roubos no primeiro semestre de 2018, em comparação ao mesmo período de 2017.

De acordo com a SDS, no ano passado foram contabilizadas 63.827 ocorrências contra 49.824 em 2018. Ou seja, houve uma redução de 14.003 roubos nos seis primeiros meses desse ano.

As quedas foram percebidas em vários segmentos, entre eles a ônibus, roubos de celular, veículos e cargas. No entanto, a média diária do crime continua alta, com 275,7 ações criminosas no estado.

Balanço de junho

No mês passado Pernambuco teve uma redução de 20,39% quando junho de 2017. Nesse ano foram contabilizados 8.165 roubos contra 10.256 no ano anterior. O recuo na incidência de roubos no semestre ocorreu em todas as regiões de Pernambuco.

Petrobras anuncia redução de 1,1% no preço da gasolina nas refinarias

(Foto: Arquivo)

A Petrobras anunciou hoje (21) redução de 1,1% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir desta sexta-feira (22), o litro do combustível será vendido pela estatal por R$ 1,8634, 2 centavos a menos do que o R$ 1,8841 cobrado hoje.

Desde o dia 9 de junho, quando foi anunciado o último aumento no preço, a Petrobras tem mantido ou feito reduções no valor do combustível. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos.

Média de roubos por dia em Pernambuco chega a 260 em maio

(Foto: Reprodução/Governo de PE)

Os dados apresentados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) nessa semana apontam que por dia acontecem em média 260 roubos em todo estado. O levantamento é referente ao mês de maio e apesar do alto índice, representa uma queda de 26,59% quando comparado ao mesmo período de 2017.

Entre janeiro e maio houve uma queda de 22,47% nos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP). A capital teve uma redução considerável, com a redução de 12.036 crimes se comparado 2017 e 2018.

As reduções foram percebidas também na Região Metropolitana, Agreste, Zona da Mata e Sertão, onde foi registrada queda de 18,34%.

Segundo a SDS, o roubo de celulares (27,7%), veículos de carga (32,86%), veículos (23%) e ônibus (33,33%) também tiveram queda. A redução nos índices é resultado dos investimentos na Polícia Militar, com a chegada de novos veículos aos batalhões.

Pernambuco tem redução de 22% no número de homicídios em maio

(Foto: Arquivo)

O balanço da Secretaria de Defesa Social (SDS) apresentado nessa quinta-feira (14) apontou uma redução de 22,49% na taxa de homicídios em Pernambuco. Os dados são referentes a maio, quando foram contabilizados 458 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Se comparado ao mesmo período de 2017, houve uma queda de 22,12%. A redução dos CVLIs não se restringiu apenas no Grande Recife (21,88%), tendo sido percebida em todas as regiões do estado. De acordo com a SDS, o Agreste teve uma queda de 28%, o Sertão de 24,4% e a Zona da Mata, de 20%.

A SDS também apresentou os motivos para os CVLIs registrados em Pernambuco. Dos 355 em maio, 73,8% foram relacionados ao tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Em seguida aparece a questão do conflito em comunidades (16,06%), conflitos afetivos ou familiares (2,82%) e os latrocínios (2,54%).

1234