Em nota Câmara esclarece que participação de autoridades nas sessões está dentro do Regimento Interno

A celeuma provocada pelo protesto de Lúcia Mota, mãe da menina Beatriz Angélica, que questionou a participação do Dr. Wank Medrado, advogado de defesa de Alisson Henrique, acusado de deletar imagens do sistema de videomonitoramento do Colégio Maria Auxiliadora, da sessão desta terça-feira (8), fez com que a Câmara Municipal de Petrolina, através de sua assessoria de comunicação, prestasse o seguinte esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Devido ao protesto realizado na manhã desta terça-feira (8), em frente à Câmara Municipal de Petrolina, por Lúcia Mota, mãe da menina Beatriz Angélica e o grupo “Somos todos Beatriz”, esclarecemos que a Casa Plínio Amorim sempre foi solidária a dor da família e com a mesma expectativa de todos, aguarda o desfecho da investigação por parte da justiça para que possa elucidar o caso e punir na forma da lei os culpados.

LEIA MAIS

Projeto propõe mudanças no acesso da imprensa à Câmara de Vereadores 

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Mesmo sem projetos de lei em pauta na sessão de hoje (11) um assunto tomou conta dos bastidores da Câmara de Petrolina. Ronaldo Cancão (PTB) apresentou o Projeto de Resolução nº 004/2018 “que altera dispositivos do Regimento Interno, que trata do recinto do plenário e da imprensa” e acabou gerando uma pequena polêmica entre edis e a imprensa local.

Conforme nossa equipe apurou, a matéria trata de itens como exigência de crachá dos profissionais da imprensa, mas ainda não tivemos acesso ao texto do projeto. O autor do projeto também não quis conversar com a imprensa antes de fazer uso da Tribuna Livre.

Atualmente o Regimento Interno prevê em seu artigo 231 que “os órgãos de imprensa, do rádio, da televisão e de jornais poderão credenciar seus profissionais perante a Mesa para exercício das atividades jornalísticas, de informação e divulgação, pertinentes a casa e a seus membros”.

Osório Siqueira (PSB), presidente da Câmara afirmou que não há motivo para polêmica. “O projeto de Ronaldo deu entrada em pauta hoje, mas ele precisa ser sentado e analisado com os demais edis”, disse durante a sessão de hoje.

Comportamento de vereadores durante sessões é criticado por Paulo Valgueiro: “Paciência tem limite”

Líder da Oposição, vereador Paulo Valgueiro (MDB). (Foto: Arquivo)

O líder da oposição na Câmara de Vereadores de Petrolina, Paulo Valgueiro (MDB) se considera um dos mais pacientes na Casa Plínio Amorim, mas há algumas sessões o edil tem se posicionado com palavras firmes e um tom de insatisfação em relação ao comportamento dos colegas.

“Paciência tem limite, a gente às vezes perde muito tempo com bobagem, com vereador brincando, atrapalhando: quando um tá falando o outro não tem o respeito, fica atrapalhando, cortando o raciocínio. Muitas vezes você [se] prepara pra defender uma coisa importante, o vereador fica com brincadeira quebrando o raciocínio. Vai acumulando até que chega o limite e infelizmente a gente tem que falar algumas verdades”, disse Valgueiro na sessão de hoje (6).

O posicionamento do líder veio após uma fala de Cícero Freire (PR), de que os vereadores deveriam ter mais uma sessão durante a semana. Para Valgueiro, por ele as sessões poderiam ocorrer todos os dias, mas o que os edis precisam é trabalhar de verdade.

LEIA MAIS