“Minha mãe acaba de falecer por negligência médica no hospital Regional de Juazeiro”, relata filha nas redes sociais

Esse foi o sentimento da senhora Fátima Santos ao perceber que sua mãe, uma idosa, estava morrendo sem receber o devido atendimento no Hospital Regional de Juazeiro-BA (HRJ). Indignada ela postou o vídeo, com imagens fortes, do momento em que profissionais da saúde tentavam reanimar a idosa. “Meu Deus que coisa horrível que eu estou vendo na minha frente, fazendo uma massagem cardíaca em uma idosa que já estava cansada deste ontem em cima de um colchão, de uma cama, em um  leite de uma enfermaria, que era para a pessoa está na UTI. Vocês estão fazendo o que? Não estão fazendo nada!… Cadê a médica que não está aqui?…médico da emergência até agora não chegou”, questionou.

Veja vídeo:

HRJ inicia Campanha de Prevenção e Conscientização do câncer de cabeça e pescoço

Em torno de 75% dos cânceres de CP são atribuíveis a uma combinação de cigarro e álcool.

O Hospital Regional de Juazeiro deu início à Campanha de Prevenção e Conscientização do câncer de cabeça e pescoço (CP) com o objetivo de orientar e alertar a população. No mês de julho, o hospital realiza diversas atividades para debater sobre esse tema, além de fornecer atendimento à população com o intuito de realizar diagnóstico precoce desse tipo de patologia, e tratamento com a realização de cirurgias, quando indicado.

A especialista em cirurgia de CP da unidade, Cibele Coelho, informa que a campanha faz um alerta que é importante procurar um médico se a pessoa apresentar os seguintes sintomas: ferida na boca que não melhora em três semanas; nódulos no pescoço que não regridem em 21 dias; dificuldade para comer, engasgos e perda de peso; alteração da voz, rouquidão por mais de 21 dias e falta de ar; obstrução e sangramento nasal; alteração da simetria da face devido ao crescimento de massas tumorais e lesões de pele.

O câncer de CP abrange um grupo de doenças malignas que surgem, em sua maioria, nas superfícies mucosas do trato aerodigestivo superior, incluindo a cavidade oral, a faringe, laringe, cavidades nasais e seios paranasais, além dos tumores das glândulas salivares, tireoide e pele.

LEIA MAIS

Hospital Regional de Juazeiro convoca fisioterapeutas para processo seletivo nesta sexta

(Foto: ASCOM)

Nesta sexta-feira (24), o Hospital Regional de Juazeiro realizará processo seletivo para o cargo de Fisioterapeuta. Ao todo, dez candidatos foram convocados para a avaliação, que acontece às 09h.

A convocação foi divulgada pela assessoria de comunicação nessa quinta-feira (23). Clique aqui e confira os selecionados.

Juazeiro: Hospital Regional divulga lista de aprovados em processo seletivo para Enfermeira do Trabalho

(Foto: ASCOM)

O Hospital Regional de Juazeiro (HRJ) divulgou nessa segunda-feira (20) a lista com os candidatos aprovados no processo seletivo para cadastro de reserva para Enfermeira do Trabalho.

Uma profissional foi selecionada e deve procurar a instituição: Cassia Rogéria Santana do Valle.

Desde fevereiro desse ano o HRJ vem selecionando profissionais para formação de cadastro de reserva em diferentes formações.

Hospital regional de Juazeiro está contratando pessoas com deficiência para diversas áreas

Durante o período de 02 a 13 de abril, o Hospital Regional de Juazeiro irá contratar Pessoas com Deficiência (PCD) para diversas áreas da unidade.

Os interessados nas vagas disponibilizadas pelo hospital devem entrar em contato com o Departamento de Pessoal da Unidade levando um currículo de segunda a sexta das 7h ás 17h ou encaminhar o documento para o email [email protected].

Com salários atrasados, médicos do Hospital Regional de Juazeiro ameaçam greve

(Foto: Internet)

Os médicos do Hospital Regional de Juazeiro podem paralisar as atividades novamente. De acordo com informações, os profissionais da saúde ainda não receberam os salários de dezembro do ano passado. Em 2017 foram três paralisações nos meses de janeiro, outubro e dezembro.

Com 74 médicos, a unidade hospitalar é responsável por realizar cerca de 200 consultas diárias nas áreas de ortopedia e cirurgias clínicas. Uma paralisação logo no início do ano deve atrapalhar o calendários de consultas e cirurgias dos pacientes.

Grupo forma corrente de solidariedade para ajudar idosa internada no Hospital Regional de Juazeiro

Alvina Maria de Araújo, conhecida como “Neneca” está internada há oito dias no Hospital Regional de Juazeiro. (Foto: Divulgação)

Em Petrolina um grupo de pessoas iniciou uma corrente de solidariedade para ajudar Alvina Maria de Araújo, conhecida como “Neneca” a idosa está internada há oito dias no Hospital Regional de Juazeiro aguardando transferência para o HU-Univasf, em Petrolina.

A idosa está internada há oito dias e não conta com nenhum parente na região, segundo Gessica Dayane que participa do grupo, a idosa teria caído recentemente, mas não quis ir até o hospital. Com o passar do tempo o problema se agravou e o SAMU foi acionado para socorrer a senhora que foi encaminhada para o HU-Univasf.

“O SAMU levou ela para Juazeiro, porque não tinha vaga em Petrolina. Ela passou por um raio-x e foi constatado que o fêmur dela está fraturado. Pediram uma autorização para encaminhar ela para Petrolina, mas estamos esperando uma vaga. O pedido foi feito com urgência, mas até agora nada”, informou Gessica.

A idosa é conhecida por prestar serviço no Cartório de Registro Civil de Petrolina, onde sempre trabalhou. Ela não possuí parentes na região, apenas um irmão que mora em São Paulo, mas ele não foi localizado.

Quem tiver interesse em ajudar, pode doar fraldas geriátricas e fazer uma visita a dona Alvina passando uma noite ou um dia como acompanhante da idosa no hospital. Outras informações podem ser adquiridas através dos telefones: (87)98827-1440 (Adriano), (87)98861-4844 (Gessica), (87)98806-8859 (Adalberto) e (74) 98858-5343 (Mocinha).

Professores escritores de Petrolina debatem literatura regional

(Foto: Ilustração)

Na próxima terça-feira (25), os escritores e amantes da literatura têm um encontro marcado: a I Roda de Conversa com professores escritores do município, com a temática: ‘Literatura e os escritores de Petrolina – Desafios e perspectivas’. O evento será realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), no Centro de Convenções, 2º andar, a partir das 9h.

A iniciativa, segundo o coordenador, Hélio Araújo, é proporcionar um momento de reflexão sobre os desafios, perspectivas e possibilidades de valorização da literatura regional. “Temos em nossa cidade e na região, escritores potenciais, contudo, eles padecem do velho problema de não poder publicar, tendo em vista as dificuldades já conhecidas. Estaremos debatendo essa questão e com o olhar positivo na busca de soluções”, afirmou.

LEIA MAIS

Adolfo Viana alerta o governo da Bahia quanto à precarização do Hospital Regional de Juazeiro

“Não podemos aceitar que um hospital que atende 53 municípios, que é referência em diversas especialidades chegue a esse ponto”, analisa deputado Adolfo Viana

O deputado estadual Adolfo Viana (PSDB) faz um alerta ao Governo da Bahia para que se sensibilize com a situação do Hospital Regional de Juazeiro que, de acordo com funcionários, vem definhando a cada dia. A Unidade começou na última quarta-feira (26) uma paralisação por tempo indeterminado em decorrência da falta de pagamento dos salários, equipamentos, e medicamentos. Segundo o Sindicato dos Médicos, o repasse de 3 milhões e 600 está em atraso há três meses.

Como havia prometido, Adolfo Viana continua vigilante com a administradora do hospital, a Associação de Proteção à Maternidade e Infância Castro Alves (APMI-CA), pois esse foi um compromisso firmado pelo parlamentar, desde quando a empresa ganhou a licitação. “A população do Vale do São Francisco tem que ser tratada com respeito. Não podemos aceitar que um hospital que atende 53 municípios, que é referência em diversas especialidades chegue a esse ponto”, analisa Viana.

De acordo com a representante da Delegacia do Conselho Regional de Medicina de Juazeiro, Jamille Freire, falta na unidade hospitalar condições mínimas para atendimento digno à população. “O Conselho Regional de Medicina tem como foco fiscalizar e lutar por melhores condições de trabalho como forma de garantir o exercício mais ético e mais humano da medicina. E isso infelizmente não tem sido assegurado, dado a ausência de repasses. É notória a angústia e aflição dos médicos do Hospital Regional de Juazeiro, cuja luta não se restringe somente às questões salariais, mas por condições de trabalho que garantam um atendimento digno à população. Esse é um momento de unir forças, e os médicos clamam pelo apoio da população e de todas as entidades nessa luta”, destacou.

Em nota, o sindicato dos Médicos informou que durante a paralisação manterá o atendimento apenas para os casos de urgência, emergência e no serviço de oncologia, que por conta da precarização do hospital teve que limitar o atendimento para 120 pacientes. Os problemas relatados pelo Sindicato não param por aí, a unidade não dispõe de tomógrafo há dois anos e cinco leitos de UTI foram desativados por falta de respirador e monitor.