Equilíbrio ecológico: prefeitura de Petrolina libera mais de 15 mil peixes no Rio São Francisco

(Foto: Alexandre Justino)

A Prefeitura de Petrolina liberou nesta quinta-feira (7) cerca de 15 mil alevinos do trecho do Rio São Francisco na cidade. A iniciativa da gestão municipal pelo equilíbrio ecológico do Velho Chico faz parte do projeto da prefeitura ‘Orla Nossa’, coordenado pela Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA).

A ação contou com parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a Marinha e os pescadores. Foram lançados peixes recém nascidos das espécies piau verdadeiro e pacumã. Desde o início do projeto, já foram liberados 250 mil alevinos, colaborando para a preservação e manutenção dos estoques pesqueiros do rio.

LEIA MAIS

“Vereador não é para fazer assistencialismo”, dispara Ronaldo Cancão

Vereador deixou um recado para colegas (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

“Vereador não é para fazer assistencialismo não, é para cuidar dos direitos da sociedade”. A mensagem veio do vice-presidente da Casa Plínio Amorim, o vereador Ronaldo Cancão (PTB) durante sua fala na Tribuna Livre, na sessão de quinta-feira (31).

LEIA TAMBÉM:

Membros da Comissão Especial rebatem críticas sobre viagem a Brumadinho

Vereadores apresentam balanço de viagem a Brumadinho e cobram medidas para evitar maiores danos ao rio São Francisco

O alerta aos colegas de Plenário veio após Cancão lembrar da visita feita por ele e Cristina Costa (PT) a Minas Gerais, para investigar os danos causados pelo vazamento da Barragem de Brumadinho, no primeiro semestre. O edil lembrou que é dever de cada um lutar pela preservação do Velho Chico.

LEIA MAIS

Baronesas são removidas do Rio São Francisco e mutirão intensifica limpeza na Orla de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

A Prefeitura de Petrolina realiza mutirão de limpeza na Orla da cidade, durante esta semana. Cerca de 1 quilômetro de faixa do rio receberá o programa ‘Cidade Mais Limpa’. Estão sendo realizados os serviços de capina, retirada de ervas daninhas e remoção das baronesas na extensão das orlas I e II.

O trabalho está sendo executado por uma equipe composta por sete pessoas que, manualmente, irão retirar as baronesas de dentro do rio, e também com uma máquina motoniveladora.

“Estamos trabalhando intensamente para retirar as baronesas do local e possibilitar uma área de banho mais agradável e com menos plantas aquáticas. A vazão do rio tinha aumentado na última semana e com a defluência, mais plantas ficaram alojadas no local, estamos acelerando os trabalhos para que, o quanto antes, possamos concluir o trabalho”, afirma o secretário executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira.

Vazão de hidrelétrica de Xingó pode evitar contaminação de óleo no São Francisco

(Foto: Internet)

Nesta semana, foram encontradas manchas de petróleo na foz do Rio São Francisco em Alagoas. Para evitar a contaminação do rio pela mancha de óleo avistada em diversas localidades do litoral da Região Nordeste, a Agência Nacional de Água (ANA) disse, nesta sexta-feira (11), que existe a possibilidade de se usar as águas do Velho Chico para evitar a contaminação do próprio rio.

De acordo com a ANA, existe a possibilidade de aumentar a vazão da usina hidrelétrica de Xingó no Rio São Francisco, na divisa entre Alagoas e Sergipe, de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s), para 1.300 m³/s, caso seja identificado risco de contaminação da água do rio na região próxima à foz pelo óleo disperso no litoral nordestino.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é o órgão responsável por identificar a possibilidade de contaminação da água do São Francisco.

LEIA MAIS

Petrolina: carro com motorista e passageiros cai no rio são francisco e ninguém fica ferido

Um carro caiu no Rio São Francisco, na tarde de ontem (5), num ponto de travessia de Petrolina (PE) para a Ilha do Rodeadouro. Motorista e passageiros estavam dentro do veículo, mas não ficaram feridos. O veículo transportava um jet ski acoplado na traseira.

As imagens que circulam nas redes sociais, mostram o momento em que os passageiros são resgatados, e o veículo é “engolido” pelas águas do Velho Chico. Pelo vídeo percebe-se que o trecho é profundo.

Informações preliminares dão conta que o motorista iria desengatar a moto aquática, quando  o carro invadiu as águas do rio. Ainda não há informações oficiais sobre o que provocou o acidente. Outro vídeo divulgado por populares, mostra homens tentando tirar o veículo do rio. Até o momento o Blog Waldiney Passos não conseguiu confirmar se a tentativa obteve êxito.

Prefeitura de Juazeiro programa ações de educação ambiental no dia do Rio São Francisco

A Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) em parceria com o SAAE realiza na sexta-feira, 04 de Outubro – dia em que se comemora os 518 anos do Rio São Francisco, a partir das 10h, ações de educação ambiental com orientações e cuidados para com o Rio São Francisco.

A ação está programada para acontecer às margens do Velho Chico, no ponto de embarque das barquinhas na cidade de Juazeiro. As equipes estarão com estrutura montada para receber as pessoas e orientar sobre os cuidados com o Velho Chico, além de distribuírem mudas de plantas nativas da caatinga.

O Rio São Francisco ou apenas Velho Chico, também conhecido como Rio da Integração Nacional, passa por sete unidades da federação: Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás e Distrito Federal. Em Juazeiro, corta a cidade banhando e embelezando as ilhas que se formaram em seu curso. Além de importância ambiental para a região norte do Estado da Bahia é também o responsável pela economia através da agricultura irrigada conseguindo se destacar pela fruticultura da região, onde é detentora da 4º maior Ceasa do país em volume e comercialização.

Com todos esses mecanismos de importância para a região, ações de educação e cuidados com a fauna, flora e mananciais são discutidos e relatados pela equipe de Educação Ambiental da SEMAURB em escolas e comunidades que são desenvolvidas ações de preservação e importância de cada recurso para a vida humana.

De acordo com a Educadora Ambiental, Itala Layanne “a data é propícia para levar mais informações de cuidados e preservação. O rio é um recuso natural e nós, enquanto moradores e utilizadores dos seus benefícios, temos a obrigação de cuidarmos. É um trabalho unitário que no final vira coletivo, um simples descarte de papel que não acontece no local adequado e acaba chegando ao rio. Convidamos a população de Juazeiro a estar atenta e vir conosco neste ato de orientações e cuidados com o nosso Velho Chico”, destacou.

Baixa temperatura do Rio São Francisco afeta pesca em Juazeiro e Sobradinho

(Foto: Reprodução/TV São Francisco)

A temperatura do Rio São Francisco está diminuindo a produção de peixes nos municípios baianos de Juazeiro e Sobradinho. Cerca de 1.200 pescadores cadastrados na terra da barragem estão sentindo a queda nas pescas e isso afeta a economia da comunidade.

Segundo Adolfo Pinheiro, vice-presidente da Colônia de Pescadores de Sobradinho, em épocas normais cada pescador pesca em média de 10 a 15 kg. Atualmente eles conseguem apenas a produção para consumo deles mesmos do dia. “Agora já vem correndo e tem dia mesmo que não pega, só pega pra comer“, disse.

Questões ambientais e climáticas são os motivos para a baixa temperatura do rio, como explica a ambientalista Mary Ann Saraiva. “Como a água está fria a fisiologia do peixe fica reduzida, eles ficam em águas mais aquecidas e deixam de vir à superfície”, comentou. Em Juazeiro a produção caiu cerca de 60%. (Com informações do Bahia Rural).

Homem desaparece ao tentar buscar canoa no Rio São Francisco

(Foto: Reprodução/TV Grande Rio)

Um homem desapareceu na noite do último domingo (15) em Belém do São Francisco (PE). Segundo a Polícia Civil, Cícero Pedro Ferreira dos Santos, de 35 anos, estava na orla da cidade, quando uma canoa se soltou da margem do Rio São Francisco.

LEIA MAIS

Ministro do Desenvolvimento Regional visita Salgueiro para vistoriar obra da Transposição

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto estará em Salgueiro (PE) na tarde dessa sexta-feira (30) para vistoriar as obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco. A agenda de Canuto começa às 14h30, na Estação Elevatória do trecho (EBI-3), hoje com 97% da estrutura física concluída.

Em 2018 foi constatado um problema no Eixo Norte, sendo feitos reparos no Dique Negreiros. Durante a vistoria, Canuto acompanhará o bombeamento de água do EBI-3. Quando pronta, a obra abastecerá o estado da Paraíba.

De acordo com o Ministério, o compromisso em levar água para regiões que sofrem com longos períodos de estiagem, mas destacou que a prioridade é garantir a segurança das famílias que residem na região da obra.

Debate sobre transposição será realizado nesta quarta na Câmara de vereadores de Salgueiro

Quarta-feira é dia de Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Salgueiro. Antes da Sessão Ordinária de hoje, porém, técnicos do Ministério do Desenvolvimento Regional do Eixo Norte em Salgueiro, farão uma palestra, a fim de esclarecer a população às novas técnicas de funcionamento da utilização das águas da União, que é de grande importância para o município de Salgueiro para a realização de projetos futuros. O evento é aberto ao público.

“Nosso Rio”: Petrolina ganha programa de proteção ao Velho Chico

Município deve promover ações de proteção ao Velho Chico (Foto: Ascom/PMP)

Desde o rompimento da barragem do Córrego Mina do Feijão, em Brumadinho (MG) no começo do ano, a preocupação com o rio São Francisco é constante. No primeiro semestre desse ano a Câmara de Vereadores de Petrolina montou uma comissão especial, viajou ao local e elaborou um relatório que ajuda pesquisadores a entender melhor a situação.

Também de autoria da Câmara surgiu um projeto que trata da proteção do Velho Chico. A lei n° 3.213/2019 institui o Program Nosso Rio e foi sancionada no dia 15 de julho pelo presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB), cumprindo a Lei Orgânica Municipal – caso o prefeito não sancione, seu silêncio representará sanção da matéria.

Proposta pelo vereador Ronaldo Cancão (PTB), a lei quer ações concretas de preservação do rio. “Esse projeto coloca uma série de restrições e dá a AMMA o poder de fiscalização mais contundente. Trata de esgoto sanitário, reposição da mata ciliar, construções que vão de encontro ao projeto que trata da proteção das margens e além disso, traz sugestões que tratam da proteção”, disse ao Blog Waldiney Passos.

LEIA MAIS

Pernambuco recebe comitiva da ANA para tratar sobre Projeto de Integração do Rio São Francisco

Representantes da Apac, Compesa e Secretaria de Desenvolvimento Agrário participaram do encontro.

O Governo de Pernambuco prossegue com o trabalho para definir as demandas hídricas que serão supridas pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) em nosso Estado. Nessa quarta-feira (10), a secretária executiva de recursos hídricos de Pernambuco, Simone Rosa, recebeu uma comitiva da Agência Nacional de Águas (ANA) para tratar sobre o tema.

O encontro, composto também por representantes da Apac, Compesa e Secretaria de Desenvolvimento Agrário, tratou sobre as condições de prestação do serviço de adução de água bruta do PISF, como por exemplo, a elaboração do Plano Operativo Anual, que é a formalização da encomenda de água do São Francisco ao Operador Federal.

A partir deste ano, o POA deverá conter uma estimativa da demanda das vazões máxima, média e mínima a serem utilizadas pelo Operador Estadual nos anos de 2020, 2021 e 2022 pelos usuários dos municípios pernambucanos que serão beneficiados pelo projeto.

PL da interligação dos rios Tocantins e São Francisco recebe parecer favorável de relator

Rio São Francisco (Foto: Arquivo)

O projeto de lei (PL 538/19) do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) que trata da interligação entre o rio Preto (BA) e o rio Tocantins, destinada a assegurar a navegação desde o rio São Francisco ao rio Amazonas recebeu parecer favorável do relator do PL, o deputado federal Pastor Eurico (PATRI).

Gonzaga Patriota explica que o projeto trata-se da reapresentação do Projeto de Lei nº 6569/2013 anteriormente, Projetos de Lei nº 6284/2013; nº 250/1995 4797/1990, de sua autoria, referente à navegação fluvial e suporte de regularização hídrica do rio São Francisco, através do rio Tocantins.

“O PL 6569/2013 foi aprovado nesta Casa parlamentar e, por ter sido arquivado no Senado Federal, estamos o reapresentado, nos ermos da legislação vigente. Essencialmente para um país como o Brasil, e num cenário cada vez mais próximo de escasseamento de recursos energéticos e aproveitamento racional das vias navegáveis interiores, representa condição inarredável para o desenvolvimento econômico e social equilibrado e melhoria de suas condições de competitividade no intercâmbio internacional”, disse Patriota.

LEIA MAIS

Compesa participa de ação no Rio São Francisco pelo Dia do Meio Ambiente

As atividades se concentraram na Porta do Rio, às margens do Rio São Francisco. 

Um abraço coletivo no Rio São Francisco. Assim foi marcado este 05 de junho, em Petrolina, para comemorar o Dia do Meio Ambiente. Cerca de  cem estudantes de escolas públicas municipais e estaduais participaram da ação promovida pelo Projeto Escola Verde, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) campus Petrolina, que contou com a parceria da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

O foco das ações foi a preservação do Velho Chico com o plantio de mudas margeando o Rio, peixamento com alevinos, limpeza simbólica e passeio de caiaque. Os técnicos da Compesa também distribuíram copos com água e realizaram atividades lúdicas com os estudantes.

“O Rio São Francisco é o maior patrimônio de Petrolina e temos que ensinar às crianças, desde cedo, a importância de preservá-lo”, afirmou o gerente de Unidade de Negócios do Sertão do São Francisco, João Raphael de Queiroz.

Na tentativa de evitar novos desastres ambientais e contaminação do Velho Chico, Alepe promove audiência pública em Petrolina

Lucas Ramos representou Alepe no evento (Foto: Blog Waldiney Passos)

Políticos, técnicos, representantes de entidades e a sociedade civil estão reunidos na manhã dessa segunda-feira (3) na Câmara de Vereadores de Petrolina para discutir o risco de contaminação do rio São Francisco pela lama de rejeitos da barragem de Brumadinho (MG).

A Audiência Pública foi proposta pela Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a pedido do deputado estadual Lucas Ramos (PSB). Segundo Lucas, esse é importante, já que Petrolina é um polo agricultor.

“Esse rio é do turismo, da pesca artesanal, da geração de emprego. Ninguém quer estar diante da notícia de estar consumindo água imprópria, por isso iniciamos esses debates, passando Cabrobó e Floresta, cidades berços da Transposição do rio. Nós temos que buscar soluções para evitar novos crimes ambientais como Brumadinho e sobretudo, garantir a saúde do rio São Francisco”, destacou em entrevista ao Blog.

Segundo Lucas, torna-se necessário elaborar ações permanentes. Por isso as audiências são importantes. “Essa agenda permitirá que elaboremos um relatório e apresentemos ao Consórcio dos Governadores do Nordeste, precisa um esforço conjunto. Esse relatório será apresentado ao Ministério Público Estadual e Federal”, finalizou.

LEIA MAIS
123