Motoristas de caminhão devem paralisar rodovias federais na quarta-feira

Grupo diverge sobre ideia de paralisar (Foto: Luciney Araújo/ TV Gazeta)

Uma nova paralisação dos motoristas de caminhão pode acontecer nessa semana. O grupo pretende paralisar as estradas federais na madrugada de quarta-feira (4), para pressionar o Governo. Isso porque o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli suspendeu o julgamento sobre a constitucionalidade da tabela dos fretes.

De acordo com a categoria, o protesto não tem nem data nem hora para conclusão. Nos dias anteriores, a partir de domingo (1), haverá panfletagem junto condutores da classe. O STF ainda não tem previsão para uma nova data de julgamento.

A tabela dos fretes já havia mobilizado o grupo, que até chegou a fazer uma movimentação pequena no país. Contudo, naquela época a reivindicação foi atendida e a paralisação foi encerrada. Segundo o Diário de Pernambuco, o início de uma greve não é pauta unânime na categoria, que diverge sobre como proceder.

Petrolina: após testes, preferência nas rotatórias federais voltará a ser de veículos nas BRs

DNIT afirma que resultados de testes provou que trânsito fluía melhor como antes (Foto: Arquivo Pessoal)

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Tráfego (DNIT) enviou hoje (9) uma nota ao Blog, informando que a prioridade e preferência nas rotatórias das BRs 407 e 428 voltou a ser como era antigamente. Ou seja, os veículos que circulam nas rodovias federais têm preferência.

“O DNIT informa que após testes experimentais de tráfego, retifica que não haverá mudanças na prioridade de circulação nas rotatórias de Petrolina. Portanto, continua tendo a preferência e prioridade, veículos que trafegam pelas rodovias federais BR-407 e BR-428”, informa a nota.

LEIA TAMBÉM:

DNIT afirma que mudança na preferência das rotatórias vai “agilizar o fluxo de veículos”

Depois de várias cobranças, DNIT altera preferência de veículos nas rotatórias das BRs em Petrolina

Segundo o Departamento, essa foi a “alternativa mais eficaz e viável”. A mudança foi anunciada pelo DNIT na última sexta-feira (5) e desde então os cinco trechos citados pelo órgão registraram grande retenção de veículos, provocando o efeito contrário ao esperado.

Confira a nota do DNIT:

LEIA MAIS

DNIT afirma que mudança na preferência das rotatórias vai “agilizar o fluxo de veículos”

Equipes trabalham desde ontem nas rotatórias, alterando a sinalização de prioridade (Foto: Arquivo Pessoal)

Os condutores que trafegam pelas rodovias federais em Petrolina já percebem a mudança anunciada pelo Departamento de Infraestrutura do Transporte (DNIT), anunciada na sexta-feira (5). A prioridade nas rotatórias agora é para quem está dentro delas.

LEIA TAMBÉM:

Depois de várias cobranças, DNIT altera preferência de veículos nas rotatórias das BRs em Petrolina

Ontem nossa produção solicitou mais informações ao DNIT sobre a alteração. Através de uma nota o Departamento esclareceu que até a próxima segunda-feira (8) todos os cinco pontos listados já estarão com a preferência modificada e sinalizada.

LEIA MAIS

PRF inicia Operação São João nas estradas de Pernambuco

(Foto: Divulgação/PRF)

A Operação São João da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi iniciada hoje (19) nas rodovias federais de Pernambuco. O objetivo da ação, segundo a PRF é aumentar a fiscalização nas vias que são as principais rotas para os festejos no Agreste e Sertão.

As equipes intensificarão a fiscalização nas BRs 232, 104, 407 e 428, essas últimas que cortam Petrolina. No Sertão a PRF tem atenção especial, já que Petrolina é um dos polos mais procurados em Pernambuco, juntamente com Caruaru.

Segundo a PRF, a fiscalização reforçada visa reduzir o número de acidentes com feridos ou mortes. Consumo de bebidas alcoólicas, ultrapassagens em luares proibidos e uso irregular da motocicleta serão foco da Operação São João. (Com informações do JC Online).

Bolsonaro veta instalação de oito mil novos radares em rodovias federais

A instalação de oito mil novos radares nas rodovias federais do Brasil foi vetada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). O anúncio foi feito no domingo (31), através de sua conta oficial no Twitter, após ter conhecimento do fato pelo Ministério da Infraestrutura.

“Determinei de imediato o cancelamento de suas instalações. Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retomo financeiro ao estado”, afirmou o presidente em uma das postagens na rede social.

Em seguida, Bolsonaro fez uma nova publicação, dizendo que quando forem renovados, os contratos das concessões rodoviárias no Brasil passarão por análise para verificar a real necessidade da existência dos radares. (Com informações do Estado de Minas)

PRF inicia operação de São João em Pernambuco

O final de semana de São João levou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a intensificar a fiscalização nas rodovias federais e estaduais de Pernambuco. A operação foi iniciada na quinta-feira (21) e terá atenção especial às BRs 232, 104, 428 e 407.

A atenção será voltada para as festas no interior, como em Petrolina e Arcoverde, além de Caruaru, Bezerros e Gravatá. A PRF de Pernambuco receberá apoio das equipes de estados vizinhos, a fim de controlar melhor o trânsito.

Durante o final de semana de feriado o objetivo é coibir a ingestão de bebida alcóolica e em seguida dirigir, além de evitar o excesso de velocidade nas BRs. Nas abordagens os policiais também darão dicas para um trânsito mais seguro durante os festejos juninos.

Em Petrolina a festa foi iniciada na última sexta-feira (15) e a PRF já está atuando como parceira na BR-407 e BR-428.

Em coletiva, Michel Temer afirma que governo usará força para desbloquear rodovias

(Foto: Arquivo)

O presidente Michel Temer concedeu uma entrevista coletiva no início da tarde dessa sexta-feira (25), onde falou sobre a paralisação dos caminhoneiros. Ele confirmou o que já era comentado nos bastidores de Brasília e autorizou o uso de força para desbloquear as rodovias federais.

“De imediato vamos implantar um Plano de Segurança para enfrentar o desabastecimento. Comunico que acionei as forças federais de Segurança para desbloquear estradas. E estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo”, afirmou Temer.

O presidente chamou os manifestantes que continuam a greve de “radicais”, por descumprirem o acordo assinado pelas lideranças na noite da quinta-feira (24). Em sua fala, o presidente citou que não pode aceitar que a população seja prejudicada pelo ato que já dura cinco dias. “O acordo está assinado e cumpri-lo naturalmente é a melhor alternativa. O Governo espera e confia que cada caminhoneiro cumpra seu papel. O Governo teve como tem sempre a coragem de dialogar”, destacou.

Desde a segunda-feira (21) caminhoneiros em todo Brasil interditam rodovias federais, em protesto contra o preço do diesel. A manifestação ganhou apoio de outras categorias e em Petrolina e Juazeiro, taxistas, mototaxistas, motoristas de vans e de aplicativos também se juntaram ao grupo.

Os caminhoneiros que continuam nas rodovias criticaram alegaram que algumas lideranças não representam toda a categoria e somente encerrarão a greve com a redução concreta do combustível.

Mototaxistas, motoristas de aplicativos e de vans se unem a protesto contra preço do combustível

A manhã dessa quinta-feira (24) está sendo de protestos em Petrolina e Juazeiro. Nas duas cidades, mototaxistas, motoristas de aplicativos como Uber, taxistas, condutores de vans de transporte alternativo e a população se uniram aos caminhoneiros que estão interditando as rodovias federais de Petrolina.

Logo no início do dia, o Centro de Convenções se transformou num estacionamento com táxis, motos e outros veículos. Diferentes categorias resolveram na tarde de ontem se juntar ao protesto na BR-428, na saída para Recife, cobrando atitudes do Governo Federal em relação aos contínuos aumentos no preço do combustível, em destaque o diesel.

LEIA MAIS

Mototaxistas de Petrolina se unem aos caminhoneiros e paralisam atividades nesta quinta-feira (24)

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Os mototaxistas de Petrolina se unirão aos caminhoneiros que estão protestando há três dias nas rodovias federais que cortam a cidade. De acordo com um grupo de profissionais, a categoria vai paralisar os serviços por tempo indeterminado, a partir desta quinta-feira (24).

A concentração dos manifestantes será no Centro de Convenções, a partir das 7h e eles devem seguir para a BR-428, local onde os caminhoneiros interditaram a rodovia em protesto contra o alto preço do combustível. Além dos mototaxistas, devem unir forças condutores de vans, para dar mais corpo ao protesto.

Governo Federal consegue liminares contra bloqueios em sete estados, Pernambuco é um deles

Transporte de combustível para aeronaves foi liberado no Recife (Foto: Wagner Sarmento/TV Globo)

O Governo Federal e as concessionárias das rodovias em sete estados do país conseguiram decisões liminares contra o protesto de caminhoneiros nas BRs. As manifestações se iniciaram na segunda-feira (21) em todo Brasil, motivada pelos reajustes no óleo diesel e entraram no terceiro dia.

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com 17 ações desfavoráveis aos bloqueios, tendo obtido sucesso na Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Em algumas das decisões, há previsão de multa pelo descumprimento da ordem.

Multa é de R$ 10 mil em Pernambuco

Em Pernambuco a liminar impede o bloqueio total da pista e prevê aplicação de multa no valor de R$ 10 mil. Os manifestantes acataram a decisão. Na capital Recife, já foi liberado o transporte de combustível da aviação, que foi afetada com atraso em 70 voos.

No interior do estado os caminhoneiros também aderiram às manifestações e bloquearam trechos da BR-316, entre Araripina e Ouricuri, BR-428 entre Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista e BR-407, em Petrolina. Também houve protestos em Floresta, Parnamirim e Serra Talhada. A passagem de veículos pequenos, ambulâncias, ônibus e transportes escolares está liberada.