Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Vereadores de Petrolina acusam Odacy Amorim de usar cargo para fazer campanha antecipada, presidente do IPA rebate críticas

Odacy (dir.) estaria fazendo campanha visando eleições de 2020, segundo vereadores (Foto: Internet)

José Batista da Gama (PSB) e Ronaldo Silva (PSDB) acusaram o diretor-presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT) de utilizar seu cargo no Governo do Estado para fazer promoção pessoal. Segundo os edis, Odacy faz campanha antecipada.

Ronaldo Silva lembrou um atrito que teve recentemente com o presidente do IPA, dando mais caldo a discussão. “Quero dizer ao ex-deputado Odacy Amorim, presidente do IPA que da última vez que falei dele, ele foi no programa de rádio e disse que eu fui mandado pelo senador Fernando Bezerra Coelho. Eu não sou vereador lagartixa, não sou pau mandado. Se não quer ser criticado, não faça o errado”, pontuou.

Justiça eleitoral

Ele foi além e mencionou uma matéria publicada na região do Araripe, na qual Lucas Ramos (PSB) faria uma denúncia na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), denunciando a postura de Odacy. Segundo Ronaldo,  o presidente do IPA trabalha para fortalecer seu nome e o de sua esposa, a deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT). “A Justiça Eleitoral abra os olhos, nós vamos estar fiscalizando, nós temos aqui que fiscalizar o presidente do IPA que se diz pré-candidato a prefeito“, destacou.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva solicita linha direta de ônibus entre residenciais até o IF-Sertão de Petrolina

(Foto: Ilustração)

No dia marcado por festa às mulheres de Petrolina, os vereadores também apresentaram suas reivindicações ao Poder Executivo na primeira parte da sessão de terça-feira (12), na Casa Plínio Amorim. Ronaldo Silva (PSDB) fez um apelo à Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) sobre o transporte coletivo.

“Que veja a possibilidade de uma dessas linha de ônibus que faça a linha Cohab VI, Nova Petrolina, Residencial Brasil que possa passar um ônibus no Nova Petrolina até o IF-Sertão porque tem muitos alunos que moram nessas imediações e o ônibus não passa no IF”, justificou o vereador.

Segundo o edil, os alunos estão sendo prejudicados pela falta de uma linha direta ao Instituto e que a AMMPLA pode resolver esse problema juntamente às empresas prestadoras de serviço no município. A Indicação nº 238/2019 foi aprovada por 15 votos a zero.

Osinaldo reivindica comando da Comissão de Direitos Humanos, mas colegas dão assunto como encerrado

Vereador não estava presente quando assunto foi debatido internamente (Foto: Blog Waldiney Passos)

A celeuma das comissões da Câmara de Vereadores de Petrolina voltou aos holofotes na sessão de ontem (19). Osinaldo Souza (PTB) que até o biênio passado era presidente em Direitos Humanos perdeu o cargo para Gilmar Santos (PT) e não ficou contente.

Durante a sessão ele já havia demonstrado a alguns colegas sua indignação e em discurso, expôs seu descontentamento. “Eu disse que tinha interesse em continuar como presidente da Comissão de Direitos Humanos e chegando aqui eu encontro meu nome como secretário. O líder do meu partido [Manoel da Acosap] disse que pleiteou essa vaga para mim. Onde que fica o regimento dessa Casa que tem que respeitar a proporcionalidade dos partidos políticos?”, questionou.

A queixa de Osinaldo é porque seu partido tem três vereadores e o PT de Gilmar, apenas dois e a sigla com maior número de edis deveria assumir a presidência. “Meu partido tem proporcionalidade para exigir a presidência e o regimento garante isso”, afirmou o vereador.

LEIA MAIS

Ainda sem matérias do Executivo, vereadores aprovam concessão de Título e Medalha de Honra ao Mérito

Edis discutiram apenas projetos de menor relevância (Foto: Blog Waldiney Passos)

Comissões definidas, a paz parece estar selada na Câmara de Vereadores de Petrolina. O que se viu na sessão dessa terça-feira (19) foi uma bancada de situação menos insatisfeita e mais discreta, após várias sessões expondo o imbróglio da votação das comissões.

Pela primeira vez em 2019 a pauta trouxe na ordem do dia projetos de lei, todos do Legislativo. As matérias tratavam de Título de Cidadão Petrolinense e Medalha de Honra ao Mérito foram rapidamente discutidas pelos edis e aprovadas por 18 a zero.

Dois dos projetos foram propostos por Aero Cruz (PSB), líder da bancada governista. Ele homenageou Fernanda Iara de Carvalho, ex-assessora do prefeito Miguel Coelho, enquanto Ronaldo Silva (PSDB) concedeu uma honraria a Alessandro Menezes de Brito.

Ronaldo Silva acusa assessor especial da Prefeitura de fazer manobra na escolha das Comissões Permanentes

Ronaldo Silva acusou Tolentino de fazer manobras nas comissões (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão de terça-feira (12) foi marcada por mais uma confusão na base do governo municipal, que desde o retorno das atividades legislativas na última semana tem demonstrado publicamente que falta harmonia entre os pares da situação.

Ronaldo Silva (PSDB) discursou na Tribuna Livre e expôs aos edis da oposição, imprensa e comunidade presente uma suposta “manobra” imposta na eleição das Comissões Permanentes, articulada pelo assessor especial do prefeito Miguel Coelho, Orlando Tolentino.

“Pessoas do próprio Governo que trabalharam [para criar atrito na base]. Da mesma forma que fazia comigo chegava para o vereador Elias Jardim, pro vereador Alex de Jesus e pro vereador Gaturiano Cigano dizendo que eu queria usar. Eu não brinco com o sentimento das pessoas. Aqui está o nosso assessor especial do nosso prefeito, o secretário Orlando Tolentino. Você que se diz meu amigo, que fez tudo isso e chegava essa confusão todinha [das comissões], não foi oposição nem nada, foi você que chegava e fazia isso. Isso não acontecerá mais”, afirmou Ronaldo Silva.

LEIA MAIS

“Eu não sei o que é que tem contra mim”, dispara Ronaldo Silva

Vereador afirma que colegas de bancada o perseguem (Foto: Blog Waldiney Passos)

O clima na bancada da situação de Petrolina não é dos melhores e o próprio líder, Aero Cruz (PSB) reconheceu isso. Na sessão de ontem o edil trocou farpas com Ronaldo Silva (PSDB) que o acusou de não ter habilidade para dialogar. Em resposta Aero acusou Ronaldo de trair o grupo.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Silva critica falta de habilidade de Aero, líder da situação rebate e acusa colega de se unir a oposição

Em discurso durante a sessão de quinta-feira (7) Ronaldo Silva mais uma vez se disse vítima de perseguição pelos colegas e rebateu a fala sobre sua união com a oposição. “Tudo que acontece nessa Casa o articulador maior é Ronaldo Silva, sempre parte de mim. É uma caça às bruxas, eu não sei o que é que tem contra mim”, desabafou o vereador.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva critica falta de habilidade de Aero, líder da situação rebate e acusa colega de se unir a oposição

Colegas de bancada trocaram farpas após sessão (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os trabalhos na Câmara de Vereadores de Petrolina recomeçaram na terça-feira (5) e apesar do tom de paz na primeira sessão, nos bastidores as brigas predominam entre os edis. A razão para os desentendimentos é a escolha para a presidência das Comissões Permanentes no biênio 2019/2020.

LEIA TAMBÉM:

Aero Cruz reconhece falta de “harmonia” entre vereadores da bancada governista

Ronaldo Silva bate o pé sobre sua permanência na Comissão de Finanças: “eu quero continuar”

Cristina Costa critica vereadores da situação por brigas para assumir comissões

Publicamente membros da posição e situação abordaram o tema e criticaram a forma como a escolha das Comissões está sendo feita. E ontem o edil Ronaldo Silva (PSDB) foi enfático ao citar seu líder, Aero Cruz (PSB): faltou habilidade para dialogar.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva bate o pé sobre sua permanência na Comissão de Finanças: “eu quero continuar”

Edil citou afinidade com tema para ficar na Comissão (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os vereadores de Petrolina voltaram ao trabalho nessa semana, contudo a disputa nos bastidores está provocando embates entre os companheiros de Casa Plínio Amorim. Ronaldo Silva (PSDB) já havia abordado o tema na terça-feira (5) e hoje (7) após a sessão conversou com a imprensa sobre as discussões internas.

LEIA TAMBÉM:

Escolha das comissões gera primeiro embate na Casa Plínio Amorim

Atualmente ele ocupa funções nas comissões de Finanças; bem como na de Redação e Justiça. Ronaldo não tem intenção de deixar seus postos e bateu o pé. “Eu quero continuar na presidência da comissão de Finanças, eu fazia parte das duas, mas com entendimento ontem com os vereadores eu abri mão da relatoria de Redação e Justiça. Vamos ver até segunda-feira se vamos entrar nesse entendimento”, afirmou.

LEIA MAIS

Escolha das comissões gera primeiro embate na Casa Plínio Amorim

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nem bem o ano começou e a Câmara de Vereadores já vivenciou sua primeira celeuma: o comando das comissões. Isso porque os cargos deveriam ter sido definidos na segunda-feira (4), contudo a reunião entre os líderes de bancadas foi adiada para essa quarta-feira (6).

A demora na escolha uniu opositores. Ronaldo Silva (PSDB), membro da bancada governista e o líder da oposição, Paulo Valgueiro (MDB) foram críticos a decisão da Mesa Diretora sobre o adiamento. Ronaldo exerce duas funções em importantes comissões e se disse perseguido.

“Foi aprovado por todos os vereadores lá presente com o aval de todos que essa eleição ela acontecesse na segunda-feira. Infelizmente mais uma vez se atropela o processo”, disse o edil que atua na comissão de Finanças e na de Redação e Justiça.

LEIA MAIS

Lóssio afirma não temer reprovação de contas na Câmara de Petrolina: “Eu não perco uma noite de sono com isso”

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio ainda não teve suas contas analisadas pela Câmara de Vereadores de Petrolina, apesar de a votação ter sido tema de conversas nos bastidores da política em 2018 na Casa Plínio Amorim. Em conversa com a imprensa local o ex-prefeito disse não temer a reprovação.

“Minhas contas como a de Fernando Bezerra, como a de Guilherme Coelho, como a de Odacy Amorim foram aprovadas com ressalvas. Aero [Cruz] é o braço político do grupo do prefeito. Eu não perco uma noite de sono com isso”, disse o ex-prefeito.

Aero Cruz (PSB), líder do governo na Câmara foi o relator e deu um parecer reprovando as contas, já o presidente da Comissão de Finanças, Ronaldo Silva (MDB) não divulgou seu posicionamento. Ainda segundo Lóssio, se houver uma reprovação na Casa Plínio Amorim é resultado de uma atitude política.

“Eu não tenho com nenhum vereador problemas pessoais, com qualquer um. Se houver uma reprovação é uma reprovação política, eu vou recorrer. Se não puder ser candidato, se não puder trabalhar com política não vai mudar minha vida”, finalizou.

Vereadores rejeitam discussão sobre projeto de Ronaldo Silva, matéria deve ficar para 2019

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A última sessão legislativa de 2018 na Casa Plínio Amorim foi marcada pela tranquilidade dos discursos de fim de ano e a votação de projetos de lei do Legislativo. Seis matérias estavam na ordem do dia e foram analisadas, terminando com votação unânime de 17 votos a zero.

No entanto, após a votação o vereador Ronaldo Silva (PSDB) tentou colocar em análise uma matéria de sua autoria e encontrou resistência dos colegas, inclusive da bancada de situação. O projeto buscava “capacitação das merendeiras”, justificou o edil.

De acordo com Ronaldo a matéria visa orientar os profissionais que atuam nas escolas e creches municipais, dando orientações a essas merendeiras sobre a manipulação de alimentos. Apesar da tentativa de colocar o projeto em votação a matéria foi rejeitada pelos colegas.

LEIA MAIS

Aero Cruz discursa na Câmara em tom de despedida: “O futuro a Deus pertence”

Líder da situação desde o primeiro semestre de 2018 o vereador Aero Cruz (PSB) fez um discurso na quinta-feira (20) que chamou a atenção dos colegas de Câmara. A sessão foi a última do ano e o edil falou em tom de despedida, deixando em aberto o seu futuro na Casa Plínio Amorim.

“[Quero] Agradecer primeiramente a Deus por estar aqui nessa Casa como vereador, procurando fazer minha parte. Quero agradecer a confiança do prefeito Miguel Coelho, aonde me entregou a liderança da bancada, agradecer a confiança do senador Fernando Bezerra, do deputado Antônio Coelho, do deputado federal Fernando Filho e a cada um dos vereadores dessa Casa, quero dizer que aprendi muito aqui nos debates”, destacou.

Possível saída

A fala de Aero foi entendida pelos colegas como um até breve, deixando subentendido sua saída da Câmara para assumir alguma secretaria na gestão de Miguel Coelho. “Que o senhor faça um belíssimo trabalho e não esqueça que 2020 vem aí, todos no mesmo caminho e desejo boa sorte”, discursou Ronaldo Silva (PSDB).

LEIA MAIS

Em discurso de despedida, ex-presidente afirma: “Estou me afastando do Petrolina, mas nunca me afastarei da Fera Sertaneja”

Vereador discursou na Tribuna Livre sobre sua saída (Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Ronaldo Silva (PSDB) anunciou no sábado (15) sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina e na sessão dessa terça-feira (18), na Casa Plínio Amorim, o edil leu sua carta de despedida, deixando claro que nunca abandonará a Fera Sertaneja.

Ronaldo ocupava o cargo desde 26 de maio e foi responsável por resgatar a equipe que não disputava competições oficiais há pelo menos três anos. Oficialmente o vereador deixou seu posto na segunda-feira e quem assume em seu lugar é o diretor da Câmara de Vereadores, Jeferson Oliveira de Freitas.

LEIA TAMBÉM:

Pré-temporada do Petrolina começa dia 26; novo treinador já está na cidade

“Algumas pessoas ainda têm dúvida da situação em que se encontra o Petrolina, tem dúvida da situação financeira. A partir de ontem [segunda] entreguei a carta ao Conselho Deliberativo do Petrolina Social Futebol Clube. Eu peço total apoio ao Petrolina porque ele não é de Ronaldo Silva, O Petrolina é da cidade, é do povo, é dos desportistas da nossa cidade”, disse o ex-presidente.

LEIA MAIS

Novo treinador do Petrolina será apresentado hoje (18)

(Foto: Agência CH)

Depois do anúncio da renúncia de Ronaldo Silva do cargo de presidente do Petrolina o torcedor da Fera Sertaneja pode ouvir novidades positivas já na tarde dessa terça-feira (18).

Isso porque o novo treinador chega ao município na tarde de hoje e deve ser apresentado juntamente com o novo presidente da Fera, Jerferson de Oliveira.

O Blog apurou com fontes ligadas ao clube que o escolhido para comandar o Petrolina em 2019 será Lima, ex-atleta do Fluminense. Ele substitui Pedro Manta que foi campeão da Série A2 neste ano.

Apesar de renúncia, Ronaldo Silva crava participação do Petrolina na Série A1: “O time vai participar do Pernambucano”

(Foto: Ascom/PMP)

Na entrevista a Rádio Jornal Petrolina no sábado (15) onde anunciou sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina, Ronaldo Silva confirmou que a Fera Sertaneja deve participar do Campeonato Pernambucano da Série A1 em 2019.

O Petrolina conquistou a vaga depois de ser campeão da Série A2 desse ano, de forma invicta. “Eu estava pensando em não participar do Pernambucano, mas o time vai participar do Pernambucano, mas eu a frente do Petrolina colocado na ata, infelizmente Ronaldo Silva está fora“, disse.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

A saída de Ronaldo se deve, como ele mesmo afirmou, que a falta de apoio financeiro foi a principal motivação para sua escolha. “Todos têm sua contribuição, o poder público e o empresariado, nós não estamos pedindo favor, é troca de serviço“, comentou o ex-presidente.

A renúncia de Ronaldo Silva deve ser apresentada nesta segunda-feira (17). Ainda não há informações a respeito de quem assumirá seu cargo. O Petrolina está sem treinador desde o final da Série A2, quando Pedro Manta deixou o comando da equipe.

123