Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Lóssio afirma não temer reprovação de contas na Câmara de Petrolina: “Eu não perco uma noite de sono com isso”

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio ainda não teve suas contas analisadas pela Câmara de Vereadores de Petrolina, apesar de a votação ter sido tema de conversas nos bastidores da política em 2018 na Casa Plínio Amorim. Em conversa com a imprensa local o ex-prefeito disse não temer a reprovação.

“Minhas contas como a de Fernando Bezerra, como a de Guilherme Coelho, como a de Odacy Amorim foram aprovadas com ressalvas. Aero [Cruz] é o braço político do grupo do prefeito. Eu não perco uma noite de sono com isso”, disse o ex-prefeito.

Aero Cruz (PSB), líder do governo na Câmara foi o relator e deu um parecer reprovando as contas, já o presidente da Comissão de Finanças, Ronaldo Silva (MDB) não divulgou seu posicionamento. Ainda segundo Lóssio, se houver uma reprovação na Casa Plínio Amorim é resultado de uma atitude política.

“Eu não tenho com nenhum vereador problemas pessoais, com qualquer um. Se houver uma reprovação é uma reprovação política, eu vou recorrer. Se não puder ser candidato, se não puder trabalhar com política não vai mudar minha vida”, finalizou.

Vereadores rejeitam discussão sobre projeto de Ronaldo Silva, matéria deve ficar para 2019

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A última sessão legislativa de 2018 na Casa Plínio Amorim foi marcada pela tranquilidade dos discursos de fim de ano e a votação de projetos de lei do Legislativo. Seis matérias estavam na ordem do dia e foram analisadas, terminando com votação unânime de 17 votos a zero.

No entanto, após a votação o vereador Ronaldo Silva (PSDB) tentou colocar em análise uma matéria de sua autoria e encontrou resistência dos colegas, inclusive da bancada de situação. O projeto buscava “capacitação das merendeiras”, justificou o edil.

De acordo com Ronaldo a matéria visa orientar os profissionais que atuam nas escolas e creches municipais, dando orientações a essas merendeiras sobre a manipulação de alimentos. Apesar da tentativa de colocar o projeto em votação a matéria foi rejeitada pelos colegas.

LEIA MAIS

Aero Cruz discursa na Câmara em tom de despedida: “O futuro a Deus pertence”

Líder da situação desde o primeiro semestre de 2018 o vereador Aero Cruz (PSB) fez um discurso na quinta-feira (20) que chamou a atenção dos colegas de Câmara. A sessão foi a última do ano e o edil falou em tom de despedida, deixando em aberto o seu futuro na Casa Plínio Amorim.

“[Quero] Agradecer primeiramente a Deus por estar aqui nessa Casa como vereador, procurando fazer minha parte. Quero agradecer a confiança do prefeito Miguel Coelho, aonde me entregou a liderança da bancada, agradecer a confiança do senador Fernando Bezerra, do deputado Antônio Coelho, do deputado federal Fernando Filho e a cada um dos vereadores dessa Casa, quero dizer que aprendi muito aqui nos debates”, destacou.

Possível saída

A fala de Aero foi entendida pelos colegas como um até breve, deixando subentendido sua saída da Câmara para assumir alguma secretaria na gestão de Miguel Coelho. “Que o senhor faça um belíssimo trabalho e não esqueça que 2020 vem aí, todos no mesmo caminho e desejo boa sorte”, discursou Ronaldo Silva (PSDB).

LEIA MAIS

Em discurso de despedida, ex-presidente afirma: “Estou me afastando do Petrolina, mas nunca me afastarei da Fera Sertaneja”

Vereador discursou na Tribuna Livre sobre sua saída (Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Ronaldo Silva (PSDB) anunciou no sábado (15) sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina e na sessão dessa terça-feira (18), na Casa Plínio Amorim, o edil leu sua carta de despedida, deixando claro que nunca abandonará a Fera Sertaneja.

Ronaldo ocupava o cargo desde 26 de maio e foi responsável por resgatar a equipe que não disputava competições oficiais há pelo menos três anos. Oficialmente o vereador deixou seu posto na segunda-feira e quem assume em seu lugar é o diretor da Câmara de Vereadores, Jeferson Oliveira de Freitas.

LEIA TAMBÉM:

Pré-temporada do Petrolina começa dia 26; novo treinador já está na cidade

“Algumas pessoas ainda têm dúvida da situação em que se encontra o Petrolina, tem dúvida da situação financeira. A partir de ontem [segunda] entreguei a carta ao Conselho Deliberativo do Petrolina Social Futebol Clube. Eu peço total apoio ao Petrolina porque ele não é de Ronaldo Silva, O Petrolina é da cidade, é do povo, é dos desportistas da nossa cidade”, disse o ex-presidente.

LEIA MAIS

Novo treinador do Petrolina será apresentado hoje (18)

(Foto: Agência CH)

Depois do anúncio da renúncia de Ronaldo Silva do cargo de presidente do Petrolina o torcedor da Fera Sertaneja pode ouvir novidades positivas já na tarde dessa terça-feira (18).

Isso porque o novo treinador chega ao município na tarde de hoje e deve ser apresentado juntamente com o novo presidente da Fera, Jerferson de Oliveira.

O Blog apurou com fontes ligadas ao clube que o escolhido para comandar o Petrolina em 2019 será Lima, ex-atleta do Fluminense. Ele substitui Pedro Manta que foi campeão da Série A2 neste ano.

Apesar de renúncia, Ronaldo Silva crava participação do Petrolina na Série A1: “O time vai participar do Pernambucano”

(Foto: Ascom/PMP)

Na entrevista a Rádio Jornal Petrolina no sábado (15) onde anunciou sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina, Ronaldo Silva confirmou que a Fera Sertaneja deve participar do Campeonato Pernambucano da Série A1 em 2019.

O Petrolina conquistou a vaga depois de ser campeão da Série A2 desse ano, de forma invicta. “Eu estava pensando em não participar do Pernambucano, mas o time vai participar do Pernambucano, mas eu a frente do Petrolina colocado na ata, infelizmente Ronaldo Silva está fora“, disse.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

A saída de Ronaldo se deve, como ele mesmo afirmou, que a falta de apoio financeiro foi a principal motivação para sua escolha. “Todos têm sua contribuição, o poder público e o empresariado, nós não estamos pedindo favor, é troca de serviço“, comentou o ex-presidente.

A renúncia de Ronaldo Silva deve ser apresentada nesta segunda-feira (17). Ainda não há informações a respeito de quem assumirá seu cargo. O Petrolina está sem treinador desde o final da Série A2, quando Pedro Manta deixou o comando da equipe.

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

Vereador relatou dificuldades na temporada 2018. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Após ser campeão da Série A2 do Campeonato Pernambucano com o Petrolina Social Futebol Clube e garantir o acesso do clube à elite do futebol estadual, o vereador Ronaldo Silva, então presidente da Fera Sertaneja, anunciou, na manhã desse sábado (15), durante entrevista à Rádio Jornal de Petrolina, que renunciará à presidência. Segundo Ronaldo, o motivo de sua saída é a falta de apoio financeiro à equipe.

“Já estou com minha carta de renúncia pronta para esta segunda-feira. Eu gosto de futebol e mais uma vez estou fazendo sacrifício, penhorando bens meus para conseguir dinheiro para quitar as dívidas com atletas e fornecedores. E não posso continuar sacrificando a minha família sem apoio. Se eu não tenho apoio, infelizmente tenho que me afastar”, afirmou.

Sobre a composição da nova diretoria que deve assumir o comando da equipe para a disputa do Campeonato Pernambucano 2019 A1, Ronaldo afirmou que ainda não sabe como vai ser definida, mas que apoiará o clube.

“Estou me afastando, mas vou continuar trabalhando pela Fera Sertaneja. Vamos ver ainda quem vai assumir a diretoria, mas vai contar com meu apoio. Vou continuar ajudando a equipe, mas não como presidente”.

LEIA MAIS

Projeto de Cancão sobre a imprensa continua repercutindo negativamente entre pares

Vereadores cobraram autocrítica de Cancão (Foto: Blog Waldiney Passos)

O projeto de resolução proposto por Ronaldo Souza (PTB) que busca regulamentar o acesso da imprensa na Câmara de Vereadores de Petrolina continua repercutindo entre os edis na sessão de hoje (13). O tema voltou a ser debatido pelo próprio autor e assim como na terça-feira (11), Cancão ouviu discordâncias dos colegas.

Ruy Wanderley (PSC) que já foi líder da situação na Casa fez críticas diretas ao posicionamento de Cancão. Para Ruy “o Regimento Interno é quebrado diariamente nessa Casa, seja na justificativa das Indicações, seja no uso da Tribuna Livre, seja na questão de ordem onde apresentamos demandas urgentes”, afirmou o vereador.

A respeito da falta de organização durante as sessões, Ruy foi ainda mais enfático. “Cabe a nós vereadores nos policiarem, eu só falo quando o presidente da Casa, Osório Siqueira me autoriza. Fica a necessidade de fazer uma reflexão para cobrar dos outros”, disse.

Ronaldo Silva (PSDB) seguiu Ruy e também questionou a fala de Cancão. “A lei já existe, está no Regimento Interno e diariamente o senhor quebra as regras”, destacou Silva lembrando que o colega de bancada interrompe a fala dos demais edis.

O projeto de resolução proposto por Cancão ainda não tem data para ser analisado. Conforme o presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB) havia dito na terça, a matéria será discutida entre os pares.

Ronaldo Cancão apresenta projeto sobre acesso da imprensa na Câmara de Petrolina, mas é criticado por colegas

Edil disse não ter medo da imprensa (Foto: Blog Waldiney Passos)

O que deveria ser uma sessão tranquila, já que não havia projetos de lei do Executivo ou Legislativo, se tornou em um debate histórico na Câmara de Vereadores de Petrolina. Ronaldo Souza (PTB) que em 2019 assumirá uma cadeira na Mesa Diretora apresentou um PL cuja intenção é “regulamentar” o acesso da imprensa no Plenário da Casa Plínio Amorim.

Na sessão de terça-feira (11) o edil usou a Tribuna Livre para justificar a matéria e afirmou não ter medo da imprensa. De acordo com o Projeto de Resolução nº 004/2018 “altera dispositivos do Regimento Interno, que tata do recinto do plenário e da imprensa”.

“Eu não tenho medo da imprensa, eu tenho respeito. O respeito ele cabe em qualquer setor. Apresentei nessa Casa um projeto que regulamenta o que deveria ter sido regulamentado há 26 anos. Meu nome não vai servir de chacota a ninguém, eu respeito a imprensa, mas eu exijo respeito ao meu trabalho”, disse.

Em seguida o edil citou o Artigo 231 do Regimento Interno que trata da imprensa para validar sua iniciativa. Cancão então apresentou outros regimentos de Câmaras no Paraná, São Paulo e Minas Gerais para embasar seu argumento e reafirmou ter respeito pela imprensa. No entanto, o mesmo Regimento Interno de Petrolina prevê em seu artigo 88 que “será dada ampla publicidade às sessões da Câmara, facilitando o trabalho da imprensa”.

LEIA MAIS

Ameaçado de não disputar elite estadual, presidente do Petrolina critica falta de apoio ao esporte

Presidente já admite possibilidade de não disputar Série A1 em 2019 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva (PSDB) fez um desabafo a respeito da situação econômica da equipe campeão da Série A2 do futebol pernambucano em 2018. Com risco de não disputar a elite em 2019, a Fera Sertaneja está em débito com patrocinadores e atletas, e para o vereador é ilógico reformar o Estádio Paulo Coelho e não ter representante no futebol.

“Estamos investindo quase R$ 1,5 milhões na reforma do Estádio Paulo de Souza Coelho, se o Petrolina não participar [do estadual], pra que serviu essa reforma?”, disparou Ronaldo. O edil foi além e disse o esporte local não tiver incentivo é melhor vender o estádio.

LEIA TAMBÉM:

Com débitos da Série A2, Petrolina pode ficar de fora da elite estadual em 2019

“Na legislatura passada quase era vendido o estádio porque não tinha futebol na nossa cidade. Eu digo o seguinte: se o Petrolina Social Clube não for participar do campeonato pode mandar para aqui a venda do Estádio Paulo Coelho que eu sou o primeiro a assinar pra vender, porque não adianta um equipamento desse tamanho se não tem serventia de nada”, finalizou.

“Demagogia” e “falta de seriedade”: vereadores reagem à proposta de Cícero Freire de criar mais um dia de sessão

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nenhum projeto foi colocado em pauta na sessão de ontem (6) na Câmara de Vereadores de Petrolina, já que foi realizada uma audiência pública sobre o trabalho infantil. Apenas com demandas de Indicações e Requerimentos, a manhã foi marcada por críticas à postura de Cícero Freire (PR) e um projeto de sua autoria.

O edil pretende apresentar um Projeto de Lei solicitando a ampliação do número de sessões na Casa Plínio Amorim, o que no entanto, segundo os colegas, não é necessário. Um dos mais críticos à proposta de Cícero foi o líder da oposição, Paulo Valgueiro (MDB).

“Talvez o que a gente precise aqui não seja três dias de sessão, o que a gente precisa aqui na Casa é mais seriedade. As horas que a gente tem na terça e na quinta, que sejam utilizadas para defender assuntos e temas de interessa da população e não, muitas vezes, como Vossa Excelência usa o tempo para ficar brincando. Aqui essa Casa não pode nunca ser confundindo com o circo”, disparou Valgueiro.

LEIA MAIS

Com débitos da Série A2, Petrolina pode ficar de fora da elite estadual em 2019

(Foto: Ascom)

No dia 4 de dezembro completou um mês da conquista do título do Campeonato Pernambucano da Série A2. Ontem (6) durante a sessão na Câmara de Vereadores, Ronaldo Silva (PSDB) utilizou a Tribuna Livre e fez um desabafo a respeito da situação da equipe que leva o nome da cidade.

“O Petrolina foi resgatado há seis meses, onde há quatro, cinco anos não participava de nenhuma competição oficial. Com muita determinação procurei formar uma diretoria para levar o Petrolina novamente à elite do futebol pernambucano e foi feita essa diretoria, mas como todo mundo sabe, diretoria só se encontra no dia da posse, quando vem a responsabilidade do trabalho todos se afastam”, desabafou.

Série A1 2019

Com déficit superior a R$ 70 mil, o vereador deixou bem claro a realidade da equipe nesse momento: “Primeiro eu tenho que matar a cobra que está nos meus pés para depois matar aquela cobra que eu estou avistando de longe. Jamais eu vou começar o campeonato devendo”, destacou o presidente.

LEIA MAIS

De volta à Série A1, presidente da Fera Sertaneja fala sobre preparação de 2019: “Planejamos, agora é arrumar parceiros”

Presidente da Fera comentou sobre trabalhos para 2019 (Foto: Blog Waldiney Passos)

A temporada perfeita do Petrolina no Campeonato Pernambucano da Série A2 em 2018 ficou para trás e agora, como dizem na linguagem futebolística, é necessário girar a chave e pensar no futuro. E foi justamente sobre o futuro que o presidente da Fera Sertaneja, Ronaldo Silva (PSDB) conversou com a nossa equipe.

Segundo Ronaldo, já existe um planejamento, mas o trabalho esbarra nas condições financeiras. “O planejamento está pronto, muito bom, um planejamento não só para o Campeonato Pernambucano, mas um planejamento amplo: Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série D. Planejamos, agora é arrumar parceiros, o que está difícil”, afirmou.

Contas a pagar

O presidente afirmou que ainda existem pendências financeiras da Série A2 as quais precisam ser resolvidas antes de iniciar os trabalhos de preparação para 2019. “Não foi resolvido 100%, foi resolvido 50% de atletas e fornecedores. Depois que a gente resolver esse problema financeiro vamos atrás [de atletas]”. Logo, logo a torcida da Fera Sertaneja terá boas notícias”, disse o presidente.

A Série A1 começa em 19 de janeiro. Na primeira rodada a Fera Sertaneja enfrenta o Afogados da Ingazeira, equipe do ex-treinador do Petrolina nesse ano, Pedro Manta. A partida será fora de casa, no dia 20/01 às 16h.

Reforma administrativa da Câmara de Petrolina é aprovada pelos vereadores

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Colocado em votação de última hora, o Projeto de Lei nº 138/2018 do Poder Legislativo tratava da reforma administrativa na Casa Plínio Amorim. O item constava na ordem do dia como passível de ser analisado pelos 23 edis de Petrolina e terminou aprovado, mesmo com os votos contrários da oposição.

Ronaldo Souza (PTB) um dos autores do projeto celebrou a votação da matéria, relembrando ser uma luta antiga do seu mandato. “Vocês consolidam a lei que nenhum prefeito de Petrolina consolidou, nenhum. Uma lei reverbera a outra, hoje nós estamos consolidando uma lei importante”, afirmou Cancão.

Ruy Wanderley (PSC) que já vinha criticando a forma como a Comissão da Reforma Administrativa estava trabalhando, voltou a questionar a “velocidade na votação” da matéria, sem discutir previamente ou adicionar emendas. “A gente está deixando a discussão, de trazer sugestões à Casa. Eu sinceramente eu não entendo [a pressa em votar]”, disse o edil.

LEIA MAIS

Votação da LOA e PPA marca mais um embate entre oposição e situação da Casa Plínio Amorim

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Apesar da importância da Lei Orçamentária (LOA) e da revisão do Plano Plurianual (PPA) o debate na Câmara de Vereadores de Petrolina na terça-feira (4) foi marcado por uma grande confusão protagonizada pela Mesa Diretora e a oposição.

Como de praxe os dois projetos do Executivo foram lidos vereador Gaturiano Cigano (PRP) e postos em votação pelo presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB). Gilmar Santos (PT) reivindicou um tempo para debater as propostas, mas foi interpelado por Ronaldo Silva (PSDB) e o próprio Osório, ambos alegando haver muitas emendas para discutir e era necessário aprovar os PLs antes.

A oposição subentendeu que as emendas seriam debatidas em momento posterior, o que não houve. “O encaminhamento que Vossa Excelência deu para votação não foi esse, seria colocado em votação o projeto e em seguida discutidas as emendas. Se tiver alguma dúvida está tudo gravado ali, mas não tem aqui na oposição nenhum idiota”, pontuou o líder da oposição, Paulo Valgueiro (MDB).

LEIA MAIS
12345