Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Às vésperas da vinda do presidente, Câmara vota Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Sessão de quinta-feira (27) foi marcada por votação de matérias do Executivo (Foto: Blog Waldiney Passos)

Anunciado na sessão de terça-feira (21) o Título de Cidadão Petrolinense a Jair Bolsonaro (PSL) será votado pelos vereadores nessa manhã (23). O Projeto de Decreto Legislativo nº 026/2019 foi proposto por Elias Jardim (PHS) e vem dividindo opiniões dos edis e petrolinenses.

LEIA TAMBÉM:

Enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Na última sessão Elias havia afirmado que a matéria é um projeto importante e cabe à Câmara incentivar o presidente da República a fazer um bom trabalho. Bolsonaro virá a Petrolina nesta sexta-feira (24) para entregar casas populares no bairro Antônio Cassimiro.

Além desse projeto, há ainda uma matéria apresentada por Ronaldo Silva e o PL nº 049/2019, de Gaturiano Cigano (PRB) no qual fica proposto a inserção de placas de atendimento prioritário o Símbolo Mundial do Autismo.

Ronaldo Silva apresenta projeto de lei em combate ao bullying e à obesidade em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nesta quinta-feira (23), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) vai apresentar o Projeto de Lei nº. 037/2019, que prevê a instituição de política de combate ao bullying, obesidade e ao sobrepeso de adultos e crianças em Petrolina (PE).

Segundo o parlamentar, “a obesidade e o bullying já são considerados epidemia mundial independente de condições econômicas e sociais”. Além disso, ainda de acordo com Ronaldo, “o risco de mortalidade [devido à obesidade e à prática do bullying] vem aumentando consideravelmente”.

O Projeto de Lei prevê a criação da “Rede de Apoio pela Saúde”, que, dentre outras atribuições, disponibilizará informações relacionadas à obesidade, bem como ao combate ao bullying.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva critica atuação da oposição na Câmara de Vereadores

Ronaldo Silva convidou vereadores da situação a votarem contra as solicitações da oposição. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (16), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) fez duras críticas à atuação do grupo de oposição na Câmara Municipal. Segundo o parlamentar, sempre que a bancada de situação é contra algum requerimento, os opositores fazem “carnaval”. Durante seu discurso, Ronaldo convocou os vereadores governistas a votarem contra todas as solicitações – projetos, requerimentos e títulos de cidadão – da oposição.

“Todas as vezes que a gente vota contra um requerimento da oposição, eles fazem aquele carnaval. Quero chamar a atenção dos amigos da situação que, a partir de hoje, vamos votar contra todos os requerimentos, projetos, títulos de cidadão da oposição, enquanto não tiver humildade, vamos pedir destaque e votar contra todos”, disse.

Paulo Valgueiro. (Foto: Jean Brito)

O líder da oposição, Paulo Valgueiro (MDB), criticou a fala de Ronaldo e disse que a bancada estava apenas cumprindo o seu papel. “Esse é o nosso papel, que vocês votem contra ou a favor, é da consciência de vocês. A gente não tem que pedir permissão para colocar requerimento nesta casa. Não seremos subservientes. Humildade não quer dizer subserviência”, disse.

Alguns vereadores da situação não seguiram o pedido de Ronaldo Silva, como José Batista da Gama (PDT) e Maria Elena (PSB). Em seus discursos, os parlamentares afirmaram que não poderiam deixar de votar a favor de requerimentos que sejam importantes, ainda que sejam da oposição.

Após toda a confusão, apenas o requerimento 177/2019, de autoria da oposição, que solicitava informações sobre o contrato de financiamento de R$ 60.000.00,00 para pavimentação, foi reprovado por 14 a 6. Os demais requerimentos do grupo de oposição e situação foram aprovados.

Gabriel Menezes critica falta de pavimentação na zona rural e Ronaldo Silva rebate

Vereadores divergiram sobre pavimentação na zona rural do município. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária dessa terça-feira (14), na Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Gabriel Menezes (PSL) usou a tribuna para criticar a falta de pavimentação na zona rural de Petrolina (PE).

Em seu discurso, Gabriel afirmou que em setembro do ano passado algumas placas de obras de pavimentação foram instaladas, mas que até o momento nenhum serviço teria sido entregue às comunidades. “Cadê as pavimentações do Caruá, Bom Jardim, Simpatia, Baixo Alegre?”, questionou.

O vereador Ronaldo Silva (PSDB) respondeu e explicou que uma nova licitação está sendo feita para a execução da obra, já que a empresa vencedora da primeira licitação, no modelo RDC (Regime Diferenciado de Contratação) – no qual a construtora realiza o projeto e executa o serviço – teria solicitado um replanilhamento da obra, mesmo sem ter iniciado o serviço.

“Com muita responsabilidade, Miguel Coelho pagou pelo projeto que foi R$ 60 mil e está fazendo um destrato para licitar novamente, mas em um sistema que não é RDC, somente para execução da obra”, disse.

Inclusão de membro LGBT no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Petrolina é vetada em votação apertada

Por 8 votos a 5, emenda foi rejeitada. Projeto passou por unanimidade (Foto: Blog Waldiney Passos)

A emenda aditiva apresentada pelo vereador Gilmar Santos (PT) ao projeto de Lei nº 039/2019, de Maria Elena de Alencar (PRTB), na sessão de quinta-feira (9), na Casa Plínio Amorim foi rejeitada por 8 votos a 5, após um longo debate marcado por declarações polêmicas.

Votado em primeiro lugar, o projeto que amplia o número de integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher para 24 – sendo 12 titulares e 12 suplentes passou por 18 a zero. A emenda de Gilmar – que teve apoio da autora do projeto – acabou rejeitada no plenário em uma votação que durou horas.

“Vamos votar na emenda que garante da mulher lésbica, a presença LGBT no Conselho. Está provado que homens e mulheres, diante de suas opções sexuais não representam nenhum mal, assumir sua preferência sexual e em que isso pode atingir a criação dos nossos filhos e da nossa família? Não precisa ser de esquerda, é uma questão de natureza e nós temos esse compromisso de particularizar os problemas e as dificuldades das pessoas”, disse Elena.

Membros da Situação reforçaram importância da emenda

Autor da emenda, Gilmar lembrou que o voto contrário dos vereadores governistas mostra uma contradição de interesses já que o prefeito Miguel Coelho trabalha com políticas de inclusão dos LGBTs na gestão municipal. “O que a vereadora está propondo é que mais mulheres sejam representadas. A mulher não é igual, existe a mulher rica e a mulher pobre, tem a mulher branca e a negra, assim como tem a mulher hétero e a mulher que se relaciona com mulher. A emenda de minha autoria é para que as mulheres LGBT possam debater seus direitos”, disse.

LEIA MAIS

Emenda que busca incluir lésbicas no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher provoca reação da bancada evangélica de Petrolina

Alguns vereadores usaram Bíblia para criticar emenda (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão de hoje (9) caminhava tranquilamente, até os vereadores de Petrolina iniciarem a votação do Projeto de Lei n° 039/2019, proposto pela vereadora Maria Elena de Alencar (PRTB). A matéria tinha como proposta alterar a composição do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

LEIA TAMBÉM:

Vereadores analisam projeto que altera número de integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Petrolina

O número de integrantes seria ampliado com a aprovação da matéria, contudo, a emenda aditiva proposta por Gilmar Santos (PT) provocou um alvoroço na bancada evangélica. O motivo: no texto Gilmar buscava a inclusão da mulher lésbica no Conselho, para defender políticas públicas ao grupo.

LEIA MAIS

Medalha Cidadania e Direitos Humanos Maria Maga presta reconhecimento a defensores dos direitos humanos em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Câmara de Vereadores de Petrolina realizará nesta quinta-feira (25) uma sessão solene para homenagear cidadãos que se destacaram na luta pelos direitos humanos e cidadania. A Medalha do Mérito Cidadania e Direitos Humanos Maria Maga será entregue pela primeira vez na história do Legislativo.

Além de laurear quem lutou e defende os direitos humanos, a Medalha valoriza também os defensores dos direitos da mulher. Osinaldo Souza (PTB), Ronaldo Souza (PTB), Ibamar Fernandes (PRTB), Rodrigo Teixeira (PSC), Ronaldo Silva e Maria Elena de Alencar (PRTB) foram os autores do Decreto Legislativo nº 605/2018, que institui a homenagem.

Dupla homenagem

O momento solene está marcado para 10h, após a sessão ordinária com leitura das Indicações e Requerimentos. “Essa Medalha vai ficar na história de Petrolina, com essa homenagem a vereadora Maria Maga. Será uma grande festa em homenagem a ex-vereadora”, disse Osinaldo Souza, um dos autores do decreto que resultou na homenagem.

“Maria Maga deixou um serviço, sobretudo aos que mais precisavam nessa cidade. Tenho certeza de que todas as pessoas homenageadas merecem”, complementou Gabriel Menezes (PSL). A sessão é aberta ao público no geral.

Vereadores cobram providências para acabar com a “crackolândia” de Petrolina

Rua Abílio Dias, no Centro da cidade (Foto: Google Maps/Reprodução)

Apesar de não ter havido sessão na quinta-feira (18), devido o feriado da Sexta-Feira Santa, na terça (16) os vereadores de Petrolina apresentaram uma demanda de interesse popular: a segurança no Centro da cidade. Segundo Rodrigo Araújo (PSL), a Rua Abílio Dias se tornou uma crackolândia.

“Aquela rua vai sair no Viaduto, eu batizei como crackolândia de Petrolina. Você vê muito malandro vendendo droga, roubando. Não pode ficar um cartão postal de Petrolina, no Centro da cidade. O comércio hoje é maconha, crack. Aqui tá virando o Rio de Janeiro?”, afirmou.

Regeneração

José Batista da Gama (PSB) endossou a fala do colega e chamou o local de “crackolina”. Para o edil é importante não apenas cuidar da segurança, como também da recuperação desses usuários. “Nós temos que tomar providências junto às autoridades. É tentar recuperar essas pessoas [das drogas]”, destacou.

Prostituição

A discussão teve início após o vereador Ronaldo Silva (PSDB) apresentar uma Indicação solicitando melhorias na rua. “A gente tem se deparado com o tráfico de drogas e prostituição. Tem comerciante fechando suas portas porque não tem mais condição de trabalhar lá, é um absurdo isso no coração de Petrolina”, disse.

Autores de projeto da manta caprina e ovina rebatem críticas sobre “roubo” de autoria

Após votação, vereadores posaram com pesquisadores (Foto: Ascom/CMP)

A votação do projeto que transforma a manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial de Petrolina não foi das mais tranquilas. Os vereadores José Batista da Gama (PSB), Maria Elena de Alencar (PRTBT), Ronaldo Souza (PTB) e Ronaldo Silva (PSDB) se envolveram em uma discussão que acabou tirando o foco da matéria.

Elena foi uma das autoras do projeto, ao lado de Aero Cruz (PSB) e Ronaldo Souza (PTB). E não ficou contente quando alguns colegas – Zé Batista e Ronaldo Silva – quiseram o mérito do PL. Zé, que foi ex-secretário de Agricultura chegou a expor publicamente durante a votação seu descontentamento.

LEIA TAMBÉM:

Pesquisadores celebram aprovação de projeto que torna manta caprina patrimônio de Petrolina

Vereadores aprovam projeto que torna manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial de Petrolina

“Fiquei surpreso quando vi esse projeto no meu gabinete, subscrito pela vereadora Maria Elena, pelos vereadores Aero Cruz e Ronaldo Cancão, sem nunca me consultar sobre o assunto”, criticou o vereador.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva cobra revitalização do Bodódromo

(Foto: Internet)

Ronaldo Silva (PSDB) voltou a chamar atenção da Prefeitura de Petrolina sobre o Bodódromo, um dos principais polos turísticos da cidade. Na sessão de quinta-feira (11), quando os edis votavam o projeto de Lei que transformou a manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial, ele cobrou mais investimentos no centro gastronômico.

“Ano passado, em dezembro eu discutia com o ex-deputado Guilherme Coelho que sobraria três milhões de reais de suas emendas. O vereador Zé Batista acompanhou a negociação, dei a ideia que destinasse metade para pavimentação nas vilas do interior e metade eu solicitei para reforma do Bodódromo”, destacou Ronaldo.

De acordo com o vereador, entrou prefeito e saiu prefeito, o Bodódromo nunca passou por uma revitalização, apesar de existirem emendas e recursos disponíveis para tal serviço. “Nessa semana estive na secretaria para saber onde estava o recurso que nós destinamos para reforma. Que a gente possa revitalizar o Bodódromo e outros equipamentos [no bairro Areia Branca]. Não é justo um bairro turístico ainda ter barraco”, afirmou.

O vereador finalizou que além das melhorias na infraestrutura, é importante investir na iluminação e segurança, já que o bairro é uma referência turística da cidade. E sugeriu criar uma lei para que os permissionários do Bodódromo assumam autoridade sobre os espaços utilizados por eles.

Ronaldo Silva afirma que Gabriel Menezes quer fazer politicagem com requerimento negado

Matéria foi aprovada por 21 votos a zero (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Requerimento nº 086/2019 apresentado por Gabriel Menezes (PSL) foi alvo de críticas dos membros da Situação. O mais enfático foi Ronaldo Silva (PSDB) que havia pedido destaque no começo da sessão de terça-feira (9). Para Ronaldo, o colega de Câmara quer fazer politicagem em cima dos secretários da Prefeitura de Petrolina.

LEIA TAMBÉM:

Requerimento de Cristina é aprovado por unanimidade, mas Situação derruba pedido de Gabriel

“Eu acho que a bancada de Oposição está se batendo, porque o Requerimento da vereadora Cristina Costa pede uma coisa e o de vossa Excelência convoca o secretário para prestação de conta, é o mesmo objeto. Se você Excelência tá querendo fazer politicagem em cima dos secretários, não concordo com Vossa Excelência. Se o senhor acredita que tem esquema, faz uma denúncia no Ministério Público”, afirmou Ronaldo.

A fala de Silva veio após Gabriel pedir a palavra durante a votação do seu Requerimento. O oposicionista disse que existe um “esquema” envolvendo os gastos da Prefeitura de Petrolina com os gastos com a publicidade. O pedido de Menezes foi reprovado por 14 a 5, mas o Requerimento nº 079/2019 de Cristina Costa (PT) foi aprovado de forma unânime.

Requerimento de Cristina é aprovado por unanimidade, mas Situação derruba pedido de Gabriel

Situação derrubou pedido de Gabriel (Foto: Blog Waldiney Passos

Por 18 votos a zero os vereadores de Petrolina aprovaram nessa terça-feira (9) o Requerimento nº 079/2019, apresentado por Cristina Costa (PT) no qual solicitava informações a respeito dos gastos com publicidade da Prefeitura de Petrolina. O pedido entrou em pauta depois de uma cobrança pública feita pela autora na última sessão (4).

No entanto, o Requerimento nº 086/2019, de Gabriel Menezes (PSL) foi reprovado por 14 votos a cinco. O oposicionista buscava esclarecimentos a respeito dos gastos com publicidade no valor de R$ 4.200.000,00 com a empresa Pettra Propaganda e Publicidade.

O pedido de Gabriel foi derrotado, pois na visão da Situação, tratava-se do mesmo assunto do de Cristina. Ronaldo Silva (PSDB) havia pedido destaque e afirmou que Menezes queria fazer politicagem. Os membros da Oposição endossaram a cobrança do colega, mas não tiveram sucesso.

Ronaldo Silva critica tratamento recebido por vereadores durante congresso e denuncia irregularidades na eleição da UVP

Vereador discursou na Tribuna Livre sobre sua saída (Foto: Blog Waldiney Passos)

A estadia dos vereadores de Petrolina em Gravatá, onde foi realizado o congresso da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP) durante o final de semana não foi das melhores. Segundo Ronaldo Silva (PSDB), os representantes das Câmaras sertanejas não foram bem tratados.

Para Ronaldo, o presidente da UVP, Josivaldo Barbosa agiu de má fé com vários membros do Legislativo, tudo para se manter no poder da União. “O presidente Josivaldo aproveitou essa oportunidade e fez a eleição da UVP, em chapa única. Não deu nem tempo das outras Câmaras se movimentarem pra montar uma chapa. [Critico] a forma como ele fez o processo eleitoral”, disse ao Blog Waldiney Passos após a sessão de hoje (2) na Câmara de Petrolina.

O edil denunciou que, os vereadores favoráveis à reeleição de Josivaldo receberam tratamento diferenciado e tiveram suas diárias pagas pela UVP. “Foi um tratamento diferenciado. Nós de Petrolina e demais vereadores do Sertão e de outras cidades, nós pagamos o hotel e ficamos hospedados e as outras que ele já tinha na mão para fazer a politicagem, ele bancou com dinheiro da UVP a hospedagem”, afirmou.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva pede audiência pública para discutir invasões em residenciais do Minha Casa, Minha Vida

Vereador chamou atenção para invasões dos residenciais (Foto: Blog Waldiney Passos)

A situação das residências do programa Minha Casa, Minha Vida em Petrolina voltou a ser discutida na sessão dessa terça-feira (26), na Câmara de Petrolina. Ronaldo Silva (PSDB) apresentou o Requerimento n° 068/2019 no qual solicita a realização de uma Audiência Pública com representantes dos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Segundo Ronaldo, é importante a presença desses dois bancos e da Prefeitura de Petrolina para discutir as invasões nos residenciais da cidade. “[Precisamos] convidar o gerente da Caixa Econômica e do Banco do Brasil, hoje nós convivemos com esses residenciais invadidos com pessoas que não foram beneficiadas. As pessoas vendem, trocam por motos e as pessoas que precisam não ganham”, destacou o edil.

“Peço essa audiência para que a gente possa chamar essas autoridades e tomar uma providência sobre esses imóveis”, continuou. Ainda não há uma data para a realização da audiência pública, mas o Requerimento foi aprovado por unanimidade, juntamente com as Indicações colocadas em pauta hoje.

Flagrado em foto ao lado de Odacy Amorim, Gaturiano garante: “Estou muito bem no grupo do prefeito”

Vereador recebeu apoio de colegas, que criticam boatos (Foto: Blog Waldiney Passos)

Ausente nas últimas sessões por motivos familiares, o vereador Gaturiano Cigano precisou ir a Tribuna Livre de ontem (19) para fazer um esclarecimento. Uma foto do edil onde ele aparece ao lado do ex-deputado estadual Odacy Amorim (PT) circulou em vários grupos de WhatsApp da região e para evitar boatos, ele se pronunciou oficialmente.

Segundo Gaturiano, ele não mudou de lado e segue firme no grupo Coelho. “Algumas pessoas perguntaram se eu pulei [de lado]? Não, nem no carnaval eu pulei, imagina nesse momento. Realmente me encontrei com o ex-deputado Odacy Amorim, lá também estava sua esposa e tratamos sobre vários assuntos, como o [Hospital] Dom Tomás. Estou muito bem no grupo do prefeito Miguel Coelho”, justificou o edil.

Vereadores apoiam colega

Enquanto discursava, Gaturiano foi aparteado por Aero Cruz (PSB). O líder do Governo na Câmara lembrou uma polêmica criada em situação semelhante, mas com Gabriel Menezes (PSL), opositor do grupo Coelho. “Uma certa vez o vereador Gabriel Menezes estava num evento e Miguel foi falar com ele e aproveitaram para tirar uma foto. A gente não apoia esse tipo de ação. Suas atitudes mostram isso [que é fiel ao governo], não precisa se preocupar com isso. A gente que sabe que tem a parte boa da imprensa e a parte ruim”, destacou Aero.

Ronaldo Silva (PSDB) viu a atitude do colega como “gesto de humildade”. “Vossa Excelência está tendo coragem de ir pra Tribuna e dizer, diferente de outros que ficam na calada da noite negociando com pré-candidatos a prefeito”, disparou.

123