Mulher morre em grave acidente de trânsito no interior de Petrolina

Mulher morreu no local (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A quarta-feira (4) começou com mais um acidente em Petrolina. Dessa vez a ocorrência foi registrada na zona rural, no trecho entre o Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 01 ao Núcleo 03. Uma mulher, de identidade ainda não confirmada, pilotava uma motocicleta quando foi atingida por outro veículo.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi encaminhada à ocorrência, mas segundo o próprio SAMU, a vítima morreu na colisão. As causas do acidente não foram confirmadas.

Frota do SAMU é reforçada para melhor atender petrolinenses

Frota recebeu reforço (Foto: Ascom)

Dois novos veículos foram entregues pela Prefeitura de Petrolina na noite de ontem (9), para reforçar a frota que agora contará com oito carros. Um cenário diferente do encontrado quando Miguel Coelho assumiu a gestão municipal, há dois anos e meio.

As vans entregues estão equipadas com maca, respirador mecânico, desfibrilador, monitor, cadeiras de rodas portátil, tubos de oxigênio. Os veículos ficarão à disposição do SAMU, cuja sede é na Cohab Massangano.

“Lá em 2017, encontramos uma estrutura sucateada com apenas uma ambulância com mais de 400 mil km rodados para um serviço essencial para a população. Hoje, depois de termos recuperado a frota do SAMU, entregue 14 ambulâncias sociais novas, estamos reforçando com mais essas duas vans. Saímos de quase zero, portanto, para 22 veículos somando o transporte social e o de atendimento de urgência”, disse Miguel.

Desses oito veículos, quatro estarão nas ruas em atendimento, duas ficarão na reserva para revezamento e outras duas para uso em situações especiais ou para substituir caso algum desses veículos precise de manutenção.

Atendimento do Samu em Petrolina está comprometido por falta de macas

(Foto: Ascom)

A saúde pública de Petrolina vive mais um episódio preocupante. Depois do anúncio de super lotação no Hospital Universitário (HU) e a consequente interrupção do atendimento a pacientes com necessidade de receber ventilação mecânica, nessa semana o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) paralisou os atendimentos por falta de macas.

A diretora do Samu em Petrolina, Laís Cabral participou, na manhã dessa quinta-feira (12) do programa Super Manhã, na Rádio Jornal Petrolina e relatou que as macas do Serviço estão retidas nos hospitais da região, comprometendo o atendimento ao público.

“Hoje realmente a gente se encontra com muita dificuldade de prestar assistência a essa população devido à falta de macas. A realidade é que nos hospitais que funcionam as redes estão lotados por diversos motivos e sempre que a gente leva um paciente pro HU, pro Regional, pro Dom Malan, pra todos esses hospitais as macas têm ficado retidas por bastante tempo e a gente não consegue fazer mais atendimentos a população”, disse.

LEIA MAIS