Surto de doença de chagas em Pernambuco pode ser o maior do Brasil

 (Foto: Internet)

Pernambuco está em estado de alerta, devido a um surto de doença de Chagas que pode ser o maior do Brasil. Causada pelo parasita Trypanosoma cruzi (encontrado em fezes de insetos), a doença é investigada em 22 municípios considerados prioritários pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Cidade com maior índice da doença até o momento, Ibimirim, no Sertão já registrou 77 casos da doença. 25 pessoas já tiveram a doença confirmada, das quais seis continuam internadas no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), em Santo Amaro, área central do Recife.

Em matéria publicada hoje (4) no Jornal do Commercio, Ibimirim é citada como um município, que com base no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, do Ministério da Saúde, é um dos cinco de Pernambuco (ao lado de Pombos, Riacho das Almas, Salgueiro e Vertentes) que tiveram casos agudos de Chagas em 2010 e 2011.

Um novo balanço sobre os casos em Ibimirim será divulgado nessa terça-feira pelo Governo de Pernambuco. Além de controlar o surto, a preocupação é com o bem estar dos pacientes. “O tratamento tem como objetivo fazer com que a doença não evolua para a cardiopatia crônica ou eventualmente para uma alteração digestiva”, diz o cardiologista Wilson Oliveira, coordenador da Casa de Chagas.

Mesmo atingindo meta da campanha contra Influenza, Pernambuco abrirá vacinação a todos os públicos

(Foto: ASCOM)

A campanha nacional de imunização contra a Influenza foi encerrada na última sexta-feira (31) e mesmo assim o Ministério da Saúde recomendou aos municípios que forneçam vacina a quem não fazia parte dos grupos prioritários. Em Pernambuco, a partir de amanhã (3) a vacina será disponibilizada, conforme prevê a recomendação Federal.

Segundo a Folha de Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou a informação, mesmo atingindo a meta imposta de 90% continuará fornecendo as vacinas. Pernambuco o primeiro do Nordeste e o terceiro do país a alcançar o objetivo da iniciativa.

De 184 municípios pernambucanos, além de Fernando de Noronha, apenas 56 (30%) estão abaixo da meta mínima. No total, foram 2.432.086 vacinas aplicadas no Estado, um total de 91,96% da população pernambucana. A vacina é distribuída gratuitamente nos postos de saúde dos municípios.

Pernambuco registra primeira morte por gripe em 2019, vítima é de Petrolina

(Foto: Miva Filho/SES/Divulgação)

A primeira morte por gripe em Pernambuco no ano foi confirmada nessa sexta-feira (3) pelo Governo do Estado. A vítima é um homem de Petrolina, na faixa etária de 50 anos, informou a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ele morreu em fevereiro.

Nossa produção buscou mais informações junto à secretaria Municipal de Saúde de Petrolina sobre o caso, mas até o momento não obtivemos retorno. É importante lembrar que neste sábado (4) acontece o Dia D de vacinação contra a Influenza e os postos de saúde estarão abertos até 17h.

Casos em análise

Além do óbito confirmado, a SES contabilizou um caso de adoecimento por H1N1, fato que aponta a circulação do vírus no Estado. De acordo com o Governo de Pernambuco, até o dia 13 de abril foram registrados 894 casos de síndrome respiratória aguda grave (Srga), das quais 790 em crianças menores de seis anos.

Do total, 9 tiveram resultado laboratorial positivo para a influenza B, 1 para influenza A(H1N1) e 1 para influenza A não subtipado. Outra morte está sendo investigada pela SES. Conforme o Blog mostrou ontem, trata-se de uma jovem de 17 anos, moradora do Recife. (Com informações do JC Online).

Campanha Nacional de Vacinação começa nesta quarta-feira, Pernambuco quer imunizar mais de 752 mil crianças

Começa nesta quarta-feira (10) a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus da Influenza, causador da gripe. Em Pernambuco, a secretaria Estadual de Saúde (SES) pretende imunizar 752 mil crianças, dentro do público alvo: de seis meses a menores de seis anos.

Ainda segundo a SES, com a ampliação da faixa etária haverá um acréscimo de 143 mil pernambucanos. Esse grupo tem prioridade na imunização contra a Influenza, juntamente com gestantes, até 19 desse mês. Entre os dias 22 e 31 de abril, os postos de vacinação vão receber todos os públicos incluídos no esquema.

Quem pode se vacinar?

Além de crianças e gestantes, os grupos prioritários de idosos (60 anos ou mais), mulheres puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas e os povos indígenas devem se vacinar. O público total é de 2.598.158 pessoas, cuja meta é imunizar, no mínimo, 90%. (Com informações do JC Online).

Salgueiro: exames de mamografia e densitometria óssea são suspensos por falta de repasse do Estado

Desde o dia 30 de março a realização dos exames de mamografia e densitometria óssea na rede pública de saúde de Salgueiro, Sertão do Estado, estão suspensos. O anúncio foi feito pela Prefeitura em seu site oficial. No comunicado a gestão de Clebel Cordeiro (MDB) culpa a “falta de repasse do Governo Estadual” para a suspensão.

No entanto, o município assegurou que, mesmo com a falta de repasse a secretaria municipal de Saúde “assegura que toda cobertura necessária para estas mulheres com idades preconizadas pelo SUS terão suas mamografias realizadas”, continua a nota.

Desde a terça-feira (2) nossa produção tenta contato com a Secretaria Estadual de Saúde, solicitando uma previsão para o repasse do Governo. Contudo, até o momento não tivemos retorno. A Prefeitura de Salgueiro também não nos informou como estão acontecendo os atendimentos via SUS no município.

Polícia Civil de Pernambuco abre inquérito para investigar casos de “agulhadas” durante carnaval

(Foto: TV Jornal/Reprodução)

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) instaurou inquérito policial para apurar a série de vítimas de “agulhadas” no Carnaval de Olinda e do Recife desse ano. O crime teria feito mais de 25 vítimas durante a folia momesca. Os casos começaram a ser registrado no Sábado de Zé Pereira.

Uma das vítimas é um policial recifense, de 27 anos, atingido por agulhadas em Olinda, onde pelo menos outros cinco casos também foram contabilizados. Ele foi atendido no Hospital Correia Picanço (HCP), na capital pernambucana, unidade referência para doenças infectocontagiosas.

“Fiz todo o procedimento que eles fazem no hospital – primeiro exames para ver se você já tem alguma doença e depois comecei a tomar o coquetel anti-aids. Vou ter que tomar por 28 dias uma medicação forte, que impõe uma série de restrições, como não consumir bebida alcoólica. Dali eu já fiquei morgado. Pedi às pessoas que postassem, compartilhassem a história. Minhas amigas que estavam comigo fizeram isso. Pra mim o Carnaval acabou”, disse.

LEIA MAIS

Falta de documentação da APAMI impediu repasses, afirma Governo de Pernambuco

(Foto: Arquivo)

A celeuma envolvendo o Hospital Dom Tomás, em Petrolina, ganhou mais um capítulo. Depois das solicitações feitas pelo Blog Waldiney Passos a secretaria Estadual de Saúde (SES) enviou agora pouco uma nota, na qual afirma que a falta de repasse da verba obtida por emendas parlamentares se deu por falhas da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (Apami).

Segundo o Governo do Estado, “o órgão estadual, com base na Portaria 3134 do Ministério da Saúde (MS), foi impedido de fazer o repasse do montante em questão, porque a Apami não possuía as documentações e certificações necessárias”, destaca a nota.

LEIA TAMBÉM:

Bancada de situação cobra Governo de Pernambuco sobre repasses ao Hospital Dom Tomás

Segundo APAMI, Governo do Estado não fez repasse de recursos liberados em 2016

Pacientes denunciam falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Habilitação

O Estado alega ainda que a ordem de devolver o recurso das emendas partiu da União. “O MS já ordenou que os recursos das emendas sejam devolvidos para a União”, relata a secretaria. Em relação à habilitação – anunciada pelo MS em novembro de 2018 – a pasta estadual também transferiu a responsabilidade à Apami.

“Por conta de pendências de documentação da própria Apami, houve um atraso na efetivação”, relata a SES. Contudo, o “processo já está em fase final”. Para saber como está o andamento desse processo o Blog procurou o Ministério da Saúde, porém o órgão ainda não respondeu a nossa cobrança.

Leia a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Bancada de situação cobra Governo de Pernambuco sobre repasses ao Hospital Dom Tomás

Para vereadores da situação, Governo do Estado é o responsável por falta de medicamentos no HDT (Foto: Blog Waldiney Passos)

A realidade do Hospital Dom Tomás (HDT), referência no tratamento de pacientes com câncer em Petrolina e Bahia é delicada. Há exatamente um mês o Blog Waldiney Passos mostrou com exclusividade a falta de medicamentos a pacientes de quimioterapia e nada mudou até o momento.

Sem medicamentos os doentes estão com seu tratamento prejudicado e na visão dos vereadores da bancada governista de Petrolina, a culpa é do Governo do Estado. “O Hospital Dom Tomás é de referência, atende não só Petrolina, mas toda região. Da Bahia ao Piauí e chegou a hora dessa Casa chamar atenção dos deputados que estão pertinho do governador Paulo Câmara, pra que eles cobrem uma emenda do senador Fernando Bezerra Coelho que está lá no Estado. [A verba] não é do Estado, é do Governo Federal”, disse Zenildo Nunes (PSB).

LEIA TAMBÉM:

Segundo APAMI, Governo do Estado não fez repasse de recursos liberados em 2016

Secretaria Estadual de Saúde se pronuncia sobre falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Pacientes denunciam falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Presidente em exercício na sessão de quinta-feira (28), Ronaldo Souza (PTB) afirmou que a Comissão de Saúde da Câmara constatou o “colapso” da unidade e em seguida, Manoel da Acosap (PTB) apresentou um breve relatório da análise feita pelos colegas.

LEIA MAIS

Pacientes denunciam falta de medicamentos no Hospital Dom Tomás

Hospital Dom Tomás atende pacientes de Petrolina e da rede PEBA (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Hospital Dom Tomás (HDT) é referência no interior de Pernambuco, mas apesar da sua importância a nível local os pacientes em tratamento na unidade estão passando por dificuldades. O Blog Waldiney Passos recebeu denúncias a respeito da falta de medicação de quimioterapia.

De acordo com os denunciantes – familiares de pacientes em tratamento no HDT – o hospital não estaria recebendo medicação suficiente. “Tá faltando medicamento de quimioterapia, tem pouca gente fazendo o tratamento porque está faltando esse medicamento. Várias pessoas estão voltando pra casa sem receber o tratamento. Um funcionário inclusive chegou a confirmar que estava faltando”, relatou a familiar de uma paciente ao Blog.

Em falta

Uma parte dessa medicação seria fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a outra parte, adquirida com recurso das doações recebidas pela Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (APAMI). Os remédios em falta seriam o Tamoxifeno, comprimido entregue a pacientes em pós-quimioterapia e o Taxol, utilizado na quimioterapia injetado na veia do paciente.

Outro lado

Nossa produção tentou desde ontem (31) contato com a coordenação do Hospital para saber o que estaria ocasionando os problemas citados na matéria. Contudo, não conseguimos conversar com ninguém da unidade, apesar de agendarmos dois horários para entrevista via telefone na quinta-feira e hoje (1º).

Também procuramos a secretaria Estadual de Saúde (SES) durante essa sexta-feira. A pasta afirmou estar apurando a situação e em breve se pronunciará oficialmente. Reiteramos que o Blog permanece aberto aos esclarecimentos.

Secretaria Estadual de Saúde abre seleção para contratação temporária, há vagas para Sertão de Pernambuco

Inscrições podem ser feitas até . (Foto: Ilustração)

A secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco está com inscrições abertas para uma Seleção Pública Simplificada. As vagas temporárias são para Apoiadores Institucionais de Regulação pela secretaria Executiva de Regulação em Saúde (SERS/SES-PE).

As inscrições começam hoje (14) e segundo o Governo de Pernambuco há 23 vagas disponíveis. O salário base é de R$ 3.600. Entre as exigências impostas na seleção está experiência de 12 meses nas funções. As vagas são distribuídas em município do Grande Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão.

Petrolina, Serra Talhada, Salgueiro, Ouricuri são os municípios sertanejos contemplados no edital. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 28 de janeiro via Sedex, com aviso de recebimento, ou presencialmente.

Com informações da Folha de Pernambuco

Ministro da Saúde visita Petrolina, anuncia serviços e habilitação do Hospital Dom Tomás

Solenidade aconteceu no prédio da unidade oncológica, no bairro Gercino Coelho (Foto: Thamires Santos/Rádio Jornal)

Atual ministro da Saúde, Gilberto Occhi visitou Petrolina na manhã dessa quinta-feira (22) e cumpriu uma intensa agenda ao lado do prefeito Miguel Coelho. A vinda de Occhi ao município acontece um dia após o anúncio de que ele não ficará no cargo no governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Occhi esteve no município para anunciar uma série de serviços na saúde, entre eles o credenciamento de um novo Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), no bairro Vila Mocó e quatro leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Dom Tomás, além da habilitação da unidade como hospital.

Representando o Governo do Estado, o secretário Estadual de Saúde, José Iran da Costa Júnior elogiou o trabalho desempenhado pelo ministro. “Estou como secretário há 3 anos e 11 meses e passei por vários ministros e Pernambuco com o senhor recebeu uma atenção especial”, afirmou.

LEIA MAIS

Pernambuco confirma primeiros casos de sarampo desde 2014

(Foto: Internet)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou os dois primeiros casos de sarampo no estado. Um homem de 27 anos que viajou a Manaus (AM) e sua sobrinha de dois anos são os pacientes que entraram na estatística de 2018.

Outros membros da família e uma funcionária estão sendo monitorados pela SES. Todos já tiveram amostras de sangue enviados para a Fundação Oswaldo Cruz, (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

De acordo com a secretaria, o tio e a sobrinha não comprovaram a vacinação contra o sarampo. Em 2018, Pernambuco notificou até esta sexta 102 casos suspeitos de sarampo, sendo 30 no Recife, de acordo com a SES-PE.

Desse total, 48 foram descartados e estes foram os dois primeiros confirmados. Os demais casos seguem em investigação.

UPAE de Petrolina receberá alunos da UPE para estágio curricular

(Foto: Ascom)

A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) firmou um convênio com a Universidade de Pernambuco (UPE) e com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para que discentes da UPE nas áreas de Enfermagem e Fisioterapia participem de estágio na UPAE.

O Estágio Supervisionado II poderá ser realizado a partir desse semestre e na última semana já houve uma formação dentro da unidade, para receber os alunos. Dessa forma, os estudantes poderão aprender na prática sobre o atendimento aos pacientes e vivenciarão o cotidiano de uma unidade de referência.

Professora do curso de Enfermagem da UPE, Gerelene Lima aprovou a parceria. “Entendemos que a Unidade oferece um espaço muito rico para o aluno, até pelo próprio perfil do serviço que oferece. Fizemos muitas visitas técnicas à Unidade com os estudantes, até que agora surgiu efetivamente a oportunidade”, disse.

A UPAE é referência no atendimento especializado na região e agora amplia seu leque para a pesquisa realizada dentro do universo acadêmico. “Essa é uma preconização do próprio IMIP. Já temos experiências semelhantes em outras áreas e agora, oficialmente, seremos campo de prática para mais dois cursos, então temos que comemorar”, garante a coordenadora geral, Grazziela Franklin.

MPPE recomenda aquisição de macas para hospitais de Pernambuco

(Foto: Lucilene Oliveira/Folhapress)

O Governo de Pernambuco deverá adquirir novas macas para os hospitais estaduais. É o que determina o Ministério Público do Estado (MPPE). Na recomendação, a promotora Helena Capela deu 20 dias para que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informar o prazo de compra de 500 macas e a distribuição dos equipamentos.

A ação do MPPE veio após o órgão receber novas queixas de falta de macas nos hospitais de Recife, entre eles o Hospital da Restauração e Getúlio Vargas.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a pasta para saber se alguma unidade do Sertão será beneficiada com a aquisição dos equipamentos ou se a determinação diz respeito apenas à capital pernambucana.

UPAE promove mutirão para atender crianças com microcefalia na sexta-feira (13)

(Foto: Ascom)

Nesta sexta-feira (13) a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) realiza um mutirão de ortopedia destinado a crianças com microcefalia. A ação é promovida pela UPAE em parceria com a Secretaria de Saúde de Pernambuco.

Serão atendidas 35 crianças, elas serão submetidas a exames realizado por um médico vindo da capital Recife somente para o mutirão. O atendimento será iniciado às 7h e seguirá durante toda manhã. Este é o segundo mutirão de microcefalia executado pela UPAE. O primeiro aconteceu em maio de 2016.

“Estamos montando uma força tarefa para atender com conforto e segurança as crianças, visto que este não é o público da Unidade e a UPAE não atende ortopedia. Abrimos uma exceção e adaptamos o serviço, tendo em vista a importância da ação“, comenta a coordenadora geral, Grazziela Franklin.

12