Com drama, Náutico supera Paysandu e volta à Série B do Campeonato Brasileiro em 2020

O timing signica algo como “cronometragem”. E foi o timing certo. No ano em que voltou a jogar partidas oficiais nos Aflitos, o Náutico voltou à Série B do Campeonato Brasileiro. Na partida de volta das quartas de final da Terceira Divisão nacional, na noite deste domingo (8), no estadio dos Aflitos, o Timbu venceu o Paysandu nos pênaltis e deixa para trás anos amargos na Série C. Em 2020, a Segundona vem.

Os gols do Papão da Curuzu foram marcados por Vinícius Leite, no primeiro tempo, e Nicolas, na etapa complementar. O Alvirrubro diminuiu com Álvaro. Em um pênalti, nos acréscimos, Jean Carlos garantiu a disputa de penalidades. Com todas as cobranças convertidas, pelo próprio Jean Carlos, Jhonnatan, Willian Simões, Josa e Matheus Carvalho, o Alvirrubro sai a comemorar.

A Série C ainda não acabou. Agora, o Náutico aguarda o vencedor de Juventude e Imperatriz para disputar a seminal da competição. O último jogo das quartas da final da Terceira divisão acontece na noite desta segunda-feira (9), no estádio Alfredo Jaconi, às 20h.

Salgueiro faz jogo decisivo neste sábado pela Série C do Campeonato Brasileiro

Carcará pode avançar na competição ou ser rebaixado. É o jogo do tudo ou nada. (Foto: Internet)

Neste sábado (9), o Carcará terá uma grande batalha pela frente. O time pernambucano terá que vencer o Remo, jogando em casa, no estádio Cornélio de Barros, para buscar a classificação para segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro e manter viva a esperança de retornar à Série B do Brasileirão.

O jogo começa a tomar ares de decisão. Os torcedores do Remo lotaram o aeroporto durante o embarque da delegação. Caso perca, o Remo pode perder a última vaga que dá acesso à segunda fase da competição.

Para o Salgueiro o jogo vale muito mais. O jogo pode significar a classificação para a a segunda fase, a permanência na Série C ou o rebaixamento para a Série D. Se perder, o Carcará pode ser  ultrapassado pelo Botafogo-PB e pelo Moto Club e acabar rebaixado.

O time pernambucano precisa vencer e torcer para que o Confiança e o Cuiabá no mínimo empatem para poder avançar. É o jogo do tudo ou nada para o Salgueiro. A partida é válida pela 18ª rodada e está marcada para as 19h30, em Salgueiro (PE).

Salgueiro joga hoje em busca da classificação para a Série B

(Foto: Internet)

O Carcará vai a campo na noite desta segunda-feira (4), às 19h, para enfrentar o CSA fora de casa. O jogo é válido pela 17ª rodada da Série C e acontecerá no estádio Rei Pelé.

O Salgueiro precisa da vitória para voltar ao G4, grupo que classifica quatro times para a segunda fase da competição. Caso vença, o Caracará ficará a um empate da classificação para as quartas de final.

Vale lembrar que o time pernambucano depende apenas de si para conseguir avançar no campeonato e buscar uma vaga nas semifinais e garantir sua volta à Série B do Campeonato Brasileiro.

Santa Cruz projeta queda de mais da metade do orçamento para 2017

(Foto: Internet)0

Após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz projeta uma perca de mais da metade do seu orçamento atual. O clube, que já enfrentou uma grave crise financeira neste ano de 2016, terá que redobrar os esforços para manter o time.

“A gente, neste ano, chegou perto de R$ 30 milhões. Vamos trabalhar um orçamento de R$ 13, 14 milhões em 2017. É uma queda muito expressiva”, afirmou o presidente Alírio Moraes.

O clube pernambucano deverá restringir os seus investimentos, e, segundo Moraes, a equipe deve cortar despesas para tentar montar um time competitivo para as competições de início de ano.

“Essa queda para a Série B é uma queda, também, pedagógica. Muitas decisões que não foram tomadas e problemas que não foram enfrentados, agora terão que ser (encarados). Mesmo observando o lado social, ficar com um clube demasiadamente grande, sem condições de pagamento, não dá. O clube tem de se pagar inteiro. Só pode ter funcionário se tiver capacidade de pagamento”, disse.

Santa Cruz perde e está matematicamente rebaixado para Série B do Campeonato Brasileiro

grafite_santa_cruzO ano de 2016 tinha tudo para ser um dos maiores na história do Santa Cruz. O time pernambucano sagrou-se bicampeão estadual em cima do seu maior rival, o Sport, conseguiu, pela primeira vez, erguer o troféu da Copa do Nordeste e chegou a liderar o campeonato nacional nas primeiras rodadas.

Contudo, o ano que parecia impecável começou a desmoronar. Escassez de vitórias, greve de funcionários, jogadores com salários atrasados, todos esses fatores levaram o Santa Cruz a um cenário que nenhum torcedor esperava reviver tão cedo: o rebaixamento para a Série B.

A derrota para o Coritiba veio apenas para carimbar o rebaixamento do time pernambucano. Foram 10 anos para a equipe conseguir voltar à elite do futebol brasileiro. No entanto, infelizmente o esforço do clube não foi suficiente para manter a equipe na Série A. Agora resta ao Santa planejar a próxima temporada e evitar uma tragédia maior como há nove anos atrás, quando caiu para a Série C.

Náutico empata mas permanece próximo a G4 da Série B do brasileirão

Atacante do Náutico, Rony, lamenta chance perdida. (Foto: Reprodução/Internet)

Atacante do Náutico, Rony, lamenta chance perdida. (Foto: Reprodução/Internet)

O Náutico empatou com o Oeste nesta terça-feira (2), em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, fechando o primeiro turno da competição. O Timbu até jogou bem, teve várias oportunidades de marcar o gol, mas não conseguiu colocar a bola para dentro. O atacante Rony, da equipe pernambucana, buscou o jogo a todo momento com sua velocidade, porém perdeu chances preciosas de abrir o marcador e deixar o Náutico na frente do placar.

“A gente pressionou. Acredito que tivemos mais finalizações que eles, mas infelizmente a bola não entrou. Vamos focar no próximo jogo e ver o que o professor vai passar para a semana”, disse o atacante do Náutico.

Com o resultado o Timbu cai uma posição, é o sexto colocado da competição, mas continua colado no G4, a dois pontos do quarto colocado do campeonato nacional (falta o Atlético-GO, quarto colocado, realizar seu jogo da rodada). O próximo confronto da equipe pernambucana é contra o Criciúma, na Arena Pernambuco, no dia 20 de agosto, às 16h.

Náutico vence e fica próximo do G4 na série B do brasileirão

(Foto: Internet)

Jogadores comemoram o gol da vitória do time pernambucano. (Foto: Internet)

Na noite desta sexta-feira (29), o Náutico vence o Tupi-MG, pelo placar de 1 a 0. O jogo, válido pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, foi realizado na Arena Pernambuco. Com a vitória o Timbu soma 27 pontos e encosta de vez no grupo que se classifica para a Série A da competição do próximo ano.

O time pernambucano ocupa a quinta posição na tabela, lembrando que ainda faltam seis jogos para completar a rodada. O Náutico dominou a partida, apesar do placar magro. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Léo Santos, estreante da noite dos alvirrubros .O jovem veio da base e substituiu o volante Maylson, que sentiu dores na coxa esquerda ao final do primeiro tempo.

O próximo adversário do Timbu é o Oeste. O jogo acontece na próxima terça-feira (2), na Arena Barueri, às 21h30.

Náutico busca vitória para não se distanciar do G4 na série B

(Foto: JC Imagem)

Náutico está no meio da tabela da série B. (Foto: JC Imagem)

Após dois jogos com derrotas, perdeu para o Atlético-GO por 3 x 0 e para o CRB por 3 x 1, o Timbu vai em busca de uma vitória para não se afastar do G4 da série B do Campeonato Brasileiro e nem se aproximar mais do Z4. O time pernambucano está na nona colocação da competição nacional a seis pontos do primeiro time do G4, Ceará, e a sete pontos do Bragantino, que abre a zona de rebaixamento.

O goleiro da equipe, Júlio César, disse que é necessário vencer este jogo para que o Náutico não dê início a uma crise. “Quando você perde três jogos seguidos é sempre muito difícil. A gente sabe que as cobranças já vieram de todas as partes. E se você perde mais uma elas aumentam mais ainda. Mas a gente tem que acreditar no nosso trabalho. Não é um clichê, mas temos que saber o que estamos fazendo e para que norte temos que caminhar. O trabalho está sendo bem feito. A gente não pode perder mais porque consertar o time nas derrotas é muito mais difícil do que fazer isso nas vitórias”, explicou.

O Náutico vai enfrentar o Goiás fora de casa amanhã (16), às 16h, em jogo válido pela 16ª rodada da competição.

Náutico perde mais uma fora de casa

(Foto: Reprodução/Internet)

Com a derrota o Timbu caiu três posições. (Foto: Reprodução/Internet)

O Náutico voltou a perder fora de casa, dessa vez para o Atlético-GO. O Dragão confirmou a boa fase que vive no campeonato e encostou de vez no Vasco, ambos têm 28 pontos. O Timbu caiu três posições mas continua próximo à zona de classificação para a série A, com

O Náutico começou jogando bem, com um bom posicionamento no campo e jogando mais no campo do adversário. Porém Gilsinho não deu chances ao time alvirrubro. O atacante rubro-negro deu um balaço de fora da área e acertou o ângulo de Júlio César, foi um golaço. Depois de fazer o gol, o Dragão cresceu e começou a dominar as ações.

O time pernambucano ficou nervoso na partida e os donos da casa cresceram muito. Alison marcou o segundo e, no segundo tempo, quando o Atlético-GO só fazia controlar as ações do jogo, Magno Cruz deu números finais ao jogo.

O Náutico volta a jogar no próximo dia 09, às 16h, em casa. O adversário é o CRB, que também está na briga pela vaga do G4.

Náutico mira o G4 em confronto com o Atlético Goianiense

Júlio César, goleiro do Náutico (Foto: Internet)

Julio Cesar, goleiro do Náutico (Foto: Internet)

O Náutico precisa de uma vitória e algumas combinações de resultados para poder entrar novamente no G4. O time pernambucano não tem conseguido manter uma regularidade quando saí para jogar fora de casa. São sete jogos e apenas uma vitória, que foi contra o Paysandu, na sétima rodada do campeonato brasileiro série b.

Segundo o goleiro Julio Cesar é normal encontrar dificuldades quando não se joga em casa, mas que é possível conseguir os três pontos. “Quem joga em casa conhece todas referências do campo. Os jogadores já está acostumados com o ambiente, o clima… Claro que o torcedor também ajuda, o que aumenta a motivação. Quando você joga fora, você enfrenta todas essas dificuldades. Mas não é nada impossível vencer”.

LEIA MAIS

Náutico quebra jejum de vitória e bate o Luverdense por 1×0

oie_29113951p5NLsr60

Luverdense surpreendeu, adiantando as linhas de marcação e dando poucos espaços para o Timbu sair jogando

Com muita dificuldade, o Náutico voltou a vencer na Série B (depois de quatro jogos) e bateu o Luverdense por 1×0, nesta terça-feira, na Arena Pernambuco, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado pelo zagueiro Wallace, contra.

Somando os três pontos, o Timbu chegou aos 21 pontos e subiu para a quinta colocação, ficando a um ponto do CRB, time que fecha o G-4.

Na próxima rodada, o Alvirrubro vai até Goiânia medir forças com o vice-líder Atlético-GO, sábado (02/07), às 16h, no estádio Serra Dourada

Náutico busca fim da má-fase contra o Luverdense

(Foto: JC Imagem)

O time pernambucano já está a quatro jogos em saber o que é vencer (Foto: JC Imagem)

O Náutico não vive boa fase no campeonato brasileiro série B. O time pernambucano já está a quatro jogos em saber o que é vencer, com duas derrota e dois empates. O momento da equipe começa a preocupar os jogadores.

“Nunca é bom estar sem vencer por tantos jogos. O grupo tem que ligar o alerta, sim. O G-4 está começando a ficar um pouco mais distante e é claro que isso não é bom para o Náutico”, disse o goleiro Julio Cesar.

O zagueiro Eduardo concorda com o goleiro. E cobra dele mesmo e de todo o grupo uma reação imediata.

LEIA MAIS

Técnico do Salgueiro diz que o time está com os pés no chão mesmo estando no G4

Técnico do Salgueiro, Evandro Guimarães (Foto: Ednardo Blast)

Técnico do Salgueiro, Evandro Guimarães (Foto: Ednardo Blast)

A torcida do Salgueiro espera que este ano o time pernambucano consiga voltar à segunda divisão do campeonato brasileiro. E as primeiras rodadas da terceira divisão trazem a impressão de que o Carcará vai lutar pela vaga que dá acesso à série b.

O time ocupa a terceira colocação do grupo A, após quatro rodadas, e está com sete pontos, três a menos que o líder Fortaleza.

O próximo desafio do time pernambucano é contra o Cuiabá. Segundo o treinador do Salgueiro, Evandro Guimarães, o time tem que manter os pés no chão e ir trabalhando jogo a jogo.

LEIA MAIS

Náutico vence e convence

nautico

O Timbu conseguiu a primeira vitória fora de casa pelo placar 3 x 1 sobre o Paysandu no campeonato brasileiro série B e entrou no G4.

A partida, válida pela 7ª rodada, começou muito movimentada com o lateral-esquerdo Lucas, do Paysandu, aproveitando o erro do goleiro Júlio César e abrindo o placar antes do primeiro minuto de jogo. Porém a equipe Pernambucana não se intimidou, foi superior em todo o embate e construiu uma virada com personalidade e autoridade. O empate veio logo aos 25 minutos do primeiro tempo com gol de Maylson, após bela jogada do time pernambucano pelo lado esquerdo. A virada aconteceu no início da segunda etapa, aos 9 segundos, Jefferson Nem aproveitou a bobeira da zaga adversária e colocou o Alvirrubro na frente do placar. E o terceiro gol foi um golaço marcado por Jefferson Nem aos 23 minutos do segundo tempo.

Sábado (11) o Náutico enfrenta o Paraná na Arena Pernambuco às 16:00. O Sport e o Santa Cruz jogam no Domingo (12), contra Coritiba e Santos, respectivamente, em jogo válido pela 7ª rodada do campeonato brasileiro séria A.

Sem Rodrigo Souza, técnico do Náutico pode repetir o time

A tendência é que Gallo mantenha o lateral-esquerdo Gastón Filgueira improvisado no setor ao lado de Maylson/Foto:André Nery

A tendência é que Gallo mantenha o lateral-esquerdo Gastón Filgueira improvisado no setor ao lado de Maylson/Foto:André Nery

O volante Rodrigo Souza sentiu uma lesão no músculo adutor da coxa e não enfrenta o Bahia, nesta terça-feira (31), fora de casa, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Segundo o técnico Alexandre Gallo, a contusão foi sofrida durante a goleada aplicada no Sampaio Correia. Vale lembrar que o jogador foi poupado de entrar de frente no confronto por conta do seu condicionamento físico que estava ameaçado. “Perdemos o Rodrigo com uma lesão na coxa no último jogo. Os exames dele mostravam que ele estava bastante desgastado”, afirmou o treinador.

Com a ausência do cabeça de área, a tendência é que Gallo mantenha o lateral-esquerdo Gastón Filgueira improvisado no setor ao lado de Maylson. Caso o Náutico entre com a mesma formação do último duelo, será a primeira vez que o Timbu irá repetir uma escalação na competição. No entanto, o treinador alvirrubro não descartou possíveis alterações.

“Acredito que time que ganha também se mexe. Depende muito do adversário. É preciso sempre ter essa flexibilidade dentro do grupo. Então temos que ter um equilíbrio e oxigenar alguns setores. Já que não temos tempo para treinar, precisamos usar todo o elenco”, finalizou o técnico.

Com informações do Blog do Torcedor