Tapetão: 1º de Maio perde no STJD e fica de fora da segunda fase do Pernambucano Séria A2

1º de Maio foi eliminado da competição. (Foto: Agência CH)

O 1º de Maio está fora da segunda fase do Pernambucano Séria A2. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou, nessa quinta-feira (10), a equipe do Decisão pela escalação irregular de dois atletas e puniu, por 5 a 3, o clube somente com uma multa de R$ 100, sem perda de pontos.

De acordo com a denúncia da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), o Decisão descumpriu, claramente, o artigo 6º do Regulamento da Competição. Segundo o dispositivo, os clubes só poderiam inscrever até quatro atletas oriundos de outras federações estaduais, e o Decisão inseriu seis atletas de fora.

Para o advogado do 1º de Maio, o clube de Bonito (PE) deveria, então, ser enquadrado pelo art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê a perda de pontos à equipe que escale jogador em situação irregular.

LEIA MAIS

Julgamento no STJD nesta quinta pode confirmar 1º de Maio na segunda fase do Pernambucano A2

1º de Maio confia na permanência na próxima fase da competição. (Foto: Agência CH)

Nesta quinta-feira (10), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar as irregularidades cometidas pela equipe do Decisão no Campeonato Pernambucano Série A2. O clube escalou alguns atletas irregulares e perdeu 10 pontos na classificação da competição, no entanto, após recurso a equipe recuperou a pontuação.

Caso o STJD considere que o clube realmente escalou atletas irregulares, a equipe perde os 10 pontos e o 1º de Maio garante a classificação para a segunda fase do campeonato. A sessão está prevista para iniciar às 11h no plenário do STJD.

LEIA MAIS

STJD julgará processo que definirá continuidade da Série A2 do Pernambucano

1º de Maio e Decisão aguardam julgamento no STJD (Foto: Maria Akemi/Elas e os Esportes)

Demorou, mas finalmente o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (SJTD) definirá o rumo que o Campeonato Pernambucano da Série A2 tomará. Nesta quinta-feira (10) o Pleno julgará 15 processos, um deles pode favorecer o 1º de Maio.

O Decisão será julgado por descumprir o regulamento da competição e caso haja a confirmação da perda dos pontos, o Azulino do Atrás da Banca disputará a Segunda Fase do estadual. Na expectativa por uma resposta positiva, o presidente Josué Nascimento está otimista.

LEIA TAMBÉM:

STJD julga processo que pode beneficiar 1º de Maio no Campeonato Pernambucano da Série A2

Campeonato Pernambucano: FPF paralisa Série A2 e partidas da primeira rodada da segunda fase são suspensos

Série A2: 1º de Maio leva virada e aguarda julgamento do STJD sobre punição ao Decisão

“A gente espera que seja feita a Justiça, que prevaleça o Regulamento e a verdade. Com fé em Deus vai dar tudo certo. Já tem a tabela feita, se der certo vamos jogar domingo contra o Íbis lá e na quarta, contra o Retrô”, disse ao Blog Waldiney Passos. Enquanto aguarda a decisão, Josué precisou liberar o elenco do Azulino devido a incerteza da competição.

“A gente liberou eles tem mais de oito dias, quem é que aguenta ficar segurando 26 atletas sem ter perspectiva de quando volta o campeonato“, explicou. A sessão no STJD começará às 11h.

STJD não confirma pauta e Série A2 do Pernambucano segue paralisada

STJD não divulgou pauta e Série A2 segue paralisada (Foto: STJD/Ascom)

O julgamento do Decisão estava marcado para a última sexta-feira (20) no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas o time foi retirado de pauta e deveria ter voltado a discussão nessa semana. Contudo, a entidade mor de Justiça Desportiva nacional não divulgou a pauta de amanhã (27) e o Campeonato Pernambucano da Série A2 deverá ficar paralisada por mais tempo.

O STJD julga em última instância o Falcão, acusado em Pernambuco pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) por exceder o número de transferências interestaduais. Em primeira instância o Decisão foi punido, perdeu 10 pontos e conseguiu reverter a punição ainda no TJD.

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) não concordou com a reversão da pena e acionou o STJD. O processo pode favorecer o 1º de Maio, representante de Petrolina na competição. O Azulino está fora da Segunda Fase da Competição, mas a perda de pontos do Falcão colocaria o Azulino na zona de classificação.

Enquanto isso a Série A2 está paralisada, já que o 1º de Maio conseguiu uma ordem na Justiça e a bola só deve voltar a rolar quando o julgamento do STJD acontecer.

STJD julga processo que pode beneficiar 1º de Maio no Campeonato Pernambucano da Série A2

Azulino do Atrás da Banca pode ser beneficiado com julgamento contra Decisão (Foto: Agência CH)

O pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) começa a julgar às 11h dessa sexta-feira (20) 11 processos colocados na pauta de hoje. Um deles, o item nove interessa ao 1º de Maio, representante de Petrolina no Campeonato Pernambucano da Série A2.

O Azulino assiste de camarote o Processo n° 292/2019, movido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) contra o Decisão. O Falcão de Bonito foi denunciado por exceder o número de contratações interestaduais. Na primeira instância o clube foi punido com a perda de 10 pontos, mas recorreu no próprio TJD e venceu.

LEIA TAMBÉM:

Campeonato Pernambucano: FPF paralisa Série A2 e partidas da primeira rodada da segunda fase são suspensos

A Federação Pernambucana de Futebol não concordou com o julgamento e agilizou o processo no STJD. O 1º de Maio entrou com um mandado para suspender a competição até o parecer final do STJD, que virá hoje. O auditor relator José Perdizes dará a palavra final.

Caso o Decisão seja punido com a perda de 10 pontos, o 1º de Maio se classifica para a Segunda Fase do Campeonato Pernambucano. Uma rejeição de punição ao Falcão elimina o Azulino do Atrás da Banca.

Série A2: 1º de Maio leva virada e aguarda julgamento do STJD sobre punição ao Decisão

Azulino viu jogador sofrer injúria racial (Foto: Blog Waldiney Passos)

O sonho do 1º de Maio de voltar à elite do Campeonato Pernambucano em 2020 foi adiado mais uma vez, pelo menos momentaneamente. A equipe representante de Petrolina perdeu para o Centro Limoeirense na tarde de ontem (8), por 3×1 e foi eliminado na Primeira Fase da Série A2.

O Azulino saiu na frente com Ronaldo, no começo do jogo. Mas Thomas Anderson foi o nome do jogo. Ele marcou os três gols do Centro e garantiu a classificação. A partida foi marcada por mais um caso de racismo no futebol. Ronaldo, autor do gol petrolinense foi chamado de macaco pela torcida anfitriã.

Racismo

Segundo o presidente do 1º de Maio, Josué Nascimento, o delegado da partida foi acionada para verificar as ofensas racistas. Contudo, até o momento não é possível confirmar se o árbitro do jogo assinalou a injúria racial na súmula. “Teve xingamento, injúria racial e passamos ao delegado“, disse Josué.

Revés na Justiça

Em conversa com a nossa equipe Josué afirmou que o Azulino ainda tem chances de avançar, já que o recurso do Decisão – que havia perdido 10 pontos e recuperou momentaneamente na Justiça – será analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). “Se for cumprido o regulamento, estamos classificados. Se for rasgado é a desmoralização para a Federação. Acredito que a gente volte”, finalizou.