Em reunião com presidente da Azul, Miguel solicita mais voos e tarifa mais barata para Recife

Miguel Coelho esteve em reunião com presidente da companhia aérea Azul.

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, em breve passagem por São Paulo, nessa quinta-feira (22), reuniu-se com a diretoria da Companhia Azul Linhas Aéreas e solicitou a ampliação do número de operações na empresa de aviação para a cidade sertaneja, além da redução do valor das passagens.

O gestor municipal foi recebido pelo presidente da Azul, John Rodgerson, e o diretor de Planejamento, Marcelo Bento. Na reunião, Miguel falou sobre o crescimento da geração de empregos em Petrolina, a produção de frutas e o volume de obras que tem impulsionado o município a se desenvolver e a importância do turismo na região.

LEIA MAIS

Mototaxistas de Juazeiro são convocados para elaboração de proposta de atualização de tarifa

Caso aprovada, a proposta será sancionada pelo prefeito por meio de decreto municipal. (Foto: ASCOM)

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) convocou todos os permissionários do serviço de mototáxi em Juazeiro para uma reunião na próxima quinta-feira (04), às 18h, no auditório da Câmara Municipal.

A pauta é a elaboração da nova tabela de preço, conforme acordo firmado com o prefeito Paulo Bomfim durante reunião com a categoria. A última tabela oficial de tarifa do serviço de mototáxi foi estabelecida pelo decreto Nº 953 de 2013.

“Essa atualização será justa com os mototaxistas e também será positiva para a população que terá acesso a tabela de preços e não ficará dependente do valor que o mototáxi quiser cobrar”, ressalta Francisco Paulo, gerente de Transportes da CSTT.

LEIA MAIS

Juazeiro: Tarifa da Zona Azul estará mais cara a partir da próxima quarta-feira (02)

(Foto: Divulgação/Ascom)

A partir da próxima quarta-feira (02), o preço da tarifa da Zona Azul de Juazeiro (BA) será mais caro. O anúncio feito pela Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) neste sábado (29), explica que o reajuste atende ao que rege o  contrato com a empresa concessionária do serviço de estacionamento rotativo.

Com a alteração no preço da tarifa, uma hora de utilização passa de R$ 1,50 para R$ 1,70 (carro) e de R$ 0,75 para R$ 0,85 (motocicletas e motonetas).

Ainda segundo a CSTT, desde a instalação, há dois anos e meio, essa é a primeira vez que o serviço, implantado para melhorar o ordenamento do trânsito no Centro da cidade, passa por um reajuste.

Tarifa de energia sobe 17,22% na Bahia a partir deste domingo

(Foto: Internet)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, esta semana, um reajuste de 17,22% nas tarifas da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 16,17%, e para a baixa tensão, a alta será de 17,27%.

Este percentual de reajuste vale para consumidores residenciais. As novas tarifas já vigoram a partir do próximo domingo (22). Segundo a diretoria da Aneel, a aprovação ocorreu em reunião pública e diz respeito à Revisão Tarifária Periódica da Coelba.

A Coelba pertence ao grupo Neoenergia e atende a 5,9 milhões de unidades consumidoras em 415 dos 417 municípios da Bahia.

A tarifa do transporte público está mais cara em Juazeiro

(Foto: internet)

A partir de hoje (14), quem for usar transporte coletivo em Juazeiro (BA) vai ter que pagar mais pela passagem.

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) do município, autorizou o reajuste dos preços na última sexta-feira (12). Segundo a CSTT, o valor realinhado foi bem abaixo do índice de reajuste dos combustíveis neste período, que foi de cerca de 30%, em 2017. Para preservar a população de uma tarifa ainda maior, a CSTT estabeleceu o índice de 5,5%.

Já o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf), justificou o aumento, informando que o reajuste cobrirá os gastos com a elevação de custos dos insumos no transporte (pneus, combustíveis, peças e acessórios, salários) acumulados durante os últimos meses.

LEIA TAMBÉM

Petrolina: usuários do transporte público vão pagar mais caro pela passagem

A partir do dia 14 de janeiro, os valores cobrados nas passagens de ônibus são:

Preço da tarifa sede: R$ 3,70
Preço da tarifa com cartão eletrônico: R$ 3,40
Preço da tarifa para estudantes: R$ 1,85
Para as linhas distritais:

Preço da tarifa: R$ 4,50
Preço da tarifa com cartão eletrônico: R$ 4,00

A exemplo de Petrolina, em Juazeiro as tarifas da passagem no transporte coletivo também vão ficar mais caras

(Foto: internet)

A partir do próximo domingo (14), que for usar transporte coletivo em Juazeiro (BA) vai ter que pagar mais pela passagem.

O anúncio foi feito no fim da tarde desta sexta-feira (12) pela Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT), depois de vários encontros e diálogos com o sindicato das empresas de ônibus.

Segundo a Companhia de Trânsito e Transporte, o valor realinhado foi bem abaixo do índice de reajuste dos combustíveis neste período, que foi de cerca de 30%, em 2017. Para preservar a população de uma tarifa ainda maior, a CSTT estabeleceu o índice de 5,5%.

LEIA TAMBÉM

Petrolina: usuários do transporte público vão pagar mais caro pela passagem

A partir do dia 14 de janeiro, os valores cobrados nas passagens de ônibus são:

Preço da tarifa sede: R$ 3,70
Preço da tarifa com cartão eletrônico: R$ 3,40
Preço da tarifa para estudantes: R$ 1,85
Para as linhas distritais:

Preço da tarifa: R$ 4,50
Preço da tarifa com cartão eletrônico: R$ 4,00

Petrolina: usuários do transporte público vão pagar mais caro pela passagem

(Foto: Arquivo)

A Prefeitura Municipal de Petrolina realinhou nesta sexta-feira (12), as tarifas públicas de acesso aos ônibus coletivos, conforme previsto no Regulamento de Transporte.

A partir deste sábado (13), o valor da passagem normal com pagamento no embarque e crédito vale transporte passará de R$ 3,50 para R$ 3,70.

Para quem utiliza o Bilhete Integrado de Petrolina (BIP) nas modalidades ‘Cidadão’ e ‘Trabalhador’, o valor pago passará de R$ 3,20 para R$ 3,40. Os estudantes que utilizam o BIP pagarão R$ 1,85, valor referente a meia passagem e com desconto para quem compra antecipadamente.

Os créditos que já se encontram no Bilhete Integrado de Petrolina (BIP) têm seu poder de compra garantido por 30 dias.

Segundo a AMMPLA, o reajuste de 5,71% ainda é menor que a média nacional, de 7,84% e é menor que o registrado no ano passado, de 9,4%. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf), o aumento cobrirá os gastos com a elevação de custos dos insumos no transporte (pneus, combustíveis, peças e acessórios, salários) acumulados durante os últimos meses.

De acordo com o diretor-presidente da AMMPLA, Geraldo Miranda, o novo valor da tarifa é necessário para recompor o equilíbrio econômico-financeiro do sistema. “Ninguém gosta de aumento, porém essa é uma realidade de todas as cidades brasileiras. Com o aumento do combustível, por exemplo, não podemos congelar os preços das passagens”, disse.

Petrolina terá reajuste nas tarifas de embarque no Terminal Rodoviário

Rodoviária de Petrolina terá reajuste de 7,85%. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A partir deste domingo (26), os novos valores das tarifas de embarque dos terminais rodoviários administrados pela empresa Socicam começaram a vigorar em todo o estado de Pernambuco. O reajuste, autorizado pela Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado Pernambuco (ARPE), foi de 7,85%.

A resolução publicada no Diário Oficial do Estado afirma que a medida visa compensar os efeitos da inflação dos períodos de 1º de outubro de 2008 a 31 de outubro de 2009; e de 1º de junho de 2016 a 30 de setembro de 2017.

Segundo a resolução, assinada nessa segunda-feira (20), o reajuste vai atingir as viagens com percursos acima de 100 quilômetros. E apenas para os embarques nos terminais rodoviários de Arcoverde, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Recife (TIP) e de Serra Talhada.

Em Petrolina, a rodoviária tem sido constantemente alvo de reclamações dos usuários devido à falta de cuidado da Socicam. O valor cobrado nas tarifas de embarque, que giram em torno de R$ 5, não condiz com a realidade do local. Com estrutura precária, serviços básicos, como de limpeza, não são executados de maneira a atender os viajantes da forma necessária.

Combate ao Lúpus e tarifa do transporte público em pauta na sessão de hoje da Casa Plínio Amorim

Plenário da Câmara Municipal de Petrolina/Foto: Waldiney Passos

Dois momentos importantes constam da pauta para a sessão da Câmara Municipal de Petrolina nesta terça-feira (9): a participação da coordenadora do Grupo de Atenção a Pessoa com Lúpus do Vale do São Francisco, Fabiana da Conceição Bezerra, para explanar sobre a importância de políticas públicas para as pessoas com Lúpus em virtude da Campanha de Combate à doença, que é realizada todos os anos no dia 10 de maio e a audiência pública, para tratar do aumento da tarifa do transporte coletivo, que visa debater o porquê da majoração ocorrida no dia 19 de março. As duas solicitações são de autoria do vereador Gilmar Santos (PT).

A sessão ordinária acontecer a partir das 9 horas no plenário da Casa Plínio Amorim. A audiência pública está prevista para ter início a partir das 10 horas da manhã.

 

Companhia aérea Azul começa cobrança por bagagem despachada em 1º de junho

(Foto: Divulgação)

Em 1º de junho a companhia aérea Azul vai iniciar a cobrança de bagagem despachada. A empresa disse que vai lançar uma nova classe tarifária promocional para clientes que aceitarem viajar só com a mala de mão.

“O lançamento desta nova opção de tarifa é um importante marco na aviação brasileira, permitindo que nossos clientes tenham acesso às tarifas mais baixas e, ao mesmo tempo, aproveitem a maior e mais abrangente malha aérea do país”, disse Antonoaldo Neves, presidente da Azul, em comunicado da empresa.

A proposta para clientes com apenas a mala de mão, será de um desconto de até 30% e cobrará R$ 30 se eles quiserem ter a mala despachada.

Bandeira tarifária será vermelha em abril

(Foto: Divulgação)

Abril terá uma bandeira tarifária vermelha, isso implica em uma cobrança extra de R$ 3 a cada 100 quiloWatts-hora (kWh) consumidos é o que informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (31).

A bandeira está relacionada com a chuva abaixo do previsto, o que acaba reduzindo o armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas ou fazendo com que esse armazenamento suba menos que o esperado.

Quando isso acontece, aumenta a necessidade de uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara que a das hidrelétricas. Por isso, sobe a cobrança extra da bandeira nas contas de luz.

Com informações do G1

Preço da tarifa de ônibus sobe para R$ 3,50 neste domingo em Petrolina

(Foto: Ilustração)

A tarifa municipal de ônibus sofrerá um aumento neste final de semana em Petrolina. A tarifa subirá de R$ 3,20 para R$ 3,50 (inteira) a partir deste domingo (19).

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf), justifica que o aumento será para cobrir gastos com a elevação de custos dos insumos no transporte (pneus, combustíveis, peças e acessórios, salários) acumulados durante os últimos 13 meses.

A Setranvasf ainda informa que quem utiliza o Bilhete Integrado de Petrolina (BIP), nas modalidades ‘Cidadão’ e ‘Trabalhador’, continuará pagando a tarifa com desconto: de R$ 3 passará para R$ 3,20.

O aumento também vale para as passagens do transporte nas linhas rurais do município. As tarifas ficarão da seguinte forma:

  • Projeto N1, N2, N3 e C1; Projetos N6, N7, N9 e C3; Projetos N4, N5, C2 e Água Viva; Projetos N8, N10, N11 – R$ 5,50
  • Izacolândia – R$ 9,20
  • Pedra Grande – R$ 6,30
  • Roçado – R$ 5,20
  • Tapera – R$ 6,25
  • Massangano –  R$ 4,65
  • Rodeadouro – R$ 5,20
  • Projeto Maria Tereza R$ 7,45

Aneel confirma reajuste 2,37% a partir do dia 29 de abril na conta de luz em Pernambuco

(Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizou uma audiência pública quarta-feira (8), na Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), para justificar o índice de revisão tarifária proposto pela entidade para as contas dos pernambucanos.

Conforme anunciado no mês passado, os clientes residenciais da Celpe terão um reajuste de 2,37% a partir de 29 de abril, enquanto as indústrias devem pagar 1,28% a menos.

Atualmente, o preço do kWh é R$ 0,44. Com a proposta, deve ir para R$ 0,45. O valor não leva em consideração os impostos, que hoje representam cerca de R$ 0,63 por kWh. Não existe um valor fixo pago pelo MWh, segundo a Celpe.

Diretor da Aneel, André Pepitone explicou que a revisão tarifária é feita a cada quatro anos com base nos investimentos feitos pela concessionária no período. “Fazemos um grande debate com a sociedade para definir os índices de remuneração adequada por serviços prestados e por investimentos prudentes feitos na área de concessão”, explicou.

LEIA MAIS

Energia mais cara

(Foto: Divulgação)

Mês de março será com bandeira tarifária amarela, com custo de R$ 2 a cada 100 quilowatts (kWh). A justificativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é que o custo de produção com o acionamento das usinas térmicas ficará mais caro.

Desde 2013, o País enfrenta sérias dificuldades no armazenamento de água nos principais reservatórios. A capacidade hídrica de Sobradinho, o mais importante do Nordeste, está em 13,78%. Por conta disso, o intercâmbio de energia de outras partes do Brasil para a Região tem virado rotina.

Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), em março, o CVU da última usina a ser despachada ficou em R$ 279,04/MWh.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia, possibilitando aos consumidores seu uso consciente. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

De dezembro até o mês passado, não houve cobrança da taxa, pois a bandeira verde estava em vigor e nenhuma cobrança adicional foi feita. Em fevereiro, a agência reguladora aprovou a mudança nos valores da taxa extra. Com isso, a cobrança da bandeira amarela subiu de R$ 1,50 para R$ 2 a cada 100 kWh consumidos, enquanto a da bandeira vermelha caiu de R$ 4,50 para R$ 3,50 a cada 100 kWh.

Com informações do FolhaPE

Prepare o bolso vem aí mais um reajuste da Compesa

Por causa da energia elétrica e da seca, que obrigou a empresa a comprar carros-pipa, aumento será maior que a inflação

O consumidor pernambucano já pode ir se preparando para mais um reajuste neste início de ano. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) encaminhou sua solicitação de aumento tarifário anual para análise e aprovação pela Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe).

Se forem levados em consideração apenas os índices de correção da inflação (IPCA e IGPM), a conta de água vai subir entre 6% e 8%. Mas a Compesa apresentou outras planinhas de custos, que podem fazer o reajuste fechar em dois dígitos, como aconteceu em 2016 (10,69%).

O pedido de reajuste foi entregue à Arpe na última sexta-feira e a expectativa é concluir a avaliação este mês para que entre em vigor a partir de março. O valor integral só será sentido nas contas de água a partir de maio.

Com informações do Jornal do Commercio.

12