Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Brasil perderá certificado de eliminação do sarampo

O que antes era apenas uma possibilidade agora é realidade. Ao registrar mais um caso de sarampo no dia 23 de fevereiro o Brasil perderá o certificado de eliminação da doença. Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), a perda do certificado será concretizada em até duas semanas.

LEIA TAMBÉM:

Brasil pode perder certificado de erradicação do sarampo

Em resposta às OPAS, o Ministério da Saúde informou que irá colocar em prática um plano para recuperar o título de país livre da doença, concedido em 2016. Entre as medidas analisadas estão a ampliação do turno de postos de saúde. A Organização Pan-Americana de Saúde avalia que a perda do certificado deverá ocorrer dentro de duas semanas.

LEIA MAIS

Criança sem cicatriz não precisa refazer vacina BCG, diz ministério

A dose deve ser dada o mais precocemente possível.

Crianças que não apresentarem cicatriz vacinal após receberem a dose contra a tuberculose – conhecida como BCG – não precisam ser revacinadas. A recomendação foi divulgada nessa terça-feira (05) pelo Ministério da Saúde e está alinhada com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Comitê Técnico Assessor de Imunizações.

Por meio de nota, a pasta informou que estudos comprovaram a eficácia da vacina também em crianças que não ficam com cicatriz após a aplicação. A orientação, segundo o governo federal, foi encaminhada aos estados e municípios na última sexta-feira (1º).

Prevenção

De acordo com o ministério, a principal maneira de prevenir a tuberculose em crianças é por meio da BCG, ofertada gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). A dose deve ser dada ao nascer, nas maternidades, ou na primeira visita da criança ao serviço de saúde, o mais precocemente possível.

LEIA MAIS

Petrolina: salas de vacina estarão abertas neste sábado para atender a população 

(Foto: ASCOM)

Para facilitar o acesso da comunidade ao serviço de vacinação fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Prefeitura de Petrolina (PE), através da  Secretaria de Saúde ampliou o atendimento na cidade. Desde o último mês de dezembro ,as salas de vacinas das Unidades Básicas estão abertas à comunidade no segundo sábado de cada mês.

Portanto, neste sábado (12), as salas de vacinas estarão abertas para atendimento ao público das 8h às 12h. A medida oportuniza o acesso à imunização para aquelas pessoas que trabalham durante a semana no horário de funcionamento do serviço de vacinação. “Avaliamos que essa ampliação seria muito importante para a população que precisa se vacinar, mas não consegue comparecer de segunda a sexta-feira às unidades. Com essa ação, pretendemos atingir este público e também qualquer pessoa que precise se vacinar”, destaca a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

Manter o calendário de vacinação em dia é um compromisso de todos, pois,  a imunização muitas vezes é o melhor caminho para se proteger de doenças que, em formas mais graves, podem provocar mortes. “É importante que todo mundo se conscientize da importância da vacinação em todas as idades. Se a pessoa tiver dúvidas se falta alguma vacina, se precisa de alguma imunização, pode procurar a sala de vacina mais próxima”, explica Marlene.

UPAE/IMIP de Petrolina atualiza cartão de vacina de funcionários e colaboradores

(Foto: ASCOM)

O setor de epidemiologia da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP), em parceria com a educação permanente, engenharia de segurança e medicina do trabalho, realizou a atualização do cartão de vacina dos funcionários e colaboradores do serviço.

A ação começou no dia 27 de setembro e encerrou nesta segunda-feira (1º), atingindo 189 profissionais da saúde. Foram oferecidas as vacinas de Hepatite B, dT (antitetânica) e a Tríplice Viral (que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola).

De acordo com a Norma Regulamentadora – NR32, do Ministério do Trabalho e Emprego, a vacinação faz parte da biossegurança, devendo, inclusive, ser registrada no prontuário clínico individual do trabalhador. “A imunização é uma forma importante de prevenção primária e essa prática deve fazer parte da rotina de empregados e empregadores”, defende a enfermeira Andreska Souza.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina segue com campanha de vacinação contra raiva em cães e gatos

A expectativa é que, durante a campanha, sejam vacinados aproximadamente 80% da população canina. (Foto: ASCOM)

Após a realização do ‘Dia D’, realizado neste sábado (15), a Prefeitura de Petrolina continua com a programação da campanha de vacinação contra a raiva, voltada para cães e gatos. Somente no primeiro dia, foram vacinados cerca de 5 mil animais, em 10 bairros da zona urbana. Uma das doenças mais perigosas que pode atingir cães e gatos, a raiva não tem cura e ainda pode ser transmitida aos seres humanos.

De acordo com a coordenadora do Centro de Controle e Zoonoses e médica veterinária, Graziella Correia, a partir desta segunda-feira (17), os profissionais darão continuidade à programação em todos os bairros e localidades de Petrolina. Os agentes de endemias passarão nas casas das 14h às 18h.

“Fizemos o ‘Dia D’ em parceria com a Universidade Federal do Vale do São Francisco e agora, vamos seguir com a programação normal. Lembrando que animais a partir dos três meses de idade já podem receber a dose. Gestantes e lactantes não podem ser vacinadas”, explicou.

A veterinária ainda ressaltou a necessidade da vacina para saúde do animal e também do ser humano. “Embora nos dias de hoje, a raiva seja uma doença controlada, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de animais. A doença é uma zoonose que mata seres humanos e animais. A vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção”, destacou.

A expectativa é que, durante a campanha, sejam vacinados aproximadamente 80% da população canina, atualmente, estimada em 40.522 animais e 100% dos felinos, com 6.586.

Dia D de vacinação contra raiva em cães e gatos acontece dia 15 deste mês em Petrolina

Após o dia D, os agentes de endemias vão percorrer todos os bairros das zonas urbana e rural. (Foto: ASCOM)

O início da campanha de vacinação contra a raiva em cães e gatos e o ‘Dia D’ será no próximo dia 15 de setembro em Petrolina (PE). Ao todo, 10 bairros foram escolhidos para receber a ação.

A expectativa é que sejam vacinados aproximadamente 80% da população canina, atualmente, estimada em 40.522 animais e 100% dos felinos, com 6.586. Após o dia D, os agentes de endemias vão percorrer todos os bairros das zonas urbana e rural.

Em cada ponto haverá agentes de endemias, veterinários do CCZ e veterinários da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) para realizar a vacinação dos animais, que podem ser medicados com a dose a partir dos três meses.

“Animais Gestantes e lactantes não podem ser vacinadas. É importante que o adulto leve o animal na coleira e os gatos na caixinha de transporte para evitar qualquer incidente”, explicou a coordenadora do Centro de Controle e Zoonoses e médica veterinária, Graziella Correia.

LEIA MAIS

Juazeiro bate meta de vacinação contra poliomielite e sarampo

Em Juazeiro, a SESAU lembra que as vacinas ficam disponíveis nas UBS tanto da sede como interior. (Foto: ASCOM)

Juazeiro contabilizou a aplicação de 14.146 doses de poliomielite fechando 95.94% e 14.012 doses aplicadas de sarampo totalizando 95.03%. O público alvo eram crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias.

A campanha nacional de vacinação teve início no dia 06 de agosto com objetivo imunizar as crianças na faixa etária descrita como maneira de proteção devido surto de sarampo que o país está vivendo no Amazonas e em Roraima.

As Unidades Básicas de Saúde da zona urbana estiveram abertas neste sábado das 08h às 12h e registraram grande movimentação. A UBS dos residenciais Juazeiro I, II e III teve movimentação contínua durante todo o dia.

Para o pedreiro Franksmaicon da Silva o sábado é uma oportunidade única para quem trabalha durante toda a semana. “Durante a semana é muito corrido, nem eu e nem a mãe dele temos tempo. Quando soube que o posto estaria aberto para vacinar vim logo proteger meu filho”, explicou.

LEIA MAIS

Petrolina ultrapassa meta de vacinação contra pólio e sarampo

(Foto: ASCOM)

O município de Petrolina (PE) tem um excelente motivo para comemorar: antes mesmo do final da campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo, na última sexta-feira (31/08), o município já havia ultrapassado a meta de 95% estipulada pelo Ministério da Saúde.

Os números finais registraram 21.612 doses aplicadas para a pólio, um percentual de 97,13% e 21. 761 para o sarampo, o que representa 97,8% de crianças vacinadas para essas graves doenças que registraram novos casos em diversos estados do Brasil.

As estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de Petrolina, em conjunto com a Vigilância em Saúde e Atenção Básica à Saúde foram decisivas para o sucesso da campanha. “Levar as vacinas para as creches e escolas municipais, onde havia o maior número de crianças do público- alvo foi essencial para conseguirmos imunizá-las e protegê-las contra esses agravos. Os pais e responsáveis também estão de parabéns por terem entendido a importância da vacinação”, afirmou a secretária-executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

As vacinas contra a poliomielite e o sarampo fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação, disponibilizadas gratuitamente pelo SUS em todas as salas de vacina do município. Manter o cartão de vacinação atualizado, seja criança ou adulto, é fundamental para a prevenção de graves doenças. Procure o posto de saúde mais próximo e se informe sobre quais vacinas estão disponíveis para cada faixa etária.

Secretaria de Saúde de Juazeiro realiza novo Dia D da campanha de vacinação contra o Sarampo e Poliomielite

(Foto: Ilustração)

No próximo sábado, 1° de setembro, a Secretaria da Saúde do Município estará realizando mais um dia ‘D’ da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo e Poliomielite. A vacina é disponibilizada para crianças com idade de um ano e com quatro anos, 11 meses e 29 dias.

Todas as Unidades Básicas de Saúde da sede estarão abertas das 08h até às 12h, para receber novamente esse público. No município, a campanha teve início no dia 06 de agosto.

A ação segue a orientação do Ministério da Saúde, que recomenda um novo dia ‘D’ para os municípios que não conseguiram atingir a meta. Juazeiro hoje conta com 68% das crianças pertencentes ao grupo apto à vacinação, totalizando 10 mil crianças vacinadas, mas ainda faltam cerca de 4.700 para serem vacinadas.

LEIA MAIS

Com baixa procura por vacina, prefeitura alerta para campanha contra pólio e sarampo

As vacinas estão disponíveis para crianças de 1 a menores de 5 anos em todas as unidades de saúde do município. (Foto: ASCOM)

Próximo do fim da campanha de vacinação contra pólio e sarampo, que termina nesta sexta-feira (31), a Prefeitura de Petrolina fez um alerta aos pais que ainda não vacinaram seus filhos e divulgou os números da cobertura vacinal.

De acordo com os dados, até o início da tarde desta segunda-feira (27), foram registradas 14.374 doses de vacinas da poliomielite, que corresponde a 64,6% do público-alvo. E das vacinas tríplice viral, que protegem contra sarampo, rubéola e caxumba, foram registradas 13.771 crianças vacinadas, correspondendo a 61,89% do público-alvo. No entanto, a estimativa do Ministério da Saúde é que pelo menos 95% das 22.550 crianças entre 1 e menores de 5 anos sejam vacinadas.

A Secretaria de Saúde tem percorrido as creches da cidade em busca das crianças que precisam se imunizar. “Desde o início da campanha, temos desenvolvido a estratégia de percorrer as creches municipais para atingirmos o público-alvo, já que a vacina é a maior garantia de prevenção de doenças sérias como a pólio e o sarampo”, explicou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

Confira o cronograma de vacinação

  • 29/08 – CMEI Nova Petrolina
  • 30/08 – Creche Vó Engrácia
  • 30/08 – Creche Nossa Senhora Auxiliadora
  • 31/08 – CMEI Dr. Washington Barros

As vacinas estão disponíveis para crianças de 1 a menores de 5 anos em todas as unidades de saúde do município. Na zona urbana, o funcionamento é das 7h às 17h, e na zona rural, das 7h às 13h. É necessário levar o cartão de vacinação da criança e cartão SUS.

Vacinação contra sarampo e pólio já ultrapassa mais da metade da meta em Cabrobó

Vacinação em Cabrobó tem apresentado bons números. (Foto: ASCOM)

A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite vem tendo um balanço positivo em Cabrobó (PE), conforme o coordenador do Programa Nacional de Vacinação no município, Renato Sales. São mais de 1330 crianças já imunizadas, entre 1 e menos de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Essa é a faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde e a meta é imunizar 95% desse público alvo que em Cabrobó, ultrapassa as 2500 crianças. “Estamos indo bem e o reforço na vacinação chegará semana que vem às escolas da zona urbana. Na zona rural, nossas equipes já estão vacinando. Falta pouco mais de 980 crianças para superar a meta de 95% do ministério até 31 de agosto”, conta o coordenador do PNI em Cabrobó, alertando aos pais para não esquecerem a caderneta de vacinação quando forem vacinar as crianças.

Dia D

Renato também avaliou como muito positivo o balanço do dia D de vacinação realizado no sábado, 18, em Cabrobó. A Prefeitura Municipal, por meio da secretaria de Saúde, programou uma verdadeira festa para atrair os pais e as crianças às unidades básicas de saúde que estavam todas abertas para vacinar.

“Imunizamos 206 crianças no sábado, com todo o reforço e o envolvimento das equipes e dos profissionais de saúde de nossa cidade. Foram aplicadas as vacinas vop, de combate à pólio, e tríplice viral que imuniza contra o sarampo”, concluiu Renato  Sales.

Juazeiro chega a mais de sete mil doses aplicadas contra sarampo e poliomielite após Dia D de vacinação

A SESAU informou que as vacinas dentro da campanha estão disponíveis em todas as unidades de saúde até o dia 31 de agosto. (Foto: ASCOM)

Os pais compareceram às unidades básicas de saúde de Juazeiro no último sábado (18) levando seus filhos para receberem a vacinação contra a poliomielite e o sarampo. As 58 unidades de saúde de Juazeiro abriram as portas para a campanha de vacinação bem ornamentadas e atrativas para receber o público da campanha que são crianças na faixa etária de 1 ano a menores de 5 anos.

A estudante de jornalismo Jéssica Lima não perdeu tempo e levou seu filho de 3 anos até a unidade do Bairro Angari. “sabendo da importância que a vacinação tem para proteção do meu filho não pensei duas vezes em trazê-lo para vacinar. Mesmo com a caderneta em dia é sempre bom estarmos atentas para com as medidas preventivas” explicou.

Outra mãe que esteve bem cedo na unidade foi Sara Ribeiro levando sua filha Melina de 3 anos e falou sobre a importância da vacina. “Uma coisa que sempre prezo é pela proteção da minha filha e essa é uma grande oportunidade de vacinar os filhos em um sábado, principalmente para nós que trabalhamos durante o dia no horário comercial e não podemos ir até a unidade para vacinar. Todos os pais precisam ver dessa forma”, concluiu.

LEIA MAIS

Dia D de vacinação contra a pólio e sarampo movimenta postos de saúde em Petrolina

(Foto: ASCOM)

A mobilização nacional conhecida como ‘Dia D’ de vacinação contra a pólio e o sarampo movimentou os postos de saúde de Petrolina durante este sábado (18). Unidades da sede e do interior receberam crianças entre 1 e menores de 5 anos para se imunizarem contra estas doenças.

A unidade de saúde escolhida como referência para o ‘Dia D’ foi a Bernardino Campos, na Vila Eduardo.  Além da vacinação, as crianças se divertiram com atividades como pintura facial, teatro de fantoches e uma mesa para desenhar.

A estrutura montada pela equipe da unidade encantou os pequenos, como a Júlia de 1 ano e 3 meses. Corajosa, não chorou com a picadinha da agulha que a protegeu contra o sarampo, rubéola e caxumba. A mamãe, Karielly Junqueira, reforçou a importância de vacinar a filha. “A caderneta de vacinação dela é sempre atualizada. Cheguei logo cedo aqui hoje pra poder imunizá-la e acredito que todos os pais que amam seus filhos devem fazer o mesmo”, opina.

LEIA MAIS

Cabrobó reforça imunização de crianças na Campanha Nacional de Vacinação contra a pólio e sarampo

(Foto: ASCOM)

O Ministério da Saúde deu início nesta semana à Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite. Durante esse período, serão vacinadas todas as crianças de 1 ano a menos de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias). A meta é vacinar 95% do público alvo. Em Cabrobó (PE), esse número significa imunizar 2500 crianças.

A cidade dispõe de 13 unidades básicas de saúde (UBS), sendo duas indígenas. “Procure o posto de saúde mais perto de sua casa. Leve a caderneta de vacinas. É importante que os pais e responsáveis vacinem seus filhos e filhas”, frisou Michele Caldas, secretária de Saúde do município.

Os postos de saúde funcionam de segunda a sexta-feira, no horário de 7h às 12h e de 13h às 17h na zona urbana. Na zona rural, o horário é das 8h às 16h. Conforme o coordenador de imunização de Cabrobó, Renato Sales, no dia D, marcado para 18 de agosto, funcionarão apenas as UBS da zona urbana, de 8h às 17h.

Campanha de vacinação contra sarampo e pólio começa nesta segunda em Petrolina

Os pais devem levar o cartão de vacina das crianças.

Com o crescimento do número casos de sarampo no Brasil – que já soma mais de 1.000 só neste ano –, toda atenção é necessária. Mesmo sem nenhum registro da doença na cidade, a Prefeitura de Petrolina reforçará a prevenção a partir desta segunda-feira (06).

A data marca o início da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil (poliomielite) e segue até o dia 31 de agosto. A Prefeitura de Petrolina irá disponibilizar a vacina em todas as unidades de saúde da cidade para o público-alvo da campanha, que são as crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Os pais devem levar o cartão de vacina das crianças para que o profissional de saúde avalie a situação vacinal e oferte as doses da tríplice viral – sarampo, rubéola e caxumba – e da poliomielite conforme a necessidade encontrada. Na falta de comprovação vacinal, por motivos de perda do cartão de vacinas, as crianças deverão ser vacinadas conforme indicação para a faixa etária.

As unidades de saúde do município funcionam das 8h às 17h na zona urbana e das 8h às 13h na zona rural.

123