Vara da infância convoca 600 alunos para discutir violência escolar em Petrolina

A Vara da Infância e Juventude de Petrolina, sertão pernambucano, realiza duas Audiências Concentradas com a participação de 28 escolas da rede pública do estado e município com alunos que possuam problemas de indisciplina.

Foram convocados 600 alunos que devem ir acompanhados com seus responsáveis, bem como de representantes das unidades de ensino.

Nesta segunda (07), o evento está sendo realizado no salão do Júri, 1º andar do Fórum Dr. Manoel Francisco Souza Filho, centro. Para este dia foram convocados 100 menores que são reincidentes em problemas no ambiente escolar. Na quarta-feira (09), a audiência ocorre no auditório da UPE, às 08h30, com 500 menores, todos sem reincidência na Vara da Infância e Juventude.

Os alunos convocados para as audiências receberão acompanhamento pela equipe da unidade judiciária. O evento faz parte do Programa Resgate: Com Justiça e Segurança promovido pela unidade judiciária.

O juiz da Vara Regional da Infância e Juventude, Marcos Franco Bacelar, acredita que essa união com a rede de ensino ajuda a diminuir a criminalidade. “Com estas ações podemos ajudar o professor a formar cidadãos que possam contribuir, futuramente, para o desenvolvimento da cidade. Além disso, nossos índices de criminalidade entre os jovens podem cair consideravelmente”, explica o juiz.

Atendimento Vara da Infância e Juventude

Com essas audiências, a Vara da Infância e Juventude ultrapassa a marca de 1500 procedimentos de medidas protetivas no ambiente escolar em 2015. No ano de 2014, com o aumento da presença da justiça nas escolas, a unidade conseguiu reduzir o número de atos infracionais praticados por menores em 23,7%, comparando-se ao ano de 2013.

Deixe uma resposta