Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Vereador Gilberto Melo apresenta Projeto de Lei solicitando fixação de placas em AMEs informando escala e especialidade dos médicos

Presidente da Comissão de Saúde, edil teve cinco PLs na pauta de ontem (Foto: Blog Waldiney Passos)

Sete Projetos de Lei deram entrada na Câmara de Vereadores na sessão de terça-feira (7). O edil Gilberto Melo (PR) apresentou cinco matéria voltadas para a área da saúde. Os textos serão analisados e colocados em discussão nesse semestre legislativo.

Durante a sessão Gilberto conversou com o Blog Waldiney Passos, explicando a importância de suas matérias. Uma delas é o PL nº 090/2018 que cria o Mês do Doador de Sangue.

“O Mês do Doador de sangue já existe nacionalmente e a gente está criando aqui na nossa cidade para que possa incentivar mais as pessoas e a gente possa criar uma campanha. Vou ficar encarregado de chamar as pessoas e mobilizar a população”, disse.

Outro projeto de destaque é o de número 086/2018, matéria que torna obrigatório ao município a fixação de placas informativas sobre a escala médica e especialidade do profissional.

“As pessoas hoje têm muita dificuldade de chegar numa AME e saber qual é o médico que está atendendo. Esse Projeto está obrigando a secretária de Saúde a colocar placas identificando a especialidade do profissional. Isso vai trazer mais facilidade aos nossos pacientes”, destaca Gilberto que é presidente da Comissão de Saúde.

Prevenção ao Suicídio e proteção à vítimas de violência

O PL nº 087/2018 propõe a criação do Programa Municipal de Prevenção ao Suicídio e de Promoção ao acesso à Saúde Mental entre jovens e adolescentes.

Na matéria de número 088/2018 o edil solicita autorização do município para que os hospitais públicos da cidade realizem exames de corpo de delito em mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência. “Estou pedindo autorização para que as AMEs e hospitais públicos possam fazer esse exame”, afirmou.

Também de autoria de Gilberto Melo, o PL nº 085/2018 garante direito a idosos, deficientes e gestantes para que esse grupo receba medicação contínua em seu domicílio.

Deixe uma resposta