Projeto da regularização fundiária motiva Ednaldo Lima a antecipar retorno a Câmara Municipal de Petrolina

Ednaldo Lima

Em ano de eleição a regularização fundiária em Petrolina volta à tona e com carga máxima. O presidente da Comissão de Justiça e Redação da Câmara Municipal de Petrolina, Pérsio Antunes (PMDB), justificou a imprensa em coletiva os motivos que o levaram a não dar o parece ao projeto do Executivo que trata desta matéria.

A alegação de Pérsio que estaria seguindo a orientação do Ministério Público não convenceu o Secretário de Habitação do município, vereador licenciado Ednaldo Lima (PDT), que já deu declarações a imprensa local afirmando está disposto até mesmo a antecipar seu retorno à Casa Plínio Amorim no início do mês de fevereiro no intuito de fortalecer a discussão e aprovação do projeto que trata a regularização fundiária em Petrolina.

Para Ednaldo o embargo do projeto é uma motivação política. “O vereador Pérsio não pode e não deve fazer isso. Ele não deve tratar um projeto de tamanha responsabilidade, usar um poder que é dado pelo povo para tentar arranjar motivos e prejudicar um projeto dessa importância e com o objetivo de prejudicar também o prefeito, mas de fato os prejudicados serão às famílias dessas comunidades que há mais de décadas aguardam uma iniciativa dessas”, pontuou.

Deixe uma resposta