Abaré: presidente da Câmara arquiva processo contra prefeito

Chegou ao fim a briga política entre vereadores de Abaré (BA) e o prefeito Fernando Tolentino (PT). Depois de conseguir mais uma decisão da Justiça favorável a sua manutenção no cargo, o gestor teve mais uma vitória. No domingo (31) o presidente da Câmara de Vereadores, Adiel Silva arquivou os processos contra Tolentino.

Em nota, Adiel afirma que se “faz necessário estabelecer a paz no município e restabelecer as relações republicanas entre Legislativo e Executivo, e sem sobrecarregar o judiciário”. O processo de afastamento de Tolentino teve início em janeiro desse ano.

LEIA TAMBÉM:

Justiça determina afastamento do prefeito de Abaré

Sessão extraordinária discute cassação de mandato do prefeito de Abaré

Tiro sai pela culatra e prefeito de Abaré é mantido no cargo

Após Câmara de Vereadores cassar mandato de Fernando Tolentino, vice-prefeito assume Prefeitura de Abaré

Na primeira cassação feita pela Câmara, Tolentino foi até o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), quando conseguiu a primeira decisão favorável a sua manutenção. Em março o processo voltou a ser discutido pelos edis e com a nova vitória do prefeito, os vereadores optaram por recuar.

Leia a seguir a justificativa dada pelo presidente da Câmara de Abaré para o arquivamento:

Venho a público, por meio da presente nota, informar que:

Considerando que a Câmara Municipal, na pessoa do presidente Adiel Paiva, cumpriu sua obrigação no que diz respeito à apresentação das denúncias protocoladas na Casa contra o prefeito municipal, inclusive com a conclusão da 01/2018;

Considerando que, tais processos têm trazido para a municipalidade prejuízos que podem ser irreparáveis;

Considerando que a boa política é aquela que faz bem ao povo, e não à política partidarista que às vezes não mede consequências;

Considerando que, como presidente desta Casa do Povo, devo pensar na população, acima dos pensamentos privados;

Considerando que, como agente público, cidadão abareense, tenho a obrigação legal, moral e ética de respeitar o princípio constitucional da Supremacia do Interesse Público, em detrimento do interesse privado;

Considerando que, por reiteradas vezes, o Ministério Público Estadual, instituição essa que defende o interesse social e fiscaliza a lei e sua aplicabilidade, tem sempre se posicionado em contrário aos processos que tramitavam, parados por força liminar, nesta Casa, entendimento que devemos respeitar;

Considerando que, também por reiteradas vezes, o Judiciário decide e profere sentenças que vão de encontro aos referidos Processos Político-Administrativos, decisões e sentenças que devem ser respeitadas;

Considerando que, todas as vezes que o prefeito é afastado o município paralisa, colocando, inclusive, em sérias ameaças de paralisação dos serviços essenciais, devido às incertezas e aos bloqueios das contas públicas;

Considerando que, em razão da instabilidade do cargo do Executivo, se paralisam os processos licitatórios para aquisição de serviços e objetos de consumo, sem falar na desconfiança e insegurança para os licitantes que ganharam as licitações já ocorridas, ficando o município no prejuízo;

Considerando que nunca foi do interesse dos vereadores prejudicar o município;

Considerando que, se houve crimes cometidos, o Ministério Público e a Justiça comum e/ou Federal têm sua competência para apurar e julgar;

Considerando que se faz necessário estabelecer a paz no município e reestabelecer as relações republicanas entre Legislativo e Executivo, e sem sobrecarregar o judiciário;

Deixando claro que a presente nota não tem vinculação político partidária e sim em razão das responsabilidades e compromisso que temos com a população que se utiliza dos serviços públicos;

Considerando que aqueles que me cercam, pessoas de confiança, me apoiam e me incentivam nessa decisão;

Resolve:

Inclusive em obediência as reiteradas decisões judiciais, por termo final nos Processos Político-Administrativos que nesta Casa tramitam, não significando que os trabalhos de fiscalização e criação de projetos serão prejudicados.

Conto com  a compreensão de todos os abareenses que amam esse município.

O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz (Números 6:24-26).

Adiel Paiva/Presidente-Câmara de Vereadores de Abaré (BA)

Deixe uma resposta