Abatedouro de Juazeiro tem menos de 48h para apresentar documentação

Ronaldo Cancão 1

Vereador Ronaldo Cancão entregou nas mãos da promotora a documentação

A empresa JMJ que hoje administra o Abatedouro Municipal de Juazeiro, Norte da Bahia, tem menos de 48h para apresentar a documentação que comprove a permissão para abater e vender a carne para outros estados.

Desde fevereiro deste ano, a carne bovina de Petrolina está sendo abatida no abatedouro de Juazeiro. O problema agora, é que de acordo documentação levantada pelo vereador de Petrolina, Ronaldo Cancão (PTB), quem possuía o selo SIF, que permite comercialização entre estados, era a antiga empresa que administrava o matadouro, a Abatal. E desde então, os moradores de Petrolina estariam consumindo carne de maneira irregular.

De acordo o vereador Ronaldo Cancão, ficou decidido na reunião entre o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e a Adagro, que contando a partir de ontem (23), a empresa JMJ tem que apresentar a documentação da certificação.

Deixe uma resposta