Acompanhante reclama de atendimento na UPA de Petrolina; unidade esclarece que não faz internamentos

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Blog recebeu o desabafo de uma filha que acompanhava sua mãe na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo a leitora, a mãe é uma idosa de 69 anos que deu entrada na unidade durante o feriado de segunda-feira (24), com dengue.

A paciente ficou internada durante a noite, recebendo medicação na veia. De acordo com a queixa, é comum os idosos serem tratados com desrespeito na UPA. “Têm paciente idosos internados com três dias, dormindo dia e noite nas cadeiras. [Quando estava lá vi] uma senhora de 86 anos, outro de 78 e uma de 69 sendo, que é a minha mãe”, contou à nossa produção.

A queixa da acompanhante é o atendimento prestado ao público idoso, que fica jogado nas cadeiras enquanto aguarda pela medicação ou a tão esperada alta. “Você fica na sala de medicamentos e não consegue dormir. Eles estão ficando nas cadeiras por falta de maca”, afirmou.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da UPA, que se pronunciou através de nota. Apesar da queixa mostrada no Blog, o texto esclarece que “não faz internamento em seu serviço” e presta “assistência de urgência e emergência clínica”.

A UPA também informou como é o procedimento de assistência médica aos pacientes e ratifica que está se esforçando para acomodar quem vai em busca da Unidade. Confira a seguir a íntegra da nota:

A Unidade de Pronto Atendimento de Petrolina (UPA 24h) informa que não faz internamento em seu serviço.

A Unidade presta assistência de urgência e emergência clínica, onde teoricamente o paciente deveria passar até, no máximo, 24 horas.

Paciente estabilizado com melhora dos sintomas = alta. Paciente estabilizado com necessidade de uma atenção de alta complexidade (serviço hospitalar) = regulação.

Acontece que devido à alta demanda recebida pela Central de Regulação Interestadual de Leitos e a falta de unidades executoras (hospitais especializados) na Rede de Saúde Pernambuco-Bahia (PEBA), alguns pacientes acabam esperando dias por uma transferência.

A direção da UPA ratifica que se esforça ao máximo (dentro das suas limitações físicas) para administrar essa demanda e faz de tudo para acomodar adequadamente todos os pacientes, estejam eles em observação ou aguardando regulação.

Para maiores informações sobre este fluxo a UPA disponibiliza a sua Ouvidoria, que funciona de segunda a sexta, das 7 às 17h, presencialmente na Unidade, ou pelo telefone (87) 3866-9615.

Um Comentário

  • Appsws

    2 de agosto de 2019 at 14:43

    Aplicativos cartão de visitas digital para Amdroid publicados na loja da play store é a maior novidade do ano em publicidade e marketing e que já virou uma ferbre entre empresas e prófissionais liberais. Venha fazer o seu!
    Mais informações:
    https://appsws.com.br ou WhatsApp (61) 991885676

    Obrigado!
    Wanderson

    Responder

Deixe uma resposta