Alan Ruschel, Rafael Henzel e Follmann voltam ao Brasil nesta segunda

Retorno ao Brasil tem a participação até mesmo da presidência da República

Sobreviventes do acidente da Chapecoense voltarão ao Brasil nesta segunda-feira (12), afirmou o médico Edson Stakonski. Ele disse que o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel seguirão para Chapecó. O goleiro reserva Follmann vai ficar em São Paulo, onde continuará o tratamento.

Antes de confirmar o retorno, foram feitos vários exames para confirmar que a condição clínica deles permite o voo. Todos os pacientes serão transportados em UTIs móveis e os detalhes logísticos estão sendo acertados. Stakonski explicou que se não suportassem uma viagem de oito horas, não haveria retorno ao país.

O único sobrevivente que continuará na Colômbia será o zagueiro Neto. Ele ainda está na UTI, de onde deve sair nos próximos dias. O atleta não teve febre nas últimas 24 horas.

A volta dos sobreviventes está sendo estudada em conjunto com médicos brasileiros. O planejamento é para viagens individuais, informou Stakonki. Mas ele explicou que se uma aeronave cumprir os requisitos para transportar Alan Ruschel e Follmann, os pacientes que seguem para Chapecó, ambos podem ir juntos.

O retorno ao Brasil tem a participação até mesmo da presidência da República. FAB, Unimed e Amil disponibilizaram aeronaves com UTI que voem foram da zona de turbulência. “Não pode ser avião voe baixo e todas preenchem este critério, voam acima 32 mil pés igual jatos de carreira”, declarou o médico.

Ele acrescentou que deve haver uma escala para abastecimento e migração em Manaus ou Porto Velho. Na sequência, os aviões decolam para Chapecó e São Paulo. Follmann será internado no Hospital Albert Einstein para continuar o tratamento.

Deixe uma resposta