Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Apesar de renúncia, Ronaldo Silva crava participação do Petrolina na Série A1: “O time vai participar do Pernambucano”

(Foto: Ascom/PMP)

Na entrevista a Rádio Jornal Petrolina no sábado (15) onde anunciou sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina, Ronaldo Silva confirmou que a Fera Sertaneja deve participar do Campeonato Pernambucano da Série A1 em 2019.

O Petrolina conquistou a vaga depois de ser campeão da Série A2 desse ano, de forma invicta. “Eu estava pensando em não participar do Pernambucano, mas o time vai participar do Pernambucano, mas eu a frente do Petrolina colocado na ata, infelizmente Ronaldo Silva está fora“, disse.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

A saída de Ronaldo se deve, como ele mesmo afirmou, que a falta de apoio financeiro foi a principal motivação para sua escolha. “Todos têm sua contribuição, o poder público e o empresariado, nós não estamos pedindo favor, é troca de serviço“, comentou o ex-presidente.

A renúncia de Ronaldo Silva deve ser apresentada nesta segunda-feira (17). Ainda não há informações a respeito de quem assumirá seu cargo. O Petrolina está sem treinador desde o final da Série A2, quando Pedro Manta deixou o comando da equipe.

Um Comentário

  • Braga

    17 de dezembro de 2018 at 08:20

    Estou tentando entender:
    1 – O clube está endividado. Como se chegou a essa dívida? Não houve planejamento, para prever os custos totais?
    2 – Qual motivo, como o próprio diretor afirma que o poder público não tem obrigação de ajudar, a prefeitura iria colocar dinheiro público, meu e seu, em um empreendimento privado onde o gerente não tem competência para prever os custos?
    3 – Então porque essa bravata dessa falastrão? Quem vai investir 600 mil em torneio de curta duração e deficitário, onde o público é baixo?

    Responder

Deixe uma resposta