Após ser baleado em manifestação de policiais, Cid Gomes deixa UTI de hospital e é transferido para Fortaleza

Cid Gomes é transferido para hospital de Fortaleza após ser baleado em manifestação de policiais no interior do Ceará. (Foto: Camila Lima/SVM)

O senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração, em Sobral (CE), e foi transferido para uma unidade de saúde de Fortaleza na manhã desta quinta-feira (20). Ele chegou à capital no começo da tarde, em helicóptero, e ficará internado em hospital particular a pedido da família.

Cid Gomes foi atingido por dois disparos de arma de fogo, na última quarta-feira (19), ao tentar furar um bloqueio feito por policiais grevistas no 3º Batalhão da Polícia Militar de Sobral.

“Após atendimento inicial, evoluiu sem intercorrência nas últimas horas, mantendo-se hemodinamicamente estável e com padrão respiratório normal, não mais necessitando de cuidados de terapia intensiva, recebendo, portanto, alta para a enfermaria”, diz o boletim divulgado às 8h40.

Os tiros atingiram a clavícula do senador. Uma saiu e a outra, alojada no pulmão, teve que ser retirada. Após sofrer o ferimento, o senador foi levado para o Hospital do Coração de Sobral onde passou por procedimentos de estabilização.

Disparos

Cid Gomes organizava uma ação contra um grupo de policiais que tentava impedir o trabalho da Polícia Militar no batalhão de Sobral. Pessoas encapuzadas esvaziaram pneus de carros da polícia para impedir o trabalho dos agentes de segurança na ruas.

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o momento em que Cid Gomes tenta furar o bloqueio com a retroescavadeira e, logo depois, uma pessoa faz os disparos em direção ao senador licenciado. Os vidros do veículo também foram quebrados.

Em outras imagens registradas no local após a confusão, o senador licenciado aparece consciente e com a blusa manchada de sangue.

Governo Federal

Na noite de ontem, em nota, divulgada no Twitter, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que equipes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal foram enviadas a Sobral para cuidar da segurança do senador. “O Ministério da Justiça e Segurança Pública está acompanhando a situação no Ceará e analisando as providências que podem ser tomadas. Já foram enviadas equipes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal para Sobral para garantir a segurança do senador Cid Gomes”.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará disse que o Núcleo de Homicídios da Delegacia Regional de Sobral da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) vai investigar o crime contra o senador. De acordo com a secretaria Segundo a nota, a Polícia Civil vai atuar em conjunto com a PF na investigação.

Cid Gomes está licenciado do Senado, sem pagamento de salário, desde o início de dezembro, para resolver assuntos particulares. A licença do senador do PDT do Ceará é de 120 dias. Durante esse período, Prisco Bezerra (PDT-CE) o substitui no Senado.

Com informações do G1

Deixe uma resposta