Atendimento às crianças com microcefalia na UPAE/IMIP de Petrolina completa 1 ano

(Foto: Arquivo)

Há um ano, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco selecionou a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) para ser referência na reabilitação e estimulação precoce de crianças com microcefalia, que residem IV Macrorregional de Saúde.

E esse, sem dúvida, é um motivo a mais a ser comemorado nos 4 anos de aniversário da UPAE completados agora em julho. “Ficamos felizes com o reconhecimento do estado em nos referenciar para este serviço, pois, deste modo, o atendimento às crianças com microcefalia foi descentralizado e interiorizado, poupando a população de grandes deslocamentos para os tratamentos específicos”, ressalta a coordenadora geral, Ana Beatriz Mota Aguiar. 

Nesses doze meses já foram contabilizados 238 atendimentos, entre os serviços médicos de otorrinolaringologia, oftalmologia, cardiologia e dermatologia; e os não médicos de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, nutrição e serviço social. “Colocamos a nossa atenção especializada à disposição. Fizemos algumas adequações para atender o público infantil, já que a nossa referência é apenas adulto, e adquirimos alguns materiais específicos, que tem ajudado na estimulação e reabilitação das crianças atendidas”, pontua.

Todo esse incentivo tem feito a diferença. No caso de Rafael da Silva, por exemplo, que foi o primeiro paciente atendido na Unidade, o pai garante que os avanços já podem ser notados. “Ele apresenta um movimento melhor dos bracinhos, das perninhas, da cabeça e está bem mais ativo. Nós sabemos que esse é um processo lento e progressivo, mas que faz toda a diferença”, reconhece Ricardo.

Atualmente, a UPAE tem 12 crianças cadastradas e continua oferecendo os serviços citados aos 25 municípios que compõem a IV Macrorregional de Saúde de Pernambuco.

Deixe uma resposta