Atividade realizada por universitários chama a atenção para a preservação do Rio São Francisco

sa

Nesta terça-feira (04) é comemorado o dia de descoberta do Rio São Francisco.  No dia 4 de outubro de 1501, uma expedição naval comandada por Américo Vespúcio que descia parte da costa brasileira para reconhecimento, deparou-se com a imensidão da foz de um rio grandioso. Desse encontro surge o primeiro relato oficial em relação ao Rio São Francisco e a data de batismo pelos portugueses, que escolheram esse nome por ser o dia 4 de outubro o dia do santo São Francisco. Pelos índios daquela região, o Rio era conhecido como Opará, que na etimologia tupi-guarani significa rio-mar.

Para promover um dia de comemoração e reflexão, alunos e professores de universidade da região promovem uma atividade organizada pelo grupo “Como está a Responsabilidade Social da sua Empresa?, realizada por estudantes da disciplina Ética e Responsabilidade Social do Curso de Administração da Univasf, com participação da Uneb – DTCS e outras organizações.

Pela manhã,  foi realizada distribuição de mudas, ação intitulada “Caminha Velho Chico” e e uma Caminhada Ecológica na UNEB/ DTCS, com plantio de mudas. Já às 17h, o grupo se encontra no ponto das barquinhas em petrolina para ver o Por do Sol, no Velho Chico. Qualquer pessoa pode se juntar ao grupo e participar.

Um Comentário

  • Filósofo

    4 de outubro de 2016 at 22:36

    Em TUPI, o nome do Velho Chico é PARA-I-TINGA ou Paraitinga. Donde PARA é rio, I é água e TINGA é clara ou branca. Portanto, RIO DE ÁGUAS CLARAS. Não tem nada de OPARA (palavra que não existe na língua Tupi, esse O, acrescentado ao PARA, é invenção da língua portuguesa).

    Responder

Deixe uma resposta